História Love Dangerous - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Exibições 25
Palavras 740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


GENTE
EU N VOU ESCREVER MT NAS NOTAS
PQ EU TÔ TIPO MT APRESSADA, TENDEU ?
DPS EU EDITO
LEIAM AI, AMO VCS

Capítulo 12 - '' Eu não consegui salvar a vida da minha irmã ''


Fanfic / Fanfiction Love Dangerous - Capítulo 12 - '' Eu não consegui salvar a vida da minha irmã ''

Então segurei o rosto dele e o beijei novamente, quando sinto algo em meu dedo, eu paro e olho, e eu mal pude acreditar no que eu vi, OMG !, é um anel. E está escrito ‘’MY’’. Sorrio , e então a diretora vem dar uma bronca em todos, porque estamos fora da sala quando já começou o horário de aula , e que ela precisa dar um aviso, e mandou todos para a sala. Então fui para a sala junto da turma, sentamos nos nossos respectivos lugares, eu estou na frente do Castiel. A diretora entrou na sala junto de Faraíze.

- Bom alunos, lembram que a uma semana atrás eu pedi para conseguirem uma ideia para recolher fundos, escrevessem em um papel e entregassem para Faraíze ? Hoje iremos dizer os resultados . Bom, tivemos boas ideias.. E péssima ideias, como vender limonada. Ou fazer qualquer coisa para botar peitos nas garotas dessa sala. - Eu virei para trás e perguntei –

- Sério isso ? – Sussurrei –

- Katerina, vire-se para frente. – A diretora pediu em quanto todos seguravam para não rirem – Todos os professores leram todas .. E a que se destacou foi de Katerina Graham, uma corrida de orientação. –

- EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊS PREFIRIRAM UMA CORRIDA DE ORIENTAÇÃO DO QUE FAZER UM DESFILE. – Ambre berrou. Mimada. Todos bateram com a mão na testa –

- Ah.. Sim, se você participasse seria o Desfile das Trouxas. – Castiel disse e todos rimos –

- ENTÃO DIGO A VERDADE A TODOS VOCÊS- Ambre berrou vindo em minha direção. – ELA É UMA VADIA, ELA PRATICA MACUMBA, É... ELA PRESSIONOU CASTIEL CONTRA A PAREDE COM MACUMBA ! ELA O EMPURROU COM MACUMBA, E ELA DÁ O CU PARA QUEM VÊ. – Ela diz apontando em minha cara. –

- Tá falando de si mesma , querida ? – Pergunto e todos berram ‘’ WOOW ‘’ –

- Você vai ver ! – Ela diz – Eu sou muito mais forte que você, e eu lhe garanto, você vai se machucar. –

Eu levanto e boto ela contra a parede, dou um soco em sua cara e pergunto.

- Quem vai se machucar ? – Pergunto –

- E-Eu. – Ela diz baixinho –

- DESCULPEM, EU NÃO ESCUTEI, QUEM ? – Eu chuto ela e tentam me parar. Eu afasto todos –

- E-Eu. – Ela diz um pouco mais alto. –

- QUEM , VADIA ? – Berro –

- EU ! – Ela berra. –

- Boa, mas.. Você está certa, vai se machucar. – Digo e deixo ela caída gemendo de dor no chão da sala. –

- Vá para a secretaria, agora. – A diretora diz. –

- Hoje não. Eu não vou fazer isso ! Porque a Ambre quando bate em alguém, é só os pais pagarem e pronto, nada acontece. – Digo e então sou puxada por Castiel que me leva até seu carro que estava no estacionamento da escola e eu entrei. Então ele ligou e saiu em alta velocidade. –

- Onde vamos ? – Perguntei –

- Vivermos de verdade, New York. – Ele diz –

- Eu não acredito . – Digo –

- Acredite, é o melhor lugar para fugir de todos os problemas. – Ele diz –

3 HORAS DEPOIS *

Começou a chover, depois de estar nublado por 3 horas, eu já recebi mensagens de Iris , Armin e Jeremy.

- Se você pudesse impedir alguma coisa no passado .. O que impediria ? – Perguntou ele –

- Muitas coisas. Que a Lexi morresse..- Digo lembrando da Lexi –

- Quem é Lexi ? – Perguntou –

- Minha.. irmã. – Digo com os olhos lacrimejados, então engulo o choro. –

- Você tem.. tinha uma irmã ? – Perguntou – Desculpa, deixa para lá.

- Lexi tinha 12 anos, e eu tinha 8.. E ela era.. Lésbica, e .. – Limpo uma gota de choro – A escola dela sabia disso,  e então- Digo já chorando -.. Estávamos voltando da escola, já era escuro, e apontaram a arma para ela.. E eu perguntei, por que queriam matar ela, e então eles disseram que era porque ela era uma aberração, uma idiota, uma vergonha.. E que.. Ela não merecia viver.. Então ela berrou ‘’ Corre , Kate ! ‘’ e eu corri, porque eu sou uma covarde. – Digo chorando muito , e então Castiel parou o carro na Ponte Whickery e me abraçou dizendo que ia ficar tudo bem. –

- Não é sua culpa. – Ele disse –

- É SIM ! Eu sabia, eu sabia que eu tinha os poderes, mas eu não consegui usar, eu não conseguir salvar a minha irmã. -


Notas Finais


Obg por ler
Comentem p tia Mizz ficar feliz.
E digam se choraram, eu qse chorei, sei pq, mas tudo bem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...