História Love is a Shit - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 32
Palavras 776
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Droubble, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Gente Sorry pela demora 😥
É q eu N tenho visto mt a minha musa inspiradora e tô com bloqueio de criatividade.

Capítulo 10 - "Azul é a cor mais quente"


Fanfic / Fanfiction Love is a Shit - Capítulo 10 - "Azul é a cor mais quente"

P.O.V LARISSA

Ouvi um pequeno barulho, mas não tirei os olhos dela, mesmo nos separando. Eu podia senti-la tremendo em baixo de mim.

Não me julgue, eu estava com o efeito do banho quente. E só pra ressaltar, ela tirou a própria camiseta. O que você queria que eu fizesse?

A porta se abriu e eu olhei pra trás pra presenciar a cena de uma garota com a boca aberta, Maria. Agradeci mentalmente por ser só uma.

-Ah meu Deus - ela disse rindo.

Ficamos super hiper mega vermelhas. Saí de cima dela com o coração batendo rápido, mais do que deveria e comecei a colocar a camiseta que estava em cima da mesa.

-Maria?- Camila estava ofegante.

-No momento eu estou tendo um ataque cardíaco, e vocês?

Ficamos em silêncio.

-Ah Meu Deus, vocês...?

-NÃO!- respondemos em uníssono.

-Então o que...?- Camila se levantou e colocou sua camiseta.

-Maria, pelo amor. Eu sou hétero.

-E-Eu também- disse.

-Eu não sei o que eu vi, mas eu vi- ela disse e saiu do quarto.

Demos um suspiro aliviado. Tudo que eu conseguia pensar era "não não não não não não não não não".

Não por que eu estava perto, tão perto! Não, por que não acredito que eu fiz aquilo. Não, por que Maria sabe.

Meu Deus.

Terminei de me vestir e saí do quarto com o rosto em chamas seguida por Camila.

Quando descemos ajudamos Amy a estourar a pipoca enquanto Maria e Dinah discutiam sobre qual filme assistir.

Acabamos vendo um filme que nenhuma de nós conhecíamos chamado "Azul é a Cor mais quente".

Sentei na ponta do sofá, Camila sentou entre mim e Dinah. Amy e Maria sentaram num colchão que botaram no chão.

O filme começou e eu quase morri de vergonha. O filme era um romance lésbico! Camila começou a se mexer desconfortavelmente e a suar um pouco.

Amy e Dinah olhavam pra tela fascinadas e Maria mexia no celular. Pareciam não notar o clima estranho que ficou entre nós. Minhas mãos começaram a coçar quando um beijo quente tomou conta da tela.

Comecei a rir baixinho de nervoso e Dinah olhou pra nós com cara de "que?" e eu pedi desculpa baixinho.

A cena acabou mas continuamos num clima intenso até o final do filme.

-Isso foi...-Amy sorria.

-AWWWWWWWWWWT QUE FOFENHOOOOO- Maria gritou - Vou bejar vcs também.

Ela disse e saiu tentando agarrar Dinah, que saiu correndo. Me levantei e Camila fez o mesmo. Fiquei meio sem jeito quando percebi que Amy me encarava.

-VAMO DORMI CAMBADA QUE AMANHÃ A RAINHA AQUI TEM PROVA- Maria disse arrastando Dinah enquanto subia as escadas.

-Shippo tanto- Amy suspirou baixinho e deu uma risadinha.

Subimos e demos de cara com Lucas de pijama de ursinhos. Ele arregalou os olhos e gritou.

-CA MI LAAAAAAAA OQUE ESSAS MENINAS TÃO FAZENDO AQUI?

Comecei a rir quando Dinah gargalhou tanto que caiu no chão. Maria e Amy a acompanhavam. Decidi seguir em frente, posso perdoar o Lucas.

-São minhas amigas- ela disse e bufou -onde você estava há três horas atrás?

-Eu tava jogando videogame, aí comecei a ouvir uns barulhos tipo gemidos e botei o fone de ouvido.

-Gemidos?- Amy parecia assustada.

-É- ele disse abrindo a porta do quarto e pegando uma blusa pra pôr por cima do pijama vergonhoso.

-Osh- Camila disse -Ta mas tudo bem, vai pra aula amanhã certo?

-Uhum, vou sozinho.

-Se a gente quiser a gente vai com você.- ela disse com sua insistência de sempre.

-Pretendo não deixar ninguém saber que conheço você- ele chegou mais perto da Camila e colocou um dedo na testa dela.

-Então vai levar a Angelina?- ela disse bufando e tirando o dedo dele de sua testa.

-Claro.

-Está bem, e não fale comigo amanhã.

Ela disse e foi pro quarto, deixando eu e as meninas olhando pra Lucas.

-Larissa, vejo que ainda está aqui- ele disse na maior cara de pau e sorriu.

-Pretendo dormir aqui- disse fria.

-Você vem sempre na casa dela?- ele disse se aproximando de mim.

-Sim- disse me afastando -O tempo todo.

-Que fofo- ele disse e eu corei um pouco.

-Vá se ferrar

-Levo você junto.

Ficamos num clima cortante até Dinah tentar socializar com ele.

-Eu sou Dinah, ela é a Maria e essa aí é a Amy.

-Prazer- ele disse entrando no quarto e fechando a porta.

Depois que ele saiu as meninas olharam pra mim.

-Ele gosta de você.- Maria declarou.

-É- Amy confirmou.

-Com toda certeza- Dinah estava pasma.

-Mas eu não gosto dele, não depois de... Algumas coisas.

Elas me olharam desconfiadas e Maria abriu um sorriso malicioso

-É por que ele reclamou dos gemidos?

-Mas o...- parei e percebi que elas conectaram as coisas-completamente erradas- e devem estar pensando- ah não. Maria pelo amor.

Ela gargalhou e foi atrás de Camila no quarto seguida pelas meninas com olhares confusos.


Notas Finais


Sorry por ser curto ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...