História My Sweet Little Cat (Jikook/ KookMin) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Hoseok, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Kookmin, Namjin, Namjoon, Suga, Taehyung, Taeseok, Vhope, Yoongi, Yoonkook, Yoonmin
Exibições 175
Palavras 1.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Meu Deus. Com sono estou. Muito sono mesmo. Eu deveria estar dormindo.
Mas eu sou bem legal. :3! Heueheue.

Perdoem os erros. Reviso amanhã.

Boa leitura. ^_^

Capítulo 3 - You Promissed


Fanfic / Fanfiction My Sweet Little Cat (Jikook/ KookMin) - Capítulo 3 - You Promissed

-E-espera aí. Como assim o seu Chim?-Jungkook tentou disfarçar a indignação na voz, mas não obteve muito sucesso.
-Ora, Jungkook. Sabe muito bem que ele é meu melhor am..espera! Wow!-Tae disse olhando Jungkook enquanto sorria.
-W-wow o que?
-Você está com ciúmes…
-E-eu… de quem?
-Do Chim
-N-não estou nada!-Kook sentiu suas bochechas queimarem.
-Está sim. Ele é meu Chim porque é meu amigo.. E eu vou trazê-lo para cá porque eu não gosto de ver ele apanhando. Muito menos gosto de ver você triste. Você gosta dele, Kookie...
-Não gosto. Cala a boca. Você gosta do Hoseok!
-Eu gosto mesmo!-O mais velho disse com a maior naturalidade do mundo. Que inveja Jungkook teve. Kook bufou.
-Vai beijar ele então e não me irrita
-De novo? Fiz isso a semana toda... Mas não seria má idéia
-V-vocês estão namorando?
-Sim. Mas não fala pra Omma nem pro Appa. Eu só tenho 18 e ele tem 29 anos....
-Eu sei, não vou falar pra Omma não
-Não vai me falar o que?
-NADA!-Os Garotos se viratam em um pulo e se entreolharam nervosos.
-Não vão falar?-Ele cruzou os braços.
-Não tem nada
-Não confiam em mim?
-Não tem nada, Omma
-Ah, eu sabia que não sou uma Omma tão boa pra vocês... -Os meninos se olharam e bufaram tristes. O drama dele sempre funcionava.
-Tá bem, Omma. A gente fala pra você
-Então digam logo
-Eu estou... Eu estou...-Tae dizia tremendo. Não conseguiria terminar a frase.
-O Tae está namorando o Hoseok e tem medo do senhor não deixar
-O QUE? Está namorando um homem de 29 anos? Kim Taehyung...
-Omma... Eu gosto dele de verdade. Ele também gosta de mim
-Mas meu filho. Ele é muito mais velho. Tem certeza disso... Ele não está te enganando?
-Não, Omma. Não está. Ele terminou com a noiva dele pra ficar comigo
-Tem certeza que você ama ele?
-Com todo meu coração
-Tudo bem... Eu dou a benção. Mas mande ele vir aqui. E e se ele fizer você chorar, eu deixo ele tetraplégico
-Obrigado, Omma!-Ele correu e agarrou Jin super forte, que sorriu e o abraçou de volta
-Não tem nada... Mas, e você, Jungkook?
-Eu o que?!-O menino disse saindo de seus devaneios e suspendendo apenas o olhar.
-Ainda namora o Yoongi? Gosta dele?
-Ah, Omma, sim. Gosto.
-Mas tem algo diferente.. Está gostando de mais alguém? Confuso?
-De ninguém..
-Suas bochechas vermelhas não dizem isso
-Ele gosta do Jimin. O híbridozinho dele, Omma.
-Para, Tae. Ele não é meu
-Negou que não é seu mas não negou que gosta!-Jin dizia sorrindo.
-Omma, isso é um complô?!-O menino disse um tanto indignado. 
-Sim. Oh,  céus. Meu filho namora um quase idoso pra ele e o outro está em amores com uma criança, enquanto namora... Meu castigo. Mas enfim, nunca falaram muito dele. Pode abrindo a boca, Jungkook...
-Vamos pra sala..

[…]

-Park Jimin!-O garoto se apressou o máximo que podia para não derrubar a bandeja novamente. Morria de medo.
-A-aqui está, senhor…
-Demorou muito..quer ficar de castigo?
-Por que? O Gatinho não fez nada
-Como é? Você está me desafiando?
-Não, senhor. O Gatinho só fez uma pergunta.
-E quais são as seis regras dessa casa, Park Jimin?
-1- Não quebre nada, 2) Não toque em nada que não seja autorizado, 3) Sempre arrume a casa inteira, 4) Não fale com Jaebum nada que não seja importante, 5 )Não saia tarde e 6) Nunca questione Jaebum.... -Jimin dizia de cabeça baixa. Sempre fazia besteira sem perceber.
-E o que significa quebrar alguma delas?
-O Gatinho apanha ou fica de castigo
-Isso, garoto esperto... Mas, Jungkook pediu para eu não te bater hoje. Então... Será castigo!-Mesmo sem poder, Jimin sorriu. Ele sabia que o castigo era pior, pelo menos a visão dele, do que apanhar. Mas não tinha raiva de Kook. Ele fazia tudo para o bem dele.
-Vai por o Gatinho... No.. No quarto?
-Sim. No quarto escuro
-Mas o Gatinho tem medo de escuro. Lá.. Lá tem monstros
-Tomada que comam você... !-Jaebum disse irritado, mas ainda sorria mostrando nos dentes amarelados.  Toda vez que ele sorria, assustava Jimin. 

