História Love me like You do - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokio Hotel
Personagens Bill Kaulitz, Georg Listing, Gustav Schäfer, Personagens Originais, Tom Kaulitz
Tags Alien, Bill Kaulitz, Kaulitz, Romance, Tokio Hotel, Tom Kaulitz
Exibições 22
Palavras 1.108
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Visual Novel

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hallo *tanananana* espero que vocês leem esse capitulo com a musica "Breathe - Lee hi" foi inspirada nessa musica <3

Capítulo 24 - I wanna see in your eyes. - Mell


Minha cabeça doía enquanto tentava abri meus olhos, sentia um peso incomum em minha barriga, o local que estava era totalmente branco ficando mais ainda por conta da minha dificuldade de abrir os olhos, senti uma mão levemente pousar sobre o meu rosto, me acariciando, quando terminei de abrir meus olhos, Tae sorria preocupado e eu sorria cansada; apenas lembrava que comecei a brigar com Bill, que chegara do nada exigindo tudo que eu não podia lhe dar, meu coração doía só de pensar.  

 

-Tae? - falei segurando sua mão carinhosamente.  

 

-Shiu noona, você precisa descansar. - sorriu, mostrando seu sorriso quadriculado.  

 

-Meu.. Meu bebe, eu ..  

 

-Ele esta bem, você passou por uma cessaria de urgência, ele esta na incubadora, o pai dele esta com ele.  

 

-Ele? - sorrir ainda me sentindo fraca, Tae apenas assentiu, então era um menino; lagrimas correram em meus  olhos. - Meu menino esta bem.  

 

-Noona, queria conversar com você, não é momento, mas acho que não terei outra chance de falar com você.  - Tae afastou as lagrimas do meu rosto, se sentando na cadeira. 

 

-Diga pequeno Tae. - Ele sorriu enquanto se ajeitava na cadeira do lado da cama, seus olhos abaixaram ate o chão e eu sentia que vinha coisas que machucaria.  

 

-Eu, estou completamente apaixonado por você...  

 

-Tae, eu.. - Tae não me permitiu continuar.  

 

-Espera, deixa-me terminar.  Sei que você o ama mais que tudo e ele faz o mesmo por você, pude perceber pelo jeito que ele estava horas atrás, sua afeição que hora me dava medo, agora é digno de pena, quando ele viu o filho de vocês, ele tinha tanto amor e medo encostar no bebe, como se fosse a coisa mais preciosa desse mundo, eu percebi que ele merece você, mesmo que isso me doa e que sempre estarei aqui como seu amigo, queria pedir que você perdoasse o Bill.  - Tae continuava com a cabeça baixa, como se doesse falar cada palavra, não ia mentir que depois de meses ao seu lado, havia sentimentos por Tae dentro de mim, ele era como uma versão daquele Bill que me apaixonei quando era nova.  

 

Sorri para ele, mas não que fosse um sim para seu pedido, mas um sim de que iria pensar, havia muito medo em mim, por todas as coisas que vivi, sei que é muito drama, mas a dor era maior que qualquer drama.  

 

-Noona, posso pedir um ultima coisa? - acinte para que ele continuasse.  - Posso, posso .. beija-la? - balancei a cabeça afirmativamente, novamente.  

 

Tae se levantou, voltando a acariciar meu rosto havia ternura em seus gestos; ate mesmo mais que o Bill, ele encostou seu nariz no meu e sorriu lindamente, antes de nossos lábios se selarem e um beijo lento e magico acontecesse, poucos segundos restaram ate que ele se afastou, Tae mordeu seu próprio lábio fazendo uma cara sexy, o que fez rir, mesmo daquele jeito ele era fofo; merecia uma menina que recebesse todo aquele amor, sei muito bem que ela seria tão sortuda como jamais seria se eu aceitasse ficar com ele, eu era muito problema para ele, se Bill não existisse na minha vida, Tae seria com certeza o amor da minha vida, e sei que não haveria tanto sofrimento, mas nos final das contas a parte que mais amava no Bill, era sua confusão. Dei um ultimo beijo em Tae, apenas para lembra-lo que também tinha sentimentos por ele, mas não o suficiente para deixar Bill.  

 

-Tae, quero que saiba, que também tenho sentimentos por você, mas Bill..  

 

-Eu sei, ele é o amor da sua vida, você já me contou isso milhares de vezes. - Seu sorriso em nenhum segundo se desfez. - Mas pode ter certeza que se ele continuar do jeito que você diz que ele é, voltarei atrás da minha palavra e roubarei você dele; bom vou avisa-lo que você acordou. 

 

-Tae, não diga nada do beijo.  

 

-Mesmo que eu queira jogar na cara dele, sei que não é certo ele saber sobre isso. Quero guardar esse beijo só para mim, espero que você faça o mesmo noona. - Novamente aquele sorriso quadrado e os comprimidos; novamente vejo a personalidade do Bill mais novo em Taehyung, sorri novamente ate que ele saísse.  

 

 

 

Alguns minutos em silencio se passaram, ate que ouvia a porta ranger, e pernas longas dentro de uma calça de couro entrarem, Bill entrou com a cabeça baixa, não havia percebido, mas seu cabelo crescera, mas continuavam platinados, sua feição esta pior do que quando o deixei, morto e sem vida; o cabelo estava totalmente bagunçado levemente ondulados. Ele se sentou ao meu lado sem abri a boca por longos minutos, eu já havia visto aquela cena milhares de vezes.  

 

-O bebe é lindo, tem olhos grandes e levemente puxados, me lembra muito os seus olhos, ele deu um sorriso, Tom disse que parecia o meu. - Não aguentei dando um sorriso só de imaginar meu pequeno menino dando um sorriso como o do pai.  - Olha, eu não queria falar sobre nos, vou esperar você sair daqui e então ouvirei sua decisão, só queria dizer que quero melhorar, não sei como, com ou sem você; claro que você vai continuar sendo o amor da minha vida, mas sei que não te faço bem, sei que você mandou Vivian cuidar de mim, mas honestamente ninguém me ama como você faz, demorei tantos anos para em fim dizer a mim mesmo que não amava Vivian e quando o fiz, nasceu outro medo constante, de que você poderia ir embora, que eu não ia ser suficiente e ate mesmo as vezes que ouvi Vivian dizendo que você estava ao meu lado por ser famoso, que a  maior prova disso é que você era uma fã, sabe como aquilo me pegou? Nunca cheguei a falar isso para você, por isso comecei a te tratar mal, para ver se era verdade, estava te testando todo esse tempo e quem acabou sendo testado fui eu, perdendo tudo o que tinha e ate mesmo aquilo que não sabia que tinha, independente do que você escolher ou quem escolher, saiba que te amo mais que qualquer coisa Mell, você é única param mim, por favor não diga nada, só, só pense. - Bill suspirou. - Vou pedir para Tom trazer o bebe, preciso resolver as coisas no hotel, se não vou ficar sem ter onde dormir. -Bill se levantou sem ao menos permitir que eu abrisse a boca, beijou minha testa e saiu, mais rápido do que entrou, me deixando em total confusão comigo mesma e meus sentimentos por ele e Tae.


Notas Finais


Estou tentando não deixar a historia cada vez mais longa, mas quando vou ver, ja to escrevendo mais coisa D:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...