História Love APP. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Jackson, Júnior, Mark, Romance, Youngjae, Yugyeom
Exibições 27
Palavras 2.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEEEEY, FILHOTINHOS! <3
Como está o coração de vocês depois desse nosso maravilhoso Turbulence? Devo dizer que o meu passou por turbulências - BA TUM DSSSSSSSSS - principalmente porque eu sou lolzera e o Hard Carry machucou feio meu pobre e fraco coraçãozinho *cuidado com a viciada*.
MAS ENTÃO NÉ, parece que alguém ficou meio afetada com a vida, cof, cof, e esqueceu de postar....... OPS
DOPSAJDPOJSAPJDSADSA DESCULPA MINHA MEMÓRIA HORRÍVEL E NÃO DESISTE DE MIM nnn
Peço perdão pelo vacilo, senhoras e senhores, mas pra compensá-los, vou parar de digitar e deixá-los com o capítulo, que por acaso, é o penúltimo!

Divirtam-se, amorzinhos, e LITTLE MORE, LITTLE MORE, I WANT YOU BABEEEE n

Capítulo 4 - IV - Diário.


Perguntar aquilo foi como praticamente admitir na cara dele sua paixão e seu interesse por Im Jaebum. Enquanto ouvia música e cantava em murmúrios, Hailey olhava para o teto e só conseguia pensar em vários nadas. Seu diário ainda não havia respondido desde o dia anterior e isso a fazia ficar levemente depressiva - sabia que não devia, mas havia criado um certo laço para sentir falta de conversar com quem quer que fosse e poder falar sobre tudo.

 

― You can't deny and I can't deny, open your---

 

A cantoria desafinada fora interrompida por um assobio e a vibração do aparelho, fazendo a ruiva levantar as costas instantaneamente para pegar o mesmo. Esperava que fosse uma mensagem de Yoona ou Yuki, mas na verdade o nome que piscava na tela estava em azul e escrito JB.

------------------------------------------------------------------------

JB: Hey, Hailey!

Desculpa ficar tanto tempo sem responder. Eu fiquei um pouco ocupado com trabalhos.

Eu fiquei sabendo o que aconteceu! Você ainda tá viva? Diz pra mim que sim, por favor!

17:12 ✓✓

Hailey: Não exatamente bem, respirando com dificuldades, mas viva, <\3

17:18 ✓✓

JB: Ai que alívio!

Eu te chamei porque na verdade eu tenho uma coisa pra pedir. Eu não tinha certeza se queria, mas acho que é melhor.

17:22 ✓✓

Hailey: Pra me pedir…?!

Você tá me assustando :’c

17:24 ✓✓

JB: Relaxa, não é nada demais!

Mas eu quero me encontrar com você. Antes de começarem o show, na noite do baile. É só ir no jardim, na frente da fonte. Eu preciso falar contigo.

Promete pra mim?

17:27 ✓✓

Hailey: Eu… Acho que sim.

17:29 ✓✓

------------------------------------------------------------------------

Naquele momento eu só conseguia pensar que estava participando de um filme adolescente tipo Carrie a Estranha, ou um jogo like a Until Dawn em versão live action. Apesar de ter supostamente prometido que eu ia, eu só conseguia pensar que ia estar todo mundo lá na fonte com câmeras e rindo da minha cara de trouxa por ter acreditado ter alguma chance com Jaebum.

 

Sim, eu sei que tenho a imaginação fértil.

Mas eu estou coberta de razão em pensar nisso, não é?

------------------------------------------------------------------------

― Eu não sei o que fazer. Eu devo ir?

 

Era praticamente uma reunião obrigatória onde estavam Yoona, Yuki e Junior na aula de educação física, convocados por Hailey que estava em pé a frente dos três, andando de um lado para o outro no banco a frente dos três que estavam sentados em fila na arquibancada, obviamente do lado mais vazio já que o resto da classe se concentrava ou jogando na quadra ou então perto o suficiente de tal. Os três se entreolharam confusos e com os olhos ligeiramente arregalados, tentando disfarçar a surpresa - já que no fim, sabiam quem havia a “convidado”.

 

― Mas… Você não vai no baile com o Jaebum? ― Yoona perguntou com uma das sobrancelhas arqueadas, passando uma das mãos pelos cabelos nervosamente. Junior, Yuki e si mesma tinham total permissão de zoar com a cara de Hailey, mas nenhum dos três aceitaria se fosse outra pessoa. Muito menos o cara que ela era crushada desde sei lá quando, aquilo era totalmente fora das regras.

