História Love Can Heal, Love Can Destroy. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Drama, Romance
Exibições 41
Palavras 1.932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~ Boa Leitura ♡

Capítulo 9 - Ciúmes


 - Você nem vai acreditar.

- Se você não me contar, não vou saber, e nem vou acreditar. – falei rindo.

- Tá, olha quero pedir um conselho, ou quase, é mais ou menos.

- Fala logo Elisa, eu não aguento mais, tô curiosa.

- Sabe eu e o Yool, bom, ontem estávamos conversando e do nada ele...

- Ele?

- Ele... Ah, quer saber, nada.

- O que? Você me faz morrer de curiosidade, e agora resolve não contar nada? Sério? Vai mesmo se atrever a fazer isso?

- Ah Emma, não era nada demais tá? Deixa pra lá. Mas e você, alguma novidade?

- Não vai contar mesmo né? Tudo bem. – falei e ela fez careta. – Bom, eu também não tenho muita coisa pra falar, só que o eu vou sair com Tae sábado.

- Sério? – falou arregalando os olhos.

- É, por que a surpresa? – perguntei, e ela fez uma cara desconfiada.

- Nada. Vocês vão pra onde?

- Cinema.

- Olha, da última vez que eu fui no cinema, acabou em pedido de namoro, quem sabe né. – falou dando um sorriso malicioso.

- Tá achando que por acaso ele vai me pedir em namoro ou coisa assim? – perguntei e ela assentiu. Comecei a rir descontroladamente, eu estava rindo tão alto, que poderiam me ouvir da rua.

- Do que você tá rindo? Tem algum palhaço aqui?

- Tem, você. – disse apontando pra ela – Tae me pedir em namoro, fala sério. Não, essa foi muito boa, você podia ser humorista Elisa, já pensou na possibilidade? Você seria muito famosa, e ganharia muito dinheiro.

- Emma, sério, não tô vendo razão pra me zoar assim, eu só disse algo que poderia ser possível. E vai me dizer que você não gostaria de ser pedida em namoro pelo Taehyung? – falou e eu parei de rir pensativa. – Vai ficar calada?

- Olha, o Tae é, uma pessoa incrível, é quem eu considero meu melhor amigo. Não tô dizendo que não iria gostar se por acaso ele me pedisse pra ser sua namorada, mas tipo, é algo impossível.

- Impossível? Quero motivos bem convincentes, por que você não está sendo.

- Primeiro, eu não vejo nenhum motivo para que alguém se interesse por mim, eu não sou a coisa mais linda do mundo, o espelho tá aí pra comprovar. Segundo, Tae merece coisa melhor que eu. Terceiro, eu só me apaixonei uma vez, e foi a pior coisa que aconteceu na minha vida, e eu realmente, nunca mais quero voltar a me apaixonar outra vez.

- Acha que é você que escolhe? Por que se desse pra escolher, eu também escolheria não me apaixonar, mas aconteceu, e agora eu estou com o Yool.

- Não é a mesma coisa Elisa. Tudo que esteja relacionado a relacionamento, namoro, amor, casamento ou qualquer coisa do tipo, com tanto que não seja comigo, tudo bem.

- Então vai me dizer que não sentiu nada de diferente por ninguém depois que chegou aqui? – falou e eu a olhei confusa.

- Sentir alguma coisa diferente? Do que você tá falando?

- Ah você sabe, borboletas na barriga, sensações estranhas, vai dizer que você não sentiu essas coisas?

- Eu? Não mesmo. E também, por quem eu sentiria?

- Pelo Jungkook talvez? – falou e eu engoli em seco. – Oh, foi alguma coisa que eu disse? – falou fazendo graça.

- Pelo Kookie? Meu deus Elisa, você tá impossível hoje sinceramente.

- Eu te observo Emma, vejo como você olha diferente pra ele.

- Sabe o que eu acho, que o seu namoro com o Yool, anda te fazendo mal. Agora você acha que tá todo mundo apaixonado. Sério, você tá com probleminhas, olha o probleminha. – Falei cutucando sua cabeça.

