História Love Me Like You Do - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, America Singer, Ashley Brouillette, Aspen Leger, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Kriss Ambers, Marlee Tames, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Rainha Amberly, Rei Clarkson, Shalom Singer
Tags A Seleção, Crossover, Shadowhunters
Exibições 17
Palavras 1.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Escolar, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Maxon e America vão se aproximar calmamente. Espero que gostem. Comentem se gostarem amores ❤️

Capítulo 1 - My name is Maxon


Fanfic / Fanfiction Love Me Like You Do - Capítulo 1 - My name is Maxon

Point Of View America Singer

Meu Deus! É hoje! Com o novo emprego do meu pai eu posso estudar no colégio particular de Illéa, (First Illea High School) a sigla era FIHS, hoje começam as aulas, e estou muito animada para meu segundo ano no ensino médio.

O despertador tocou três vezes e eu desliguei todas elas, por isso acordei um pouco atrasada, quando vi a hora, dei um pulo da cama e fui tomar banho, vesti uma calça azul clara meio rasgada, uma blusa preta, tênis brancos e meus cabelos ruivos estavam ondulados (foto do capítulo), quando eu ia descer as escadas ouvi um grito:

─ AMERICA! Você vai se atrasar! ─ era minha mãe.

─ Calma mãe, eu já estou descendo.

─ Filha, você não pode se atrasar de jeito nenhum! Aquele colégio é muito caro e de elite, seu pai teve que... ─ eu a interrompi e continuei a falar:

─ Arrumar um emprego na empresa dos Schreave para poder te colocar lá ─ falei o que ela ia dizer, revirando os olhos, pois há um mês ela começou a falar isso todos os dias sem parar.

─ Bom dia família! ─ falou meu pai, juntando-se a mim, minha mãe, May e Gerad para tomar café da manhã.

Comi bolo de cenoura com chocolate e nescau, e fui para o carro esperar meu pai. Levamos May e Gerad no colégio deles, meu pai não estava ganhando tanto assim, então infelizmente eles tiveram que continuar no colégio público, e em seguida meu pai me deixou no meu novo colégio.

Parei em frente, era enorme, as paredes eram brancas e tinha um jardim muito bonito com rosas brancas e vermelhas.

Entrei e fui para o corredor dos armários, procurei meu novo armário, 3B, quando finalmente achei, fui em direção a ele e tinha uma loira de olhos verdes do lado guardando seu material. Ela vestia uma saia branca, um moletom azul marinho com um ombro caído e tênis brancos, estava a maior modinha desses tênis, todo mundo tinha, ela tinha vários anéis e um colar colado no pescoço.

Fui colocando algumas coisas no armário e a loira fechou o dela e virou-se em direção a mim.

─ Oi! Você é novata não é? Eu me chamo Marlee Tames e você?

Aquilo realmente me surpreendeu, mas eu até que achei a garota legal.

─ Oi, sou novata sim. Sou America Singer ─ estendi a mão para ela, que veio logo me abraçando.

─ Quer que eu te mostre o colégio? ─ perguntou Marlee.

─ Sim, por favor!

Ela esperou eu terminar de guardar o material e quando terminei, uma morena de olhos castanhos chegou indo em direção à Marlee.

─ Lee! ─ Meu Deus! Ela era mais animada que Marlee, todo mundo daqui é assim? ─ Vamos para a classe rápido! Oi ruivinha, que cabelo lindo, sou a Celeste.

─ Obrigada Celeste, eu me chamo America Singer.

Na aula de química, Marlee disse que um loiro chamado Maxon não tirava os olhos de mim, eu fiquei curiosa mas olhar para trás seria muito indiscreto, mas Celeste, que não era nada nada discreta, olhou e disse que era verdade. Que vontade de virar para trás, mas me contive.

Eu, Marlee e Celeste fomos às três primeiras aulas e depois fomos ao refeitório, elas me chamaram para sentar na mesa delas e eu assenti. Eu já tinha feito duas amigas no meu primeiro dia no novo colégio. Chegaram três meninos e sentaram-se na nossa mesa, um era meio loiro de olhos cor de mel ─ imaginei se seria o loiro da sala de química ─ outro tinha o cabelo preto e olhos verdes e o outro tinha cabelo castanho escuro e olhos castanhos.

O loirinho sentou-se do meu lado. O olhos verdes deu um selinho em Celeste e se sentou do seu lado, imaginei que eram namorados.