 

― Sim, vou. ― um sorriso de canto apareceu no rosto da ingênua e apaixonada La Freour, fazendo Yoona fazer uma expressão de nojo. ― Ele disse que é amigo do Jaebum, e isso me deixa meio assustada. Eu não quero ser a Carrie.

 

― Me dá um tempo, não responde nada. Eu preciso pensar na situação. ― Junior se intrometeu, aquilo era só uma desculpa: o seu pensar, na verdade, era que ia tirar satisfação com o próprio Jaebum. Quem ele pensava que era pra ameaçar a saúde psicológica de sua querida amiga? Cof, cof.

 

― Tudo bem… ― a francesa suspirou e então levou uma das mãos até os cabelos cacheados, os ajeitando levemente, enquanto seu olhar ia calmamente até outra pessoa. ― Yuki? Você ouviu alguma coisa do que a gente disse? ― Hailey perguntara para a platinada, franzindo o cenho em sua direção. ― YUKI!

 

― OI? ahn? Claro! ― a Yamazaki estava com os cotovelos apoiados nas pernas e o rosto nas palmas das mãos, concentrada o suficiente na quadra onde os garotos jogavam basquete e vendo o sorriso de canto que Jackson direcionava a si sempre que acertava uma cesta. A chamada da mais nova a fez perder a concentração, porém isso não mudava o fato de que: não havia entendido nada do que os três estavam falando.

 

― Claro o que? O Jackson olhando pra sua cara? ― JinYoung provocou com um sorriso de canto malicioso, fazendo com que a garota revirasse os olhos, principalmente porque o apito de troca de times havia soado e o barulho era tão irritante quanto seus amigos.

 

― Você tá quase pior que a… ― Yoona iria soltar a bendita provocação quando fora interrompida, mas ironicamente o nome a qual falaria fora o chamado.

 

― Hailey!

 

― J-Jaebum! ― a resposta fora tão instintiva que fez o próprio Im sorrir largamente enquanto as amigas da garota riam baixo do nervosismo dela ao ficar perto dele.

 

Algo que apenas piorou quando a ruiva virou para olhá-lo e sentiu o ar faltar, já que ele estava sem a camiseta de treino, os cabelos levemente grudados na testa e o corpo um tanto suado. A La Freour pôde sentir o ar faltar por alguns segundos, o que a fez levar uma das mãos até a testa em desespero, ao mesmo tempo que tentava controlar o suficiente seus olhos para focarem no rosto de Jaebum, e não em seu abs. Mesmo que mentalmente ela não tivesse ideia do que era pior: o sorriso ou o abdômen definido.

 

― Eu queria te falar que eu tenho uma dúvida da matéria. Quer se encontrar comigo no horário livre pra estudar? ― ele perguntou, mordendo fracamente o próprio lábio inferior pela timidez discreta em chamar a garota.

 

― Ué, mas a sua dupla sou eu, posso te explicar sem problemas. ― Junior se intrometeu entre os dois, levantando do lado de Yoona que queria rir até cair dura da cara de Hailey, assim como Yuki que mantinha  uma das mãos pousadas em cima dos lábios para disfarçar o sorriso.

 

― Juninho! ― a ruiva tentou protestar frisando o cenho na direção do mais alto que apenas sorriu de forma infantil e angelical como todos estavam acostumados a verem quando ele queria alguma coisa.

 

― É que eu também quero falar contigo de um trabalho, Jaebum. Não tem problema, né? ― o Park questionou, dando um discreto cutuque na cintura de Hailey como se dissesse um “cala a boca e aceita que eu sei o que eu tô fazendo”.

 

― Ei, Jaebum! Vamos, cara, a gente tem que tomar banho. ― Jackson chegou ao lado do amigo, passando a mão pelos cabelos dourados e os arrumando pra trás, enquanto segurava a camisa no ombro, deixando o peitoral largo e o abdômen definido expostos.

 

― Ah, okay…

 

As risadas agora vinham apenas de Yoona, enquanto Hailey sentiria o gosto doce da vingança se não estivesse tão transtornada com Juninho empatando sua bitoca com Jaebum. Yuki chegara a ficar até mesmo corada e desviara os olhos para o lado contrário, porém por pouco tempo já que o chinês fizera questão de se abaixar e lhe cumprimentar com um beijo cravado na bochecha.

 

― Oi, Yuu. Tchau, Yuu. ― ele falou um tanto abobalhado, piscando um dos olhos para a platinada logo depois que respondeu com um sorriso de canto discreto.

 

― Tchau, Jackson.

 

― Então… Eu te vejo depois, Junior? ― Jaebum acabou questionando, sem saber direito o que estava acontecendo com o garoto que parecera um pouco estranho demais naqueles minutos. Olhou para Hailey que ainda mantinha uma expressão desolada, mas parecera resolver aceitar o que decidissem.

