História Love No Youkai - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Ichigo Kurosaki, Rukia Kuchiki
Tags Fantasia, Gravidez, Ichigo, Princesa, Rukia, Youkai
Exibições 39
Palavras 1.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - A aluna chamada Riruka


Fanfic / Fanfiction Love No Youkai - Capítulo 5 - A aluna chamada Riruka

…... Rukia…...


-Rukia-san, você estava sozinha com o sensei agora há pouco, não é?-a garota bonita falou, sua voz é linda e delicada. Tive inveja. -Por acaso você e... o Kurosaki-sama...tem algo rolando entre vocês?

Arregalei os olhos, porque ela pensou isso? Ela fechou os olhos, parecia implorar que eu dissesse não. Mas é a verdade, eu não tenho e não teria nada com ele.

-Não! -quase gritei. -Ele só pediu para falar sobre a matéria. -ela pareceu relaxar. -Não sou uma perseguidora ou coisa do tipo.

Ela sorriu alegre e disse.

-Sério?! Que bom.

-É!

Ela sorriu para mim, e pude perceber que eu nunca a tinha visto antes. Era como se ela nunca fosse da minha sala antes. Eu sei que às vezes não sou a mais atenta, mas não sou tapada o suficiente para nunca perceber uma linda garota como ela. O dia estava bom e calmo, mesmo os youkais ao meu redor tentando me importunar. Estávamos sentadas num banco no jardim. Eu estava constrangida com a aproximação da garota que me olhava intensamente. Ela corou.

-Também queria pedir...pra que você... não se aproxime mais do Kurosaki-sama. -Gelei com esse pedido, tinha de admitir que isso seria difícil de fazer. Ichigo sempre estava no meu encalço, dá um perdido nele seria meio que impossível. Mas sorri, senti uma gota de suor descer da minha têmpora. Levantei a palma da mão em juramento.

-Pode ficar despreocupada...eu não vou me aproximar dele. -mas o que eu queria falar mesmo era: Ele é um monstro, um youkai. Ele só tá te fazendo de idiota.

-Okay! -ela se agitou dando uns risinhos alegres. Logo seus olhos castanhos se focaram em algo atrás de mim.

-O que foi? -perguntei à ela é me virei para ver também. Era o Ichigo.

-Kurosaki-sama. -a garota alargou o sorriso. Ichigo fez um aceno de mão me chamando. Fiz menção em levantar mas ele me deteve. “O que ele quer agora?” -pensei entediada.

-Não você, Kuchiki Rukia. -ele apontou para a garota linda que ficou tão vermelha que jurei que ela iria desmaiar. -Ela! Preciso falar com você.

-Eu? -ela exclamou feliz.

Meu coração se agitou. Ichigo me olhou de soslaio e sorriu prepotente. Isso me irritou.

-Venha não posso falar aqui. -ele disse tomando a mão da garota entre os seus. Ela parecia a pessoa mais feliz do mundo. Ela se virou para mim e disse:

-Kuchiki-san, sobre o que conversamos antes…

-Não se preocupe...tudo bem! -acenei fingindo um sorriso falso. “Nem precisa pedir” -pensei vendo os dois sumirem entre as árvores.

O resto da manhã foi repleta de esquivas e esconde-esconde. Minhas pernas doíam, fazia muito tempo que eu não andava tanto, ou agachava e pior ainda corre. Bufei feliz, finalmente o sinal tinha tocado.

-Kuchiki-san, o professor está te chamando. -um garoto veio me avisar.

-Eu não vou. -falei.

-Mais... é o professor Kurosaki…

-Já disse… -me levantei agarrando minha mochila. -...diga que já sair.

O garoto correu até a mesa do Ichigo e cochichou algo. Ele me olhou sob os óculos. Virei o rosto e rumei para fora da sala.

No dia seguinte foi a mesma maratona. Quando nós não encontrávamos no corredor, começava minha correria, na sala de aula todas as perguntas dele eram para mim, coisa que era difícil de deter.

Os youkais estavam piores, estranho mais ainda que o normal. Agora se agarravam em mim. Meus braços e pernas estavam pesadas e minhas costas doíam. Eles estavam me sugando, toda minha energia parecia desaparecer.

