História Love Of Life - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Bradley Simpson, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Ed Sheeran, Frankie J. Grande, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Saylor, Vercy
Exibições 175
Palavras 2.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Pronto, como eu havia prometido, aqui está a segunda parte. Espero que tenham gostado e quero meus comentários, eles incentivam e mostram que realmente vale a pena continuar. Beijos e obrigada a todos que comentam e favoritam. Boa leitura!

Capítulo 10 - So this is where it starts?


Fanfic / Fanfiction Love Of Life - Capítulo 10 - So this is where it starts?

O ciúme nasce sempre com o amor, mas nem sempre morre com ele.

François de La Rochefoucauld

Abril 2017, 11:38 A.M

Cindy Cristy POV

   Lucy e Vero estavam mais afastadas do pessoal, estavam aproveitando para namorar um pouco.

Vero: Eu gostei dessa amiga da Taylor.

Lucy: Educada, simpática e bonita.

Vero: Só acho que você só deve chamar a mim de linda, mas né...!

Lucy: Ciúmes Vero? -Disse bicando os lábios da namorada-

   Enquanto isso Brad pegava o seu violão e sentava-se em um banquinho, não queria encostar na borda porque água e instrumentos não combinam. Lauren não sabia para onde olhar. Camila ou Brad. Camila estava lindamente olhando tudo com um misto de curiosidade, já Brad sorria galanteador para Lauren, mas olhava para os outros também.

 

Cause all I wanna be. Yeah, all I ever wanna be, yeah, yeah. Is somebody to you.

The Vamps Feat. Demi Lovato (Somebody To You)

Abril 2017, 11:41 A.M

Lauren POV

   Brad alternava seu olhar entre os convidados e eu. Meu pai as vezes o fuzilava com os olhos. Ele é fofo! Mesmo quando está com ciúmes dos filhos, aliás, das filhas. Brad escolheu para cantar, uma música de sua banda com a participação da Demi, “Somebody To You”. Eu amo essa música deles.

   Camila parecia perdida com tudo isso. Eu não podia deixar de admirar quão bela é essa mulher. Enquanto tudo isso passava em minha cabeça, Frankie chamava Normani, Vero e Lucy para brincar.

Frankie: Vamos brincar de briga de galo? -Questionou animado-

Normani: Vamos. -Proferiu tão animada quanto- Vou em suas costas Gazela.

   Gazela é um dos apelidos carinhosos que colocamos no Frankie. Ele nem liga para isso. Temos outras opções como Purpurina e mais outros que no momento não me recordo.

Vero: Se preparem para perder. Vem Lucy.

   Lucy foi para borda da piscina e de lá, subiu nos ombros da namorada que prontamente passou os braços pela coxa da latina. Eu olhava rindo para tal cena. Sofia também soltava uma gargalhada gostosa. Taylor estava por trás da mais nova, com seus braços em torno da cintura da amada.

Vero: Lu, pelo amor de Deus. Segura! -Disse ao ter que firmemente segurar Lucy pelas coxas ao sentir que a mesma tinha balançado legal-

Lucy: Bitch, please?!

   Normani e Frankie estavam dando um banho nelas duas, Lucy não podia com Mani nem aqui nem na China. Dinah olhava atenta os “golpes” da morena enquanto torcia por eles dois. Chris tentava ajudar Lucy a se concentrar e atacar também, mas ela estava mais rindo que outra coisa.

Eu: Melhor de três, não? -Perguntei quando por fim, Lu foi derrubada-

Frankie: Mesmo não sendo justo, vamos aceitar né, Manibear?

Normani: Não fugimos a luta.

Lucy: Culpa sua que não me segurou, Veronica. -Falou batendo no ombro de Vero que estava tão emburrada quanto- Presta atenção Veronica.

Vero: Calma amor. Ok, vou prestar atenção.

Eu: Além de passiva é pau mandado, -Falei me acabando de rir-

Vero: Tomar bem no meio de seu cú, sua braquela azeda dos infernos.

   A gargalhada foi geral de quem estava por perto. Camila tinha um sorriso de canto. Eu provavelmente estou vermelha de rir e de vergonha também, venhamos e convenhamos, não é legal receber esse tipo de resposta, enfim, nem ligo muito para isso.

   Depois de mais alguns resmungos por parte de Vercy, enfim começamos a segunda partida. Eu me tornei a juíza. Frankie e Normani novamente venceram, mas dessa vez foi por muito pouco, Iglesias e Vives estavam mais atentas ao jogo.

Eu: Mesmo que Lu e Vero vençam, não tem como tirar o título de Frankie e Moani.

Luvy: Mas mesmo assim iremos competir. -Falou toda metida, contudo brincando-

Sofia: Já vi que você gosta de sofrer, Ve.

Taylor: Seria Veronica Iglesias uma sadomasoquista? Lu, cuidado.

Vero: Essas pirralhas estão merecendo uns tapas isso sim.

Eu: Deixem de mimimi e se encaminhem para suas posições.

