História Love Deserves More - Camren G!P - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Camren G!p, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren G!p, Lauren Jauregui, Normani Kordei
Exibições 1.569
Palavras 917
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - 23.


Ouçam: Selena Gomez – Nobody

Ao chegar em casa, enquanto Alejandro dirigiu-se rapidamente para seu escritório para resolver problemas da empresa, Sinu caminhou para o quarto de Camila apenas para admirar a decoração feita pela filha, sua menina mal havia partido e a saudade que se fazia já era enorme. Estava perdida em seus pensamentos, quando ouviu o som da campainha, indo rapidamente até a porta da frente e deparando-se com Lauren parada na soleira.

Lauren: Oi tia, que bom vê-la! – cumprimentou dando dois beijos no rosto da mais velha – Eu queria falar com a Camila, ela tá ai?

Sinu apenas meneou com a cabeça e deu espaço para Lauren entrar, caminhando até o quarto da filha, sendo acompanhada de perto pela de olhos verdes que não escondia seu semblante confuso. Ao adentrarem no quarto, Sinu sentou-se na cama e fez sinal para Lauren sentar ao seu lado, o que foi prontamente atendido.

Sinu: Então... Eu soube que vocês brigaram. O que você fez a ela?

Lauren: Ela não lhe contou? – perguntou respirando fundo, recebendo um aceno negativo por parte da ex sogra. – Ah, nós discutimos e terminamos!

Sinu: Só isso? – perguntou estranhando – Mas ela estava muito mal!

Lauren: Eu imagino... – murmurou.

Sinu: Não, você não imagina! – respondeu já um pouco nervosa – Ela estava tão mal ao ponto de ir embora para o Brasil!

Lauren: O quê? Br-ra... Não pode ser! Como a senhora deixou? – levantou-se da cama agitada.

Sinu: O que eu poderia fazer Lauren? – respirou fundo tentando manter a calma – Eu jamais impediria algo que é para o bem dela...

Lauren: Mas... Ela volta? – recebeu outro sinal negativo por parte da Sra. Cabello, já que a mesma havia resolvido que realmente era melhor manter a filha longe da herdeira dos Jauregui – Meu deus... O que eu fiz?

Sinu: Querida, você tem certeza que foi apenas uma briga boba?

Lauren: Sim, foi...

Não falaram mais nada, Lauren apenas se manteve pensativa, refletindo até o quão longe essa historia tinha ido. É, brincar com os sentimentos alheios não era tão legal quanto pensava e por uma imaturidade Camila havia decidido morar em outro país. Uma sensação de vazio começou a crescer dentro de si, sentiu sua boca secar e uma onda de tristeza invadir seu interior. Após alguns minutos perdida em seus pensamentos, olhou para os lados e notou que Sinu já havia deixado o quarto. Lembrou-se então do caderninho que Camila escondia embaixo de seu travesseiro e rapidamente o pegou, folheando até chegar ao último poema, datado do dia anterior.

“Sinceramente, um dia todos nós cansamos. Cansamos de tentar ajudar quem não quer ser ajudado. Eu acho, na verdade eu tenho certeza, que eu não fui a única a fazer isso. Mas, por que fazemos isso? Por que insistimos com alguém que simplesmente não se importa? Porque amamos tanto essa pessoa que somos capazes de tomar as dores que elas nem são capazes de sentir.”

- Aline Vitória.

Lauren ficou mal ao ler o último poema copiado pela ex namorada, afinal mesmo não sendo de sua autoria, deveria ser o reflexo do que ela estava sentindo no momento, exaustão por ter lutado tanto por alguém que não foi capaz de valorizar isso. Suspirou apoiando as mãos em suas pernas e levantando para observar bem o quarto de Camila, já que possivelmente seria a última vez que pisaria ali. O cheiro do perfume adocicado que a latina costumava usar ainda se fazia presente no recinto. Caminhou até a mesinha de estudos e arrancou a foto de Camila que estava em um porta retrato, afinal, queria ter alguma recordação dela. Ao sair do quarto, desceu as escadas e apenas despediu-se de Sinu com um aceno antes de voltar para casa e jogar-se em sua cama, sendo tomada por lembranças de Camila até cair em um sono profundo.

Ao chegar no Brasil, Camila foi muito bem recepcionada por sua tia Dianna que por saber bem por cima sobre o que havia acontecido com a sobrinha, evitou tocar no assunto e passou o trajeto inteiro contando-lhe sobre o quanto amava sua vida no país, as novidades sobre sua carreira de modelo, dentre outras coisas. Apesar de ainda não estar muito bem, era impossível para Camila não rir do jeito atrapalhado e extravagante da tia. Quando adentraram na mansão onde a mesma morava, a latina seguiu um dos empregados que tinha a função de carregar suas malas e mostrar-lhe os aposentos. Após algumas horas, já havia acabado de desarrumar as bagagens quando Dianna adentrou no quarto e sentou em sua cama.

Dianna: Tomara que você goste daqui, Mila! Não esqueça de ligar para a sua mãe amanhã avisando que já chegou.

Camila: Eu vou gostar sim. – disse convicta – Vou ligar para a mama agora mesmo!

Dianna: Agora não, querida. – respondeu olhando para o relógio – É madrugada em Miami, sua mãe já deve estar dormindo.

Camila: É, tem razão, tinha esquecido isso... – bufou e sentou-se ao lado da tia.

Dianna: Então... - respirou fundo, tragando a saliva sem saber como iniciar o assunto. – Eu queria conversar com você sobre o que aconteceu, pode ser agora ou prefere que seja amanhã?

Camila: Er, eu prefiro realmente que seja agora, amanhã eu já quero ser outra pessoa e esquecer esse assunto de vez. – respondeu decidida.

Dianna: Então... O que te fez querer subitamente vir para cá?

A latina olhou para baixo, suspirando ao lembrar-se de Lauren.

Camila: Tem certeza que quer saber de toda a história? – perguntou recebendo um aceno positivo como resposta. – Então... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...