História Love Complicated - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Dimitry, Kentin, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Viktor Chavalier
Exibições 36
Palavras 2.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


IAI SAUDADES? Não? Ok
Mais um CAP maravilhindo
Amo vcs e espero que gostem

(Imagem na multimídia, não é de minha autoria)

Capítulo 14 - Quem é ela?


Fanfic / Fanfiction Love Complicated - Capítulo 14 - Quem é ela?

* Karen on *

Depois das aulas acabarem e chegar no fim do período, eu vou até o Armin, hoje à noite eu, ele, Alexy e os pais dele, combinamos de irmos numa pizzaria. A senhora Vitória e o senhor Arnaudo, pareceram gostar bastante de mim ate mais quando consegui fazer o Min larga o jogo pra jantar com nós

Eu já cheguei a passar um dia inteiro e por mim eu ficaria dias na casa do Min, só que a minha irmã e minhas primas precisavam comer, não que elas não saibam cozinhar, pelo contrário a Andressa sabe conzinhar muito bem e Alice também, meu medo era a Ávila.

Ela já chegou a queimar três panelas tentando fazer um ovo, arroz e macarrão. Sinceramente eu não queria arriscar 

Karen: Oi Min - dou um beijo na bochecha dele, ele ainda guardava seu material 

Armin: Oi Ka - ele sorri - vamos pra minha casa hoje de novo?

Eu ia falar um sim, mais lembrei que precisava ir ver o Lysandre com a Andressa e isso me desanimou. Armin logo percebeu meu desânimo

Armin: Tudo bem? - ele pergunta talvez um pouco constrangido - se não quiser ir tudo bem...

Karen: Não, eu queria ir, mais tenho que ir no hospital com a Andressa ver o Lysandre - suspiro - Alice que era pra ir mais ela já tinha marcado um encontro com o Nathaniel e a Ávila fugio com o Castiel e eu queria não deixa-la sozinha - sorri fraco 

Day: Eu vou - ela brota atrás de mim - Rosa e eu vamos com ela, vocês podem ir namorar - ela da um sorriso pevertido 

Karen: Dayanne! - sinto uma ardência em minhas bochechas 

Armin: Você fica fofa assim Ka - dou um tapa de leve no seu ombro - eu te elogiei!

Karen: De que lado você tá?

Armin: Para de drama e vamos logo, Alexy queria nos levar hoje pro Shopping e eu quero chegar a tempo em casa e me trancar no quarto 

Karen: Então vamos logo - apresso ele a sair da sala, dando um tchau a Day e saindo logo indo até o portão da escola 

Não é que eu não goste de shoppings ou sair muito como o Armin, pelo contrário eu gosto e muito só que quando o caso é ir no shopping com o Alexy, não tem dinheiro que aguente. Nem os pais dele seque conseguem fujir, imagina eu e o Armin 

Semana passada, um dia depois da Andressa sair do Hospital ele e a Rosa inventaram de nós levar ao Shopping, resultado, sem nenhum dinheiro no bolso pra comprar o almoço no dia seguinte e cheia de sacolas nos braços, tive que pedir dinheiro a mãe pra comprar almoço pro outro dia e a Andressa a tia pra comprar seus remédios.

Chegamos ofegantes na casa do Armin, abrimos a porta e vi a bolsa do Alexy em cima do sofá. Merda ele já chegou, andamos na ponta dos pés até o Quarto do Armin entramos, quando fechamos a porta e nos viramos quase meu coração pula pela minha boca pelo susto. Alexy estava em pé de braços cruzados nos olhando com uma sobrancelha erguida como se falace "pensam que fugiram tão fácil?" 

Karen: Puta merda Alexy, me mata ainda não - coloco à mão no peito de forma dramática

Alexy: Pode se arrumarem, sairemos em 20 minutos e se trancarem a porta ou não estiverem prontos lá embaixo nesse meio tempo, eu quebro o seu console Armin - ele olhava desafiador pro Armin

Armin: Não faria isso - Armin já suava frio 

Alexy: Não queira descobri - passa entre nós e sai do quarto fechando a porta - E NÃO ESQUEÇAM, TEM 20 MINUTOS PRA SE ARRUMAREM OU A DEUS PRO SEU VIDEO GAME ARMIN - Grita do lado de fora do Quarto 

Armin vai até seu guarda-roupa e pega uma roupa o mais rápido possível e corre pro banheiro, é, dessa vez Alexy pegou num ponto fraco do Armin 

Armin: SE ARRUMA RÁPIDO KAREN - grita dentro do banheiro 

Corro até o seu guarda-roupa e procuro por minhas roupas. Já fiquie tantas vezes aqui que trazia algumas roupas, pra caso precisar, como agora, telas já guardadas. Armin não se importou nem um pouco das minhas roupas no seu guarda-roupa.