   Eles ficaram frente a frente e por fim iniciei a partida. Essa foi acirrada. Mani estava bem desiquilibrada, enquanto Frankie mandava apoio moral para sua parceira.

Frankie: Mani, eu acredito em você, vamos vencer, só falta essa.

   Em um golpe rápido e certeiro, Vero passou uma rasteira em Gazela que desceu com tudo e inclusive com Mani em seus ombros. Chris estava rindo que só. Frankie quando subiu, tinha todo seu topete no rosto. Mani estava com uma cara nada boa, sabia que aquilo teria volta.

Normani: Acho bom, acho muito bom vocês duas dormirem de olhos abertos. -Ameaçou com um olhar psicopata-

Lucy: Amor, é nessa hora que corremos? -Perguntou baixinho, mas ainda assim audível-

Vero: Eu só acho que correr não vai adiantar de nada.

   No mesmo instante Frankie e Normani começaram a rir e afogar o casal que ria também a medida do possível, claro.

 

Cultive novas amizades. Ganhar amigos, é melhor que ganhar na mega-sena. São como um prêmio que só acumula à medida que o tempo passa.

Léo Ferreira

Abril 2017, 11:58 A.M

Camila POV

   Estava concentrada em ouvir a música cantada por Brad e observar a interação dos amigos dos jovens Jaureguis. Não pude deixar de me lembrar dos meus amigos, Troye e Shawn, ah que saudade deles. Saudade dos meus pais, do meu velho...! De minha mamãe. Saudades de tudo, mas principalmente de minha Lolo.

   Saí de meus devaneios com a aproximação do Chris de onde Dinah e eu estávamos. O rapaz é bonito e simpático. Trazia no rosto o aparente sorriso galante e charmoso dos Jaureguis.

Chris: Como vai Camila? Está gostando? -Pergunta educadamente enquanto Dinah olhava sua aproximação por canto de olho-

Eu: Vou bem obrigada e estou gostando, sim. Seus amigos e sua família, são todos muito simpáticos.

Dinah: O que você quer Bolton?

Chris: Nada Bolt.

   Ok. Boiei, mas eles ao perceberem minha confusão, trataram logo de me explicar.

Dinah: Mila, o chamo de Bolton porque ele tipo o Troy de High School Music, atleta, lindo e adorado por as gatinhas da faculdade, no caso... -Chris a interrompeu levemente quando ela finalizou essa parte-

Chris: E eu a chamo de Bolt porque ela corre tanto quando o jamaicano. -Falou se acabando de rir- {n/a: não posso deixar passar o dia do slime kkkk}

Eu: Vocês são engraçados. -Falei sorrindo- Mudando de assunto, vocês estudam ou cursam o que? -Questionei interessada-

Dinah: Vou te situar. Laur e eu fazemos música, Allypapa faz medicina junta da Lucy, Vero e Frankie fazem artes cênicas e Mani faz dança, estamos bem adiantados, digo, quase formando.

Chris: Já eu faço engenharia mecatrônica, enquanto a Sofi e a Tay estão no ensino médio ainda!

   Sei que meus olhos brilharam em excitação ao ouvir a citação. Era da minha área que ele estava falando. Engenharia avançada, a minha, mas no final das contas, uma tem a ver com a outra. {n/a: ironicamente ou não, essa seria uma das minhas ultimas escolhas, muita conta, muita coisa... Não! Prefiro minha futura faculdade de gastronomia}

Eu: Nossa, que legal! Eu fazia engenharia avançada, é um pouco mais complexa que a mecatrônica.

Chris: Aonde? Deve ser muito legal!

   E agora? Eu falo a verdade? Eu omito? Não sei o que fazer. A essa altura, o sangue já deve ter parado de circular por meu corpo.

Eu: Digamos que futuramente essa faculdade exista.

   Fui salva por Taylor que se aproximava de nós três, creio que ela percebeu minha possível palidez e cara de pânico. Que gafe, Camila Cabello!

Taylor: Mila, quer alguma coisa? Estão lhe tratando bem?

Eu: Sim Taylor! Obrigada. -Tomei coragem e perguntei- Tay, você poderia me informar aonde fica o toalete?

Taylor: Claro, vamos lá.

 

Nostalgia de tantos momentos bons e com pessoas maravilhosas. E a certeza que fica é de que eu jamais me esquecerei delas e do quão foram e são especiais para mim.

Bruna Tavares

Abril 2017, 12:11 P.M

Lauren POV

   Quando vi Taylor saindo com a tal Camila, vi um bico instantâneo nascer nos lábios de Sofi, minha irmã está fodida com uma namorada tão ciumenta assim. Sorri levemente com meus pensamentos.

Eu: Você quer que eu vá lá?

Sofia: Sim, ela me largar aqui na piscina para subir com a estranha, é no mínimo sacanagem.

Vero: Fica assim não pirralha, ela já deve estar voltando.

Eu: Fica aqui que eu vou lá falar com ela.

   Brad piscou para mim e engatou uma conversa com minha mãe. Ela o respeita, já meu pai não o tolera. Ao sair da piscina, os meus amigos começaram a gritar.

