História Love is not a game - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags One Direction
Visualizações 20
Palavras 1.519
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura meus amores, e desculpem pela demora😘😘

Capítulo 6 - Love doesn't exist anymore


Fanfic / Fanfiction Love is not a game - Capítulo 6 - Love doesn't exist anymore

~Niall On~
   Eu e a Fanne passamos por uma coisa horrível ontem mas um de nós tem que salvar as férias dos dois, e pelo fato de ela ainda estar dormindo ás 11 am eu acho que esse alguém vai ter que ser eu.
-Bom dia Fanne!!! -Eu gritei e tirei as cobertas de cima dela.
-Sai daqui! Eu quero passar o dia dormindo -Ela disse gritando e puxando o cobertor de volta.
-Acho que vai ter que ser do jeito difícil né -Eu disse e comecei a fazer cócegas nela.
-Tá já acordei para com isso, odeio cócegas -ela disse se levantando e eu comecei a rir do cabelo dela, que está mais parecido com uma juba.
-Eu sei que você tá rindo do meu cabelo Mr.Horan, já vou arrumar mas antes quero comer alguma coisa.
-A gente vai almoçar perto da praia, não estou pedindo, só estou informando -Eu disse e deixei ela sozinha pra se arrumar, se eu ficasse por mais tempo ela ia contestar, mas oque eu posso fazer se ela não acordou cedo pro café da manhã?
   Depois de 40 minutos ela saiu com uma roupa de praia, ou não? Só sei que era um vestido de renda, sou péssimo com isso de moda.
-Podemos ir madame? -Falei abrindo a porta e dando passagem para ela sair.
-Claro Sir.
   Nós fomos para um restaurante popular por La la land que é bem próximo da praia.
-Você vai pedir?
-Lagosta talvez, não sei.
   Eu pedi lagostas, quando elas chegaram Fanne teve um pouco de dificuldade pra come-las, eu ri discretamente da cena e eu acho que ela percebeu então eu fiquei quieto e esperei.
-A saga Fanne e a Lagosta acabou perfeitamente após 45 minutos -Eu disse começando a gargalhar e bater palmas (bem idiota mesmo).
-Eu sei, eu sou de mais -Ela disse se achando o máximo.
-E nem um pouco convencida também -Eu disse e nós começamos a rir.
   Quando acabamos de comer fomos dar uma volta pela praia, brincamos um pouco no mar mas não demoramos.
-Quer uma água de coco? -Perguntei pra ela.
-Claro.
   Eu deixei ela sozinha na beira do mar e fui até uma tenda que tinha ali próximo, tentei ser o mais rápido possível já que o Harry 'Cheater' Styles estava lá com a amiguinha dele, mas mesmo assim ele veio falar comigo, eu fiquei para ouvir pois nós tinhamos muito tempo de amizade, eu me sentia mal ignorando ele.
-Tem uma coisa pra você no quarto do hotel que nós estávamos, acho que não teve tempo pra ir não é Niall? -Ele disse e virou as costas pra mim.
   Ele me apunhalava pelas costas e ainda parecia estar com raiva de mim? Ele só pode ter pirado, acho que ele e a Brena. Mas não vou mentir que quero muito saber oque tinha na carta, torci bastante para que fosse só um mau entendido, porém eu não vou ir pra lá com a Fanne tenho que ir só.
   Enfim recebi os cocos e retornei para onde a Fanne estava.
-Toma.
-Viu um fantasma? Você tá parecendo nervoso.
-Não, estou bem só um pouco cansado. Nós podemos voltar?
-Claro -Ela respondeu e nós retornamos para o carro.
-Eu vou pro meu hotel ok? Pegar umas roupas e cancelar o quarto.
-Tudo bem,enquanto isso vou andar por aí, espairecer um pouco, talvez até esqueça mais tudo isso.
-Tá depois a gente se encontra.
   Deixei ela no hotel e fui para o meu quarto, lá estava praticamente vazio só tinha minhas malas, mas havia um papel jogado na cama, nele dizia:
"Sinto muito por ter que fazer isso mas não vou aguentar conviver com você, vou sentir falta de ser seu amigo, mas espero que tudo isso vire passado inclusive você e ela, para eu e a Brena criarmos a coragem de seguir em frente tambem. Obrigado Buddy, até mais".
   Fiquei um pouco chocado com aquilo, como ele pode ignorar e jogar no lixo anos de amizade nossos e delas por um romancezinho? Nunca pensei que esse fosse o verdadeiro Harry, parece que os amigos nem sempre são como parecem ser.
   Eu voltei pra casa talvez a Fanne tivesse voltado, ela sim é minha amiga de verdade.
   Quando cheguei ao hotel ela ainda não havia chegado, esperei por duas horas e nada dela chegar, tenho que confesar que já estava super preocupado com essa demora.
      ~Fanne on~