― Aham, a gente se vê, cara.

------------------------------------------------------------------------

Não fora fácil aguentar todo o choro de Hailey, assim como as ameaças de morte e o resto quando Jaebum saiu de perto. Porém, no fundo JinYoung aceitara quieto porque se desse merda, ele não estava afim de se sentir culpado por ter bolado todo o plano mirabolante do aplicativo com Yoona e Yuki - mesmo que ele dificilmente fosse se sentir assim, ne non, só queria que a amiga não chorasse mais no seu ouvido.

 

Esperava Jaebum na sala de estudos no horário livre, mas não carregara nenhum livro ou caderno, diferente do esperado. Só queria ter uma conversa com a sua querida dupla e esperava sair dali e se encontrar com Yoona logo depois que esclarecesse as coisas.

 

― Cheguei. ― Jaebum anunciou, jogando a mochila em cima da mesa vazia e sentando na cadeira de frente para o mais novo que bloqueava o celular para guardar e então prestar atenção em si. ― Sobre qual trabalho tu queria falar comigo?

 

Jaebum continuava tão educado e simpático como de costume, porém o silencio que se instaurou entre os dois era extremamente desconfortável, principalmente porque JinYoung fazia questão de encarar o outro com uma expressão analítica que fazia o Im se sentir completamente exposto.

 

― Eu fiz alguma coisa errada…? ― Jaebum questionou após um tempo, mordendo um seu lábio inferior e apertando a nuca com uma das mãos, em claro sinal de desconforto.

 

― Não, ainda. Mas pode estar planejando fazer. ― o Park recostou as costas na cadeira e cruzou os braços em frente ao peitoral, juntando as sobrancelhas em desconfiança.

 

― C-Como assim…?

 

― Quais são as suas intenções com a minha amiga?

 

Estava com preguiça de ficar fazendo suspense ou enrolando pra perguntar, então o mais novo foi direto ao ponto, o que fez apenas Jaebum ficar quieto e um tanto surpreso com aquela ação de Junior, não esperava que ele fosse ficar tão interessado assim no relacionamento que estava criando com a garota, a não ser que…

 

― Eu sei o que você está pensando e eww, NÃO! ― JinYoung descruzou os braços para fazer uma expressão de nojo e fingir que ia colocar o dedo na garganta. ― É só que eu, a Yoona e a Yuki já ouvimos choro o suficiente dessa garota pra vida toda quando se trata de você, isso porque tu nunca deu motivo. E eu juro que não aguento mais, porque se ela chorar porque você fez alguma coisa…

 

― Ei, ei, calma! ― Jaebum colocou ambas as mãos a frente do corpo em sinal de rendição, assustado com o surto do moreno tão repentino, além da afirmação dizendo que a ruiva falava mesmo tanto assim de si. ― Eu… Não quero aprontar nada com ela, ok? Eu juro.

 

― Não me convenceu.

 

― O que você quer que eu diga…? Eu… Acho que gosto dela, cara. ― o moreno abaixava a cabeça, sentindo as bochechas esquentarem levemente.

 

― Você acha? ― JinYoung questionou de novo, olhando para a cara do mais velho com a expressão clara de “really?”.

 

― Ah, Junior. ― Jaebum acabou socando a mochila de frustração, respirando fundo logo depois. ― Eu não tinha a visto desse jeito até descobrir que ela gostava de mim no aplicat… ― foi ai que ele lembrara que Junior não sabia que era com quem Hailey falava no aplicativo, o que lhe fez arregalar os olhos e encarar o colega extremamente perdido.

 

― Olha, eu não quero saber. Mas se você magoar a minha amiga, esteja ciente de que eu vou infernizar a sua vida. Mais do que eu infernizo a dela, estamos combinados? ― sua cota de paciência para o drama mexicano Jaeley já havia acabado, por isso se levantou pronto para sair da classe.

 

― EI, ESPERA, EU AINDA TENHO UMA DÚVIDA! ― Jaebum se lembrou de perguntar assim que Junior chegou perto da porta.

 

― Guarda pra perguntar pra Hailey, eu ein.

------------------------------------------------------------------------

― Me sinto a fada madrinha dos filmes da Disney. ― Akane resmungou consigo mesma, batendo uma das mãos na testa e respirando fundo.

 

Era a noite do baile, enfim. Ou, ainda podia-se dizer que era o dia, já que elas estavam começando a se arrumar no local combinado, a casa das Shimaneki, onde o quarto de Akane havia se tornado um perfeito salão de beleza, totalmente contrastante com o de Aomi que era praticamente uma sala de jogos, onde ela conversava com alguém que estava jogando consigo no Skype.

