História Love In That Way - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Eren Jaeger, Erwin Smith, Historia Reiss, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman, Personagens Originais, Ymir
Tags Attack On Titans, Shingeki No Kyojin, Ymir X Historia, Yumikuri, Yuri
Visualizações 39
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Ficção, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gent!Mais um capítulo pu 6...galera 1 capítulo por dia tá sendo brabo...Gente semana que vem tenho prova então vou tentar postar capítulos que já estou fazendo.Beleza?Espero que gostem,por favor se vocês apenas falassem um "oi" nos comentários eu ficaria muito feliz!Desculpa pedir isso mas,será que podem comentar o quê estão achando?Se não quiserem não precisa!Muito obrigada à atenção e boa leitura!Até lá embaixo nas notas finais!O que acham de eu fazer os próximos capítulos de mais de 1.000 palavras?Muito longo?

Capítulo 2 - Cap.2-Estalos...


Fanfic / Fanfiction Love In That Way - Capítulo 2 - Cap.2-Estalos...

*Historia-On*

Vou andando,coloco os meu fones,subo as escadas,me deparo com movimentação no corredor,encontro alguns colegas que não haviam me visto.Nem os cumprimento e entro direto na sala.

Não queria nem ver a cara de "certas pessoas",/ô gente chata/.De pessoas que não gosto e que conseqüentemente estavam na minha sala eu tenho uma lista imensa: Jean,Reiner e etc…Apenas gente que pouco me interessava ou gostava de perturbar à minha pessoa.

………………….……………………………………………………………………

Entro e avisto amigos que estão sempre nas mesmas salas que eu: Sasha,Eren,Mikasa,Armin,Jean,Marco,Annie, apenas,/ainda não tinha chegado o resto dos alunos pois ainda faltavam 10 minutos e alguns chegavam bem atrasados/.

-Historia que saudades! -vem Sasha me abraçando.Sasha é minha melhor amiga desde que entrei nessa escola.Gosto muito dela,ela é a melhor amiga que alguém pode ter.

-Oi Sasha!Por quê não me ligou nas férias inteira?Estava com saudades! -eu-a cumprimento.

Realmente estava com muitas saudades,Sasha me fez passar por cima de  vários problemas que tinha quando era mais nova,ela sempre me motivou muito à ficar feliz com as poucas coisas que ela fazia pra mim.

-Ah His!Eu fiquei as férias na casa de praia do Connie.Mas me desculpe mesmo! -Connie é o namorado dela,namoram à 6 meses mas parecem um casal de 1 mês de namoro de tão melosos que são…

-Fizeram altas aventuras pelo jeito né? -digo maliciosamente e com um sorriso sarcástico.Sasha corou automaticamente.

-É-é,s-sim… -Sasha guaguejou?Sim,então rolou umas baitas aventuras…

Termino de falar e escuto estalos contra o chão,passos?Sim.Cada vez mais perto de nossa sala.Ao ouvir o dono(a) desses passos estarem cada vez mais próximos,me hipnotizo com o som dos estalos.

…………………………………………………………………………………………

*Ymir-On*

Acordo 7 horas da manhã,put* que paril!Estou muito atrasada…saio de minha cama e vou até o guarda roupas.

Mas antes de continuarmos quero me apresentar.

Sou Ymir,tenho 17 anos.Sim,eu refiz 2 anos…

Quanto as minhas características físicas: tenho 1,75 de altura,magra,olhos cor castanhos com leve tonalidade ambâr,tenho sardas,cabelos castanhos,pele levemente bronzeada.

Não gosto de nada,apenas instrumentos musicais,música,esportes e dormir.Minha personalidade é forte,não gosto de ninguém,sou meio arrogante às vezes , não me importo com nada e não gosto de seres humanos em geral,apenas minha família.

Por falar em família,minha família é constituída por: meu pai,a esposa dele,minha irmã mais velha,e meu meio-irmão.

Meu pai se casou de novo depois de 4 anos da morte de minha mãe.Sei que você está se questionando: "Como?",então senta que lá vem estória:

Minha mãe morreu à 4 anos atrás,por súicidio.Ela era uma mulher completamente louca,bêbada e não se importava com os filhos.

Todos os dias saia das 2 da tarde até meia-noite para ir "aproveitar" o tempo com seu amante,voltava bêbada todos os dias,todos.Papai não sabia disso,foi aí que um dia veio nos visitar,atendi a porta discretamente,e quando ele viu o estado de minha mãe,e viu o que nós passávamos,surtou.

No exato momento em que à viu ,ela tentava agredir Maya (minha irmã mais velha) com uma garrafa de vidro,surtou e foi para cima dela…

[*FLASHBACK-ON*]

-O quê está fazendo Renata?!Pare já! -papai tomou a garrafa da mão de mãe /se bem se posso chamar esse monstro de mãe…/ e a jogou a garrafa contra a parede ,o quê a fez estilhaçar vidros pelo chão da sala.

Aparentava ser uma garrafa de vodca pelo cheiro forte que exalava…


-O quê estou fazendo?Não está vendo Paulo? -diz minha mãe cambaleando e bêbada.

-Garotas já pro carro!Agora! -papai nos mandou irmos para o carro. -preciso ter uma conversa com sua mãe! -diz ele autoritário,meu pai não é de ultrapassar os limites,mas hoje ele jorrava sangue pelos olhos…

-Renata olha como você trata as garotas!Você-as trata como lixo,como animais!Você trata elas assim?Não acredito… -nós só escutávamos a voz de papai com muita raiva e exaltada.


Meu pai é um homem bem sucedido,trabalhador,fiel,um homem digno de todas as coisas que ele tem.

Acontece que meus pais são divorciados,e todos os meses pagava 50% de seu salário como pensão,e nós tinhamos escola,saúde e comida apenas por causa dele.Ele pagava o aluguel de nossa casa,e dava dinheiro para nós nos sustentarmos.

Minha mãe depois de se divorciar do meu pai começou a piorar,foi depedida de seu emprego,virou alcoólatra,fumante,e nossas vidas viraram um inferno.Ela nos ameaçava de morte,quase nunca ficava sóbria o suficiente para ver o que ela fazendo para nós,e acabou se matando por causa de suas drogas.

Ela merecia…

O problema é que meu pai não sabia absolutamente de nada do que estava acontecendo,porque nem eu e nem Maya nos manisfestavámoporque não tinhamos coragem,e por morarmos em outra cidade ele só nos visitava 1 ou 2 vezes por mês e nunca reparava,porque era as únicas vezes que minha mãe ficava sóbria de propósito por causa de meu pai.

Depois daquele dia meu pai informou ao seu advogado o que estava havendo,o advogado foi até a casa dela,a levou para a delegacia,fez várias perguntas à ela e ela assumiu tudo, nossa mãe só não foi presa ou internada em hospital psiquiátrico pois ela faleceu logo depois…

Depois disso ficamos traumatizados,e eu fiquei mais por ser mais nova naquela época ,já que tinha 13 e minha irmã 18 e éramos muito covardes...

…………………………………………………………………………………………

[*FLASHBACK-OFF*]

Essa lembrança me parasita,não tem como tirá-la de minha cabeça…


Notas Finais


Um beijo e um abraço!
Obs: já aviso desde de cedo que esta fanfic N-Ã-O é/faz apologia as drogas/bedidas ou qualquer tipo de coisas maléficas à saúde!Qualquer semelhança é mera coincidência!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...