História Love Between Closets - Imagine Woozi - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Seventeen
Personagens BamBam, Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jackson, JB, Jennie, Jeon Wonwoo, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Suga, V, Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8", Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan Boys, Blackpink, Got7, Imagine Seventeen, Seventeen, Woozi
Visualizações 32
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoas!!!
Espero que gostem!

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Love Between Closets - Imagine Woozi - Capítulo 4 - Capítulo 4

             Vejo o mais velho sair do quarto irritado e escuto ele descendo apressadamente as escadas. Provavelmente ele não viria essa noite, o que me deixou meio pra baixo. Não é como se eu dependesse disso ou algo é assim, mas quando estou com Yoongi me sinto protegida. Mas eu realmente precisava ficar sozinha para pensar e se ele não pode entender isso, que seja. 
                 Deito em minha cama novamente e suspiro profundamente enquanto pensava em tudo o que me fez estar ali, uma vez que eu ainda deveria estar no Brasil. 
             Sabe, eu gostava de lá. Do clima, das pessoas, e até dos lugares mais "destruídos". Lá eu me sentia bem comigo mesma, sem precisar me preocupar com o que as pessoas pensavam de mim, não que eu me preocupe, mas lá era realmente meu lugar. Todo o estilo era bom, contanto que você fosse você mesma. Mas aqui, aqui é tudo diferente. Mais regras para serem seguidas, padrões para você ser aceito na sociedade, milhões de plásticas para finalmente chegar no rosto perfeito... Fora que você tem que ser sempre o orgulho da família. Mas eu não sou assim. Não sigo os padrões e muito menos as regras. Essas coisas não fazem parte de mim e todos deveriam, ao menos, aceitar. Começando pela minha mãe. Eu realmente queria receber aquele carinho que toda filha, pelo menos, deveria receber. Acho que ela não se orgulha muito de ter uma filha como eu, e infelizmente eu não posso fazer muita coisa, afina essa sou eu...
             Sinto minha barriga pedir por comida e rio baixo. Levanto da minha cama e vou até a cozinha para pegar ao pra matar a fome. Entro na cozinha e vejo meu pai falando no telefone. Pego um pacote de Cookies e subo a escada rapidamente. Já em meu quarto, ligo a tv e coloco em qualquer coisa ali que me chamasse a atenção. Após muito tempo de procura, finalmente havia achado algo de meu agrado.

- Filha? - Meu pai entra em meu quarto e eu olho para ele.
- Eu. - Respondo voltando a atenção à tv.
- Tem um amigo seu no telefone... É um tal de Tae alguma coisa. - Fala o mais velho se esforçando para lembrar o nome do indivíduo.
- TAEHYUNG?! - Grito um pouco alto demais. - Não acredito!

             Saio correndo do meu quarto até a sala. Pego o telefone e o coloco na orelha rapidamente.

- A-alô? - Falo trêmula.
- Moon? Wow, sua voz mudou muito!
- TaeTae! A sua também.
- Ainda está morando naquela casa?
- Sim, ainda estou. Por quê?
- Amanhã eu irei pra Seoul, então pensei em te visitar.
- Não acredito! Agora eu to ansiosa. Vai ficar quanto tempo aqui?
- Só dois dias... Estou indo pra negócios e essas coisas.
- Poxa...
- Não fica triste não, amanhã será só eu e você o dia todo.
- Tá certo. Até amanhã então. Tchau
- Tchau BiHee.
 

             Coloco o telefone em seu devido lugar e subo as escadas correndo e cantarolando algo indecifrável até mesmo para mim. Me jogo direto na cama e penso em avisar a Yoongi que nosso amigo viria pra cá, mas decidi não fazer isso  "Taehyung deve ter avisado" penso. Finalmente começo a prestar atenção no programa que estava passando na tv.

[Yoongi P.O.V]

             Chego finalmente em casa e me jogo diretamente no sofá. Quem ela pensa que é para me expulsar assim? Aish... Mas eu não me importo com isso certo? Espero que sim. Sinto meu irmão se aproximando de mim e logo o mais velho estava sentado do meu lado.

- O que aconteceu dessa vez, Yoongi? – Pergunta ele.
- Nada que te interesse. – Reviro os olhos.
- Ah fala sério né Yoongi? Falo logo.
- Olha, por que você não vai lá fazer suas coisas de faculdade e me deixa quieto aqui, hein? Não é você que sempre reclama que nunca tem tempo suficiente para fazer as lições e se preparar para as provas? Pois bem, acho que agora você poderia estar fazendo isso.  – Olho sério para o mais velho.
- Nossa Yoongi, como você é chato! Fico me perguntando como a Moon te aguente.
- Não mencione Moon nessa conversa.
- Então tem haver com BiHee? Eu já deveria saber. – Ele ri convencido.
- Sim tem haver com ela, agora faça o favor de se retirar.
- Não vou. – Ele diz com firmeza e eu rio sarcasticamente.
- Ta bom. – Sorrio cínico para o rapaz e subo para o meu quarto.

             Dizem que a dor faz o artista e eu concordo. Não somente a dor, mas eu diria que os sentimentos em geral. Quando você é um artista, os sentimentos são seus maiores aliados, mas quando você é um compositor, eles precisam obrigatoriamente estar do seu lado, independentemente do que aconteça. Escrever música, muitas vezes, tiram meu estresse, e é por esse motivo que eu escrevo músicas. Eu sinto que é como se eu fosse uma bomba, mas quando estou prestes  explodir, a música me desarma. Essa é uma estratégia que eu uso faz muito tempo e sempre funcionou.
             Reúno palavras que demonstravam o que eu sentia em um papel e começo a escrever coisas que juntas ficariam boas. Escrevo um pouco e depois vou para o meu piano pensando em algo que combinaria com a música que eu havia escrito.
             Ouço o vibrar do meu celular. Era uma ligação, que logo foi atendida por mim.

-Yoongi?
- Ah, oi.
- Eu e os meninos vamos sair, estava pensando em te chamar...
- Que horas?
- Umas quatro, pode ser?
- Ok.
-Até daqui a pouco.
- Tá.
    
             Encerro a ligação e corro pro banheiro. Tomo um banho rápido e coloco uma roupa casual. Certifico de estar levando minha carteira e meu celular. Mando uma mensagem para os meninos avisando que já estava pronto e que estaria esperando por eles na frente da minha casa. Aviso minha mãe que iria sair e fico sentado na calçada esperando-os.

[Jimin P.O.V]

             Termino de me arrumar e entro em meu carro, ligando-o depois. Mando uma mensagem para Yoongi avisando que eu já estava chegando perto de sua casa. Paro o carro na frente da casa do loiro e espero o mais velho entrar.

- Ué, cadê a Moon? – Pergunto confuso.
- Pelo que eu me lembre, você chamou a mim, não a ela. – Fala ríspido.
- Você sempre a chama, pensei que hoje não seria diferente. – Falo indiferente.
- Pensou errado, Park Jimin. – Fala o mais velho.
- Vocês brigaram? – Olho para ele.
- O Hoseok vai né? – Tenta mudar de assunto e eu balanço a cabeça negativamente.
- Sim, ele vai. – Afirmo e ligo o carro.
- Vamos busca-lo então. – Diz ele e eu assinto.















   


Notas Finais


Roupa que Yoongi estava usado é a foto do cap
Espero que tenham goxtado
Desculpem qualquer erro
Byee ^~^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...