História Love Between The Dead - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Andrew Lincoln, Katherine McNamara, Supernatural, The Walking Dead
Personagens Abraham Ford, Carl Grimes, Daryl Dixon, Dean Winchester, Glenn Rhee, Maggie Greene, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Sam Winchester
Tags Abraham Ford, Katherine Mcnamara, Love Between The Dead, Rick Grimes, The Walking Dead
Visualizações 110
Palavras 2.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello amores💜

COMEÇO A GUERRA NESSA PORRA!!

Ok me animei aqui,então começou a guerra que será dividida em algumas partes,eu não vou falar quantas pois ainda tem muita coisa para acontecer!!

Agora é tiro,porrada e bomba!😱

A Guerra finalmente chegou para o pessoal de Alexandria,Reino e Hilltop e eu estou amando escrever essa parte❤

Obrigado a aqueles que comentaram jo capítulo anterior,me deixou feliz de verdade💜💜💜

A aqueles que favoritam,muito obrigado amores❤

Eu devo dizer que estou bastante feliz com a fic,com os leitores,vocês são maravilhosos❤

Então eu lhes desejo boa leitura e seja o que Deus quiser!!

Capítulo 16 - All Out War-Parte 1-Aliados para guerra


 "Se é para ter fé,não se pode tê-la apenas quando ocorre um milagre,devemos tê-la também quando eles não ocorrem,a guerra chegou e isso sim foi um milagre"-Alice Ford.

1 semana depois...

*Alice pov's On*

Guerra!

Era nisso que se resumia os preparativos de Alexandria,em guerra.

Reino,Hilltop e Alexandria,estávamos nos preparando para a guerra,as buscas por armamento haviam aumentado,a segurança das comunidades e todo o resto,Gregory havia desaparecido por completo,provavelmente aquele coverde havia fugido eu tinha certeza.

Hoje haveria mais uma busca,eu,Dean,Carl,Rosita, Tara,Padre Gabriel,Jane,Gus,Daryl e Rick,vamos em um grupo grande dessa vez,estávamos realmente dando nosso melhor para a guerra,Negan não sábia de nada que ia acontecer,vamos pegá-lo de surpresa.

—Alice,está na hora-Dean apareceu.

—Vamos então-falei séria.

Saímos de minha casa e seguimos até os portões, todo grupo já estava lá a nossa espera,Sam e Mich também estavam lá com Judith e Lily.

—Cuidem bem dela,Lily é uma criança,precisa comer de duas em duas horas,dêem banho a tarde e...-Gus a interrompeu.

—Você está repetindo a mesma coisa a quase uma hora,eles já entenderam Jane-falou ele.

—Certo-ela respirou fundo.

—Podemos ir então?-perguntei anunciando minha presença.

—Podemos,Sam,Michonne tomem conta enquanto não voltamos e se Negan aparecer...achem um pretexto,Ezekiel deve vir pra cá ainda hoje-falou Rick.

—Vamos cuidar,boa sorte-falou Sam sério.

—Obrigada-falei e dei um sorriso mínimo.

Entramos no carro e seguimos viagem,iríamos até a saída da cidade,onde havia un acampamento militar abandonado,conhecendo bem o exército eles tinham armas naquele acampamento e nós iríamos pegá-las.

—Tem certeza que lá tem mesmo armas?-Gabriel perguntou pela décima vez.

Todos olharam pra ele entediados,eu já estava irritada.

—Não,não tem armas,Dean e eu vamos nos revelar traidores e vamos matar todos vocês e de quebra falar que tudo que passamos foi uma mentira muito bem calculada,é claro que lá tem armas-falei revirando os olhos.

Ele se calou,Dean a meu lado riu,Jane conteve sua risada,Gus continuou sério,assim como Daryl e Rick, e os outros prenderam o riso.

—A cada dia uma ferradura diferente não é mesmo Alice?-Gus falou.

O olhei pelo retrovisor,o carro que estávamos era uma mini van,então era espaçoso.

—A cada dia não meu caro,a cada hora-respondi.

Ele riu e voltou a focar na estrada,afinal era ele quem estava dirigindo,Jane ia na frente junto dele, Daryl,Rick,eu e Dean íamos atrás,Rosita,Tara,Gabriel e Carl iam no meio.

—A Alice não faz o tipo simpática e isso é bem legal porquê ela é sincera sempre-Carl falou com um sorriso.

O garoto era legal,só teve que amadurecer muito cedo.

