História Love on Fire - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Anitta, Kéfera Buchmann, Lucas Lucco, Originais, Paolla Oliveira, Preta Gil
Personagens Anitta, Kéfera Buchmann, Lucas Lucco, Paolla Oliveira, Personagens Originais, Preta Gil
Tags Anitta
Exibições 36
Palavras 1.544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um pra vocês

Capítulo 3 - Ciúmes é algo a mais...


Pov Anitta

 Depois daquele pequeno desafio que ocorreu na sala,a minha equipe entrou igual um furacão não me dando chance de conversar mais com Fernanda, a mesma apenas se despediu deles falando que iria ao hotel se arrumar para o show. Fiquei me martirizando pelo o que falei agora ela vai me achar uma oferecida. Ninguém nunca mexeu comigo como ela mexeu em alguns minutos, ela é intensa e misteriosa. O que a noiva dela tinha na cabeça pra deixar ela ir. Deve ser louca só pode! 

Hora do show... 

    -Anitta daqui 10 minutos você entra no palco. -Renan me informa me tirando dos meus pensamentos, eu apenas balanço a cabeça em concordância. -Ah é tem uma moça super bonita aqui querendo falar com você deixo ela entrar? -Me perguntou e eu olhei pra ele imediatamente.Só pode ser ela. 


    -Claro deixa ela entrar. -Digo ansiosa e Renan percebeu apenas franziu o cenho mais não falou nada,apenas deu passagem para uma Comandante sexy e linda entrar no camarim. Renan fecha a porta nos deixando a sós. 


   -Você tá linda, quer dizer você é linda na verdade né -Disse sorrindo gentilmente pra mim,nem parecia aquela mulher de algumas horas. 


   -Obrigado, você também tá linda. Fico feliz que você veio ver o show. -Digo sincera e ela sorri carinhosamente pra mim, sorrio de volta.


  -Achou que eu não ia ver você rebolar sua bunda hoje né -Disse divertida a famosa frase que falou em meus shows, gargalho alto com ela tentando me imitar.-Acho melhor você ir já já vai começar não quero deixar seus fãs esperando. -Disse já abrindo a porta pra mim passar por ela, me levanto e caminho para a saída ao passar pela porta eu paro e olho pra ela. 


    -Vou te ver depois do show? - Pergunto e ela sorri .


  -Claro,se você quiser podemos ir em algum restaurante depois do show. -Disse sorrindo em minha direção. 


   -Fica focada no show ein, senão você vai perder eu rebolando a minha bunda. -Disse divertida e ela sorriu de lado. 


  -Não a nada mais interessante  que eu queira olhar hoje se não for pro palco. -Disse intensamente sinto meu ventre se contrair, fico sem reação. 


 - Anda Anitta você vai se atrasar.-Ariane passou por mim me puxando pelo braço e eu sai arrastada mais olhei pra trás e sorri pra ela que piscou pra mim. 

-----------------------x------------------------


   Durante o show olhava diversas vezes para o camarote,do palco dava pra ver tudo lá. Fernanda estava sentada olhando fixamente pro palco e sorrindo as vezes pra mim. Quando olhei novamemte vi uma mulher praticamente debruçada sobre ela,as duas riam de alguma coisa, estreito os olhos pra enxergar quem é a mulher, e vejo que é a Paola Oliveira mais como assim as duas se conhecem ou ela é atirada assim mesmo. Nem percebo mais fecho a cara e faço restante do show fingindo um sorriso. Aquela cena mexeu comigo, saio do palco e vou direto pro camarim, ao chegar no corredor vejo a Fernanda escorada na parede ao lado da porta do camarim conversando ao telefone, ao me ver a mesma desliga a ligação e sorri pra mim. Eu fecho a cara pra ela que faz uma cara de que não tava entendendo. 

  

  -Você ta fazendo o que aqui? - Pergunto ríspida e ela arqueia uma sobrancelha. 


   -Combinamos de sair se lembra? -Ela fala parece que não ligou muito para o tom que falei com ela. 


  -Não vou mais,prefiro ir descansar! -Disse entrando no camarim sem olhar pra ela,ia fechar a porta só que a bombeira segura a porta, tento forçar mais obviamente não consigo por ela ser bem mais forte do que eu. Ela abre a porta e eu vou me sentar no sofá que tinha ali. Ela entra e fecha a porta e para na minha frente com a mão na cintura,ela tava sexy com aqueles coturnos e jaqueta de couro preta. 

Para de achar que ela é sexy você tá com raiva dela.


   -O que deu em você, você sai pra fazer o show sorrindo pra mim, e volta com a cara fechada e me tratando mal. Te fiz algo que não tenha gostado? -Me pergunta impaciente mais mesmo assim não gritou ou foi grossa. Já estava me sentido uma idiota sem noção, não tinha direito de tratar ela daquele jeito por conta do que eu vi, não tínhamos nada. 


