História Love of Hybrids - (Interativa BTS) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hope, Hoseok, Hybrid, Interativa, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Suga, Tae, Yoongi
Exibições 23
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Esporte, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi
demorei né?
me desculpem
é que...ah, pra quê mentir né?

eu estava sem inspiração nenhuma pra escrever.

estou com problemas no meu little heart, mas a minha abençoada mãezoca disse "não quero a minha filha sofrendo por macho". Ela devia ser a pensadora contemporânea do século.

[alerta de várias referências do wtf bangtan💙]

enfim, espero que gostem e boa leitura pequenos <3

Capítulo 10 - .fighting among us(part2)



》Point of View Lya《


[12:37 P.M]


Ele consegue se defender com a droga de um escudo que quase quebrou minha mão, parecia que estava na defensiva. Estava na hora de mostrar todos os meus ataques para o Park, meu outro lado sério e frio...Pego uma das espadas que Jin havia deixado apoiadas na beira das escadas, e o ataco girando a espada, provocando um pequeno corte em seu braço. Ele pega duas pequenas machadinhas e tenta me acertar com ambas, mas como sou rápida desvio dos ataques e acabo machucando ele no pescoço, bem na jugular.


Jimin: Ouch! - ele grita, se sentando no chão - Porra, Lisa...


Jin: Não se fala porra, se fala esperma! - ouço o castanho gritar de longe - Xinga, mas xinga com educação.


Lya: Você consegue continuar? - pergunto, preocupada - Está bem?


Jimin: Sim...mas alguma de vocês por acaso tem o poder de cura? - ele corre os olhos pelas meninas - Uh?


Nana: Eu tenho! - ela se aproxima muito dele e passa a mão pelo ferimento, fazendo-o sumir - Prontinho.


Reviro os olhos e o ruivo se afasta dela e chega bem próximo de mim, deixando um beijo em minha testa e sussurrando "Ciúmes?", enquanto ria sarcasticamente e voltando para o posto inicial.


Jimin: Anda, vamos. - ele se recoloca na defensiva e resolve brincar - Ainda tenho que te machucar também, como vingança.


Largo a espada longe de mim e começo a fazer giros na palma de minha mão direita, e em seguida observo todo o resto ao meu redor ser envolto por um manto de poeira e todo mundo indo se abrigar na casa. Jimin estava tentando levantar vôo - sem sucesso, obviamente. Ele ri sarcástico e seus olhos ficam cinzas, e das suas pequenas mãos saem raios luminosos.


Jimin: Controle dos elementos da natureza? - ele joga a cabeça para trás, ainda rindo - Pena que posso invocá-los, mesmo que não estejam presentes.


O ruivo tenta acertar um raio em minha cabeça, mas desvio e corro rapidamente para perto dele, o prensando na parede da parte de fora casa.


Suga: Agora fodeu-se.


Tento entender porquê o menino dos cabelos verdes falou isso, e quando olho novamente para frente, Jimin está avançando furiosamente em meu pescoço.


Lya: Porra, Jimin! - grito quando ele me morde - Caralho!


Passo a mão pelo lugar que ele mordeu e aquilo era...sangue? Meu sangue? Sento no chão, fingindo chorar, e espero dois braços me envolverem para atacar, mas antes disso ouço outro berro do mais velho ali.


Jin: Park Jimin, o que você fez?! - parece que ele estava tentando vir até nós, mas alguém o impede - Eu preciso ir até lá!


JK: Não, Jinnie. - ouço o moreno gargalhar alto - Agora que as coisas vão ficar realmente boas.


Faço uma nota mental de agradecer o menor depois, e me desfaço do aperto do menino de cabelos ruivos. Pego os dois braços dele me levantando e prendo atrás do mesmo, e por consequência prendo suas asas junto, aproveito a chance para retribuir a marca que ele deixou em mim, mas em seu ombro.


