História Love History - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Dajan, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Romance
Exibições 20
Palavras 604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi genteeeeeee, td bm? Espero q ss

Dsclp por n postar esses dias eh q na minha escola estava muito corrido e n tive tempo. Bm mas aqui está o cap espero q gostem.






Bjssssssss.

Capítulo 53 - O telefonema


Fanfic / Fanfiction Love History - Capítulo 53 - O telefonema

Castiel me taca na cama sobe em cima de mim e tira minha roupa toda em um piscar de olhos. Ele beija minha boca e desce até minha intimidade. Castiel abre delicadamente minhas pernas e coloca sua língua, fazendo movimentos excitantes e deliciosos, que me arrancam gemidos.

Eu sento em minha cama para tirar sua cabeça de entre as minhas pernas, mas sou empurrada para deitar novamente. Castiel sai se minha vagina e vem subindo, para em meus peitos para lhe dar chupões e mordidas, e sua atenção vem à minha boca.

Eu viro ele e tiro sua calça seguida de sua cueca. Pego na mão seu membro já duro e masturbo ele delicadamente rápido, ouço seus gemidos baixos. Eu ponho a boca nele e faço movimentos de vai e vem com a cabeça, deixando Castiel mais excitado. 

Eu ia me levantar e soltar o pênis de Castiel mas ele puxa meu corpo violentamente para cima de si. Castiel me vira me deixando por baixo, ele estava louco para me penetrar e eu para ser possuída por ele quando o telefone de Castiel toca, acabando com todo o clima.

-Droga- ele resmunga antes de se levantar para atender.

Castiel pega o celular, vê quem é e vai para a sala atender. Eu visto um roupão, e o sigo discretamente e, sei que não devia, mas ouço a conversa escondida.

-Sério?- ele fala para a pessoa do outro lado da minha, todo empolgado- Minha namorada vai amar.

Ele fica mudo, deixando, provavelmente, a pessoa da outra linha falar.

-Por quanto tempo?- ele fala indignado.

-Quando eu vou?- quando Castiel pergunta isso eu sinto um frio na barriga, ele vai embora?

-Tá, eu penso na sua proposta, mais tarde eu te ligo, no mesmo número?- Castiel pergunta antes de desligar.

-Você vai embora?- eu entro na sala por completo, não podia não demonstrar minha tristeza no olhar.

Ele fica mudo, estudando meu rosto.

-Mas você acabou de voltar- eu tento segurar as lágrimas.

-Eu ainda não sei se vou aceitar a proposta- ele falou calmo e, aparentemente, triste.

-Por quanto tempo vai ficar fora?- eu pergunto ignorando completamente o que ele fala.

-Até minha carreira não fazer mais sucesso- ele da um sorriso ds lado para tentar me animar- O produtor disse que eu fui o melhor dos melhores na audição.

Eu lhe dou meu melhor sorriso, mas minha cara de tristeza é evidente demais. Castiel vem até mim, me pega no colo e me leva para o sofá, ele me dá o mais longo e amado beijo que já havia me dado em todos os tempos.

Ficamos abraçados por muito tempo calados até que ele decide quebrar.

-Se você pedir que eu fique, eu fico- ele sussurra em meu ouvido.

-Eu nunca lhe pediria isso...- eu dou uma pausa- Eu não quero ser a causadora do seu fracasso, se eu lhe pedir para ficar vou sentir que te impedirei de realizar seu sonho- eu falo triste.

-Meu maior sonho é você- ele pega minhas mãos.

-Você sabe que minha resposta para você será: fique comigo sempre- eu engolo saliva- Mas se quiser ir eu nunca iria te impedir.

-Eu vou pensar... Não sei o que eu faço- ele está perdido, da para ver em seus olhos e em sua maneira de falar.

-Pense bem, é uma oferta irrecusável- eu me levanto e vou para o banheiro tomar um banho, Castiel vem atrás.

Eu entro no box depois de me despir do roupão e ligo o chuveiro, ficando por baixo da água quente.

-Você não vem?- eu pergunto abrindo o vidro do box.

-Quero te olhar- ele se escora na porta.

-Esse pode ou não ser nosso último banho juntos- depois de falar isso, Castiel tira sua roupa e entra comigo no box.






Notas Finais


Ent gente, oq acharam? Espero q tenham gostado.



Até o próximo capítulo.






Bjsssssssss.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...