História Love Me (Reescrevendo) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Corey Bryant, Derek Hale, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Scott McCall
Tags Pack, Teen Wolf
Visualizações 34
Palavras 1.869
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁ PESSOAS 😄
TUDO BEM COM VOCÊS?
DESCULPEM O SUMIDO PROBLEMAS PESSOAIS 😪
VAMOS HÁ MAIS UM CAPÍTULO? 😅

BOA LEITURA! :)

Capítulo 6 - Hunters — Parte 2


Fanfic / Fanfiction Love Me (Reescrevendo) - Capítulo 6 - Hunters — Parte 2

Era noite e chovia muito, eu corria pela floresta desesperadamente como se estivesse fugindo de alguma coisa. Meus pés doiam e o meu corpo também estava bastante dolorido, me encosto numa árvore grande recuperando o meu fôlego, ouço passos e volto a correr. 

— Ache-os! E traga-os para mim.

Um voz assustadora fala e um homem surge das sombras com uma arma na mão fazendo todos os pelos da minha nuca se arrepiarem.

De repente o cenário muda e já estou mais na floresta, e sim em algum tipo de túneis subterrâneos, esse lugar cheirava à morte e me dava calafrios.

Ouço um grito e corro em sua direção, entro em algum tipo de sala que parecia mais um laboratório e vejo Liam chorando sobre um corpo, sinto minhas pernas fraquejar ao ver de quem era.

Hayden Romero.

Meu Deus! Liam... 

Caminho em passos lentos até ele e me agacho ao seu lado tocando seu ombro direito, seus olhos inchados e vermelhos pelo choro, sinto um aperto no coração. 

Olho para o corpo de Hayden sem vida, seu rosto pálido e gelado. Poderia conhecê-la só por alguns dias mais já considerava minha melhor amiga.

— Eu não pude fazer nada. 

Sua voz saiu um sussurro e junto vinha tristeza, mágoa e raiva.

— Eu lamento. — indaguei. — Mas a gente precisa ir agora antes que eles voltem Liam.

— Eu não vou sem ela. — diz com a voz embargada pelo choro.

— Tudo bem. A levamos. Vamos!

Antes que pudéssemos sair vejo 4 homens nos cercar com rifles na mão apontando para nós dois.

— Agora vamos matar todos!

Um calafrio percorre meu corpo a ouvir aquela voz novamente. O mesmo homem da floresta estava aqui.

...

Skye? Skye! — ouço a ruiva me chamar e levanto num pulo assustada.

Olho em volto e vejo que estamos na escola, coço os olhos e a ruiva me olha estranho.

— Foi mal. Eu cochilei um pouco.

Começo a ajeitar minha bolsa, só tinha nós duas na sala a aula já tinha acabado.

— Skye, você dormiu a aula toda.

A encaro assustada. Como assim eu dormi na aula toda? Meu Deus!

— Ér... Deve ser porque eu não tô dormindo direito devido esse sumiço do Liam e da Hayden. — abro meu armário e guardo o livro de biologia.

— Você não se lembra o que disse enquanto dormia, né? — ela parecia nervosa. 

— Não. Eu só... — paro de falar ao lembrar do sonho.

— Você disse; Eu a vi. Ela está morta. — indagou nervosa.

— Quem? — pergunto assustada.

— Hayden. — arregalo os olhos.

...

— Espera. — Stiles disse confuso e nós o encaramos. — Você sonhou que a Hayden está morta? Isso faz sentido?

— Corrigindo: Estava. — Lydia fala.

— Eu não sei. Nós precisamos de imediato achá-los. Gente, eu não sei se esse sonho quer dizer alguma coisa, mas eu tenho essa sensação que há algo de errado acontecendo e que nós estamos numa corrida contra o tempo.

— Skye têm razão. — a ruiva diz. — Eu também estou com uma sensação... Um pressentimento nada bom.

— Isso é preocupante! — Stiles diz e aponta para a ruiva. — Scott, temos que fazer alguma coisa e rápido.

— É eu sei. — diz cansado. — É por isso que vamos reunir o pack. Tá na hora de chamar o Argent e o Derek.

— Pessoal. — atraio seus olhares para mim. — Quem são esses? Só pra saber mesmo. — dou de ombros.

— Você vai ver. — Stiles indaga.

...

Termino de calçar minhas botas e recebo uma mensagem de Scott.

“ Já estão todos aqui! Você vem?”

“ Estou a caminho.”