—Muito obrigado Carl,subiu na minha lista das minhas pessoas preferidas no mundo-falei com um sorriso também.

—E quem está nessa lista?-Tara perguntou.

—Meu irmão apesar de não estar mais aqui,está em primeiro lugar,há uma pessoa secreta que está em segundo,Dean está em terceiro,Sam em quarto,Carl em quinto,Rosita em sexto e por assim vai seguindo a minha lista-falei dando de ombros.

—Sabemos quem é a pessoa secreta Alice,não precisa fingir não-Daryl fez questão de falar.

—Eu?,Fingir?Jamais-falei me fingindo falsa surpresa.

Eu escondia um sorriso discreto,não era muito difícil adivinhar quem era a pessoa secreta,mas mesmo assim ok!

—Muito bem...eu acho que chegamos-Gus falou.

Dean e eu olhamos para fora,era esse acampamento mesmo,descemos todos do carro com as armas em punho,atentos e olhando em volta era preciso muita cautela em acampamentos assim.

—Isso tá destruído-Tara falou.

—As armas podem estar em qualquer lugar,é melhor nos separarmos-falei por fim.

—Vamos em duplas,Dean e Carl vão por um lado, Tara,Rosita vocês vão por outro,Daryl e Gabriel revistem as barracas,Jane e Gus vão pela esquerda, Alice e eu vamos pela direita-Rick determinou.

Todos assentiram e seguiram seus caminhos, troquei minhas pistolas por minhas espadas,elas eram muito mais rápidas e precisas e bem silenciosas para matar errantes.

—Acha que ainda podem haver soldados?-Rick perguntou do nada.

Dei de ombros,é era meio possível.

—Olha eu te daria 50% de certeza-falei.

—Precisamos dessas armas,temos um exército mas não temos muitas armas,as coisas que você e Carl guardaram não foram o suficiente,mas ainda sim ajudaram muito-ele falou.

Sorri de forma mínima.

—Pensamos rápido,está na hora da tirania de Negan se esgotar,as pessoas cansaram e agora querem revidar,não vou mentir que estou indo a essa guerra apenas por Alexandria,mas estou indo também por Abraham-respirei fundo.—Estou indo a essa guerra por nossos amigos que morreram,por Glenn,por Olivia,até mesmo por Spencer e pelos outros e por você também,mas tem uma coisa que me faz perder noites de sono,até essa guerra-falei por fim.

—E o que são essas coisas?-perguntou ele.

—Pessoas vão morrer Rick,eu posso morrer,você pode morrer,pessoas que amamos podem morrer e a questão é:Vamos arriscar tudo pela liberdade?vamos matar ou morrer?Arriscar nossas vidas por uma batalha que não sabemos se vamos vencer?eu realmente não sei-parei e respirei fundo.—Cansei de perder pessoas,sabe? E eu não quero mais perder ninguém-falei finalmente.

—Alice-ele disse sério.—Vamos para guerra e vamos ganhar,perder pessoas vai ser apenas um fato pelo qual vamos ter que superar,mas se tem uma coisa que eu posso te prometer mesmo sabendo que não sei se vou poder cumprir é que eu farei de tudo para protegê-la,não é a melhor declaração do mundo mas ela é sincera,e eu acho que isso importa-ele respirou fundo—Vamos vencer essa guerra,temos um exército,Negan não pode contra nós-ele finalizou.

—Foi um belo discurso,Negan não pode conosco tenho fé que vamos vencer-falei confiante.

Ele sorriu de forma sincera.

—Vamos vencer-ele garantiu.

Estava tudo tranquilo,mas disparo começaram a sair de várias direções,fomos obrigados a nos esconder atrás de um carro abandonado,quando fui trocar minhas espadas pelas pistolas,senti uma dor excruciante,eu havia levado um tiro de raspão,que merda.

—Mas que caralho-resmunguei segurando um grito.

—Está ferida?-Rick perguntou disparando de volta.

—Não,imagine,eu estou reclamando só por reclamar mesmo-falei com dor.

Eu sábia que ele só estava preocupado,mas dor era forte demais para mim pensar em palavras,ele resmungou e voltou a atirar,revirei os olhos e rasguei uma parte de minha camiseta e enrolei no ferimento, peguei minha arma e fui ajudar também.

—Eles provavelmente são muitos-Rick falou.

—Os outros devem estar com o mesmo problema, eles não são atiradores comuns,eles tem mira precisa-falei disparando.