Lya: Nunca deixe seu oponente te distrair. - solto o ruivo e ele sorri, se aproximando - Foi uma boa luta, você tem bastante força.


Jimin: Concordo, moça. - ele coça a nuca - Mil perdões pela mordida...


Lya: Peço o mesmo pelo pescoço. - ambos rimos - E...pela outra mordida.


O Park chega mais perto de mim e deposita um demorado beijo em meus lábios, e em seguida nos damos um forte abraço caloroso.


Jin: Vocês queriam se matar? Eu falei pra pegar leve! - ele dá um tapa em nós dois na cabeça - Nari, por favor, cure novamente esses dois lesos.


Nana: Claro, Jin! - ela passa as mãos pelos nossos ferimentos e sinto a dor passar - E agora, quem vai lutar?


JK: Isih e Tae, moça. - ele sorri - Que vença o melhor!


Jin: Não dêem uma de Lisa e Jimin, por favor. - ele revira os olhos - Tentem permanecer sem se machucar gravemente.


Tae: Tudo bem, Jin. - ele responde o menino e em seguida se dirige à oponente  - Boa sorte, Galaxxye!


》Point of View Isih《


[13:11 P.M]


Eu estava muito nervosa, não queria bater em Taehyung, ele foi um amor comigo e atingir ele seria como atingir a mim mesma, entendem?


Suga: Anda, porra! - vejo o menino correndo para perto dos outros e gritando - Se ataquem logo!


Respiro fundo e espero o resto dos meninos se afastarem bem para pegar uma das machadinhas usadas antes por Jimin, e fico tentando lembrar como girar a mesma. Enfim, Tae havia "projetado" um escudo que parecia ser feito de plasma, e um tipo de katana com fogo vermelho em volta. "Apelão do caralho" penso enquanto pego um escudo de madeira normal - duvido muito que vá me proteger.


Tae: Pronta? - ele pergunta para mim e simplesmente assinto - Então vamos lá!


O garoto começa me atacando, e por sorte o meu escudo conseguiu aguentar bem o ataque da katana de fogo, a qual achava que iria me partir em dois no primeiro golpe. Revido o ataque com dois giros na machadinha, mas acabam sendo muito baixos e provoco apenas um corte em sua perna direita.


Tae: Falta-lhe força? - ele pergunta, sarcástico - Podemos fazer uma pausa se quiser...


Isih: Tá brincando? - reviro os olhos - Acabamos de começar.


Fiquei com muita raiva quando ele satirizou minha força e começo a atacar Taehyung desgovernadamente, como se fosse matá-lo, mas ele consegue se defender de todos os golpes.


Jin: Ou! - ouço Jin chamar minha atenção - Eu sei que ele é chato, porém ainda quero ele vivo, ok?


Tae: Ei! Eu estou aqui!


Aproveito que o menino reclamão se distraiu e pego outra arma, no caso uma espada azul e ataco o mesmo no abdômen, mas o que eu ainda não tinha percebido é que ele tem poder de auto-cura, que desgraça!


Tae: Vamos lá, eu ainda não mostrei meus ataques! - ele avança para cima de mim - Xurumela!


Primeiramente: o que diabos ele falou? Segundamente: ah claro, era o encantamento da espada que por acaso me queimou intensamente no braço. Grito de dor, sentindo meus olhos ficarem pesados, e antes de cair por terra a última coisa que ouço é Jin berrando juntamente com o menino que me atacou.


Notas Finais


antes de me xingarem nos comentários, gostaria que soubessem: eu nunca havia "narrado" uma luta antes. Nenhuma cena de ação ou algo parecido. Levem em consideração...

enfim

espero que tenham gostado, e no outro cap terá mais tretas... :v

*little question: (pequena pergunta, pra quem não sabe. Vai que...né?)

Vocês gostam quando tem palavrão nas falas ou querem que eu tire? Deixe a resposta nos comentários💙

beijos ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...