Bloqueio meu celular e levanto da cama, pego minha bolsa e as chaves do carro e de casa e desço as escadas.

— Vai sair? — minha mãe pergunta assim que termino de descer a escada.

— Sim. Casa do Scott.

— Vocês ficaram bem amigos, né?

— Não começa, vai tá todo mundo lá. E sim, estamos bem amigos... Eu acho. — sussurro a última frase.

— Tudo bem. Cuidado! E não volte muito tarde, por favor. — avisou.

— Sim, Capitã. — bati continência.

Entrei no meu carro e dirigi até a casa do Scott.

...

— Desculpem o atraso. — falo logo quando entro atraindo olhares de todos.

— Tudo bem. Nós bolamos um plano. Vamos resgatá-los essa noite. — Scott avisa.

— Ótimo! Vamo nessa!

— Oi? Desculpe. — Jackson fala.

— Vamos resgatar Liam e Hayden, nossos amigos. Agora! Nesse instante. Vocês não tem um plano? Então vamos!

— Quando ele quis dizer nós, ele quer dizer lobisomens. Não humanos.

— Fala sério. Lydia, Stiles, Mason e Corey são humanos e vão ajudar. Por quê eu não posso? — cruzo os braços. 

— Na verdade, só eu vou. — Stiles levanta a mão e arqueio a sobrancelha.

— Precisamos que alguém os leve caso alguma coisa dê errado. — Scott diz. — E ele não vai tá sozinho, a Malia vai ficar com ele no jipe. 

— Mas eu quero ajudar!

— É perigoso, Skye! — Jackson diz e eu reviro os olhos discretamente.

— Ele têm razão. Você fica aqui com a Lydia o Mason e o Corey. A gente liga qualquer coisa. — Scott fala. 

— O Argent e o Derek já estão lá nos esperando. — Isaac fala e os outros concordam com a cabeça. 

Eles começaram a sair deixando a ruiva, eu, Mason e Corey. Scott para e ao meu lado e segura a minha mão.

— Só não quero que se machuque!

— Está tudo bem. — sorrio. — Só toma cuidado, por favor. — suplico.

Ele assentiu e beijou minha testa saindo em seguida para fora. Jackson nos observava com o semblante sério, deve ter ouvido a nossa conversa.

Quando partiram olhei para os 3 que me encaravam nervosos. 

— Não vamos ficar, né? — Mason diz parecendo ler meus pensamentos.

— Não. — eu respondo.

— Sabe que é perigoso, né? — Corey diz nervoso.

— Chega a ser burrice! — a ruiva fala e eles concordam.

— É eu sei disso tudo! Quem me seguirá? — eles se entreolharam.

...

— Parece que vai chover. — Lydia fala e então começa a chuviscar.

Estranho. Não parecia que iria chover, o céu estava limpo. — Corey diz.

— Ainda acho que deveríamos voltar pra casa do Scott. — Mason fala.

Estávamos afastados do jipe de Stiles, mas conhecendo a Malia ela já deve ter sentido o nosso cheiro, e Stiles com certeza deve estar surtando. 

— Alguém tá sentindo algo? — eu pergunto sentindo uma sensação ruim.

— Frio.

— Fome.

— Tédio.

Eles falam em sincronia, reviro os olhos em resposta. E pra piorar começa a chover forte. 

— E só melhora. — eu resmungo.

— Definitivamente esse plano é uma droga. — Lydia diz. — Devíamos voltar para a casa de Scott. 

— É mais inteligente. — Mason diz.

— Mais seguro você quer dizer. — Corey indaga.

Ficamos em um silêncio mortal, o que se ouvia era a chuva que caía lá fora e a música que tocava no rádio.

— Que estranho... — a ruiva fala. — Tá tudo tão... — deixa a frase no ar.

— Quieto. — eu termino.

— Até demais! — Mason fala.

— Há algo acontecendo. E não falo só como banshee. — ela diz nervosa.

— Devemos nos preocupar?! — Corey murmura.

— Isso tá parecendo...— engulo seco. — Lydia, tem alguma chance de um sonho se tornar real?

— Não sei. Depende, uns chamam de sexto sentido, premonição ou só uma coincidência. Tem pessoas que podem ver e sentir coisas antes mesmo delas acontecer. — a ruiva explica.

— E qual o nome se dar a isso?

— Clarividência. Mais porque você está pergun... — ela para e me olha assustada. — O seu sonho. 

— É. Acho que está acontecendo.