   Vim andar um pouco pelas ruas de LV, aqui é tão diferente, em cada esquina parece ter uma nova história, parece que realmente a cidade nunca dorme, por onde eu andava havia uma multidão de pessoas, até que eu cheguei em uma rua mais calma e havia muitos becos sem saída, bem diferente do cenário que eu tinha visto desde o começo.
   Eu estava andando um pouco desatenta quando percebi que tinha um carro preto, mais precisamente uma Range Rover, claramente me seguindo, eu andava mais rápido e continuavam me seguindo, eu estava prestes á gritar quando abriram o vidro e eu tive uma enorme surpresa, não consigo dizer se boa ou ruim.
-Stephan?! Oque você está fazendo aqui?
-Fanne isso são modos de tratar seu namorado que veio de Londres para aproveitar Las Vegas com você? -ele disse com uma cara sínica, nunca pensei que iria sentir tanto nojo desse homem.
-Eu não pedi nada, e eu já disse que tá tudo acabado, ah não, foi você quem disse né? -Eu falei ironicamente, já estava deixando a raiva tomar conta de mim.
-Por favor Fanne, depois de anos junto me deixa pelo menos ter a chance de conversar com você uma última vez? -Sabia que não ia ser a última vez, mas infelizmente meu coração diz que isso vai pode ser melhor além disso se eu não resolver tudo agora, ele nunca vai me deixar em paz.
-E depois você segue sua vida e eu sigo a minha, bem longe um do outro? -Eu perguntei olhando nos olhos dele.
-Se você quiser sim.
   Eu não falei mais nada, só entrei no carro e esperei ele chegar onde tinha se hospedado. Quando chegamos ele foi bem cavalheiro comigo, abriu a porta e beijou minha mão, mas aquilo não ia mudar meu sentimento em relação á ele, ele só está fazendo isso porque viu que me perdeu e eu não vou voltar com ele por ele ter aprendido á fingir melhor.
   Ele me levou ao seu quarto de hotel e me convidou para sentar numa poltrona que tinha lá, colocou um vinho, me deu a taça e sentou na poltrona da minha frente.
-Fanne, eu acho que nós nos exaltamos de mais durante nossa última conversa, eu confesso que estava sendo um verdadeiro babaca, mas eu estava lotado de trabalho e o estresse tomou conta de mim.
-Então o estresse toma conta de você por todo esse tempo? Admita Stephan, nosso relacionamento foi se desgastando e acabou, isso acontece, você não está perdendo com tudo isso, só está livre pra fazer as melhores escolhas pra você.
-Eu preciso de ti, por favor -Ele disse secando algumas lágrimas que já caiam no meu rosto.
-Não faz isso ser mais difícil do que já está sendo, por... -Ele me beijou antes que eu pudesse terminar de falar, era um beijo intenso, havia um desejo enorme de ambas as partes, como eu sentia falta desse beijo.
-Teph para por favor, isso não é certo -Eu dizia mas ele continuava me beijando, ele colocou suas mãos na minha cintura e me guiou até a cama, como eu queria sentir ele...mas não podia, não ia ficar com ele por um desejo repentino enquanto eu amava outra pessoa.
-Para! Acabou! -Eu disse me afastando dele.
-Eu não vou aceitar te perder Fanne! A culpa é daquele idiota da festa?! É isso? Você está me trocando por ele? -Ele disse alterando o tom de voz.
-Você está falando de quem? Não lembro de ninguém -Eu disse me fazendo de desentendida.
-Não se faça de tonta, eu sei que você ficou com um menino em Los Angeles.
-Você está me espionando?! -Eu disse gritando com ele.
-O que isso importa?! Pior é você me trair.
-Eu não traí ninguem, eu pedi pra me afastar dele só por causa de você, e só pra lhe informar, eu amei mais ele por uma noite, do que amei você por anos.
-Você não podia, você é minha!
-É impossível ter uma conversa civilizada com você mesmo, eu não sou um objeto, eu sou uma pessoa, eu não tenho dono, você não manda em mim! -Eu disse e saí batendo a porta com força
   Quando eu estava no corredor escutei ele gritar e jogar algo de vidro na parede, ele estava claramente descontrolado, não sei como consegui passar tanto tempo com uma pessoa tão desequilibrada como ele.
   Agora eu estou andando numa rua super movimentada e completamente perdida, não é  nada legal ser uma turista de primeira viagem em Las Vegas, aqui parece um labirinto e eu sou péssima com direções. Sem carro, sem carona, sem amigos, sem namorado e sem celular, claramente a viagem perfeita...


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse capítulo❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...