História Love is crazy - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jeff The Killer
Personagens Jeff, Personagens Originais
Tags Ben Drowned, Creepypasta, Eyeless Jack, Jack Risonho, Jane The Killer, Jeff, Jeff The Killer, Laughing Jack, Sally, Slender, Slender Man, Smile Dog, Ticci-toby
Exibições 198
Palavras 835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Curto mas com amor :')

Boa leitura *^*

Capítulo 4 - Não sou Ane, sou Alice!


Depois do beijo, que por sinal foi correspondido. Nunca mais nos falamos

Flash back on -

Alice o beija, Jack a puxa pela cintura correspondendo

Depois de um longo beijo ela se afasta

Alice -droga! Me desculpe!

Alice nada até a terra, vai para o parque, pega a sua mochila e por fim, vai embora

Jack apenas a observa em silêncio

Flash back off -

Eu passei dias sem ir ao parque, Jack também não me procurou e as vezes o via da janela da minha escola. Mas logo o mesmo sumia

Eu sinceramente estava confusa, do porquê de te-lo beijado, e o porquê de ter sido correspondido...

Mas, de qualquer forma, eu não aguentava mais ficar afastada do palhaço maldito que eu chamava de Jack com tanto carinho...

Merda, eu o chamava pelo nome com carinho!

Não, eu não gostava dele ou algo assim, eu deveria ter me apegado apenas. Já que ele foi a criatura que mais me fez rir em toda a minha vida, e a que eu senti ser meu amigo...

Alice -AAAH EU NÃO AGUENTO MAIS FICAR LONGE DAQUELE PALHAÇO MALDITO!

Perco o controle, todos olham para mim

Garota -vai nessa, se você o ama se joga!

Garoto -não perca seu namorado atoa!

Alice -na verdade ele não é meu namo-

Garota 2 -não o deixe ir! Vá atrás do seu amor!

Alice -mas eu não o am...

Garoto 2 -vai! Depressa!

Alice -CALEM A BOCA CARALHO!

Pego minhas coisas colocando na mochila e saindo, todos batem palma e gritam meu nome como se torcessem por mim

Corro para o parque, meu coração quase pulava para fora, eu sentia meus olhos queimarem como se eu fosse chorar, e tremedeira já fazia parte de mim

Eu estava nervosa, ansiosa, quase como...se eu estivesse indo para o meu primeiro encontro. Quase como se eu gostasse de Jack...

Paro ofegante, o chamo

Alice -Jack

Nada...

Alice -Jack!

Ouço passos

Alice -JACK!

Ele aparece sério, corro até o mesmo

Algo me interrompe aparecendo em minha frente, esbarro no mesmo

Olho para cima, um garoto de boca cortada e olhos negros profundos. Sua pele era muito pálida. Ele era bizarro

Jack grita parecendo assustado e nervoso

Jack -o que está fazendo aqui Jeff?!

Minha cabeça dói extremamente forte, ouço um zumbido em minha mente e por fim desmaio

-brincando de novo Ane, rapazes?

Eu me levanto, estava caída
no chão, o garoto de boca cortada me observava

Jack também estava caído no chão, ele estava machucado e sangrava...mataram o meu maldito palhaço?

Espera..."meu"?

O ser que havia falado era alto e sem rosto, pálido e bem vestido. Eu estava delirando?

Alice -quem é você?

-eu me chamo Slender, como não se lembra?

Ele não falava normalmente, parecia falar em minha mente

Alice -não me lembro do que? Dessa sua cara feia? Se eu já tivesse visto antes com certeza lembraria.

Slender -com certeza é ela. Vamos.

Um rapaz alto, com vestes pretas e máscara azul, na qual havia duas órbitas que escorriam um líquido preto aparece se juntando ao de boca cortada

Cada um me pega por um braço me arrastando, eles seguem Slender

Alice -me soltem! Seus...!

Slender -por favor, cale-se. Para o seu bem!

O olho bufando, eu estava sendo sequestrada afinal?

Permaneço calada, eu não teria muito tempo de vida mesmo. E ninguém me ouviria, até porque ninguém vinha nesse maldito parque

Eles seguem me levando até finalmente pararem em uma cabana

Um arrepio na espinha me percorre

Alice -e-ei, por que estão me trazendo aqui?

O garoto de boca cortada ri -shhhh!

Ele me dava arrepios.

Eles entram rapidamente, sinto o medo crescer

Slender -coloquem ela lá.

Slender aponta para o fim do corredor

M-Mas o quê?

Eles me arrastam para um quarto escuro, me debato enquanto os mesmos me amarram na cama

Alice -o-o que vão fazer?

Vejo Slender entrar pela porta, os dois garotos abrem o zíper de suas calças

Um pavor me domina, eu seria estuprada?

Alice -N-NÃO!

Slender -não seja tímida, eu sei que você gosta disso Ane

Alice -Ane?

Ele passa seus tentáculos por todo o meu corpo entrando dentro de minhas roupas

Grito me debatendo

O cara pálida puxa minhas roupas a rasgando, me deixando apenas com as peças íntimas

Os dois rapazes se masturbavam me olhando, isso era constrangedor!

Alice -eu não me chamo Ane...por favor me deixe ir embora...

Slender -o quê?

Ele me da um tapa com o seu tentáculo, que por sinal DÓI PRA CARALHO

Slender -ESTÁ ME DIZENDO QUE NÃO É MINHA PRECIOSA ANE?

Alice -ISSO MESMO! SOU ALICE!

Slender -MENTIRA!

Ele puxa meu sutiã violentamente o rasgando

Com o movimento, meus seios pulam para fora e se mexem um pouco. O que faz os rapazes se masturbarem ainda mais

Sinto seus tentáculos por todo o meu corpo, começo a chorar ao ve-los apertando meus seios e notar minha calcinha sendo puxada

Jack -Alice?

Jack sangrava, segurava duas facas fortemente e os dois rapazes que se masturbavam estavam no chão


Notas Finais


Kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...