História Love of twins - YoonMin - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Topp Dogg
Personagens Baekhyun, B-Joo, Chanyeol, Hansol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kidoh, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Chanbaek, Jikook, Kidih, Namjin, Twins, Vkook, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 105
Palavras 2.287
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eee
Acabou. Fdp, vai ter segunda temporada
Ae karai
Bora fazer um velório
Pq?
N sei.

Capítulo 40 - Chapter Forty



Jimin pov's


Yoongi me jogou na cama, ficando com cada um de seus braços na lateral de minha cabeça. Ambos sorriam de uma forma maliciosa.


- Já que você tem medo de machucar o bebê, hoje eu irei ser o ativo. - ele disse, logo depois mordendo o lóbulo de minha orelha. E sim, ele estava mesmo grávido, compramos o teste de gravidez na farmácia, e deu positivo - assim estaremos quites.


Gemi com o contato da mão gélida de Yoongi com meu abdômen. Ele subiu a mesma até achar um de meus mamilos. Começou a belisca-lo e apertar o mesmo.


- A-ah .. - deixei com que um gemido pouco alto escapasse


- shiii ... - Yoongi colocou seu dedo indicador em frente da minha boca, me indicando silêncio - não vai querer que nos ouçam, não é?


Isso foi muito provocativo. Digo mesmo.


Yoongi se aproximou para um beijo. Colou nossos lábios e sem mais delongas, pediu passagem com a língua. Cedi no mesmo momento.


Nossas línguas desengonçadas exploravam a boca um do outro. Segurei o cabelo de Yoongi e os puxei, ele fez o mesmo.


Ele cessou o beijo aos poucos, voltando a por sua mão de baixo da minha blusa. O mesmo segurou a barra e a puxou, retirando aquela peça.


Assim que meu abdômen estava exposto, ele começou a marca-lo. Chupões e beijos não muito delicados. Trilhou vários até meu pescoço chegando em meu queixo e parando para outro beijo.


Em meio a esse beijo, só nos separamos para retirar a blusa de Yoongi. Logo depois voltando a colar nossos lábios.


Dessa vez eu parei o beijo, dando uma mordida leve no queixo de Yoongi. Trocamos de posição, dessa vez eu estava por cima.


Para pagar o barato, deixei vários chupões em seu abdômen. Mesmo ele não sendo definido, seu tanquinho era muito bonito.


Desci meus lábios até a barra de sua calça moletom, a retirando com os dentes e tendo ajuda de uma das minhas mãos.


Pude ver a boxer de Yoongi bem elevada, era branca, e seu pré-gozo a deixou pouco molhada. Sorri ladino, e Yoongi aproveitou que eu estava distraído, ficando por cima novamente.


Ele se aproximou de minha região baixa e a apertou por cima dos tecidos. Gemi em resposta ao toque. Yoongi sorriu e retirou lentamente minha calça, voltando até mim e apertando minhas coxas.


- quero que me chupe. - ele pediu, ficando de joelhos na cama e retirando por si próprio sua boxer


Fiquei de quatro na cama, aproximando minha boca de seu membro, que pulsava pela atenção de minha boca.


Yoongi o segurou e eu coloquei em minha boca. Passei minha lingua pela glande de seu membro. Ele gemeu arrastado.


O agora azulado, segurou meus fios de cabelo, me guiando pelos movimentos. Seu membro ia fundo pela minha garganta, quase me fazendo engasgar.


Ele gemia descontroladamente, jogando sua cabeça para trás delirando de prazer. Pude sentir seu orgasmo chegar. O mesmo retirou seu membro de minha boca e gozou. 


Yoongi ficou por cima de mim novamente, ele parecia necessitado por aquilo. Retirou rapidamente minha boxer vermelha e observou meu membro antes de sorrir ladino.


