História Love is crazy - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jeff The Killer
Personagens Jeff, Personagens Originais
Tags Ben Drowned, Creepypasta, Eyeless Jack, Jack Risonho, Jane The Killer, Jeff, Jeff The Killer, Laughing Jack, Sally, Slender, Slender Man, Smile Dog, Ticci-toby
Exibições 219
Palavras 957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OIE
MAIS UM CAP PQ TO MT FRENÉTICA NESSE FERIADO

E n me julgue os erros é pq n revisei o/

Capítulo 3 - Pequenos conflitos


Alice -Jack! Jack!

E mais uma vez eu o chamava, mas Jack não aparecia

Suspiro

Alice -onde ele está?

Chuto uma pedrinha, acho que ele não vai aparecer

Pego minha mochila e vou para a escola, fazer o quê

                           (...)

Já na escola, a aula estava um tédio. Viro olhando a janela, eu sentava no lado da janela, e sim, na última cadeira. Mas não, eu não sofria bullying. Eu fazia o bullying!

Vejo Jack, fico em postura reta e arregalo os olhos sussurrando seu nome

Sorrio, ele estava sério.

Uma garota aparece do seu lado, espera. Era a vadia que vivia me provocando! Era ela que eu mataria!

Ela o beija e o mesmo agarra sua bunda, que nojo. Ele era bizarro, como ela o beijara? Por que justo ela?

Ele volta a me olhar sorrindo, a garota então estava com um sorriso debochado pior que o dele

Sorrio mostrando o dedo do meio

E meu sorriso se torna uma risada, até se transformar em uma gargalhada descontrolada.

Eu mostrava o dedo do meio com a duas mãos e gargalhava, eu estava fora de controle. Eu estava louca!

Jack imediatamente gargalha também, e a garota me olha com raiva

                             (...)

O final da aula chegara, pego minhas coisas pronta para ir embora

Já saindo da escola, a vadia me chama

Entramos na floresta, ela me olhava com raiva. Eu a olhava com o devido desprezo que ela merecia

-soube que conhece Jack

Alice -digo o mesmo.

-fique longe dele.

Alice -e por que eu faria isso?

-porque sou a namorada dele.

Alice -e eu com isso? Até me surpreendo, não achei que se atraía por palhaços bizarros e assassinos.

-ele não é assassino! Ele é bonzinho! Mas e você, se atrai pelo que?

Alice -qualquer coisa menos ele, pode ter certeza. Bonzinho? Você já viu ele matando?

-não! Ele não mata mais.

Rio de sua inocência

-e mesmo que matasse, ele me ama e jamais faria algo contra mim

Alice -você é burra ou quê? Acha mesmo que ele vai parar de matar por você? Ele não te ama sua tonta muito menos deixaria de te matar se fosse preciso.

Ela avança em mim puxando meu cabelo

Puxo minha faca, sim eu havia trazido uma faca porque esperava matar alguém, e, bingo!

Corto seu pescoço, foi um corte pequeno, mas o bastante para afasta-la

Alice -VENHA VADIA! VAMOS BRINCAR! HAHAHAHAHAHAHAHA!

Ela me olha assustada, a adrenalina me domina, sua expressão era engraçada

Avanço cravando minha faca em seu peito, ela cai no chão. Tiro a faca e a vejo agonizar enquanto perdia sangue

-s-sua, puta...

Alice -NÃO ESTOU OUVINDO HAHAAAHAHHAHA!

Digo esfaqueando ela rapidamente, uma, duas, cinco, dez, quinze facadas...

E por fim, ela estava jogada no chão, sem vida

Jack -Alice...

Olho para trás, Jack me olhava assustado e ao mesmo tempo parecia triste

Alice -o que foi? Vai dizer que gostava desse lixo humano?

Ele ri

Jack -claro que não, você me fez um favor HAHAHAHAHA

Uma garota aparece chamando a tal vadia

Jack me abraça cobrindo meu rosto

A garota grita correndo

Ele me solta

Jack -por pouco que não te descobrem!

Uma mascara aparece no ar, parecia de carnaval

Eu a coloco rapidamente

Jack -acho bom se livrar dessas roupas depois

Alice -certo.

Por sorte, minha mochila estava jogada em uma moita, ninguém a veria

Eu me inclinei para pega-la, mas algumas viaturas chegaram

Jack -VAMOS DAR O FORA!

Ele me puxa bruscamente

Alice -MINHA MOCHILA!

Jack -DEPOIS EU PEGO ELA! SÓ A ESCONDA!

Ele a enfia em uma moita a deixando quase impossivel de achar

Os policiais apareceram, corremos enquanto eramos perseguidos

Entramos na escola, lá tinha ótimos esconderijos

Jack -ODEIO ESCOLA!

Alice -FODA-SE! POR AQUI!

Entramos no laboratório, derrubei as prateleiras deixando tudo em cacos de vidro infectados

Saímos pela outra porta enquanto eles davam a volta

Puxei Jack para a sala do zelador, que na verdade era um armário e ficamos expremidos

Jack -ótima idéia gênio!

Alice -shhhh! Espere eles passarem e fugiremos!

Ele me olha nos olhos sério, era um tanto constrangedor já que ele era mais alto e eu estava com a cara no seu peito. Ele abaixava a cabeça e parecia não se importar

Os policiais passam, chuto a porta o puxando

Corremos na direção oposta saindo peloa fundos, para nosso azar. Viaturas nos esperavam

Paraliso, e agora. Seria nosso fim?

Jack me puxa me colocando em suas costas, tranço minhas pernas em sua cintura e meus braços em seu pescoço

Ele pula em uma viatura pegando impulso e voando enquanto os policiais atiram

Ele corria comigo em suas costas pela floresta, Jack pega minha mochila e a esconde no parque

Ele retorna a floresta, sabendo que os policiais estavam atrás

Jack para no fim da floresta, onde tinha um precipicio e, abaixo, o mar com inúmeras rochas

Ele me coloca no chão, olhamos para trás. Os policiais apontam suas armas para nós e mandam nos rendermos

Jack -eu irei pular. E você? Virá comigo?

Ele estende sua mão para mim, olho para os policiais

Se eu fosse presa seria por quantos anos? Valia a pena pular e morrer? Mas, eu com certeza não queria ser presa.

Alice -a que se foda!

Seguro sua mão e eu e Jack corremos pulando

                             (...)

Abro os olhos, eu estava dentro da água, Jack ria

Ele estende a mão, a seguro e Jack me puxa para a superficie

Os policiais haviam ido embora, deduzindo que morremos. E chamando o grupo de investigação para nos achar

Sorrio para Jack o abraçando, havíamos conseguido

Alice -CONSEGUIMOS JACK! CONSEGUIMOS HAHA!

Ele ri me abraçando forte

O olho ainda sorrindo, e em um impulso rápido, o beijo sem cerimônia

Eu havia o beijado...


Notas Finais


Tretas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...