História Love Is Not Over - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Drama, Jikook, Jimin!seme, Jungkook!uke, Kookmin
Exibições 438
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii pessoas :')
Mais um capítulo
Desculpem-me por não estar atualizando as outras fanfics
Saibam que o terceiro capítulo de Diário de um Grávido quem vai fazer será a vozinha Lyssu, eu não to conseguindo T.T
300 FAVS PORRA <3
Amo vucês 'u' <3
Agora vamos para o capítulo, assim como o outro, ta leve e.e

Capítulo 17 - I Missed You


Eu estava assustado. Não sabia onde estava, o que estava acontecendo. Uma hora eu estava em um local escuro e sombrio. Outra hora estava em um lugar lindo e calmo, que era estragado com cenas de minhas discussões com Jimin. Eu me sentia pior que antes, apenas queria saber o que estava acontecendo e onde eu estava. De vez em quando eu ouvia a voz de Jimin me chamando, pedindo para eu voltar, o ouvia chorar.

Neste exato momento estava ouvindo seu choro e ele cantava, era a música que eu compus. Eu o vi em minha frente, ele segurava minha mão e chorava, aquela cena me quebrou por dentro, vê-lo desse jeito... Tão frágil.

Eu sinto sua falta Kookie... Acorde logo, por favor –  Fungou – Eu preciso de você... Eu quero você comigo. Por favor, alguma reação... Apenas uma pequena reação.

De repente me vi deitado em uma cama com Jimin estava sentado ao meu lado. Não sabia o que estava acontecendo. Por que ele está chorando? Por que não consigo me mexer? Jiminie... Estou com medo... Eu queria abraça-lo, eu estava assustado, muito assustado. Eu consegui mexer minha mão por um momento, apenas um aperto de leve. Percebi que Jimin estava com seus dedos entrelaçados aos meus.

Ele levantou sua cabeça e olhou para o lado, parecia surpreso. Logo um sorriso brotou em seus lábios vermelhos e cheios em meio as lágrimas grossas que desciam de seus pequenos olhos. Logo após voltei novamente para onde estava, uma sala escura, não queria voltar, queria ver Jimin. Novamente o silêncio, aquilo era amedrontador, mas que diabos está acontecendo.

- Jiminie... Fale comigo, por favor – eu implorava. Precisava ouvir sua voz, só assim eu me acalmava.

Sentei-me no chão e flexionei os joelhos, abraçando-os e deitando minha cabeça nestes. Eu queria sair daqui, mas não sabia como, eu mal sabia o que estava acontecendo. Era como se estivesse em um pesadelo infinito. Levantei novamente minha cabeça, havia uma luz bem fraca, deveria ir para lá? Eu me perguntava, mas estava com medo. Vamos Jungkook, pode ser a saída. Levantei-me e segui rapidamente para o local, era uma porta, entrei na mesma e suspirei triste. Não Jungkook... Não é a saída.

Era um quarto de hospital? Olhei ao redor e arregalei os olhos. Mas que merda está acontecendo? Eu estava deitado na cama, minha mãe estava ao meu lado segurando minha mão, lágrimas finas desciam pelo seu delicado rosto. Ela parecia ainda mais abalada... Havia olheiras enormes abaixo de seus olhos, seu semblante era triste e ela parecia muito fraca. Aquilo estava me quebrando por dentro.

- Filho... Não sei se ainda vou estar viva quando você acordar... Minha situação apenas está piorando, me desculpe meu bebê – minha mãe soluçou. Meu coração estava apertado, isso não podia estar acontecendo comigo.

- Omma... Não diga isso! – gritei já com as lágrimas em meus olhos – Omma... – Eu sabia que ela não estava me ouvindo

- Eu te amo Jungkook – Omma falou antes de sair do quarto, eu apenas voltei pra onde estava, as lágrimas rolavam quentes e grossas pelo meu rosto.

Eu não sei o que eu tenho, porém eles diziam que eu precisava acordar... Eu quero acordar logo, minha omma, eu quero vê-la.

 

Eu me sentia cada vez mais fraco e triste. Aquele lugar escuro me dava angústia, eu queria ver minha família, queria ver Jimin, meus tios, queria ver Jinnie... Namjoon hyung... Eu sinto a falta de todos. Fechei meus olhos – que até então estavam abertos encarando o nada – e relaxei meus músculos. Estava irritado por não saber o que estava a acontecer, estava irritado por a muito tempo não ouvir a voz de Jimin, estava irritado pelo que minha mãe disse.

- Kook? – depois de muito tempo pude ouvir a voz do Park novamente, ao abrir os olhos me vi deitado com o Park segurando minha mão. – Kook... Já se passou uma semana e nada de você acordar... – ele continha um semblante triste e estava com uma roupa preta, parecia estar de lutoSua mãe... A tia Jihyun... Desculpe Kookie – ele de repente começou a chorar, me deixando desesperado. Não me diga...Ela passou mal e a levamos ao hospital... Ela não resistiu... Desculpe por impedir você ter os últimos momentos com sua mãe... É culpa minha você estar aqui e de ela ter ficado pior... Ela estava tão preocupada com você...

Senti meus olhos marejarem, eu quero vê-la, está mentindo Jimin, você está mentindo! Eu não queria acreditar no que ele estava dizendo. Seus soluços eram audíveis, vi seus pais entrando no quarto e o abraçando, tia MinA me olhava com pena e acariciava os fios loiros do Park, seus olhos estavam vermelhos e inchados, assim como seu belo rosto, estava chorando.

Eu queria falar com eles... Mas não conseguia... Por que tudo isto estava acontecendo comigo? Meus olhos pesavam, não me importei com mais nada, apenas fechei-os e relaxei meus músculos, queria apenas descansar e esquecer-me de tudo isto. Acho que se descansar, essa dor no meu peito melhora, apenas quero que isso passe, apenas quero ser feliz novamente.

 

Abri meus olhos e eu ainda estava no quarto, me sentia mais leve que antes, não era como se eu estivesse no “pesadelo infinito”. Tentei me sentar, porém estava fraco, fraco demais. Olhei para os lados e percebi que tinha algo em meu rosto, era aquela máscara respiratória hospitalar. Eu havia me assustado com isto e estava incomodado, queria tirar essa droga. Ouvi vozes ao lado de fora da porta, parecia ser uma discussão. O que estava acontecendo?

A porta fora aberta lentamente, revelando um Jimin, este que parecia discutir com alguém, seu cenho estava franzido em irritação. Ao virar para mim o alfa paralisou, vi que seus olhos começavam a encher de lágrimas e não tardou para meu amigo Seokjin aparecer e ficar no mesmo estado que o Park. Jin abriu um largo sorriso e vi finas lágrimas descendo por seu rosto, este correu até mim e me abraçou apertado.

- Kook, meu bebê, você acordou – senti a manta que usava molhar com suas lágrimas. Não conseguia me mover, minha cabeça processava o que estava acontecendo. Olhei para o Park que também estava chorando e tinha um largo sorriso no rosto, seus lábios se moveram e ele estava sibilando quatro palavras.

Eu senti sua falta.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^
Desculpem qualquer erro, desculpem se tá mó bosta
Bom... Acho que é isso e.e'

SIGAM @Lyssu
@MaumdoNamjoon17
@HehSales
@BelyShawty
@TodynhodoJimin2

Grupo do Whatsapp

https://chat.whatsapp.com/9EnShE2XlUTJhPQ9n5qslh

Um beijo na teta esquerda de cada um e tchauu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...