- não se preocupe, dessa vez irei fazer meu trabalho. - ele aproximou sua mão de meu pênis ereto, o pegou e começou a me masturbar


Acabei por não controlar vários gemidos que me vieram a tona. Não me importava se iriam ouvir, não me importava se iriam ter nojo de mim, nada já me importava, eu só queria Yoongi, inteiro e só para mim.


Logo ele substituiu sua mão por sua boca. O contato de seus lábios gelados na pele sensível de meu meu membro me causava espasmos.


Yoongi passou sua língua por toda a extensão de meu pênis, logo depois começando com movimentos lentos e torturantes.


E mesmo que eu pedisse para que ele aumentasse a velocidade, ele não o fazia. Só fez por si próprio quando achou que deveria.


Uma corrente elétrica passou por meu corpo, senti um alívio ao me desfazer na boca de Yoongi. O mesmo se levantou e engoliu o líquido, fazendo uma cara estranha logo após.


Sorri malicioso, Yoongi me retribuiu esse sorriso no mesmo instante.


- De quatro. - ele pediu. Senti minhas bochechas esquentarem e um constrangimento me atingir - eu não irei lhe machucar, pode ter certeza.


Ele é meu namorado, tenho que demonstrar que confio nele.


Fiquei de quatro na cama. Aquela era uma situação muito constrangedora.


Yoongi estendeu dois dedos até minha boca. Eu os "engoli" chupando para que ficasse bastante lubrificado. 


Quando ele achou que já estava bom, retirou seus dedos de minha boca. Com uma de suas mãos ele começoua brincar com meus mamilos, como uma distração.


O mesmo colocou apenas um de seus dedos em minha entrada. Eu já pude sentir uma pequena dor naquele local. Mordi meu lábio inferior segurando um gemido de dor.


Yoongi esperou que eu me acostumasse, logo depois adentrando mais minha entrada. Aquilo doía muito, e agora eu entendia como era horrível essa sensação.


''Uma encomodação'.


Assim que me acostumei, comecei a rebolar nos dedos de Yoongi. Ele entendeu e adentrou mais um dedo em mim. Senti uma dor pior do que a de antes.


Uma lágrima solitária escorreu por meu rosto. Então era assim uma primeira vez?


Mas Yoongi estava sendo tão carinhoso comigo ....


Ele ficou parado mais um tempo, antes de começar movimentos de estocadas e de tesoura, para alargar minha entrada.


'Isso era tão constrangedor'


Algum tempo depois ele retirou seus dedos dali. Se posicionou e colocou seu membro lentamente dentro de mim.


Eu já não sentia mais dor, sentia prazer. Te-lo dentro de mim era estranho, mas ao mesmo tempo era tão bom. Naquele momento criamos um laço, eu me sentia junto dele.


Yoongi segurou com força em minha cintura e começou a me estocar. Estocadas lentas e fundas. Era algo nosso, lentamente sempre é mais gostoso.


A cada estocada era um gemido, era a cama batendo de leve na parede e também era como Yoongi segurava com mais força em minha cintura.


Segurei com força no lençol e deixei um gemido alto escapar de meus lábios. Como eu disse, não me importava mais.


Yoongi estocava agora com mais rapidez, algo mais prazeroso para nós dois.


O mesmo começou a me masturbar, e isso significava que ele já estava chegando em seu ápice.


Algum tempo depois ele se desfez em meu interior. Não tinha forças, apenas me joguei na cama e fiquei ali.


Yoongi me levantou novamente, me fazendo sentar na cama. Eu apenas tentei manter o equilíbrio e não xingar pela dor que senti no quadril. 


O azulado se sentou em meu colo e envolveu suas pernas em minha cintura. Ele suspirou fazendo com que o vento quente batesse em meu rosto. Aquele quarto estava fedendo, nós estávamos suados.


Era tão bom ver a expressão cansada de Yoongi, com seu cabelos grudados na testa pelo suor, era bom ver que eu tinha causado aquilo.