Jaebum pegou Jimin pela coleira e o arrastou pela sala ignorando as suas súplicas. Jimin já se encontrava chorando, odiava sua vida. Queria correr para ficar pra sempre com Jungkook e nunca mais ver Jaebum. Jimin tentava odiar ele mas não conseguia. Ele dizia que Jaebum era uma pessoa boa, mas que guardava o coração no lado sem luz, por isso agia ruim. Jimin era muito inocente.. Era todo feito de amor. Ele não tinha odio em si. Jungkook estava começando a gostar disso.. Muito mais do que antes. Jaebum tacou Jimin dentro do quarto escuro e trancou a porta por for fora. Jimin sabia que ficaria ai quase o dia todo. Lembrava que da última vez quase desmaiara. E Jimin tinha muito medo do escuro. Jimin gritava e batia na porta. E se os monstros o comessem como Jaebum havia dito? Pobre Jimin, tão inocente que chegava a ser adorável. Era tão amável.. Mas Kook tinha medo de não poder protegê-lo sempre.. Ambos tinham medo da mesma coisa. Escuro. para Jimin, sempre estava escuro quando seu Bunnye não estava. Para Kook, sempre que seu BJay estava longe, pois quando ambos  ficavam longe, signficava que está escuro.. Tinham medo de se perderem mais do que qualquer outra coisa.

-Jungkook, por favor. Vem salvar o Gatinho.. O Gatinho tem medo sem você perto..

[…]

-Fala, Jungkook!-Dizia Jin curioso.
-Bom, Omma. O Jimin é incrível. Ele é muito infantil porque não teve infância. Tem o coração mais puro e é a pessoa mais  inocente que conheço, de verdade. Ele não tem um pingo de maldade. Ele tem um sorriso brilhante e os olhinhos dele somem quando ele sorri. Ele é adorável. Ele fala na terceira pessoa e ama colorir, ver desenhos. Ele tem uma voz.. De anjo e adora dar carinho, pelo menos pra mi , porque ele tem muito, muito medo das pessoas. Ele tem 15 anos mas é uma criança gigante. Meu Peter Pan.. Mas a mãe dele morreu e ele é adotado... A mãe adotiva também morreu.. E o padastro dele bate nele. Ele espanca o Min.. Muito.. Ele as vezes nem anda. E é por qualquer coisa, sabe? Toda vez que vejo ele assim eu choro antes de dormir, Omma. Eu odeio saber que ele pode estar apanhando de cinto agora mesmo apenas por ter derrubado água no chão.. Eu quero cuidar dele, Omma.. Quero proteger ele com tudo que há em mim. Quero cuidar do meu Chim. O Jaebum vai matar ele.. Não deixa, Omma. Não deixa!-As palavras foram saindo s Jungkook perecer.

O sorriso bobo que ele mantinha no rosto, era agora um mar de choros. Jin olhou o caçula de meses com pena, e o abraçou da maneira mais pretetora que podia. Jungkook chorava todo seu medo na blusa de sua Omma, que apenas acariciava seus cabelos e cantarolava bem baixinho.

-Ele não vai morrer, tá? Vamos dar um jeito nisso tudo.. Já que você gosta dele
-Não gosto, Omma
-Ok, na hora certa você admite.. Só não se esqueça do Yoongi
-O que tem eu?!-Uma voz rouca e baixinha foi ouvida vindo da janela. Era Yoongi.

Realmente Kook não sabia o que sentia. Adorava estar com Yoongi. Se sentia bem e protegido pelo Hyung, mas.. Com Jimin.. Ele apenas não sabia. Deixaria para depois e iria dar atenção ao namorado que veio visitá-lo, mesmo estando morrendo pelo trabalho. Yoongi era sapateiro.. Se cansava tanto consertando milhões de pares por dia, que todas as suas duas mãos tinham calos. Mas eram de honestidade, melhor que roubar.
Jungkook se levantou e deu uma leve corridinha, agarrou o namorado pela cintura e o rodou no alto, lhe dando vários selinhos. O menor ria constrangido e escondia o rosto no ombro do maior.

-Para, sua Omma...
-Sabe muito bem que ela é uma das quase nenhuma pessoa da nação coreana que liga. Ela acha bonito, diz que me faz feliz então está bom
-Amo sua Omma
-Sai, ele é só meu. O Jin é minha Omma, palhaço
-Ciumento...

[…]

Enquanto Jungkook passava a tarde conversando em família, Jimin estava trancafiado no quarto escuro. Chorando e desejando que pudesse ter uma. Jimin queria muito alguém que o amasse como era. Ele não tinha culpa de ter nascido assim, não havia nada de errado com ele.. Ou havia? Será que todos estavam certos e ele era uma aberração?

-Você também acha isso, Oppa.. Onde você está? Você prometeu que viria.. Você prometeu.. O Gatinho disse para não prometer porque todos prometem coisas e não fazem. Mas mesmo assim você prometeu. E o Gatinho acreditou.. Mas você despedaçou o coração do Gatinho. Você prometeu e não veio.. Você disse que talvez não viria no bilhete. Mas no mercado disse que sim... Você prometeu e não fez, como todo mundo. O Gatinho queria um lar. O Gatinho achou que você era o Lar dele. Senão for você, quem será o Lar do Park Jimin?…


Notas Finais


Até o próximo.
Beijos, morangos e abraços.
~Kissus da Myka


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...