         Infelizmente 



   -Desculpa, as vezes me estresso com coisas bobas.Acabei descontando em você. -Disse com a voz baixa olhando para o chão, sinto ela se movendo e sentando ao meu lado.Ela leva a mão ao meu rosto e quase solto um gemido ao ver o quão quente ela era, ela levanta meu queixo fazendo eu olhar em seus olhos. 


   -O que aconteceu pra você ficar assim? Me conta por favor -Disse com a voz calma e gentil. 


   -Você e amiga da Paola? -Pergunto de uma vez,e ela arqueia a sobrancelha e sorri, deve ter sacado agora o motivo da minha grosseria. 


   -Ela é neta de um dos Major do corpo de bombeiros, conheço ela a muito tempo. -Ela me fala e vejo sinceridade e seu olhar e palavras.Sinto meu rosto corar,como fui idiota em achar que elas tinham algo, me arrependo imediatamente de ter sido grossa com ela sem motivo algum. 


  -Achei que vocês tivessem algo, me desculpa. -Falo em um fio de voz é ela apenas assenti e me abraça,eu retribuo o abraço me aperto a ela.A sensação de ter seus braços me segurando me passava um segurança que jamais pensava em sentir. 

   

  -Não sou o tipo de pessoa que está afim de uma e da em cima de outra. Eu sei muito bem o que eu quero é esse alguém não é a Paola. -Ela fala roucamente e eu sinto meu corpo vibrar, com aquela afirmação. Eu sinto seu olhar me queimando e me desejando e eu retribuo o olhar. 


  -De quem você tá afim? Posso saber? -Pergunto 


   -Acho melhor mostrar a você -Ela falou e me puxou pra perto selando nossos lábios, que boca gostosa e macia .No começo era só um encostar de lábios mais sinto sua língua pedindo passagem e eu cedo,quando sua língua encosta na minha solto um gemido, ela chupa minha língua e sinto minha intimidade pulsar se prazer, subi em seu colo colocando uma perna de cada lado,suas mãos apertam minhas coxas, e eu puxo um pouco seu cabelo. Ela começa a descer os beijos pelo meu pescoço, sinto sua língua lamber meu pescoço e solto outro gemido um pouco mais alto, minha mão adentra sua blusa passando em seu abdômen sarado, arranho lá e vejo ela suspirar em meu pescoço levanto um pouco sua blusa e agora posso ver o quão sarada era sua barriga os músculos definidos sem exagero, e aquelas entradas onde eu adoraria passar a língua. Quando ia tirar a blusa dela alguém bate na porta .Gemo em frustração, e ela apenas ri, me ajuda a sair do colo dela e se levanta me dando um selinho. 


   -Vou te esperar no estacionamento. -Disse sorrindo e me soltando. 



  -Acho bom -Disse divertida e ela sorriu pra mim e piscou pra mim, quando ela abriu a porta duas bixas afobadas entram quase derrubando a Fernanda que rir da cena. Ela sai e fecha porta. 


  -Por que demorou a responder? Por que a Fernanda tava aqui dentro? -Tassio perguntou desconfiado e eu fico corada. -Safada tu beijou ela, ai miga e aí como foi? -Pergunta curioso e Renê começava soltar gritos histéricos. 


   - A gente ficou tá bom, e foi muito bom. Podem parar de gritar agora, vou me trocar por que vamos sair. - Disse sorrindo pra eles que começaram soltar vários awnn.


  -Que isso miga mais já tá assim, sabia que vocês iam ficar. -Diz Tassio rindo pra mim. 


  -Como assim você sabia?- Perguntei curiosa 


  -Desde a hora que vocês olharam uma pra outra, qualquer um via a química que vocês têm só de olhar. -Renê disse como se fosse a coisa mais óbvia do mundo. 


    -So sei que eu gostei, e não vou me privar de me sentir como me sinto com ela. - Disse olhando pra eles, as pessoas hoje em dia tem mania de intrometer na minha vida falando com quem eu devo ou não devo ficar, quantas vezes tive que "namorar" com alguém por marketing foi o caso só Pablo, ele precisava de ajuda pra alavancar a carreira, e eu precisava que as pessoas parassem de querer me arrumar alguém.  


  - Eu sei miga, mais você tá em ótimas mãos, Fernanda e umas das melhores pessoas que eu conheço se não a melhor, ela vai te tratar como você merece disso você pode ter certeza. -Tassio disse carinhosamente sobre a amiga e Anitta viu o quão apegado o Tassio era na amiga e vice versa, pareciam até irmãos. 


  -Eu sinto a mesma coisa, mais agora chega de enrolação que eu tenho um encontro pra ir. -Disse mais nem sabia se de fato era um encontro, dado a situação de alguns segundos atrás creio que de uma saída de amigas,passou a ser um encontro pra nós conhecermos mais. 

Como é alguns minutos a nossa vida muda, e pra melhor. 


     Mal sabia Anitta que aquela seria uma das melhores noites de sua vida... 





Notas Finais


E aí, quero saber a opinião de vocês?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...