História Love Of a Vampire - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Bruxas, Haruno Sakura, Itasaku, Lobisomens, Sasusaku, Sasusakuita, Uchiha Itachi, Uchiha Sasuke, Vampiros
Visualizações 56
Palavras 901
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus amores,tudo bem?!
Bom vim aqui com mais uma história para vocês e sei que tenho outras duas fic's para atualizar mas enfim.!
Boa Leitura!!

Obs: capítulos narrados por Sasuke, Sakura e Itachi.

Capítulo 1 - Capítulo Um


Fanfic / Fanfiction Love Of a Vampire - Capítulo 1 - Capítulo Um

              *Prólogo*


 Primeiramente deixe-me apresentar-me. Sou Uchiha Sasuke dono de cabelos lisos negros assim como os olhos, tenho o corpo musculoso -sei que muitos homens tem inveja de mim- sou órfão, bom na verdade eu tinha uma família mas eles já morreram assim como todo o clã Uchiha. Meu pai -Uchiha Fugaku- era bastante conhecido por ser um famoso caçador de seres sobrenaturais como bruxas,lobisomens e os famosos vampiros. Minha mãe -Uchiha Mikoto- fora uma excelente costureira na época, mamãe trabalhava na cozinha da velha mansão que vivíamos -eu ainda permaneco morando na mesma- , depois de descobrir uma possível doença que a deixou paraplégica da cintura para baixo, Dona Mikoto passou a trabalhar com a costura que a deixava mais famosa que já era. Eu também tinha um irmão, -Uchiha Itachi- ele sempre foi a pessoa que mais confiei na vida. Itachi servia a famosa sede Ambu que requeria bastante força e inteligência para combater qualquer ser vivo que ousase invadir a aldeia em que vivíamos. 


 Ambu era uma organização que protegia a pequena aldeia onde vivíamos , os Ambu's depois de um possível ataque de vampiro que envolveu uma família inteira inclusive o pequeno cachorro Akamaru que sofreu junto de seus donos, passaram a plantar plantas que continham uma cor azulada que tinham o incrível poder de ferir os vampiros.


 Bom agora que já me apresentei vou contar um pouco da minha estória e como fui transformado.


 Quando eu tinha 17 anos conheci uma garota chamada Sakura, ela era incrivelmente linda , tinha longos cabelos róseos que batiam em suas nádegas, tinha lindas orbes verdes esmeraldinos e um corpo malditamente gostoso. Seu pequeno corpo continha curvas muito bonita por sinal, Sakura tinha seios medianos e firmes, nádegas redondas e empinadas e coxas torneadas e grossas.


 Sakura nunca me dissera seu sobrenome ou idade mas nunca me importei com isso, preferia ficar mil vezes adimirando sua beleza do que ficar a interrogando para sobre sua vida. Como qualquer ser humano tem defeitos Sakura também tinha os seus, a rosada poderia ter um rostinho lindo e maravilhoso mas o defeito de Sakura era seu orgulho e arrogância. Sakura sempre foi aquela garota que só se importa consigo mesmo e que tudo ao seu redor não vale nada para si.


 Sakura e Itachi também se envolveram ao longo dos dias criando entre eles um vínculo de amizade causando-me uma pitada de ciúmes já que eu desejava tê-la como esposa.


 Começamos a nos envolver a partir do nosso primeiro beijo, Sakura era doce e amarga , dois gostos que juntos acabam sendo perfeitamente saborosos. Nunca tranzamos nessa época, trocamos carícias , usamos as mãos mas nunca nos deitamos juntos até aquela noite fatídica.


 Quando emfim fiz meus dezoito anos Sakura passou a ser mais atrevida com suas ações, me provocava de qualquer maneira possível até que emfim nos deitamos e nos amamos a noite inteira.


 Confesso que passei a ama-la desde o momento em que senti nossos lábios colados mas todo aquele amor se transformou em ódio a partir de o momento em que senti suas presas cravando em minha pele sugando meu sangue apertando-me contra seu corpo.


 Ainda me lembro perfeitamente de como ocorreu a transformação que fora no mesmo dia em que nos deitamos pela primeira vez. Após longos minutos sugando e saboreando meu sangue eu já me sentia tonto e fraco a ponto de fazer minha vista ficar turva mas pude ver claramente quando Sakura se afastou, seus olhos estavam vermelhos e veias roxas saltavam em volta dos mesmos enquanto sua boca estava entreaberta suja de meu sangue e suas presas estavam longos enquanto fitava meu pescoço com um olhar faminto. Também me lembro de quando Sakura mordeu o próprio pulso pressionando-o contra minha bolsa obrigando-me a chupar as gotas de sangue que escorriam por seu pulso. Depois de beber seu sangue Sakura afastou seu pulso da minha boca e sussurrou um “Me desculpe” Antes de quebrar meu pescoço.


 Foi completamente assustador acordar no outro dia completamente diferente do dia anterior, eu podia sentir podia cheiro das coisas em longa distância também podia ouvir barulhos inaudíveis para um ser humano normal e também sentia uma sede descontrolada por sangue. Naquele momento eu não me lembrava de nada, as lembranças retomaram em minha memória quando toquei meu pescoço que ainda se encontrava dolorido por conta da mordida. Aquele dia foi a pior experiência da minha vida. 


 Sakura?


 Depois daquele dia não a vi mais e nem fiquei sabendo de mais nada sobre ela. Para minha surpresa ela havia deixado um anel que me permitiria andar no sol -coisa impossível para vampiros-. Aprendi a controlar a sede de sangue com a ajuda de outra vampira chamada Rin , uma vampira de 239 anos, bem mais velha não?


 Com a ajuda de Rin descobri que posso controlar as pessoas usando um poder ocular bastante satisfatório que me ajudou a sobreviver ao longo dos anos.


 Itachi também desapareceu junto de Sakura, não duvido nada de que ela o tenha transformado já que eles se deitaram bem antes de nós -Sakura e eu- termos nossa noite prazerosa mas no fim acabou com uma tragédia.


 Bom, se passaram exatos 118 anos sem notícias dela e agradeci por isso já que não espero encontra-la tão cedo e nem tão tarde.


 Me mudei para Konoha este ano -2014- e vou tentar recomeçar minha nova vida entre os humanos…


 Continua




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...