História Love Me Right - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Kris Wu, Lu Han, VIXX
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Leo, Lu Han, N, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekyeol, Hunhan, Kaisoo, Leomin, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 448
Palavras 1.053
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Chance


Jongdae On

Esses dias estavam sendo uma grande tortura, pensei que eu poderia continuar amando Ailee mas não dava, desde que Minseok apareceu alguma coisa tinha mudado, eu não sabia o que ou por quê. Eu namorava com Ailee desde que tinha entrado na escola, ela se tornou minha melhor amiga e nos apaixonados, haviam 2 anos e no final do ano passado ela tinha viajado, permaneci fiel até Minseok aparecer, não tive coragem de contar à ele.

Eu tinha me afastado dele de uma maneira que tinha deixado mágoas e seu coração partido, ele não confiaria em mim novamente, talvez nunca, ele não me olhava e vivia fugindo, e o que me deixava ainda com mais raiva era o fato dele estar namorando Leo, o pior não era saber que ele namorava e sim saber que Leo era o cara perfeito, ele sempre foi muito doce e carinhoso, tudo o que ele precisava.

-Pensando muito amor? Você está tão distante. -Ailee comentou e eu sorri fraco.

-Desculpa amor, eu não estou muito bem.

-Você tem algo para me contar? Eu te conheço Chen.

-E-eu...eu não sei se quero.

-Você ficou com outra pessoa, é isso? -Assenti, me sentia envergonhado de confessar algo assim. -Não tem problema, nós podemos passar por isso?

-Esse é o problema Lee...eu não sei se podemos, eu me sinto estranho agora.

-É um menino ou menina?

-Menino, um garoto.

-Oh, você seguiu meus conselhos e experimentou o outro lado da vida? Por que você espera eu cair fora para ficar com alguém? Sabe que eu até pediria para filmar isso...você foi passivo?

-CLARO QUE NÃO. Ailee...eu não sou passivo, nunca.

-Aham...vai falando isso meu amigo, uma hora alguém tira essa sua virgindade de trás e eu vou estar batendo palmas na primeira fila. -Resmunguei.

Todos os meus amigos odiavam Ailee, isso por que ela já foi muito rejeitada quando era mais nova por aceitar relacionamentos de pessoas do mesmo sexo, seus pais a expulsaram de casa e ela ficou traumatizada e desde então apenas age diferente, como se fosse mimada mas ela era uma louca e muito feliz agora. Eu sabia que Ailee não se importava que eu ficasse com outras pessoas, ela era uma boa amiga.

-E você? Conheceu alguém?

-Não, eu só fui viajar e não em uma caçada procurando relacionamento Chen.

-Hum...vamos entrar.

-Pode me mostrar com quem você ficou? Eu fiquei sabendo que o Leo está namorando...achei que ele nunca iria começar um relacionamento.

-Pois é, o namorado dele é o cara que eu fiquei.

-O que? O garoto que usa saia? KIM JONGDAE.

-Ele é lindo, me desculpa mas não deu para segurar e você sabe que não tenho preconceito com o tipo de pessoas.

-Nem eu tenho, eu o vi na biblioteca e ele é uma graça, lindo mesmo mas se você foi um idiota com ele, esqueça, pessoas frágeis assim não são para você, ou vai pisar no coração do menino. -Ignorei seu comentário e entramos na escola, assim que cheguei na sala avistei Minseok junto com Leo, fiquei com raiva do quanto eles estavam juntos, mas não tinha raiva dele, tinha raiva de mim e do que fiz.

-Eu sou mesmo um idiota.

-Você não vai se meter no namoro dos dois não é? Sei que eu deveria dizer algo como "lute por ele", mas se você já fez besteira acho que deixá-lo ser feliz é o suficiente.

-Eu sei. -Sentei bem longe dos dois e observei os carinhos que mantinham entre si, Leo cuidava bem dele e o fazia sorrir, em pouco tempo que passei com Minseok sabia bem qual era seu sorriso verdadeiro.

-Vai sentir mais dor se olhar.

-Vou me sentir melbor se souber que ele cuida bem do Min. -Ailee mexeu em meu cabelo e sorriu triste, como eu o queria de volta, não sabia como conseguir ou se ainda tinha esse direito, eu sabia que estava apaixonado.

 

Minseok On

Era a primeira vez que eu estava vendo Jongdae junto de sua namorada, ela era linda, isso não poderia se tornar ainda pior do que já estava, era doloroso mesmo que Leo estivesse ao meu lado.

-Você quer sair daqui?

-Tem aula ainda Leo, e eu preciso superar, se de algum modo ele está feliz então acho que tudo bem. -Deitei minha cabeça em seu colo.

Mesmo que apenas por dois dias, tem sido difícil esquecer os toques ou as palavras de Jongdae, todos os dias era mais insuportável ainda o ver. Luhan tinha me contado sobre seu namoro, como se conheceram e que ela tinha feito uma viagem, contou o quanto Jongdae gostava dela e que nunca tinha pensado em trair sua namorada. Me senti mal, mesmo sem ser minha culpa, ninguém merecia uma traição, ela pode ser ruim ou qualquer coisa mas o namorado era dela e eu fui o invasor mesmo sem saber.

Desde que a vi procurei fugir, não queria que ela me desse sequer um bom dia ou eu me sentiria ainda pior, como seria encarar a namorada do cara que eu fiquei? Será que ela sabia? Será que não sabia? Não tinha como descobrir e a culpa podia ser algo que consome muito, algo que destrói.

-Esse fim de semana você gostaria
de sair para algum lugar? Pensei em um cinema ou algo assim, só não quero que você fique se sentindo pior.

-Obrigado Leo, você é um cara incrível demais, eu quero ir a qualquer lugar que você me leve. -Passei os dedos por seu rosto, como eu queria amar Leo, como eu queria aceitá-lo rapidamente em meu coração. -Por que não podia ser você?

-Pode ser se você quiser. -Puxei Leo pela nuca e selei nossos lábios, o beijo era doce, simples e cuidadoso como ele todo. Leo me tratava como um príncipe ou um bebê, eu gostava da atenção que ele me dava sem ser bruto demais, sem forçar sexo como Jongdae tinha feito.

-Eu quero que seja, eu desejo que seja você em meu coração Leo. Você já está habitando nele, basta tomar o controle total.

-Só me peça para fazê-lo, se você estiver realmente disposto a esquecer tudo o que viveu com Jongdae, tudo o que teve, tudo o que sentiu e ouviu.

-Eu quero. Por favor me faça te amar, precisamos de uma chance.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...