 

― A Yoona tá atrasada. ― Hailey comentava, olhando pela janela da casa e vendo os carros passarem, inclusive o da amiga que chegava meia hora depois do combinado. Então, voltava a mexer no celular e via uma única notificação.

 

JB: Não se esqueça, ok? Até mais!

15:17 ✓✓

 

― Você sabe o porque… ― Yuki fazia questão de falar baixo, já que Aomi não podia saber o que estavam fazendo. Era só que a esverdeada estava fazendo Youngjae a levar, por motivos.

 

― Ouvi meu nome? ― a Choi chegava no quarto com um largo sorriso satânico, fazendo as três se entreolharem.

 

― Tá vendo, é que nem satanás, só invocar que aparece…

 

― AOMI, ATÉ A YOONA TEM PAR PRO BAILE E VAI E VOCÊ NÃO, QUE VERGONHA! ― Akane fez questão de gritar pra irmã que estava no outro quarto, com fones baixos o suficiente pra ouvir e gritar de volta um delicado Vai se ferrar, enquanto Yoona dava de ombros - não podia nem discordar.

 

― Amor entre irmãos, sempre bonito de ver. ― Youngjae aparecera no quarto, carregando uma mala que a irma gêmea o fizera levar - não tinha exatamente nada nela, era apenas uma desculpa para fazê-lo subir. ― H-Hailey… ― a parte que ele não sabia era que a ruiva estava ali.

 

― Oi, Jae!

 

― Pode deixar ai, obrigada. ― Yoona apontou pra algum canto qualquer do quarto, querendo cortar a interação dos dois. Mas então, quando ele fazia o que havia pedido, teatralmente virou de volta pro irmão, como se tivesse tido a ideia do século. ― ESPERA! Você também não tem par pro baile que nem a Aomi, né?

 

― Não…?

 

― Por que você não chama a Aomi? Talvez assim ela se empolga de ir. ― Akane sugeriu com um sorriso de canto malicioso, se aproximando alguns passos do mais alto que olhava dela pra Yoona completamente perdido.

 

― Será que vocês podem parar de falar meu nome? Eu não consigo me concen-... Y-oungjae? ― de todas as pessoas que a Shimaneki esperava encontrar ali, ele não era uma opção, o que a fez até mesmo engasgar e corar. Porém era a mais agradável, com certeza, tinha de admitir, mesmo que estivesse com o cabelo preso num coque e o short mais curto que tinha em seu guarda roupa, além das profundas olheiras nítidas pela falta de maquiagem.

 

― Ei, Aoi, meu irmão quer te perguntar uma coisa. ― Yoona dizia ao mesmo tempo que andava e se jogava na cama de Akane folgadamente.

 

― Eu quero? ― o gêmeo arqueou uma das sobrancelhas, olhando para a irmã extremamente confuso.

 

― É claro. ― até mesmo Yuki resolveu se meter, com um discreto sorriso repuxado no canto dos lábios. Era como um replay de Junior e Yoona.

 

― Você não tava falando pra gente que queria chamar a Aomi pra ir no baile com você? ― Akane comentou, pegando uma lixa de unha e sentando na ponta da cama, ao lado do local onde Yoona havia se jogado.

 

― Você queria…? ― Aomi perguntou, arregalando os olhos na direção do rapaz que estava em sua frente, parecendo mais confuso do que si própria.

 

― Er… Se você quiser… ― Youngjae murmurou, levando uma das mãos timidamente até o próprio ombro pela vergonha intensa que estava sentindo e sorrindo para a mais nova de um jeito que a deixou até mesmo sem direção.

 

― E-E-Eu… Eu…

 

Ninguém nunca havia a visto tão besta antes, chegava a ser hilário e as três não foram capazes de segurar as risadas. Porém, Yoona revirou os olhos pra todo aquele drama adolescente enquanto roubava um lanche de cima do criado mudo de Akane e respondia pela amiga.

 

― Ela adoraria. Agora vai pra casa, a gente precisa se arrumar e você também.

 


Notas Finais


Enquanto eu arrumava o capítulo eu percebi uma coisa: quando escrevi essa fanfic, o JinYoung ainda era chamado de Junior normalmente </3 ODSJAPDOJSADSA PRA MIM ELE SERÁ ETERNAMENTE O JUNINHO, but nós sabemos que aquela criatura é ruim né. Enfim, eu espero que vocês não se importem, mas preferi não alterar.
Provavelmente na semana que vem eu volto e posto o último capítulo!
Beijinhos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...