História Love is a closed door - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Jonathan


É impossível que não tenha acontecido com ninguém isso de ter um crush já no primeiro dia de aula e ainda mais numa escola nova. Bom, minha vida não foi muito diferente e o nome dele era Jonathan.

Jonathan não era um menino muito bonito pra sua idade, pois era meio gordinho e, como ainda não tinha chegado na puberdade, tinha a voz mais fina que a de uma mulher. O que Jonathan tinha, na verdade, era algo mais simples: mãos cálidas.

Já já vão me entender, em um país onde faz muito frio no inverno, o que você mais deseja é algo quentinho pra apertar e passar o frio desgraçado, isso eram as mãos do Jonathan.

Desde o primeiro dia de aula, eu me sentei do lado dele. Eu tinha vindo de um país onde fazia muito calor todo ano e o frio me tomou de surpresa, então a primeira coisa que o Jonathan fez foi me dar sua mão. Se sentiu como encontrar água no deserto, justo o que eu precisava.

Por esse simples gesto, ficamos melhores amigos. Nos sentamos juntos todo o primeiro mês de aula, descubri que tinhamos os mesmos gostos e já tinha até gente que achava que éramos namorados (lembrem-se de que só tinhamos 11 anos, se eu falasse com algum menino por mais de 10 minutos já era considerado namoro). O único problema era que enquanto eu gostava do Jonathan, ele só tinha olhos pra Valéria. 

Não tinha menina mais simpática que a Valéria. Ela era impossível de se odiar, sempre foi um amor de pessoa. Mesmo sendo mulher, ela sempre conversava com os homens e joagava bola no recreio, isso sem perder a amizade das mulheres da turma, cantava como um anjo e tinha o sorriso mais lindo do mundo. Não era a toa de que Jonathan estava apaixonado por ela desde os 8 anos. 

A história deles dois era tão antiga que aceitei fácil a minha derrota. Jonathan e Vale se conheceram na 4ta Série e foram melhores amigos durante muito tempo. Da amizade comecou a nascer um sentimento de amor entre os dois. Como isto é a 4ta Série, o namoro deles consistiu em andar pela escola de mãos dadas e dar beijos na bochecha do outro. Valéria decidiu que eles terminassem o namoro e ficasse só em amizade, como antes, mas Jonathan não aceitou esse coração partido e insistiu por mais 3 anos tentando reconquistar a Vale.

Eu comecei a me dar conta de que era a pessoa que sobrava ali nesse triângulo quando Jonathan um dia me perguntou a minha opinião sobre um poema que ele tinha escrito pra Valéria.

-Gostou? -ele perguntou. O poema esava horrível, mas não disse minha opinião verdadeira para não machucá-lo.

-Tem uns errinhos de ortografía... se quiser eu te ajudo. -eu disse. Cínica desde pequena.

Eu fiquei bem chateada descubrindo que ele realmente ainda amava a Valéria, mas vocês precisam saber o que aconteceu quando ela leu o poema do Jonathan.

-Foi... foi você que escreveu? -perguntou a Valéria com uma cara de nojo. -Está... meio incoerente, mas obrigada.

-Você gostou? A parte que diz "seu riso ilumina mil estádios de futebol" foi se referindo a que sua risada é linda e também a que você gosta muito de jogar bola, foi meu verso favorito. -disse Jonathan. Pobrezinho, realmente achava que tinha impressionado a Vale.

-A-Adorei... só que... eu... meio que já não gosto de você, Jo. A gente terminou a tanto tempo que eu não consigo te ver agora como mais que meu amigo, desculpa viu? É... lindo o poema. -Vale ficou sem jeito e arranjou uma ótimo hora pra sair correndo antes de que Jonathan começasse a chorar. E quem estava dando o seu ombro pra ele chorar? Euzinha ;)

Depois daquele dia, vi que Jonathan não aceitava mesmo levar um fora, porque ficou escrevendo poemas e cartas sobre a Valéria e sua beleza que me faziam vomitar do meloso que eram. Mesmo que ela não o quisesse, ele a amava e eu não podia fazer nada a respeito.

E tão rápido como chegou, minha atraçao pelo Jonathan desapareceu justo no momento em que ele desistiu de perseguir a Valéria.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...