—Eles são militares-Rick concluiu.

No meio dos disparos uma figura apareceu,uma figura muito,mais muito conhecida,não podia ser ele, meu deus eu não estou acreditando nisso,Jordan estava lá,ai deus e o passado volta novamente.

—Larguem as armas-falou ele.

O olhei Rick que ainda permanecia com a arma em mãos.

—Eu realmente acho melhor você largar-o aconselhei.

—O conheçe?-perguntou ele.

Suspirei,porquê eu estava sentindo que aquilo ia dar uma confusão enorme?

—É uma longa história e você não vai curtir muito quando souber-falei incerta me levantando.

—Muito bom e agora...Alice?-ele perguntou.

Ah Deus,fechei meus olhos implorando para que eu sumisse de lá em dois tempos,porquê senhor?,logo ele?,ah se eu pudesse voltar atrás em meus relacionamentos.

—Oi Jordan-falei cautelosa.

—Quanto tempo Angel-falou ele sorrindo.

—Não me chame de Angel-falei brava.

Evitei olhar Rick,mas só por intuição eu poderia dizer que ele estava meio ou muito bravo.

Logo o pessoal do nosso grupo apareceu rendido por outros soldados,em seguida um cara apareceu o General Milligam.

—Quem são os invaso...Ford?Winchester?-ele perguntou olhando para mim e Dean.

Acabamos por nos aproximar e bater continência.

—Olá General-falei com um sorriso.

—Até mesmo no fim do mundo eu os encontro é bom vê-los,conheci os pais de vocês dois,John Winchester e Stephen Ford,dois grandes soldados devo ser sincero-falou ele.

—General...não queríamos invadir seu local ou acampamento de verdade,porem achávamos que estava vazio-falei séria.

Os velhos hábitos do exército nunca morrem,mas a minha vontade nesse momento era que Jordan não estivesse lá,ele realmente conseguia ser mais insuportável que eu.

—Precisamos das armas que vocês tem-Dean foi direto ao ponto.

—Nossas armas?,para que?-Jordan perguntou.

—Estamos em guerra General,uma guerra que está próxima,o tempo corre contra nós-falei séria.

—Me falem mais sobre isso,podemos ajudá-los com essa tal guerra-falou ele.

—Este é Rick,o líder de Alexandria,é ele que vai poder falar melhor-felei séria.

—Muito bem Rick,pode falar-o General Milligam falou.

—Bem,como Alice disse estamos em guerra contra um grupo,os Salvadores,eles não são boas pessoas, matam uma pessoa de cada comunidade e depois fazem as mesmas se tornarem suas escravas,elas são obrigadas a dar metade de suas coisas e bem.....-ele parou por um minuto.—Nossa comunidade é vítima desse grupo,eles apareceram e mataram Abraham e Glenn,sem dó e sem piedade, cansamos disso e agora queremos lutar-finalizou.

—A causa de vocês parace justa-falou o General.

—É justa e precisamos de ajuda nessa guerra e se puderem nos ajudar...-falei.

—Vamos ajudar,anotem a localização de vocês e vamos pra lá em dois dias-falou ele com um sorriso.

—Eu gostaria de voltar com eles-Jordan falou.

Ele me encarou significativamente.

—Permissão concedi...-fiz questão de interromper o General.

—Permissão Negada,você vai para Alexandria com o resto do seu pessoal-falei apressada.

—Ora Angel,não diga isso ou já esqueceu-se do que fomos a dois anos atrás-engoli seco.

—Isso foi a dois anos atrás!,babaca-falei irritada.

—Jordan você vai conosco em dois dias,Alice pode levar algumas armas,temos um arsenal grande,não irá nos fazer falta-o General falou.

Alguns soldados nos guiaram até o arsenal,nos deixaram pegar o que queríamos,colocamos em um carro cedido por eles,fizeram um curativo em meu braço,agradeci e fui para a saída do acampamento, eu diria que aquele foi um bom dia.

—Nos vemos em dois dias General-falei com sorriso.

—Nos vemos em dois dias Ford-ele respondeu batendo continência.

Fiz o mesmo.

—Nos vemos em dois dias Angel-Jordan falou irritando.

Minha vontade foi de soca-lo.

—Deus me livre te ver,quero você longe de mim idiota-falei irritada.

—Fica linda irritada-falou ele debochado.

Lhe mostrei o dedo do meio e segui para um dos carros,Jordan e eu realmente não dávamos certo juntos,por isso terminamos,ele era muito babaca e foi um cretino comigo.

