História Love Can Heal, Love Can Destroy. - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Drama, Romance
Exibições 40
Palavras 1.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~Boa Leitura ^^

Capítulo 8 - Segredos


      Acordei com uma dor de cabeça horrível, e eu estava completamente consumida pela preguiça. Peguei meu celular, e quando olhei já eram quase 8:00. Me levantei em um pulo, vendo que eu estava atrasada. Coloquei o uniforme o mais rápido que pude, e o mesmo ficou todo desarrumado, escovei os dentes do jeito que pude, e coloquei qualquer coisa na mochila. Cheguei na sala de aula, e como esperado, a aula já estava no final, ouvi o sinal tocar, e todos saíram da sala, não deu tempo de chegar. Vi o professor saindo da sala, e vindo em minha direção.

- Emma!

- Eu sei professor, mas entenda, eu dormi demais, não deu tempo de chegar – falei quase me ajoelhando.

- Eu sei Emma, mas mesmo assim, eu não posso passar a mão na sua cabeça. Eu sinto muito, mas você vai ter que ficar no castigo. – falou indo embora.

      Eu não podia acreditar, mas eu acho que mereço por ter ido dormir tão tarde, e de não ter responsabilidade suficiente pra ter me levantado mais cedo. Só tinha um problema, pois não sabia onde era a sala de castigo.

- Emma, meu Deus, o que aconteceu com você? Foi abduzida, fizeram experiências e você ficou desse jeito? – falou Tae se aproximando de mim.

- Tae, que bom que você tá aqui. Sabe me dizer onde fica a sala de castigo?

- Castigo? Você vai pra detenção? Então é por isso que você não estava na aula hoje.

- Eu dormi demais.

- Eu percebi, sua cara tá horrível – falou passando os dedos debaixo dos meus olhos. – Tá eu vou te mostrar vem. – Tae me levou até a sala de Detenção, e só de olhá-la já me dava vontade de chorar – Boa sorte. – falou dando um tapinha em minhas costas. Entrei na sala e estava uma senhora de cabelos um pouco loiros, cacheados.

- Sente-se ali por favor – falou apontando para uma carteira. Me sentei e ela começou a escrever regras no quadro. – Vocês não podem falar, comer nem nada. Qualquer coisa que fizerem de errado, será mais dez minutos aqui. – Estava realmente entediante, pois não fazíamos nada, apenas ficávamos sentados, olhando para o nada, enquanto ela apenas lia papéis. Não tinha muitos alunos lá, apenas eu duas garotas, e mais uns três garotos. Ouvimos o alarme bater, e então ela nos liberou.

- Essa não. – Falei pra mim mesma ao lembrar que teria de ver Kookie cantando após a aula. Saí correndo para o lugar onde costumávamos ficar, mas provavelmente, ele já teria ido embora. Assim que cheguei, imaginei que não estivesse mais lá, mas ouvi vozes, parecia ser Kookie e Namjoon conversando, então me aproximei um pouco para ouvir o que estavam falando.

- E aí, quando ela vai voltar? – perguntou Namjoon.

- Eu não sei exatamente, ela disse que assim que pudesse, estaria de volta.

- Você sabe que vai ter que contar pra ela né? – falou Namjoon – Você não vai poder esconder isso dela pra sempre, mais cedo ou mais tarde, ela vai ficar sabendo. E é melhor que ela saiba por você, e não pelos outros. É seu dever como como melhor amigo dela.

- Eu sei, mas eu não sei como vou contar isso pra ela – respondeu. De repente senti alguém tocar em meu braço.

- Emma? – disse Suga, me fazendo quase dar um grito de susto. – Quê que você tá fazendo aí parada?

- Yoongi tá louco? Quase me matou de susto.

- Yoongi? Não tenho mais direito a Suga? – falou fazendo biquinho.

- Desculpa, “Suga” – falei fazendo aspas com as mãos. – Não me assusta assim de novo pelo amor de Deus, que da próxima, eu bato as botas – disse rindo.

- Você não respondeu minha pergunta. Você tá ouvindo atrás da porta por acaso?

- Quem, eu? Imagina, Suga. Olha, acho que você tá comendo açúcar demais, você está com sérias alucinações.

- Você é uma ótima atriz sabia? – falou fazendo graça.

- Emma? Finalmente você apareceu. – falou Kookie se aproximando.

- Ah é, desculpa não ter aparecido antes, é que...