─ Maxon, tamos uma nova amiga ─ disse Marlee falando com o loiro, Meu Deus era ele que estava me olhando!

─ Claro, onde estão meus modos?! Sou Maxon e você? ─ era ele mesmo! 

─ America!

─ O que tem a América? ─ pensou um pouco─ Ah esse é seu nome não é? ─ todos rimos ─ Que nome lindo! ─ ou ele era meio burrinho ou queria pegar a minha amizade. Ele parecia ser bem legal.

─ Oi America, eu sou o Aspen! ─ falou o de olhos verdes.

─ E eu sou o Carter ─ falou o de cabelos castanhos.

─ Prazer em conhecê-los ─ falei.

─ Emprestem-me ela por um segundo ─ falou Aspen dirigindo-se para o grupo e em seguida para Celeste ─ vem cá Cel ─ puxou-a para uma parede e ficaram conversando.

─ Agora ficamos só os amigos ─ disse Marlee meio triste.

─ Marlee, vem comigo ao toalete?

─ Ah meninas! ─ suspiraram Carter e Maxon em uníssono, sem entender por que as mulheres vão ao banheiro juntas.

Chegamos ao toalete, verifiquei se tinha alguém, não tinha.

─ Marlee Tames! Você gosta do Maxon? ─ perguntei chocada e por mais estranho que pareça, com medo de que a resposta fosse sim.

─ Claro que não sua louca! ─ falou dando gargalhadas.

─ Mas pelo jeito que você falou lá no refeitório, parecia que gostava de algu... ─ interrompi minha fala para pensar ─ você gosta do Carter! ─ praticamente gritei, a sorte era que os meninos estavam bem longe de nós duas.

─ Cala a boca Ames! Eu gosto do Carter ─ falou envergonhada ─ Não conta a ninguém, nem Celeste sabe ainda, se ela soubesse já teria pedido para ele ficar comigo, mas isso estragaria nossa amizade e eu não quero ele só por uma noite e ... ─ Marlee falava quase sem respirar.

─ Calma Marlee! ─ ri dela ─ Graças a Deus que você não gosta de Maxon! ─ pensei alto, droga! O que eu acabei de dizer?

─ Você gosta de Maxon! ─ gritou e colocou as mãos na boca de espanto.

─ Cala a boca vaca louca! É só o primeiro dia, achei ele bonitinho, mas cala a boca!

─ Va-va... va-mos – falou entre gargalhadas ─ voltar, pois deixamos nossos príncipes lá sozinhos ─ brincou, nós rimos.

Sorri ao pensar que poderia ter aquele príncipe loiro pra mim.

─ Espera Lee! Ele é galinha? Tem namorada?

─ Ele é de namorar sério, a última namorada dele Daphne ficou com ele por dois anos, terminaram há 2 meses, ele está solteiro.

─ Bom saber ─ falei suspirando, ela riu.

Voltamos à mesa, ainda faltavam dez minutos para o sinal tocar. Quando chegamos os meninos pararam de falar, estranho.

─ Qual a próxima aula Maxon? ─ perguntei, mas eu já sabia a resposta, era só tentativa de puxar assunto.

─ Matemática! ─ respondeu.

─ Sou ótima em matemática! Na outra escola eu só tirava nota dez.

─ Você bem que podia nos ajudar Ames, dona Marlee também é ótima mas não tem paciência para ensinar ─ Falou Carter, Marlee deu um tapa nele, eu e Maxon rimos.

─ Você tem algum talento America? ─ perguntou-me Maxon.

─ Eu canto!

─ Que incrível Ames, você poderia cantar um dia para nós! ─ falou Marlee.

─ Cante America! ─ falaram Carter e Maxon em uníssono, pareciam até gêmeos.

─ Eu adoraria Lee, outro dia eu canto para vocês, prometo!

─ E você Maxon, tem algum?

─ Eu adoro fotografia.

─ Que legal, e você Marlee?

─ Eu ainda não descobri um talento especial. O talento de Celeste é desfilar e ser modelo.

O sinal tocou e fomos para a aula de matemática.

─ Hmmm Celeste, você não voltou mais ─ falou Marlee.

─ Cala a boca idiota ─ respondeu Celeste rindo e de bochechas coradas.

─ Você e Aspen namoram Cel? ─ perguntei.

─ Sim Ames ─ respondeu com as bochechas ainda coradas.


Notas Finais


Kisses
- A


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...