História Love is crazy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jeff The Killer
Personagens Jeff, Personagens Originais
Tags Ben Drowned, Creepypasta, Eyeless Jack, Jack Risonho, Jane The Killer, Jeff, Jeff The Killer, Laughing Jack, Sally, Slender, Slender Man, Smile Dog, Ticci-toby
Exibições 287
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Alice na capa ;3

VOLTEI COM NOVA FIC♥

espero que gostem x.x

Boa leitura♥

Capítulo 1 - Palhaço estranho


Fanfic / Fanfiction Love is crazy - Capítulo 1 - Palhaço estranho

Pov's Alice on -

-você não pode fazer isso comigo Alice! Não pode!

Alice -me desculpe...

-Alice! ALICE!

Levanto o machado o matando

O palhaço sorri

-boa garota, vamos.

                           (...)

-Jack!

Acordo em um pulo, minha respiração estava ofegante e eu tremia. Pude sentir meu rosto molhado, eu...estava chorando?

Soltei um suspiro, me virando para o lado e voltando a dormir

Acabo tendo pesadelos novamente com um palhaço estranho, minha mãe me acorda quase me jogando da cama

-Alice? Está atrasada para a escola!

Alice -eu não quero ir!

Digo ainda sonolenta

-para de palhaçada garota! Se não levantar vou te levar pelos cabelos!

Bufo revirando os olhos

Alice -saco!

Me levanto, coço minha cabeça e me espreguiço. Eu não tinha vontade nenhuma de ir para a aula

Me visto rapidamente com um moletom, calça Jeans e um All Star,  tudo, obviamente, preto.

Desembaraço meus cabelos com os dedos enquanto ando para a escola

E obviamente, escuto Pumped up kicks

                            (...)

Entro na sala de aula sem ser notada pelo professor, aquele cachaceiro estava tão bêbado que mal devia enxergar os alunos em si

Me encosto na parede, sim eu sento na última carteira e ainda na parede. Mais antissocial que isso? Impossível!

Abaixo minha cabeça apoiando em meus braços, a aula estava um inferno. Como aquele desgraçado conseguia falar alguma coisa que fazia sentido eu não sei. Mas ele estava muito bêbado

Fecho os olhos, tudo que eu queria era dormir sem ter que escutar nem mais uma palavra daquele velho

                           (...)

Acordo com um tapa na minha mesa, era alto e doía meus ouvidos

Me levanto resmungando

Alice -mas que Diabos?

O professor me olhava, seu cheiro era horrível

-PARA A DIRETORIA! AGORA!

Seu bafo de bebida era nojento

Alice -Sem essa velho! Se eu for mais uma vez pra lá minha mãe arranca meu couro!

Ele me olha rindo

-devia ter pensado nisso antes de dormir na aula! VAI LOGO!

Me levanto andando até a porta, paro sem dizer nada

-por que parou?

Alice -pois será muito divertido ver você ser demitido!

-do que está falando?

Alice -você está bêbado, é proibido isso na escola!

Ele me olha incrédulo

-você não seria capaz...

Alice -estou indo! Até mais!

-espere! Não faça isso!

Alice -devia ter pensado nisso antes de me acordar!

Saio devagar, ao chegar na diretoria faço cara de preocupada e denuncio o professor

A treta estava plantada, sorrio pegando minha mochila no meu armário do corredor e vou embora

Ando entediada pela rua vazia, eu não poderia ir para casa pois ainda era cedo, no entanto fazia muito frio. Piso em uma folha seca de outono

Suspiro

Ouço uma música fraca, parecia de circo, mas era tão suave e hipnotizante...

Sigo o som com um desejo incontrolável de ouvi-lo cada vez mais

Caminho lentamente até chegar em um parque de diversões abandonado, lembro que o parque era só o maior medo da cidade. Cheio de histórias de assassinatos e estupros violentos

Tento parar, mas minhas pernas não me obedeciam. O que estava acontecendo?

Entro no parque, o som era tão confortante...

Paro em frente a uma barraca, o som parecia vir de dentro dela

Sou cercada pelos ursinhos de pelúcia que, antes eram prêmios e agora não passavam de bonecos velhos e macabros devido ao desgaste do tempo

Meu corpo pesa, sinto eles se aproximarem cada vez mais

Caio de joelhos, eu não conseguia comandar meu corpo

-hahaha você é bem fraca!

Volto a realidade, o palhaço estranho do meu sonho estava na minha frente. Vestes de palhaço à moda antiga, mas em preto e branco, nariz em formato de cone. Sorriso bizarro...

Alice -você...

-eu.

Alice -quem é você?

-eu? Eu sou o seu pior pesadelo!

O olho assustada, mas o que esse maldito palhaço estava falando?

Começo a rir

-qual é a graça?

Alice -você é um palhaço. Não é seu trabalho fazer as pessoas rirem?

-talvez.

Alice -pois conseguiu, achei realmente engraçado. Agora vou indo nessa...

Me viro dando passos rápidos, meu coração estava pulando

-espere!

Ele me puxa para trás pelo pulso, me solto bruscamente do mesmo me virando

Grito ao ve-lo na minha frente

-HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

O olho com os olhos arregalados, puta merda eu estava muito fodida

-POR QUE NÃO RI? NÃO ACHAS ISSO ENGRAÇADO?

Alice -você está bêbado ou o quê? É obvio que não é engraçado!

Ele se senta no ar, parecendo a coisa mais natural do mundo

-por quê?

O palhaço me olha como uma criança inocente

Suspiro, eu já estava tremendo de medo e provavelmente ele percebera e estava adorando

Alice -entenda, levar susto não é engraçado. Agora dar sustos sim...hehe

-ENTÃO VAMOS!

Ele me puxa pelo pulso e minha garganta fecha

-truque do palhaço, só pra você não gritar, hehe...

Meu coração parece parar, que criatura era aquela e o que faria comigo?

Nos escondemos em uma moita, um garoto passa

Ele pula gritando, o garoto paralisa se mijando todo

Solto uma gargalhada alta, eu não sabia realmente se era medo, nervosismo ou eu era louca mas aquilo me fez rir. Era simplesmente hilário!

Já era de noite, estávamos jogados no chão rindo. As pessoas realmente se assustavam com ele e era tão engraçado!

Suspiro enxugando as lágrimas, eu havia rido tanto que chorava

Me levanto olhando o celular, já passava das oito da noite

-algum problema?

Alice -já é bem tarde, eu devia estar em casa a essas horas.

-já devem ter chamado a policia. Nem compensa mais te matar, já devem estar atrás de você

O olho assustada

Ele gargalha, e consequentemente, eu também

E como o palhaço macabro disse, cirenes de viaturas eram ouvidas, cada vez mais altas, indicando que as mesmas chegaríam em breve

-vou nessa.

Ele se levanta rapidamente

Alice -espera, hum...nos veremos novamente?

Ele ri, percebo a idiotice da minha pergunta. Ele era bizarro e eu deveria rezar para nunca mais ve-lo novamente

-quem sabe.

Ele se vira saindo

Já longe, grito

Alice -ei! Eu não sei o seu nome!

Ele grita de volta adentrando na floresta

-Me chame de Jack, Alice!

O mesmo some e um policial chega me pegando e perguntando se eu estava bem

Como...ele sabia o meu nome?


Notas Finais


Kissus ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...