História Love For Hope - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Colfer, Darren Criss, Grant Gustin, Lea Michele, Naya Rivera
Personagens Chris Colfer, Darren Criss, Grant Gustin, Lea Michele, Naya Rivera, Personagens Originais
Tags Amizade, Crisscolfer, Drama, Romance
Exibições 9
Palavras 1.382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!
Ps: Tem o primeiro lemon. Se não gostar, não leia, e pule o cap ok?

Tema musical: Get It Right - Lea Michele.

Capítulo 4 - The First Time.


Fanfic / Fanfiction Love For Hope - Capítulo 4 - The First Time.

No dia seguinte, Chris sai pra procurar um novo emprego. E logo arranja num estúdio musical como assistente do produtor, logo volta pra casa e espera o Darren voltar 

- E então, conseguiu algo?

- Consegui sim, num estudio bem no centro.

- Que bom, Sweetie. - Darren sorri contente.

Sw... O quê? - Chris o olha estranho.

- Sweetie - ele fala devagar. - significa "docinho" em Inglês Britânico. - Darren sorri envergonhado.

- Ahh... Mas que fofinho! - Chris ri e o beija.

- é normal... - ele sorri

- Claro, porque eu sou Britânico. - Chris o olha.

- Ah sim, desculpe Sweetie. - Ele te da um selinho no castanho.

- Tudo bem. - O castanho o abraça - Sweetie. - Chris tenta pronunciar.

- Isso, viu? Já aprendeu! - Darren o abraça. - então... Onde vamos jantar hoje?

- Aqui?

- Ah não, vamos sair.

- Está bem... Por mim pode ser em qualquer lugar.

- Por mim também. Então vamos?

- Claro, vamos sim. - Chris sorri e vão, param no primeiro restaurante que vêem, e fazem o pedido e logo depois de terminar o jantar, voltam pra mansão.

- Prontinho, em casa. - Darren sorri.

- Obrigado pelo jantar, foi ótimo. - Chris sorri e o abraça, mas sente que ele não estava confortável. - O que foi?

- Como assim?

- Você parece desconfortável... - Chris o olha. 

- Eu estou mesmo... Excitado. - Darren fica completamente envergonhado.

- Eu vou tomar um banho e deixar você mais a vontade. - Chris sorri, tentando deixar ele confortável.

- Claro. Tudo bem. - Ele sorri com vergonha. - É... Chris?

- Oi - Chris para na porta.

- Será que eu não podia ir junto? - Ele o olha de cabeça baixa.

- Bom... - Chris vê que ele já está esperando o não. - Pode sim. Eu acho que não vai ter problema - O castanho sorri e Darren o olha com os olhos brilhando.

- Sério? - ele sorri

- Aham. - Chris sorri. - Anda logo, porque eu não vou esperar

- Claro. - Darren ri, pega suas roupas e o segue até o banheiro.

- Fecha a porta, se não alguém pode ver nós dois aqui dentro.

- Claro. - Darren sorri e fecha a porta.

Chris então começa a se despir e Darren apenas tira a camiseta e fica o olhando.

- algo errado?

- Não, claro que não. Apenas não sei como alguém pode ser tão lindo. - Darren sorri.

- Não precisa me deixar sem graça, Darren! - O castanho ri. - Vamos logo, vamos tomar banho. - Chris termina de se despir com vergonha e entra logo no box já ligando a água.

- Está bem - Darren ri e termina de tirar suas roupas e entra com o castanho. Chris o olha e não consegue não olhar pro corpo dele, então percebe que o "amiguinho" dele estava bem alerta, e o moreno percebe que o castanho não tira os olhos dele. - Chris, não fica olhando. Isso é constrangedor. - Darren cora. - Eu não consigo não ficar excitado te vendo assim. - Ele o olha de cima a baixo. 

- Está tudo bem. - O castanho tenta sorrir simpaticamente. - Me desculpe, eu não vou mais olhar. - Chris vira de costas pra ele e continua seu banho, quando Chris já estava meio acostumado com isso, Darren começa a beijar o pescoço dele. - Eu acho melhor você parar... - Chris fecha os olhos arrepiado pelo toque dos lábios do moreno em seu pescoço.

- Se não o que? - Darren diz no ouvido de Chris, e o castanho se arrepia de novo. 

- Não faz isso... - Chris se vira e o olha nos olhos. - não provoca assim...