Ele sorriu e selou nossos lábios, pedindo passagem com a língua de imediato. Eu cedi. Alguns segundos depois ele separou nossos lábios mordendo meu lábio inferior.


Minnie ... - ele sussurrou meu nome. Pude ver sua expressão travessa olhando no fundo de meus olhos


Yoongi pegou meu membro e posicionou em sua entrada. Eu o olhei assustado. Tinha muito medo de machucar nosso bebê.


Mas ... Ele estava confiando em mim.


Se sentou em meu membro sem dó, gemendo de dor após o ato. Ele se segurou em meu ombro e começou a se movimentar, para cima e para baixo.


Segurei sua cintura com minhas mãos e ele deitou sua cabeça em meu pescoço, mordendo meu ombro. Gemi de dor e de prazer.


Yoongi começou a se movimentar com mais rapidez. A sensação de estar dentro do mesmo era ótima, de sentir as paredes de Yoongi me apertando. Yoongi era incrível.


Com medo de o machucar, fiz com que ele fosse menos rápido. Envolvi o membro de Yoongi em minhas mãos e comecei a masturba-lo.


Tudo aquilo era ótimo, me fazia delirar. Aquele era um sentimento que eu só poderia ter com Yoongi.


O azulado fez questão de aumentar a velocidade, gemendo e gemendo cada vez que eu acertava seu ponto sensível.


Alguns segundos mais e Yoongi se desfez em minha mão. E logo depois, eu ejaculei em seu interior.


Dessa vez eu tinha certeza, Yoongi estava satisfeito. Nos deitamos um ao lado do outro na cama e sorrimos


- essa foi a ... melhor transa que já tivemos. - Yoongi disse ainda ofengante e sorrindo


- não se esqueça ... nós não apenas fazemos sexo .. fazemos amor.



Jungkook pov's



- Jungkook ... -Taehyung começou, já me preocupando


- Fala logo, Tae .. está me preocupando - olhei fixamente em seus olhos. Pude ver que ele estava prestes a chorar, mas se segurava para não me fazer chorar também 


- Eu ... irei viajar - ele terminou por fim, quebrando toda a tensão que havia ali, e logo me pondo mais tristeza


- Como assim? - perguntei, sentindo lágrimas se formarem em meus olhos


- Eu preciso Jungkook ... minha mãe precisa .. - abaixou sua cabeça, com o semblante triste


Eu, Jimin, Yoongi e Taehyung conversamos com nossos pais e explicamos a situação, no começo eles não aceitaram. Mas a mãe e o pai de Jimin, meus pais, queriam me conhecer. Assim como meus antigos pais queriam conhecer Yoongi.


Acabamos por nos mudar, e agora moro com Jimin e seus - nossos, pais. Yoongi, agora que reencontrou seu pais - que eram meus pais - só conversa com eles por telefonemas - já que eles moram em Seoul. Eles aceitaram bem a troca dos filhos, e a mãe de Yoongi diz estar arrependida por ter o trocado


É meio complicado de entender, mas não é impossível.


- me promete .. me promete que não irá me esquecer - falei choroso, enquanto via os olhos do rapaz lacrimejarem

- Eu nunca ousaria - ele limpou minhas lágrimas, com um sorriso fraco no rosto

Ouço a porta do quarto se abrir, nós dois olhamos para trás, vendo Hoseok nos olhar com o rosto choroso.

- como assim? ... TaeTae .. vai embora? - ele caminhou até nós, em passos lentos, enquanto víamos as lágrimas descerem por seu rosto


- sim hobi, mas ... o Yoongi vai ficar aqui, nossa mãe quer me levar junto porque me acha um irresponsável. - ele soltou um riso soprado - e Jungkook também irá ficar aqui com você. - Taehyung beijou a ponta do nariz de Hoseok


- não quero que voçe vá embora! - Hoseok começou a chorar em meu colo. O mesmo é tão manhoso que chega a me matar de fofuriçe


Acho que entendo. Por tudo que ele já passou por causa do Yoongi. Tentou suicídio, quase morreu, e todas essas coisas que eu não gosto de relembrar.