- Ela não foi a aula hoje, e ficou na detenção. – Disse Namjoon me dedurando.

- Nam, você nunca trabalharia pra Máfia.

- As notícias correm rápido Emma. – falou rindo.

- Tudo bem, Emma, eu acabei conversando com Namjoon e também perdi as horas. Bom, mas eu preciso ir, a gente se vê depois. – falou se despedindo.

- Emma, você fez alguma coisa pra ele? – perguntou suga.

- Não que eu saiba. Por quê?

- Ele parece diferente falando com você.

- Não é nada demais Emma, ele só anda meio cansado, só isso. – Disse Namjoon.

- Hum, tá bom então. Eu vou dar uma volta então, tchau pra vocês – falei indo embora. Fui até o pátio e fiquei ali por um tempo. Fiquei pensando no que Suga disse, realmente, Kookie parecia meio diferente comigo, e do que ele estava falando com Namjoon?

- O que será que está passando por essa cabecinha – Disse Tae se sentando ao meu lado. – Você tá estranha desde hoje de manhã.

- Nada demais Tae. É que sabe, ficar quase duas horas na detenção, não é lá muito agradável.

- Eu sei bem como é. Já fiquei algumas vezes, aquela velha é realmente chata, eu estava apenas comendo um chocolate, e ela fez com que eu ficasse mais trinta minutos – Falou e eu comecei a rir. – Ri, ri mesmo. Isso tudo vai se virar contra você sabia disso?

- Ui que medo – falei ainda rindo.

- Pelo menos vê se não se atrasa pra última aula.

- É agora?

- O que aconteceu com sua memória hoje hein? Vamos logo – falou pegando minha mão e me puxando. – Eu vou cobrar por esse favor.

- E o que você vai querer como pagamento? Se for um sorvete, já vou avisando que eu aceito esses termos.

- A gente pode sair, passar um tempo juntos sem ser na escola.

- Por mim tudo bem, esse pagamento cabe no bolso. – falei rindo

- Então vamos logo.

        Chegamos na sala de aula, e dessa vez não me atrasei. Tae eu nos sentamos, em seguida vi Kookie chegar com o restante dos rapazes, ele se sentou ao lado de Tae, mas não me direcionou a palavra. Achei estranho, pois ele sempre falava pelo menos um “Oi”, mas lembrei que ele poderia estar apenas cansado ou algo do tipo, e deixei pra lá. Tentei prestar atenção na aula, mas Tae logo começou a me cutucar.

- Você não disse quando a gente vai sair, e nem pra onde.

- Ué, você que me convidou, você que tem que escolher né gênio.

- Que tal cinema?

- Por mim tudo bem. Mas eu só aceito se for de terror, nada de filme meloso. – falei e ele assentiu.

- Kim Taehyng e Emma, Desculpem atrapalhar, mas a sala de aula não é lugar pra namorar. – disse o professor, e todos nos olharam. Como eu odiava aquilo. – Por favor, deixem isso pra outra hora.

- Valeu Alien. – falei sarcástica e ele apenas piscou o olho.

          A aula havia terminado, como sempre, eu esperava todos saírem. Vi Kookie parado, esperando também, me aproximei pra tentar falar com ele, mas ele foi embora antes de eu sequer ter dito um “Oi”. Aquilo estava me incomodando, parecia que ele estava me evitando.

- Emma, Que tal no final de semana?

- O que? – falei virando minha cabeça.

- Tá tão distraída assim que nem presta mais atenção em mim?

- Desculpa Tae. Sim, final de semana, ótimo.

- Tá bom então, eu vou contar os minutos até lá – falou, se aproximando, e me depositou um beijo na testa. – Até sábado. – disse indo embora. Fiquei sem reação, aquele beijo fez com que eu sentisse coisas, não sabia exatamente o que era, mas me fez querer mais. Fiquei ali parada, olhando pro nada, até ouvir alguém me chamar.

- Emma, finalmente eu te achei. Meu deus, tá se escondendo de mim por acaso? – perguntou Elisa me dando um abraço.

- Foi mal Lisa, é que hoje foi tão corrido, fiquei na detenção por quase três horas.

- Eu tenho tanta coisa pra te contar, então o resto do seu tempo até amanhã, será voltado pra mim, e nem tente argumentar. – falou me puxando.

- Tudo bem, eu também tenho bastante coisa pra te contar.

Continua...


Notas Finais


Me perdoem qualquer Erro. Até o prox Cap <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...