- E porque não? - Darren ainda distribui uns beijos pelo pescoço de Chris, e o castanho logo o beija com intensidade, ele sustenta o beijo, e logo Chris se vê com as pernas em volta da cintura dele. 

Logo, Darren desliga o chuveiro e vai levando Chris pra cama, lá ele o põe do jeito mais cuidadoso possivel e vai subindo em cima dele, ainda o beijando. 

Assim que Chris se da conta do que está acontecendo, ele o para.

- O que foi? fiz algo errado? - Darren o olha assustado, Chris suspira.

- Não... Eu só não sei se estou preparado pra isso. - Chris o olha e vê que não havia somente desejo no olhar dele e sim cuidado.

- Quer esperar mais, amor? - Darren respira fundo. - Por mim, eu espero o tempo preciso para você se sentir confortável. - Ele esboça um sorriso. Chris olha pra baixo e o olha nos olhos.

- Não... Está tudo bem. Eu acho que esse medo nunca irá embora se eu não tentar.

- Confia em mim. Eu vou ser cuidadoso, eu prometo. E se você quiser que eu pare, eu paro.

- Eu confio. - Chris faz carinho no rosto dele e o beija profundamente, depois de vários e longos beijos, Darren pega uma camisinha e põe.

- Tudo bem? - Darren faz carinho no rosto de Chris e ele afirma. - Eu vou devagar, se quiser parar, é só pedir. - Ele sorri de canto e Chris afirma o beijando e então o moreno o penetra devagar.

Darren vai todo cuidadoso, o castanho o olha nos olhos e vê que o moreno estava apreensivo, então Chris faz sinal com a cabeça que está tudo bem e ele fica aliviado, então Chris fica mais confortável e Darren já vai se soltando mais a cada estocada, logo todo o medo de Chris tinha ido pro lixo e o prazer começou a vir, logo timidamente alguns gemidos saiam de sua boca, Darren ficava mais excitado, logo ele tenta mudar de posição e Chris fica apreensivo.

- Darren... Eu não sei fazer isso... - Chris o olha

- Eu te mostro, e você me diz se gosta ou não. - Darren diz no ouvido de Chris e então trocam de posição.

Então, Darren o conduz pela cintura, e logo Chris estava conduzindo sozinho em busca do próprio prazer, após o clímax e outra posição, deitam exaustos e ofegantes.

- Tudo bem?

- Tudo ótimo. - O moreno fica passando as mãos nas costas de Chris.

- Foi bom?

- Maravilhoso. Você foi perfeito, eu nunca imaginei algo assim. - Chris sorri enquanto Darren coçava de leve suas costas.

- Eu te amo, Christopher. - ele o olha nos olhos com aquele mesmo olhar cuidadoso de antes. - quero ver você feliz, satisfeito. - ele sorri

- Eu também te amo Darren. - Chris sorri. - Eu só quero te ver feliz. E quero ser sua felicidade.

- Você já é. - Darren sorri perfeitamente e o beija, um beijo demorado e apaixonado, Chris sorri e se deita no peito dele com Darren fazendo carinho nele e logo, sem perceber, acaba dormindo.

******

Algumas horas mais tarde Chris, acorda com ele, agarradinho, sorri, mas logo levanta, faz algo para comerem, pega umas guloseimas e refri e leva pra cama com ele.

- Darren, acorda. - ele o olha.

- Nossa o que é isso tudo? - ele olha as comidas em cima da cama coçando os olhos.

- Eu estava com fome. - Chris sorri. - fiz mal?

- Claro que não... E o cheiro está ótimo - Darren sorri. 

- Obrigado. - Chris sorri e e Darren da um selinho nele. 

- Fui só eu quem dormiu?

- Não. Eu acordei agora pouco. E acordei com fome, então... - Chris se serve e vai comendo

- Eu também estou com fome... - Darren sorri e pega a comida também- Mas não nego que dormir foi ótimo pra recarregar as energias. - ele sorri

- Eu concordo. - Chris da uma risadinha. - ainda mais que eu não sabia que a minha primeira vez cansava tanto.

- Você era virgem? - Darren pergunta normalmente. 

- Era sim. Bom, você sabe né... - Chris abaixa o olhar.

- Não pensa nisso. Pra mim eu fui o primeiro. - Darren o abraça - Não importa o que houve ok?

- Ok. - Chris sorri e o beija.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...