História Love heals wound - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Got7, Romance
Exibições 9
Palavras 1.637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu não consigo parar.. Kkk sempre criando mais e mais fics kk

Capítulo 1 - Acidente


Fanfic / Fanfiction Love heals wound - Capítulo 1 - Acidente

_Por que estamos indo para a casa de estranhos? - falei enquanto saía do taxi, na frente da casa.

_Eles não são estranhos. Eles são meus amigos desde que eu tinha 18 anos. Vinhámos aqui sempre. Você irá lembra quando vê-los. E seja educada okay?! - me encarou depois de tocar o interfone.

_Eu sempre sou educada. - falei.

Ela me olhou com cara de: "não é não."

_Quem é? - uma mulher atendeu o interfone.

_Minsu, sou eu Jani. - minha mãe falou.

_Oiiiii, entra! - a mulher falou animada e o portão abriu.

Como o portão era todo fechado, não tinha dado pra ver nada. Então quando ele abriu. Fiquei impressionada.

_Uahh.. Daebak! - falei espantada pelo tamanho do jardim. - Eles têm tanta grana assim? - olhei para minha mãe.

_Você não faz ideia. - sorriu.

Caminhamos por todo aquele imenso jardim. Era verde limão a grama, tinha um caminho de pedra e cerejeiras.

Eu estava perplexa com toda aquela imagem maravilhosa.

_Ohh.. Jani. - uma mulher abraçou minha mãe quando a viu. Ela era linda. - Quanto tempo. - falou sorrindo. - Quanto tempo mesmo.. Essa é sua menina? Uaahh.. Da última vez que eu a vi, ela era uma criança, tinha uns.. 12 anos?! - me olhou animada. - Você está mais linda Hani. - ela apertou meu rosto com a palma das mãos.

_Hoon ta onde? - minha mãe perguntou.

_Daqui a pouco ele volta do trabalho. - Senhora Im falou. 

Então ouvimos risadas e gritaria.

_Meninos por favor.. Sem bagunça!! - Senhora Im chamou atenção de quem estava vindo.

_Desculpe Ajjuma.. Oh, a Senhora está com visita? - um deles falou.

Então os olhei, já que estava de costas para a direção de onde vinham.

Eram 7 garotos.

"O que? Por que 7? Minha mãe disse que Senhora Im só tinha 1 filho."

_Filho.. Essas são as pessoas qual falei que viriam. - Senhora Im falou.

_Eu me lembro da Senhora... Goon? - um deles, de cabelo negro e meio bagunçado de aproximou, comprimentando minha mãe com um aperto de mão.

_Como você cresceu JaeBum. - minha mãe sorriu.

Ele apenas me olhou e deu um sorriso de canto.

_Essa é a Hani. - minha mãe me "apresentou".

_Eu lembro dela. - falou. - Eai?! - me encarou novamente e então voltou para perto dos meninos.

"Se for dele que estou lembrando. Nós nos odiávamos e estávamos sempre brigando."

_Esses são meus amigos. - Jaebum olhou para os meninos ao seu lado.

_Jackson!! - um deles, bem animado, falou quase pulando, e deu uma piscada pra mim.

Quase ri por causa disso, mas me segurei.

_JinYoung. - um outro sorriu meigamente.

_YoungJae! - outro deu uma acenada, meio constrangido.

_Yugyeom. - outro sorriu, o mais alto entre eles.

_Kunpimook!! - um magro de pernas finas falou.

_O que? Você ta xingando? - pensei alto.

_Hani! - minha mãe me deu um tapa e todos os meninos riram.

_Pode me chamar de Bambam. - ele riu constrangido.

E por último.. Bem, eu quase nem percebi a existência daquele garoto ali.

_Eu sou Mark. - ele deu um sorriso de canto de boca, enquanto coçava a nuca, constrangido.

_JaeBum.. Vai pra algum lugar agora? - Senhora Im perguntou.

_Vou pro quarto, tomar banho e depois vou sair. - respondeu.

_Leva a Hani para o quarto que preparei... - Senhora Im o olhou.

_Okay! - falou.

_Eu levo pra você! - Jackson pegou a mala da minha mão.

_Seja mais delicado Jackson.. Ela é uma garota. Você pode machucá-la. - JinYoung deu uma bronca nele, enquanto subiámos as escadas.

_Hani.. Mian! - Jackson falou informalmente.

_E aprenda as regras de formalida. - JinYoung novamente o corregiu.

_Ya!! Pare de me corrigir ou me dar bronca. Que saco! - olhou irritado para JinYoung.

"Jackson é engraçado."

_Calem a boca! - Jaebum chamou atenção deles, enquanto andava na frente.

Olhei de canto de olho pra trás, e lá estava Mark, calado.

"Esse garoto tem algum problema."

_Hani.. Você tem namorado? - Jackson perguntou.

_Hyung ... Pare de perturbar a garota. - Bambam deu um tapa no Jackson.

_Vocês amam me encher, não é?  - Jackson estava prestes a explodir.

_É aqui! - JaeBum parou na frente de uma porta, vermelha.

_Ela vai ficar no quarto na frente do seu? - YoungJae perguntou.

_Era o antigo quarto dela quando ela vinha pra cá quando mais nova. - JaeBum falou.

_Obrigada por carregar minha mala, Jackson. - falei pegando minha mala da mão dele.

_Magina.. Se precisar de algo, é só chamar. - falou.

_Pare de agir como se a casa fosse sua. - JaeBum falou. - Se precisar de algo, é só pedir.. Não pra mim, claro, mas tem muitos empregados na casa. - falou.

_Você é tão idiota Hyung! - Yugyeom olhou bravo para JaeBum. - Bom descanço Hani. - sorriu.