- Pense o que quiser Emma, mas você vai ver mais cedo ou mais tarde, que eu tinha razão. – falou se levantando e indo até a porta – Até amanhã.

 

                                                             -----------------------------

 

          A semana tinha passado muito rápido, já era sábado, e eu quase havia esquecido que iria ao cinema com Tae. Estava feliz por passar um tempo com ele, mas estava chateada, pois Kookie sequer falou comigo a semana inteira. Eu não sabia o que estava acontecendo, depois daquela conversa dele com Namjoon, ele age estranho assim, nunca cheguei a perguntar para ele o que estava acontecendo, também, nem tinha chance de falar com ele. Resolvi afastar meus pensamentos daquilo, pois eu tinha que achar uma roupa para sair com Tae, outro problema que pra mim, iria ser difícil resolver. Fiquei olhando para meu guarda-roupas sem saber o que fazer, até ouvir alguém bater na porta.

- Emma, eu vim pra te socorrer. – falou entrando. – Como eu sei que você não é boa com essas coisas, e como você me ajudou da última vez, eu vou retribuir o favor.

- Você é minha salva-vidas Elisa. Obrigada – falei abraçando-a.

- Bom, vamos ver o que você tem aqui. – Elisa começou a mexer nas minhas roupas, jogando várias em cima da cama – Olha Emma, você tem tanta coisa bonita, só tem que saber fazer a combinação boa.

- Eu nem sei por que tenho que me arrumar tanto, eu só vou ao cinema.

- Você não vai só ao Cinema, você vai com o Kim Taehyung.

- E daí?

- E daí que, ele é um dos caras mais bonitos da Escola, e tá indo sair com você. E também, você não pode ir desarrumada pra um encontro.

- Isso não é um encontro. É só um passeio entre amigos.

- Eu também achava isso quando Yool me convidou pra sair.

- Quer saber, procura logo uma roupa, e vamos encerrar esse assunto por aqui. – Disse e ela começou a rir da minha cara de brava. Elisa passou uns oito minutos procurando a roupa certa, até que ela finalmente achou. – Finalmente, eu achei Emma. Toma, veste isso. – Ela me entregou uma macacão Jeans, que eu tinha ganhado de uma prima minha de natal, e uma blusa azul escura de mangas compridas. Eu vesti o que ela mandou, mas não sei como tinha ficado. Voltei para ver o que ela achava, e pelo seu olhar, havia gostado. – Emma, sério, Você tá linda.

- Você acha? É uma roupa tão simples.

- Uma roupa simples, pode se tonar a mais bonita, se estiver na pessoa certa, ou seja você. – falou e eu ri. – Agora, só precisamos dar um jeitinho no seu cabelo. Vem cá, senta aqui. – Elisa começou a fazer alguma coisa no meu cabelo, ela nem me deixou olhar pelo espelho, pois disse que era pra ser uma surpresa. – Pronto pode ver. – Me virei e fiquei impressionada com o resultado. Ela tinha feito uma trança de raiz, e a colocou de lado. – Como seu cabelo é bem grande, fica bem bonito.

- Elisa, como você consegue deixar coisas tão simples, tão bonitas?

- Eu já disse, com a pessoa certa, fica bonito. Agora só falta algo pra você calçar.

- Por favor, nada de saltos. – falei e ela fez um cara irritada. – Bom, eu tenho uma sugestão, que tal isso? – falei mostrando um tênis meu da Adidas, branco com as três listras pretas.

- Aí Emma, não entendo esse seu amor por tênis, mas eu aceito vai, só por que você tá linda. – Coloquei o tênis, e parecia estar tudo completo. – Emma, está faltando uma última coisa. Você precisa passar um pouco de maquiagem.

- Maquiagem? Ah não por favor.

- Não vai ser tão pesada, é só uma coisa ou outra.

- Se você estragar tudo, eu te mato, e se você se matar antes, eu vou atrás de você aonde quer que esteja – falei e ela riu. No final das contas, Elisa apenas passou um lápis de olho, e passou um pouco de blush só pra corar um pouco, já que eu era muito pálida. – Que tal um batom?