Escolho uma Blusa da minha banda coreana favorita, ela era preta com uma manga curta com duas listras bancas em cada manga, na sua frente tinha o nome "BTS" em branco escrito, completei com um Short jeans de renda azul. Escutei o chuveiro do banheiro ligar, Achou ele ainda tar tomando banho.

Alguns 10 minutos se passaram e Alexy grita, provavelmente da sala 

Alexy: CINCO MINUTOS - Armin sai do banheiro só com uma toalha amarrada em sua cintura, dando uma perfeita visão de seu peitoral, mesmo que já tenha o visto e... Tocado na escola ainda dá uma leve vergonha 

Armin: Gosta do que ver Karen? - pergunta com o maior sorriso cara de pau que eu já vi

Karen: idiota, apressa ou se não. Bye bye console - ele correu ate seu guarda-roupa e eu corro pro banheiro, levei a roupa que escolhi e um sapato vans vermelho do Armin comigo

Depois de uns 10 minutos eu saio já pronta do banheiro e Armin me revisa dos pés à cabeça 

Karen: acho que escorreu uma babá aí Min - sorrio

Armin: Há. Há. Há. Vamos logo ou se n- - ele é interrompido 

Alexy: CINCO, QUATRO...- saímos do quarto as pressas - TRÊS, DOIS... - e paramos em sua frente já prontos pra sair - dei um desconto porque entendo a demora, vamos

As vezes eu acho que o Alexy ameaça só por ameaçar mesmo mais quando ele lança o olhar desafiador dele, e do geito que ele é imprevisível não duvido nada 

Saindo da casa dos gêmeos e fomos até o shopping. A deus dinheiro 

* Dayanne on *

Leigh veio nos buscar para nós levar-mos ao hospital, diz ele que como já ia e tinham que pegar Rosa aproveitou para nós dar carona 

No carro em direção ao hospital a Andressa quebra o silêncio que reinava no carro 

Dessa: Dada, tem uma coisa que a Karen me contou que eu tenho dúvida até hoje - aceno pra que ela continue - Como Melissa também acabou presa com o Matheus? 

Mais eu vou amar responder essa pergunta, a seu vou.

Day:  Simples - sorrio de orelha a orelha - apenas disse ao papai que ela também me bateu e participou do espancamento do Kayro, por isso ficaram meses na cadeia 

Dessa: ainda acho pouco, meu primo quase que fica no mesmo estado que o Lys tá, desacordado, e ele só fica meses? Deveria ficar anos - ela concerteza tava com muita raiva 

Rosa se intromete na conversa 

Rosa: Não que eu queira me intrometer, mais, chegamos - Rosa sai do carro apressada junto a Andressa

Dê um boa sorte pra mim pra aguentar essas duas 

Leigh: Vamos? - ele abriu a porta pra mim 

Day: Clar- - eu ia responder ele mais quando olhei pros lado não vi as duas - cadê elas agora? 

Leigh: já devem estar dentro do Hospital, vamos - ele tranca o carro e começou a andar e eu o segui

Quando entramos no Hospital vimos elas, ingulindo a recepcionista

Rosa: como assim eu não posso entra? Sou cunhada dele

Recepcionista: então espere algum parente do paciente chegar 

Dessa: OLHA AQUI SUA LACRAIA AZE- - tampo a boca dela antes que ela fale algo a mais 

Recepcionista: O que disse? - pergunta fuzilando a Andressa com o olhar 

Dessa: vevul vovevo vyvei volvavoi? (além de azeda é surda?) - morde minha mão

Day: AI! - Tiro minha mão da boca dela 

Leigh: o que vocês duas estão fazendo? - ele olha pra Rosa e Andressa com um olhar desaprovado

Dessa: a azeda não deixava a gente passar - a recepcionista olha pra Andressa como se pergunta-se de quem ela falava e a Andressa responde com o olhar "você!"

Rosa: Mesmo eu dizendo ser cunhada dele - elas duas estavam de cabeça baixa 

Leigh: Pensei que as visitas estavam liberadas, não? - Pergunta confuso pra recepcionista

Recepcionista:  Desculpe senhor Backer, mais a namorada do paciente entrou e pediu para não atrapalhar-os - todos olharam surpresos pra moça

- NAMORADA?! - Nos quatro falamos em uníssono

Recepcionista: S-sim, ela chegou fazem...- ela olha o relógio ao seu lado - 10 minutos

Rosa: O Lys-fofo não tem na- - ela para por um momento - vamos entrar!

