História Love, Callie - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Louis Tomlinson, Personagens Originais
Tags Cierra Ramirez, Fuckzbiebzumbie, Louis Tomlinson
Visualizações 27
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heeeey amores meu, desculpa pela demora, mas espero que gostem do cap e não esqueçam de comentar, okay?

Capítulo 3 - Sorry


De: Callie

Para: Louis

Assunto: desculpas 

 

Sei que fui totalmente infantil ao sair correndo da casa da árvore é totalmente egoísta em disser que você deveria ficar comigo e deixar o seu sonho de lado, mas você sabe que foi apenas um momento, sabe que sempre irei te apoiar em qualquer situação ou escolha até mesmo quando eu achar que dará errado, o que não será dessa vez.

  

Sei que a música é o seu sonho que você sempre quis fazer isso, cantar, infelizmente retirei que dividir sua voz com mais algumas pessoas, apenas espero que você lembre quem apoio você desde o início quando estiver famoso e diga para todas as suas fãs que SOU EU que sou a fã número um e sempre serei.

 

Portanto Louis Tomlinson, cante o melhor que você puder naquela audição e saiba que estarei em casa torcendo a cada minuto para sua conquista e que cantarei a cada música junto a você, sentido a cada emoção que a letra passar, e acima de tudo estarei com mesmo não vendo.

 

Apesar de sempre ser eu e você, você e eu, sem precisarmos de mais ninguém ao nossos lados, sei que a partir do momento que você pisar naquele palco tudo pode mudar, mas não tem problema, de verdade, não tem, pois sei que sempre serei a sua melhor amiga e única! Quanto você também será o meu único e melhor amigo.

 

Contudo, boa sorte Tommo, me encha de orgulho a cada música que escolher para cantar. Aproveita essa chance que Deus lhe deu e não o desperdiça.

 

 

 

De: Louis 

Para: Callie

Assunto: Re: desculpas

 

Liie você não sabe o como estou feliz que tenha me entendido, quando saiu correndo fiquei com medo que deixaria de me apoiar, mas como sempre você me surpreendeu. Sei que é difícil que eu serei o melhor cantor de todos os tempos e que terá que dividir todo o meu corpo maravilhoso com várias garotas, mas não se preocupe você será a minha favorita ;)

 

Minha mãe vai dar uma festa em comemoração, mesmo sabendo que eu nem passei da primeira fase, mas ela disse que ainda assim mereço uma comemoração só por ter corrido atras dos meus objetivos, isso não é legal? Espero que venha aqui em casa mais tarde, podemos fazer a noite dos preguiçosos, meu pai e minha mãe vão passar a noite no meu tio e vão levar a Charlottie junto, o que acha?

 

Tô pensando em cortar o meu cabelo, o que acha?

 

 

De: Callie

Para: Louis

Assunto: Re:Re: desculpas

 

Não corte o seu cabelo babaca, nos vemos mais tarde super star 

 

 

 

Desliguei meu computador ao responder o email de Louis, sabia que a tia Joh iria dar uma festa ao Tomlinson, afinal antes ela falou comigo, claro que ela sabia o que tinha acontecido horas antes, onde fugi do mesmo logo depois de contar a notícia.

 

Me arrumei calmamente sabia que precisava ter presa quando se tratava de ir a casa de Tomlinson, mas mamãe me apressava da mesma maneiro. Por fim coloquei meu tênis e deixei meu longo cabelo solto, apenas passando as mãos para tirar os pequenos nos que se encontrava ali.  

 

Atravessamos a rua logo chegando a adotável casa do Tomlinson’s claro que a primeira coisa que fiz foi até ir ao quarto de Louis, óbvio que mamãe me impediu dizendo que eu deveria ser educada pelo menos uma vez e cumprimentar  pelo menos os pois dele, o que eu fiz rapidamente e corri até o seu quarto novamente.

 

Quando entrei no mesmo, o encontrei deitado jogando seu lindo vídeo game todos esparramado em seu tapete peludo, me sentei ao seu lado me encostando em seu ombro.

 — Festa legal, Tomlinson.

— Falei para minha mãe que ficaria aqui no quarto, não quero ficar escutado meus familiares dizendo que cantar não traz futuro.

— Bem típico isso, mas então, já sabe quando tudo vai começar?

— Semana que vem. – mordeu seu lábio inferior – Você vai ficar bem né?

— Apesar de que ficarei sozinha na escola pelo o resto do ano, acho que sim, irá me mandar mensagens sempre né? E até mesmo me ligar, certo?

— Isso é óbvio! O mesmo digo para você, quero que você me deixe ciente de tudo que acontecer por aqui e com você! Sei que será um tédio sua vida sem mim.

— Diz como se você realmente fosse embora. 

 

Festa por fim não passou do quarto de Louis, onde nós dois conversamos a noite e madrugada inteiro já que fizemos a noite dos preguiçosos, onde ficamos conversando e jogando sem ter vontade de fazer algo algum, e o nome dessa noite foi dado pelo Louis, deu para perceber pela criatividade.

 

Ao amanhecer olhei mais uma vez para Tomlinson antes de passar pela porta e ter medo que fosse pela última vez que o visse, beijei sua testa e sai de lá lentamente foçada em meus pensamentos, onde teria que pensar em meu futuro e talvez o meu melhor amigo não estaria incluso já que estaria ocupado demais com seus fãs, mas ainda tinha esperanças que não mudaria e que a distância entre nós apenas fortalecesse a nossa amizade igual quando ele teve que passar três meses morando com sua tia enquanto o resta de sua família viajasse, tudo porque ele não aguentaria ficar sem internet e por fim ficou é sem eu e se lamentou por todos os três meses. 

 

Ao chegar em casa, mamãe ainda dormia, para não acorda-la fui silenciosamente ao meu quarto e peguei todas as cartas que já troquei com o Tomlinson e com elas já comecei a chorar do de imaginar que com apenas as audições do programa já ficaríamos um bom tempo distante, imagine se ganhasse o tal.

 

Em cima de minha comada pude ver a nossa foto preferida, onde tínhamos dez anos, estávamos todos sujos de lama, lembro que foi no verão, onde minha mãe nos levou para passar na fazendo da vovó, Louis obviamente foi junto, já que todas as viagens fazíamos juntos, e ali não foi diferente. O nossos sorrisos era o que deixava tudo mais lindo na foto, estávamos realmente felizes  por dar trabalho a minha mãe e ter sujado toda a casa quando ela viu nosso estado e de imediato mando para que nos tomássemos banho.

 

Louis Tomlinson tinha um grande talento e eu tinha certeza que ele ganharia o mundo com sua voz e eu estaria bem em sua frente o aplaudindo de pé cheia de orgulho, e sentia sua falta a cada vez que ele teria que ir embora, mas ficaria extremamente ansiosa pela próxima vez que eu o veria, assim como foi na primeira vez que nós íamos nos encontrar quando tínhamos seis anos. Tudo ficaria em memórias.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...