- Eu não sei, nunca gostei de usar batom.

- Vai ser um bem clarinho. Olha, que tal esse? – Elisa me mostrou um batom de um tom rosa, mas bem fraco. Ela passou, e eu gostei bastante. – Você podia ser modelo Emma.

- Se está debochando de mim, por favor, não é hora.

- Por que sempre que te elogiamos, você acha que estamos te zoando Emma?

- Por que antes era assim.

- Mas não é mais assim ouviu? Agora você tá pronta pra ir. Aliás, vocês vão juntos?

- É verdade, eu tinha me esquecido. Eu tenho que ir. Obrigado de novo Elisa – falei abraçando-a e indo embora.

     

          Cheguei até o pátio, que seria o local que nos encontraríamos para irmos, olhei ao redor, mas não vi Tae em nenhum lugar. Decidi me sentar um pouco e esperar por ele. A noite estava bonita, fria, cheio de estrelas, a lua estava cheia, realmente lindo. De repente, ouvi vozes olhei pros lados mas não vi ninguém, olhei para trás, e pude ver os rapazes sentados todos juntos conversando. Resolvi ir até eles.

- Emma, é você mesmo? – Falou Jimin se aproximando.

- O que aconteceu com você Emma? Fez uma cirurgia plástica por acaso? – Falou Hoseok brincando.

- Você tá linda Emma – falou Jin.

- A gente ainda não tinha visto esse seu lado, e eu gostaria de continuar vendo – disse Namjoon rindo.

- O que ele quer dizer, é que você é linda de todo jeito – falou Suga, me fazendo ficar envergonhada.

- Obrigado gente. Eu nem fiz muita coisa.

- Você tá arrumada assim pra que? – Falou Kookie. Eu me surpreendi por depois de tanto tempo, ele finalmente, tenha falado algo comigo.

- Eu vou sair.

- Com alguém? Por que pra estar tão bonita assim, deve ser pra impressionar alguém.

- Por que você acha isso? – perguntei.

- Por que você ficou assim quando a gente saiu juntos uma vez lembra?

- E você acha que foi pra te impressionar? – falou Jimin rindo. – Quem é o cara que vai ficar admirando você?

- Eu... É o Tae. – falei e eles me olharam surpresos.

- Eu adoraria trocar de lugar com o Tae – Falou Suga.

- Quem sabe se a gente pagar ele, ele não passa você pra um de nós – disse Hoseok rindo.

- Você e o Taehyung andam bem amigos ultimamente né? – disse Kookie me olhando sério.

- Pelo menos ele fala comigo todos os dias. – falei e ele me olhou surpreso. Eu não deveria ter dito aquilo, mas acabou saindo. Tentei mudar o rumo daquilo, antes que ele dissesse algo – Algum de vocês sabe onde ele está?

- Eu tô aqui – falou tapando meus olhos. – Você tá realmente linda hoje Emma. Quer dizer... não que seja só hoje, você sempre foi, só que está mais linda... Não que você não estivesse linda antes e esteja agora, quer dizer... – Tae acabou se enrolando todo, e já estava gaguejando. Todos começaram a rir do jeito dele.

- Taehyung, você tá tão nervoso assim alien? – Disse Hoseok.

- Emma, só me diz que você entendeu o que eu quis dizer. Desculpa se eu disse algo errado.

- Claro que eu entendi Tae, não precisa se desculpar, você é muito fofo assim, todo atrapalhado – falei rindo.

 - Vocês querem ir logo de uma vez? A gente estava conversando de boa, e vocês só estão atrapalhando. – falou Kookie de um jeito irritado.

- Tá, não precisa ficar desse jeito. – Disse Tae estendendo o braço para que juntasse com o meu.

- Boa noite pra vocês dois. – Falou Jimin.

- Juízo vocês hein. – disse Jin e nós rimos.

- Vou fazer com que hoje seja bem especial pra nós dois. – Disse Tae sorrindo. – Prometo.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...