Recepcionista: acho apropriado entrar só um de ca- - todos iguinoranos ela é fomos andando até o quarto do Lysandre, eu no caso só os segui até porque não sabia qual era o quarto 

Rosa chegou no quarto já abrindo a porta causando um estrondo forte, bom. falarmos de Rosa ela nunca vai mudar 

Rosa: O que faz aqui? - pergunta séria

Uma menina, que aparentava ter uns 14 anos estava sentada numa cadeira ao lado do Lysandre, cabelos loiros com mechas rosadas e um vestido que a deixava muito fofa, ela era fofa. Mais de fofa eu acho que é só a cara mesmo. Ela passava a mão suavemente pelo rostos do Lysandre olhei pra Andressa e ela tava vermelha de raiva, se presta atenção da até pra ver a fumaça saindo das orelhas dela

Dessa: Quem é você? - ela concerteza não tentou esconder a Raiva 

???: Sou a namora do Lysinho - sabe aquelas onças que se preparam pra atacar sua presa? A Andressa parecia uma delas 

Leigh: Nina, Lysandre já falou sobre isso com você - ele parecia cansado

???: Oi cunhadinho, teria esperado você chegar mais você demorou - ela da um sorriso malicioso pro Leigh

Agora eu segurava uma onça e o Leigh a leoa, mano essa garota tá querendo morrer jovem, só pode 

Leigh: Nina se você não sair daqui agora eu vou chamar alguns dos médicos para lhe tirar daqui a força - ele segurava muito forte a Rosa e eu quase caia segurando a Andressa 

Nina: Mais...

Day: SAI DAQUI LOGO GAROTA, TEM AMOR A VIDA NÃO? E NINGUÉM QUE VOCÊ AQUI ENTÃO SAI LOGO ANTES QUE EU SOLTE ELA - Me exalto 

Nina: ok - ela da um beijo na bochecha do Lysandre, aí sim eu tive que segurar a Andressa. Ainda tem dúvida que ela seja ciumenta? Ou que goste do platinado? Porque eu não tenho e meus braços também não 

Nina sai e sorri falsamente pra Andressa, que devolvê com um cotoco e um "Vai se ferra" baixo.

Depois dela sair, eu e Leigh podermos respirar. E nossos braços também 

Rosa: além de ainda não ter aceitado o término, fica dando em cima do meu namorado? Ela tá pedindo pra morre

Dessa: Se quiser ajuda, ajudo com todo prazer 

Day: Não duvido 

Andressa olha agora pro Lysandre e vai até ele, senta onde a tal da Nina antes estava e começa a conversa, com ele desacordado, fazendo um carinho na sua cabeça.

Eu, Rosa e Leigh saímos de fininho os deixando a sós.

* Andressa on *

Me sentei na cadeira ao seu lado e comecei a falar com ele, pedi desculpas como eu fiz semanas atrás, falei como estava contente por finalmente pode ve-lo e com o rosto quase fervendo falei de Nina e adimito uma pontada de ciúmes 

Peguei sua mão e com a outra continuei com o cafuné na sua cabeça 

Andressa: Se minha irmã estivesse aqui ela taria me dizendo que eu sou uma Dramática e passaria na minha cara que é sim minha culpa por você estar aqui - sorrio ao lembra que as coisas entre ela e o Nathaniel estão avançando - acho bom ela ter finalmente ter ido num encontro com o Nathaniel hoje - abaixo a cabeça - Lys, bem que você poderia acorda e me fazer se alegrar um pouco, como tinha dito antes, enquanto você não acorde e falar que me perdoar eu não vou me perdoa. - sinto um aperto na minha mão e levanto minha cabeça rapidamente

Lys: Você as vezes é muito ingênua Andressa... 

* Alice on *

Nath e eu ré marcamos o nosso encontro depois de muitas semanas, decidimos dessa vez ir assistir um filme na casa dele que até que gostei do que ele escolheu 

Os Smurf 2, já tinha assistido o 1 mais o dois não.

Estamos deitados de peito pra baixo, um do lado do outro com o Notebook a nossa frente, nossos rostos estavam muito perto um do outro

Nath virou o rosto sem pronunciar nenhuma palavra e eu também não falei, ele foi chegando mais perto e...


Continua...



Notas Finais


Eu sei que um certo serumano vai me mater amanhã por eu termina nessa parte então me desejem boa sorte.

E o aniversário de alguém tá chegando e tá peto de especial, não é mesmo? Srª. vai me matar amanhã?

Amo vocês, desculpa os erros, depôs concerto.

Se tiverem gostado não esqueçam de comentar e favorita, amo vcs 😍😘😍😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...