-Então se o Ichigo não está perto de mim… -arfei cansada. -... Vocês aproveitam a oportunidade. -falei para mim mesma me acomodando num banco de madeira branca embaixo de uma árvore no jardim da escola. Mesmo que o Ichigo não goste de mim...ou que ele seja amigável com todo mundo, não tenho o direito de ficar magoada com ele.

-O que foi, Kuchiki-san? Você parece meio triste.

Levantei meu olhar e sorri forçado para aquela garota linda de antes. Levantei sem jeito.

-Riruka-chan! -falei.-Não é nada.

-Você está curiosa pra saber o que eu e o Kurosaki-san falamos ontem? -ela sorriu meiga. Uma centelha de curiosidade me fez corar. -Chegue mais perto então.

Me aproximei. Ela sussurrou no meu ouvido.

-Sua idiota!

Uma dor excruciante martelou no meu ombro me fazendo gritar. Riruka se afastou sorrindo diabolicamente. Movi meu pés, mas num solavanco ela me empurrou. Caí de joelhos. Senti algo escorrer pelo meu braço, um líquido quente e espesso. Sangue...era sangue.

-Ah...o que você fez comigo? -minha voz saiu trêmula. Meu ombro ardia como se tivesse pegando fogo.

-Vou esperar o veneno fazer efeito. -ela bateu palmas. A língua lambendo os lábios besuntados com meu sangue. -Até porque você é minha amiga, Kuchiki-san. -ela saltitou. -Depois que você morrer vou devorar seu corpo. Gelei, se ela fez isso comigo porque diz que sou sua amiga, imagina o que faria se eu fosse inimiga.

-Isso mesmo. -ela se vangloriou. -Essa é minha verdadeira forma. -ela disse se transformando. Seus cabelos antes curtos se alongou e seus olhos antes castanhos, agora eram vermelhos sangue e os dentes...antes lindos agora pontudos e pitorescos.

Riruka abaixo-se e segurou meu queixo.

-Se eu comer a Kuchiki-san, minha rival no amor... então ganharei vida eterna e o Kurosaki-san, não é?

Baixei os olhos fitando meu joelho. Ela beijou a ponta do meu nariz e sorriu.

-Eu realmente quero o Ichigo. -falou. -Não existem tantos youkais fortes e bonitos como ele por aí e melhor ainda sendo metade shinigami. -ela suspirou apaixonada. -Obrigada por não ter se aproximado dele esses dias. -ela beijou meu rosto pude sentir sua língua na minha pele. -Isso me dará tempo para te devorar antes que ele chegue correndo para te salvar.

“Ichigo” -implorei mentalmente que ele me salvasse.

-Correndo? Esqueceu que posso usar shunpo? -a voz grossa dele me arrebatou. Ichigo. -Riruka-chan! A serpente branca sorrateira.

Riruka tremeu e me empurrou.


                                           …..Ichigo….

Rukia se encolheu, seu rosto se formou em uma careta de dor. Meu interior fervilhou de ira. -Mate-a!

-Eu te disse...se fizesse algo com a Rukia eu iria matá-la.

Rukia me encarou, os olhos cheios d'água. Apertei os punhos.

-Ichigo. -ela sussurrou cansada. Olhei para Riruka e num piscar de olhos agarrei seus cabelos longos. Ela gritou. Ela inutilmente tentou se soltar, mas logo desistiu sentindo o couro cabeludo ser puxado com o agito.

-Que cruel! Sabendo dos meus sentimentos por você e me trata assim? -ela vozeirou irritada choramingando.

-Não tenho interesse em você. -falei me virando para olhar Rukia. Que chorava. -Não tenho interesse em qualquer outra mulher que não seja...a Rukia.

Riruka sorriu.

-Então Rukia morrerá… -as lágrimas rolavam pelo seu rosto, mas o sorriso está lá. -...se não à tratar logo. Não há antídotos então sua única saída é sugar o veneno, mas…. -firmei meu aperto em seus fios rosados. -.. Ela é forte em youkais do que em humanos. Se não tomar cuidado morrerá também. O que irá fazer?

A larguei.















Notas Finais


💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...