No fim acabei por ir com Rosita no carro que estavam as armas,eu sábia que Rick estava bravo ou enciumado,sei lá que diabos estava acontecendo com ele,só sei que ele estava com a cara fechada e evitava falar comigo,eu também não ia falar com ele não.

A viagem de volta para Alexandria foi rápida,não tão rápida,deve ter demorado umas duas horas para chegar lá,assim que chegamos Sam abriu o portão, colocamos os veículos para dentro e descemos.

—Wow,onde consiguiram tudo isso?-perguntou Sam.

—Adivinha quem está vivo Sammy-falei irônica.

—Não pode ser..-ele falou.

—Isso ai Sammy,o General Milligam está vivo,firme e forte-falou Dean.

Sam saiu resmungando,Dean e eu nos olhamos e começamos a rir,o General Milligam não era amigável com Sammy.

A tarde se passou,guardamos todas as armas no arsenal,o pessoal do Reino chegou ao anoitecer, Maggie traria Hilltop amanhã cedo,isso era bom,a guerra estava próxima,aquilo sim foi um milagre.

Fiquei em casa a maioria do tempo,preparei minha janta e a deixei na mesa,fui tomar um banho rápido, coloquei qualquer roupa,não espero receber visita mesmo.

Depois de ter tomado banho,desci e finalmente jantei tranquilamente,Dean não estava em casa,Rick estava com a cara virada e eu sei bem o motivo,Sam está com a Michonne então o que me resta é ficar aqui em casa tranquilamente.

Eu estava jantando tranquila,mas batidas na porta ousaram me atrapalhar,resmunguei e me levantei para abrir.

Adivinha quem era? Isso mesmo o xerife emburrado.

—Olha quem deu o ar da graça-debochei.

—Posso entrar?-perguntou carrancudo.

Respirei fundo buscando paciência.

—Entra-falei lhe dando passagem.

—Eu vim conversar-falou ele.

—Deixe-me adivinhar,Jordan certo?,porquê não teria outro motivo para você me virar a cara,me evitar o dia todo,não falar comigo e ainda por cima ficar com essa carranca-falei meio irritada.

—Como você quer que eu não fique irritado?!,o cara te chama de Angel e linda e você quer que eu faça o que?,bata palmas e fale que ele está de parabéns? É lógico que eu não vou fazer isso-falou irritado.

—Você quer saber ao menos o que Jordan era meu? Porquê eu aposto que você está achando que agora que ele apareceu eu vou te dar um pé na bunda-falei.

—O que esse cara era seu?-ele perguntou tentando manter a calma.

—Ele era meu ex-namorado-falei passando a mão no rosto.

—Aquele cara era teu ex? E ele ainda te chama de Angel? E linda?,porra Alice-ele resmungou.

—Sim ele é meu ex,ele me chama assim pra provocar-falei me sentando no sofá.

—Não foi a minha intenção virar a cara pra você e nem te tratar mal-falou ele arrependido.

—Você ficou com ciúmes,isso é natural eu acho mas também não vamos exagerar-falei.

Ele me encarou.

—Eu não tenho ciúmes-falou ele.

—Eu finjo que acredito-falei rindo.

—Eu não tenho ciúmes não-ele resmungou.

—Ok,Ok,você não tem ciúmes-falei rindo mais ainda.

Me aproximei e lhe dei um beijo na bochecha,ele sorriu e me puxou para perto selando nossos lábios, porém batidas na porta atrapalharam.

—Quem será o ser?-perguntei indo até a mesma.

Assim que abri lá estava Carl com Judith no colo e Sam ao lado dele,logo Rick apareceu também e me abraçou por trás.

—O que houve?-perguntei.

—Eugene fugiu-falou Carl.

—O que?-foi a vez de Rick perguntar.

—Ele deixou isso aqui-Sam nos estregou um bilhete.

"Eu prefiro ficar do lado vencedor e sei que esse lado serão os Salvadores,sinto muito.

-Eugene. 


Notas Finais


E então??

Gostaram??

Que tal comentarem suas opiniões??

EUGENE O MAIOR TRAIDOR😠😱

A Guerra está chegando❤

O que esse Jordan vai aprontar?🤔

Bom,eu espero que tenham gostado,de verdade,obrigado a aqueles que comentaram no capítulo anterior❤

E como eu digo para vocês:

Comentem,Critiquem,Favoritem,eu não mordo💜

Kisses...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...