História Love Me Like You Do- Rafael Lange,Cellbits Youtubers - Capítulo 22


Escrita por: ~

Visualizações 45
Palavras 905
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Party • pt.²


RAFAEL POV


 


        Nada? Hum,sei Sayuri.

Ela passa por mim apressadamente e eu caminho até a bebê.

E ela estava lá, dormindo tranquilamente.

Dou um sorriso bobo ao ver aquele pequeno ser abrir os olhinhos devagar e olhar para mim,naquele estante achei que ela iria chorar,mas não.

Ela só ficou me encarando por um tempo antes de soltar um pequenino sorriso.


- Haha,você é muito linda sabia? - balanço um pouco o berço e ela desfaz o sorriso


  - O que? Cê quer que eu te pegue ? - falo com uma vozinha "fofa" 


- Nanão! Não vou te pegar Aya, eu sou muito atrapalhado com isso e...- ela faz uma cara,ah não...


Ela começa a chorar,um pouco baixinho.


- Tá tá! Você venceu ! - pego ela com o maior cuidado,com um pouco de medo também.


Ela para de chorar e me encara com seus olhinhos azuis.


- Sabia que eu gosto muito da sua mamãe ? - eu dou um sorriso e balanço ela um pouco em meus braços


- Seu papai deve ter tido muita sorte de conseguir o amor da sua mãe...- dou um suspiro abaixo.


- Eu já tive o amor da sua mamãe um dia...só que...- escuto o barulho de algo caindo.


Olho para a porta e Duda e Becca estavam lá, e Duda estava caída no chão


- Vocês estavam ai o tempo todo??? - olho um pouco torto.



- É...talvez sim né...- Duda me olha sem graça.


- Pode continuar,Cellbit! - Becca fala - Só que...? 


- Só que nada! - olho pra garotinha e ela estava rindo da situação,Duda se levanta e eu entrego a menina pra ela.


- Eu tô indo tá, tchauzinho - Passo pela porta deixando o quarto.


- Cuidem dela direitinho ! - dou um grito do corredor,descendo as escadas e avisto Sayu que estava vermelha,provavelmente de raiva.


- Aonde você tava,garoto? - Sayuri fala,com um tom irritado na voz.


- No quarto! Vamos logo que já estamos atrasados! O Uber já deve tá na porta! - Passo apressadamente por ela,abrindo a porta de casa,sinto pequenas mãos entre meu cotovelo e o antebraço.


   - Eu mandei uma mensagem pra Débora,pra ela encontrar a gente perto da nova casa do Guaxinim,ela tá super feliz que ele tá morando aqui em São Paulo agora! 


  - Que legal,estou com saudades dela,faz tempo que não vemos ela! 


Falo caminhando até o carro junto com ela e abrindo a porta do passageiro, e nós entramos.


Pedi minhas sinceras desculpas ao motorista pela demora e fomos em direção a festa


🌀🌀🌀🌀🌀🌀🌀🌀🌀🌀🌀🌀


MARI POV


  Enquanto o Alan arrumava algum lugar para estacionar,eu observava da janela do carro,o movimento e a música alta que via de uma casa do outro lado da rua,provavelmente era ali a casa do Guaxa.


   - Já chegamos ? - eu pergunto pela décima vez ao Alan. 


    - Agora sim ! - Ele estaciona o carro em uma vaga disponível  

   - Podem sair,donzelas - Alan fala com uma voz bizarra 


  Rio um pouco e pego minha bolsa que estava ao meu lado,abro a porta com cuidado e logo saio do veículo.


Encaro um pouco aquela residência um tanto grande,mas que se transformava minúscula com tanta gente.


   - MARI ! - escuto um ser gritando,e eu reconhecia essa voz,mas antes que eu pudesse virar pra ver quem era, sinto alguém quase me esmagando 


  - Eu estava morrendo de saudades! - Guaxinim me aperta mais 


   - E..eu, v..v..vou...


- TU TA MATANDO A GAROTA! - escuto um garoto gritar,daquela voz eu não lembrava.

Guaxinim me larga e eu vejo o menino.


   - Desculpa Mari! - Ele me olha com um sorriso sem graça.


   - Tudo bem,tudo bem - dou um sorriso 


    - SÓ TEM ELA AQUI NÉ ? - Maethe faz um bico,fingindo estar brava.


- DESCULPA ! - Guaxinim e o garoto que eu não estava reconhecendo foram lá e deram um beijo e um abraço nela.


Guaxinim ia falando como estava imaginando como é morar sozinho agora,enquanto levava a gente pra dentro.


  - Oi,Mari! - o garoto veio ao meu lado e me cumprimentou.


   - Oi...er...- digo um pouco sem graça, por não lembrar quem era o rapaz.


   - Não lembra mais de mim,Mari? - ele dá uma risada - Porra! Sou eu,Calango. 


   - THIAGUELIAS? - falo um pouco alto - Mano! Você tá muito diferente pirralho! Eu nem te reconheci! - abraço ele no meio de todo mundo na festa


    - E você não mudou nadinha, né? - ele fala irônico e eu gargalho.

  


~~~~🕛quebra de tempo🕐~~~~


Eu ia comendo alguns salgadinhos na mesa de guloseimas,ouço algumas meninas gritando e olho para a porta de entrada da festa.

Avistei Rafael,Sayuri e uma menina entrando.


Pera,aquela era a Débora? 


Corri mais que tudo,e agarrei ela,igualzinho como o Guaxinim havia feito comigo.


- Socorro,eu to morrendo...- ela disse baixo,enquanto era massacrada por mim


   - AMORZINHO !!! - Eu apertei ela fortemente mas logo parei .

  -Desculpa!


-Vocês se conhecem? - Sayuri me olha,vermelha.


     - Estudamos juntas,antes de eu me mudar pra São Paulo - Respondo a Sayu enquanto abraçava de lado a Deeh.


Vejo o Guaxinim de longe,caminhando até nós, um pouco vermelho.


TODO MUNDO TÁ VERMELHO AGORA?


Saio de perto da garota,lentamente.


- Oi Deeh,que saudade!! - Guaxinim fala,com um sorrisão bobo e abraça fortemente a menina que ri e começa a ficar um tanto vermelha.


HUM JÁ SHIPPO.


- Oi,Xinim...- ela diz um tanto baixo,e olha pro chão,envergonhada.


   Ele,com aquele sorriso ainda em seus lábios, levanta a cabeça a menor e a abraça mais uma vez.


- BEST CASAL 2017, DEPOIS DE MIM E DA MARI ! - Calango aparece,e seu comentário faz eu rir. 





Notas Finais


🍭🍭🍭🍭🍭🍭🍭🍭🍭🍭🍭🍭


Comentem o que acharam💜 


Beijo  😘💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...