De repente ouvimos sons de tiros e Malia correr em direção a floresta e Stiles gritar o seu nome.

...

— SKYE NÃO! ESPERA! — ouço a voz da ruiva mas não ligo e corro para a floresta atrás de Malia. 

Minhas roupas ficam pesadas no meu corpo totalmente encharcadas por conta da chuva.

 Corro o mais rápido que posso, e acaba perdendo Malia de vista. Ouço passos se aproximar e começo a correr desesperada, meus pés e o meu corpo começaram a doer, me encosto numa árvore para recuperar o fôlego, ouço passos e volto a correr. 

— Ache-os! E traga-os para mim. 

Não. Só pode ser brincadeira. É a mesma voz do sonho. Entro no túnel que cheirava à morte, todos os meus pelos se arrepiaram. 

O sonho é real. 

Ouço um grito e corro em direção ao tal laboratório, vejo Liam sobre o corpo de Hayden. Sinto minhas pernas falharem, meus olhos lacrimejam. 

— Meu Deus! Liam...

— Eu não pude fazer nada. 

— Eu lamento. — indago. — Mas a gente precisa ir agora antes que eles voltem Liam. 

— Eu não vou sem ela. — diz com a voz embargada pelo choro. 

— Tudo bem. A levamos. Vamos! 

Ao virarmos os 4 caçadores nos cercavam apontando os rifles para nós.

— Agora vamos matar todos! 

Não deu tempo para pensar muito, pois Scott e outros surgiram do nada e derrubaram os caçadores no chão. 

— VÃO! SAÍAM DAQUI! LEVE-A PARA O DEATON. — Scott gritou. 

Liam a pegou no colo e corremos para fora dos túneis, Malia vinha logo atrás de nós. 

— Quem é Deaton? — eu pergunto.

— Um veterinário. — Malia responde. 

— E porque diabos vamos levá-la para um veterinário? No que ele pode ajudar? — eu pergunto confusa. 

— Ele sabe mais do que você possa imaginar. — Liam murmura. 

Colocamos Hayden no jipe e vejo Lydia, Mason e Corey se aproximando. 

— Ela está morta? — o Stilinski pergunta assustado. 

A garota estava mais pálida que o normal e quase hipotermica. 

— Ainda não! Mas precisamos levá-la agora. — a ruiva alerta. 

— Certo. Vamos! Vamos! — Stiles nos apressa. 

— Esperem! E os outros? 

— O Argent e o Derek estão de carro, eles vão ficar bem. — Malia diz. 

Ambos nos dividimos entre o jipe e o carro da ruiva e fomos para o tal veterinário vulgo Deaton. 

...

— Como sabia o local exato que eles estavam? — Malia pergunta. 

— Foi o sonho que eu tive. Ele era real, eu Previ isso. — eu sibilo. 

— Estranho! Você é algum tipo de vidente? — ela semicerra os olhos. 

— Eu não sei de nada! É a primeira vez que isso acontece comigo! 

— Talvez o Deaton saiba. 

— Posso falar com você? — Scott pergunta e assinto com a cabeça. 

Olhamos para Malia. 

— Eu vou... Falar com o Stiles. —diz nos deixando à sós. 

— Hayden está bem? 

— Ela vai ficar. — ele indaga. — Olha, eu sei que pedi pra você ficar, mais... Obrigado por não me ouvir, você salvou a Hayden. Mas eu fiquei muito preocupado com você, então, não faz mais isso por favor. Poderia ter se machucado feio ou até pior. 

— Não foi nada. Ela também é a minha amiga, então... Eu faria de novo e por qualquer um de vocês. 

...

— Era ela. Eu sei o que eu vi okay? Ela acertou uma flecha em mim, bem aqui. — apontou para a coxa. 

— Cara, isso é loucura! — Jackson diz. 

— Loucura extrema. — Stiles diz sarcástico como sempre. 

— Ela tá viva. — Isaac murmura. 

— Quem? — Scott pergunta. 

Eles se entreolharam. 

Allison. 


Notas Finais


ESPERO QUE TENHAM GOSTADO DO CAPÍTULO ❤
E MIL PERDÕES OS ERROS ORTOGRÁFICOS

SERÁ QUE HAYDEN VAI SOBREVIVER?

E A SKYE, SERÁ QUE É ALGUM SER SOBRENATURAL?

ALLISON ESTÁ VIVA? 😱

COMENTEM O QUE VOCÊS ACHAM ♥

ATÉ A PRÓXIMA! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...