_Obrigada. - falei entrando em meu quarto.

Pov Hani off.

Pov JB on.

_Por que é tão difícil fazer essa garota sorrir? - Jackson deitou no carpete ao entrar no meu quarto.

_Se seu objetivo é agradá-la, desista.. Essa garota é insuportável, chata, mau-humorada e irritante. - falei indo para o closet.

_Você parece não gostar dela. - YongJae falou.

_Conviva com ela um pouco e verá. - falei. - Ela vivia brigando comigo quando mais novos. - falei.

_Mas isso faz tempo. As pessoas mudam. - Bambam falou.

_Ela pareceu legal aos seus olhos? - perguntei.

Bambam ficou quieto.

_Vou tomar banho e já vamos. - falei indo para o banho. 

Pov JB off.

Pov Hani on.

Estava acabando de guardar minha roupa no closet.

"Quero ir pra casa."

Tal pensamento me deixou triste. Lembrei do meu pai.

*Nossa casa pegou fogo a uns dias atrás, mamãe e eu conseguimos sair, graças a meu pai. Mas.. A casa acabou desmoronando em cima dele e ele morreu.

Pior que a culpa é minha.

Então depois de perdermos meu pai e a casa, viemos pra cá, sem dinheiro, apenas com os documentos, que foi oque conseguimos refazer.*

Arrumei todo o "meu quarto" e então resolvi dar um passeio pela casa, para conhecer, mas eu fiz oque? Me perdi naquela casa imensa.

Eu estava em alguma parte do jardim, onde tinha uma piscina.

Então vi que tinha um celular em uma das cadeiras.

_De quem é isso? - perguntei olhando para o celular.

_Meu. - alguém, qual reconheci a voz, falou atrás de mim.

_Então o Sr estranho fala?! - me virei para Mark.

_Sr Estranho? - me encarava.

_Sério. Qual seu problema? Você quase não fala. - me aproximava dele.

_Eu não tenho problema algum. Eu apenas não sou de falar quando há estranhos por perto. - falou.

_Você está falando comigo agora. - falei.

_Isso porque você está falando comigo. - falou.

_Mark.. Você é gay? - perguntei.

_Por que raios está me perguntando isso? Claro que não. - ele ficou constrangido e nervoso ao mesmo tempo.

Ri por dentro, por sua reação.

_Vai que né. - falei.

_Ta.. Agora me devolve meu celular. - falou se aproximando para tentar pegar.

_Por que eu deveria? - o provoquei.

_Porque o celular é meu. - falou.

Então sorri.

_Sou mais alto e mais forte, não me faça tirar a força. - estendeu a mão.

_Uuh.. Que medinho. - falei.

Então ele foi pegar o celular, mas eu desviava, mas então desequilibrei, ele me segurou pela cintura, mas não deu muito certo.

Mas antes de cairmos na água, ele pegou o celular da minha mãe e jogou no gramado.

Caímos e quase engoli água.

_Aish, sua pirralha.!! - ele olhou irritado.

Então comecei a gargalhar.

_Quero saber qual a graça. - me olhou sem expressão.

_Você é divertido Mark. - falei rindo.

_Você é idiota! - falou saindo da água.

_O que vocês estão fazendo? - JinYoung perguntou, quando chegou perto da piscina.

_Nadando. - o olhei séria.

_Mark? - JinYoung o olhou ignorando minha resposta. 

_Apenas caímos. - Mark pegou seu celular e saiu de lá.

_Vamos.. Deixa eu te ajudar. - JinYoung estendeu a mão para me ajudar.

Peguei sua mão, mas então o puxei, que caiu na piscina.

_Ya.. Sua pentelha! - jogou água no meu rosto.

_EU TAMBÉM QUERO!! - Jackson tirou o sapato e pulou na piscina.

_Só acho que íamos sair. - JaeBum falou sentando na cadeira.

_Disse certo, íamos! - BamBam pulou na piscina, molhando JaeBum.

_Ya!! - JaeBum gritou irritado, levantando.

_Não seja mau-humorado JB Hyung. - Yugyeom riu.

~*~

Ficamos horas na piscina, até escurecer.

Bem... JaeBum e Mark ficaram fora da piscina. Até parece que os dois tem alergia a água.

Depois fui tomar banho e logo desci para o jantar. Os meninos ainda estavam lá.

_Parece que se divertiram hoje na piscina. - Senhora Im sorriu.

_Sim.. Foi bem legal. - Jackson pareceu animado.

_Espero que se sinta confortável aqui conosco Senhorita Hani. - Senhor Im sorriu.

"Jaebum é a cara do Pai dele."

~*~

Já estavam todos dormindo, mas então acordei no meio da noite, por que estava com sede.

"Devia ter pego a água, como Senhora Im sugeriu."

Saí no corredor e estava tudo escuro.

_Mas que droga.. Eu não estou enxergando nada. - falei.

Então torci meu pé e senti meu corpo cair, parecia que nunca chegava, então alguém me abraçou e então caímos.

Eu quase não me machuquei porque a pessoa me abraçou forte, me protegendo.

_Aish.. - resmunguei por causa da queda.

Então olhei pra quem tinha me ajudado, com a ajuda da frecha de luz vindo da rua, eu consegui ver.

_JaeBum? - o olhei perplexa. - Im JaeBum!! - o cutuva pra ver se ele levantava. 

Então passei a mão no rosto dele e senti algo "molhado", logo soube oque era. 

_JB!! POR FAVOR.. ALGUÉM!! - gritei desesperada.


Notas Finais


Espero que tenham gostado..
Kissus e até o próx cap !! Annyeong!! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...