'Eu irei dar todo meu amor e carinho à ele!'


Esqueci de mencionar. Taehyung acabou por aceitar os meus sentimentos por Hoseok. Já que os dois não conversavam muito eles resolveram se conhecer melhor, e Taehyung acabou desenvolvendo sentimentos por Hoseok também. E agora, depois de um mês, estamos em um relacionamento triplo.


- calma, eu também não quero ... Mas a mãe dele está doente. - Hoseok olhou para mim preocupado. Ele parecia ter uma Tpm masculina, uma hora chorava, e outra hora sorria


- a mãe dele está ruim? - ele se recompôs em meu colo, limpando suas lágrimas

- sim .. por isso ele tem que ir .. para cuidar dela. - abri um de meus melhores sorrisos para Hoseok, que retribuiu

- mesmo o Tae estando longe .. Eu amo muito ele - Hoseok se pôs no colo de Taehyung e deu um selinho nele


- e eu? - cruzei meus braços com ciúmes, ele veio até mim e encostou nossos lábios. Antes mesmo de começar-mos a namorar, eu tinha beijado ele. Mas agora, podendo o beijar todos os dias, isso é ótimo. 


'Fico feliz que Taehyung tenha aceitado Hoseok, e que agora estamos juntos'


- eu também te amo muito, ciumento. - Hoseok sorriu enquanto falava após o beijo



Jimin pov's


^14:58'Tarde' Dia; 26/09^.


Se passou mais um mês, a barriga de Yoongi estava crescendo. Ele disse que iria ficar gordo e que eu iria largar ele. Mas eu mesmo disse que ele gordo ou não, eu ainda o amo. 


E nesse momento estamos sentados no refeitório. Várias pessoas passavam do nosso lado e ficavam sussurando algumas coisas. Outras, que não tinham vergonha na cara, nos xingavam.


Todos já sabiam do nosso namoro, e eu não me importava com isso.


Yoongi já estava bufando ao meu lado de raiva pelos comentários alheios, ele não conseguiu se segurar.


- Ah, está bem! - ele se levantou e deu um murro na mesa - Pra quem quer saber! Eu e Jimin estamos namorando sim! Eu o amo e ele me ama! Não precisamos dos comentários idiotas de vocês! - todos pararam oque estavam fazendo e olharam para ele - Quem vier aqui encher o nosso saco, eu juro que vai se arrepender!


E ele se sentou novamente em seu lugar, bufando de braços cruzados. Acho que com a gravidez, ele ficou mais rabugento e bravo ainda. Mas mesmo assim, eu o amo. Olhei para ele assustado, aqueles comentários foram meio repentinos. Olhando para ele por um tempo, comecei a rir sem motivo.


- oque foi?! Do que está rindo!? - Yoongi perguntava, mas assim que viu que eu não iria responder começou a me dar tapas, oque me fez rir mais ainda - Aigoo! Seu idiota!


E ali estava eu, um bobo apaixonado, que nunca pensou que fosse namorar com o seu - antes - inimigo. Na verdade, eu sabia que o amava desde o início - mentira, eu o odiava - mas eu ainda o odeio, odeio por me fazer o amar assim, um amor louco e cheio de histórias. Imagine quando nosso filho nascer, irei contar tudo à ele!


Me lembrei daquela vez que eu perguntei para ele se o mesmo gritaria para o mundo que me ama. Não era falando sério, mas ele fez isso mesmo. 





'Como eu amo esse louco ... ' 
























Notas Finais


Cabo
Nãaaaaaao.
Me mata
Vai ter segunda temporada
Se vocês n me ajudarem a chegar aos 300 favoritos não vai ter segunda temporada
Pronto e acabou.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...