História Love in The Sixties - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Beatles
Personagens George Harrison, John Lennon, Paul McCartney, Ringo Starr
Tags George Harrison, Homossexualidade, John Lennon, Mclennon, Paul Mccartney, Ringo Starr, Romance
Exibições 41
Palavras 719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse capítulo é daqueles que tem TRETA
Beijos e até as notas finais :*

Capítulo 13 - Merda


Fanfic / Fanfiction Love in The Sixties - Capítulo 13 - Merda

Paul e John acordaram cedo,. ansiosos pela mudança dos colegas de banda, que seria naquele dia.

- Mmm. - John acordou. - Paul?

- O que? - O outro respondeu

- Eu estou melhor.

- Isso é ótimo, coração.

Nessa hora, ouviram alguém bater na porta do quarto e entrar. Era Ringo.

- Chegamoooos! - Ele disse ao casal ainda na cama.

- Ebaa! - Paul respondeu o amigo - Onde está o George?

- Na sala, comendo.

- O cara passa 4 meses brigado, reconcilia, e assim que se muda ainda rouba a nossa comida! - John disse brincando - Esse Harrison é uma figura.

- Quem, eu? - George apareceu ao lado de Ringo na porta do quarto, rindo.

- É, você. Seu guloso. - Paul respondeu, também brincando - Precisamos comemorar a volta de vocês.

- Boa. - John respondeu. - Alguém tem alguma ideia?

- Vamos sair na rua e brincar de fugir de fãs. - Ringo sugeriu.

- Isso é sempre divertido, mas tem que ser em outra cidade, Liverpool já se acostumou com a gente. - Paul acrescentou.

- Podemos ir para um bairro que nunca vamos. - Ringo resolveu.

- Então vamos! - John afirmou.

- Se vistam, vocês dois aí. - George disse a John e Paul, que estavam de pijama.

Depois que se divertiram, Paul e Ringo voltaram para casa enquanto John e George foram fazer compras no mercado, já que a casa só estava com comida para dois. Quando voltaram para casa, já eram nove da noite, Ringo já tinha ido dormir e George foi dormir também. Paul estava acordado, esperando John.

- Volteeei! - John disse e Paul sorriu ao o ver.

Eles deram um rápido beijo.

- Eu recebi uma ligação enquanto você estava fora. - Paul disse a John. - Era um ex-colega de escola meu. Você não conhece, o nome dele é Charlie. O aniversário dele é amanhã, e ele me convidou. Posso ir?

- É claro que pode. Não precisa pedir permissão para isso. -

John sentou ao lado de Paul no sofá e colocou uma mão em seu rosto. - Não tenho motivos para não confiar em você. Eu te amo demais para pensar que você poderia me chatear. Ok?

- Ok. - Paul respondeu sorrindo olhando nos olhos de John e eles se beijaram de língua pela primeira vez desde que John melhorou da febre.

- Vem, vamos dormir. - John levantou após o beijo e chamou Paul.

Na noite seguinte, Paul se arrumava para a festa de Charlie. Terminou de se arrumar, e foi falar com John.

- A festa é longe, então se eu não voltar hoje é porque eu dormi em um quarto de hotel.

- Tudo bem.

Paul deu um selinho em seu namorado e foi.

A festa era em um bar, a música estava bem alta. Curiosamente tocava Beatles. Encontrou e cumprimentou vários ex-colegas e entregou o presente a Charlie, um vinil dos Beach Boys. Acenou para muita gente, muitos da família do colega eram fãs seus. Procurava uma mesa para sentar quando, de longe, viu, olhando seriamente para ele, Cynthia Lennon, que já não era mais Lennon.

Foi até ela, e a perguntou:

- O que você está fazendo aqui?

- A pergunta seria, sr. McCartney, o que você está fazendo aqui, na festa do meu primo.

- O seu primo aparentemente foi meu colega na escola.

- O que eu não entendo, é o porquê dele convidar o motivo do divórcio da prima dele para a festa.

- Talvez seja porque nós não nos vemos há muito tempo. Seria mais justo ele não ter convidado você.

Paul levantou a voz, Cynthia já havia levantado da cadeira, e aquilo já havia virado uma discussão.

Eles discutiram bastante, e a moça se distanciou do namorado do ex-marido. Depois, Paul se sentou em um balcão do bar e apoiou a cabeça na mão, cansado.

Viu uma garota, parecia ter uns 20 anos, olhando para ele.

- Desculpa, é que eu sou muito sua fã. - Ela disse a Paul. - Você é o meu Beatle favorito. Parece chateado, beba alguma coisa, eu pago.

- Obrigado, mas eu não quero.

- Eu insisto. Você vai ficar mais feliz.

Depois disso, Paul só se lembrava de ter bebido vários copos de cerveja.

Abriu os olhos e se viu em um quarto, que não era o dele nem de hotel. Percebeu que estava nu, e viu ao seu lado, também nua, a menina que o havia oferecido bebida.

Merda.


Notas Finais


Ficou pequeno de propósito rs
O que acharam?
HEHEHE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...