Frankie: Gostosa, me possua.

Vero: Sorte sua que eu estou comprometida, caso contrário já íamos fazer uma rapidinha ali. -Preciso dizer que ela levou um tapa bem dado da amada?-

Eu: Me respeite. -Falei rindo-

   Brad olhava tudo com uma cara não tão boa, ele com certeza não gostou dos comentários, meu pai apenas sorria junto com Chris, eles sabem que é brincadeira. Me virei e fui em direção ao pequeno vestiário que ali tem. Peguei um roupão e me vesti. Fui caminhando em direção a dentro da casa. Taylor vinha descendo as escadas sem a Camila.

Eu: Está fazendo o que por aqui? -A questionei com uma sobrancelha arqueada-

Taylor: Eu vim trazer a Camila ao banheiro.

Eu: Sua namorada está se roendo de ciúmes. -Falei me encostando a parede-

Taylor: Ainda não entendi o porquê de tanto ciúmes. Acho até que as duas se parecem.

   Parei um pouco para pensar e avaliar a situação em questão. Realmente Camila lembra a Sofi, ou seria a Sofia lembra a Camila? Não sei, mas realmente as duas se parecem. Eu não havia parado para avaliar e/ou comentar.

Eu: Você está supondo que...?!

Taylor: É muita coincidência Laur, ambas têm o mesmo sobrenome, Cabello Estrabao e acima de tudo, se parecem.

Eu: Será que elas têm algum parentesco? -Recorri intrigada-

Taylor: Ainda não sei, mas vou descobri...

   Ela desceu as escadas, disse que ia voltar e me pediu que conduzisse Camila de volta para a área que estávamos anteriormente. Assim fiz, contudo, fiquei mais uns minutos indeterminados pensando sobre o assunto. Quando por fim me movi, fui em direção ao corredor que dava acesso ao banheiro.

   Ao chegar lá, dei de cara com Camila olhando as fotos que ficavam em cima de uma mesinha. Ela estava com um porta retrato nas mãos, sei bem qual foto é. Uma onde estamos na formatura do Chris, a formatura do colegial.

   Foi um dos dias mais importantes e mais lindos da minha vida. O discurso emocionado dele, que foi escolhido para representar a turma, foi absolutamente perfeito. Fizemos uma festa imensa onde todos os familiares e amigos estavam presentes. Fiquei tão orgulhosa do meu irmão, que não me contive, compartilhei em todas as redes sociais.

Eu: Bela foto, não? -A questionei, vendo dar um sobressalto-

Camila: Nossa, você me assustou! -A mão no peito, tentava aparentemente acalmar o coração-

Eu: Perdão, não era essa a intenção. -Pedi francamente-

Camila: Fique tranquila, tomei meus remédios hoje. -Falou naturalmente, o que me fez franzir a testa em confusão-

Eu: Bom... A Taylor foi tentar acalmar a namorada, decidi te esperar.

Camila: Oh claro. A Sofia tem uma certa antipatia comigo. -Sorriu levemente-

Eu: Não ligue, ela é uma boa pessoa.

Camila: Certamente não duvido que seja. -Olhou para mesma direção em que eu olhava e viu que ainda estava com o porta retrato nas mãos- Perdão, estava apenas admirando.

Eu: Relaxa.

Camila: Sinto falta da minha família! -Proferiu nostálgica-

Eu: Você mora aqui sozinha?

Camila: Tecnicamente sim. Meus pais ficaram lá. -Seus olhos baixos denunciavam tamanha tristeza- Mas o que não fazemos por amor? -Riu triste-

Eu: Veio atrás do namorado?

Camila: Mais ou menos isso. -Depois de uns breves segundos ela se pôs a foto em seu devido local e se virou para mim- Vamos? Perdão pela invasão!

Eu: Nem esquenta com isso. Quando se tem uma Dinah em sua vida, você entende que isso é o de menos.

   Camila riu baixinho e me acompanhou em direção a área de lazer. Quando chegamos lá, Brad estava dentro da água, Vero e Lucy deitadas em espreguiçadeiras tomando um solzinho básico, Mani e Dinah conversavam supostamente sobre a Queen B delas, Frankie tirava fotos enquanto o Chris conversava com o casal Saylor. Eu as apelidei nesse curto tempo de namoro.

Eu: Vamos para água?

Camila: Vamos. -Ela que estava com uma canga, prontamente a tirou jogando em um canto qualquer-

   Meu pai estava assando uma carne na brasa. Quando fomos ao Brasil, ele se apaixonou pelo churrasco brasileiro, então sempre que pode, tenta simular um aqui em casa. Até o tempero ele tenta achar os mesmos.

Camila: Você e Brad namoram a quanto tempo? -Indagou aleatoriamente-

Eu: De namoro mesmo temos três anos, contudo estamos noivos a pouco mais de uma semana.

Camila: Fico feliz por vocês.

   Ficamos em silêncio, enquanto o som alto tocava pelas caixas de som. Me afastei um pouco de Camila e fui em direção a Brad.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...