História Love or Curse? - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Gina Weasley, Harry Potter, Lílian L. Potter, Rose Weasley, Scorpius Malfoy, Tiago S. Potter
Tags Lily Luna, Romance, Scorpius
Exibições 179
Palavras 1.214
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom gente chegamos ao fim.
Primeiramente gostaria de me desculpar pela demora, eu estou muito enrolada com trabalho e faculdade, muito mesmo, então me perdoem, por esse motivo tbm não respondi os comentários do capítulo anterior, mas pretendo responder em breve.
Gostaria de dizer, que estou tentando mudar a forma como eu escrevo, mas tem coisas que ainda estão muito presentes na minha escrita, como cíumes de pai e irmãos, aquele romance todo e o final feliz meloso, eu estou tentando me moldar, amadurecer a minha escrita, mas eu não sou nenhuma escritora profissional e isso vai acontecer gradativamente, talvez a reta final de Love Or Curse não tenha sido tão boa quanto o esperado, e de novo eu não tenha dado o elemento surpresa que alguns esperavam, mas peço paciência estou me encaminhando para isso. Estou com uma outra história pensada do Justin Bieber, cheguei a postar mas deixei ela na geladeira até eu conseguir ter tempo de mexer nela, e espero que eu consiga ir quebrando esses istigmas que são tão presentes nas minhas histórias e alguns de vocês já estão enjoados.
Bom de qualquer forma, idependente do resultado eu sempre escrevo com muito carinho e levo em conta as opiniões de todos, gostaria de agradecer pela companhia!
Foram mais de 120 favoritos, mais de 500 comentários e a história está na terceira página das mais comentadas então muito obrigada!!! Espero ver vocês em breve, estou tentando adiantar algum capítulos de O Tutor, e espero colocar no ar antes do final do ano, e espero contar com vocês!! Beijos e boa leitura. ❤

Capítulo 22 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Love or Curse? - Capítulo 22 - Epílogo


Pov Scorpius:
7 anos depois:
                Incrível acreditar em como o tempo passou rápido, e em nenhum momento, desde o dia em que eu pedi Lily em casamento eu me arrependi ou quis voltar atrás, mesmo que não tivesse a maldição mesmo que Lily não tivesse que ter engravidado para me salvar, mesmo que não tivesse nada disso, eu queria que tudo tivesse acontecido como aconteceu, eu e Lily fomos como álcool e fogo, uma mistura explosiva, tudo entre a gente foi intenso, da nossa primeira vez até os nossos dias de rotina em casa.
Sete anos se passaram e muita coisa havia acontecido, eu e Lily passamos os nossos últimos anos em Hogwarts em uma tremenda loucura, o final da gravidez da Lily foi complicado e nossa princesa Violeta nos deu muitos sustos com alarmes falsos, mas enfim ela nasceu linda, grande e plenamente saudável, e eu não me lembro de ter me sentido tão feliz como nesse dia, e também não me lembro de ter visto Draco Malfoy tão besta, de repente a casa dos meus pais, que sempre foi tão escura, tinha ficado colorida, aos três anos Violeta havia ganhado uma caixa de lápis de cor do meu sogro e fomos almoçar na casa dos meus pais, e em um momento de distração deixamos Violeta na sala sozinha e quando voltamos ela havia rabiscado toda a parte de baixo das paredes da sala, minha vó Narcisa ria da traquinagem da bisneta, achei que meu pai fosse ter um troço, Violeta havia rabiscado a muito nobre casa dos Malfoys, mas ele achou tanta graça, pegou Violeta no colo e a encheu de cosquinhas enquanto ela pedia para ele parar em meio a risos, eu lembro que uma vez eu fiz um pequeno rabisco no canto da parede, e ouvi um sermão dos meus pais que usaram feitiço de remoção e me deram uma aula sobre bons modos, e uma aula sobre a história da nossa casa, mas com Violeta nem pensar, eles simplesmente deixaram as paredes rabiscadas, diziam que assim poderiam matar as saudades dela quando ela não estivesse por lá, o quadro que ficava na parede central da casa, do meu pai pequeno com a minha vó Narcisa e meu avô foi substituído por um quadro da minha linda princesa, mas era impossível, ninguém resistia a ela, com aquele rostinho lindo, os olhos de Lily, e os cabelos loiros, uma mistura perfeita nossa.
Bom eu me formei, e assim como James e Albus entrei para o departamento de Aurores e eu não imaginava que ia ser tão difícil não pelos perigos, eles eu poderia tirar de letra, o problema todo era ter Harry Potter como sogro e chefe, as piores missões ficavam para mim e ele ainda pegava imensamente no meu pé, mas até que nossa relação havia evoluído bastante, um dia desses mesmo, ele havia me agradecido por ter dado Violeta como neta para ele, e isso vindo dele, já era um grande avanço, Lily trabalhava com Rose e sua tia Hermione no departamento de controle e regulamentação de criaturas mágicas, Helen havia se tornado Medibruxa, todos nós traçamos um futuro incrível e permanecemos juntos.
Violeta era mimada por todos, meus pais, Harry e Gina, Molly, os tios de Lily, os irmãos dela, era uma criança de sorte, mas eu era mais sortudo, pois eu fui escolhido para ser pai daquele anjo.
Rose e James já estavam casados há dois anos, e Rose estava esperando o primeiro filho deles, e ainda não sabíamos qual era o sexo.
Helen e Albus, bom esses dois pareciam coelhos se pegavam em qualquer lugar, e não falavam em casamento, não até Helen aparecer grávida, e bom ai eles tiveram que sossegar e se render a mágica do casamento, Violeta seria a daminha deles, desço devagar e posso ouvir Lily na cozinha conversando com a nossa princesa.
-Mamãe eu experimentei o vestido para o casamento da tia Helen, e fiquei linda, mas o vestido da tia Helen é mais lindo ainda. Eu perguntei para ela quando poderia usar um igual ela disse que quando eu arrumasse um namorado, o que é um namorado?- Violeta perguntou e meu coração gelou, entrei na cozinha rapidamente, respondendo a pergunta da minha filha.
-Namorados são criaturas terríveis, jamais conseguiram estudar eles, eles levam as filhas bonitas e perfeitas para longe do papai.- Eu disse pegando Violeta no colo.
-Então não quero ter um namorado, não quero ficar longe do papai.- Violeta disse me dando um beijo.
-Boa menina- Eu disse a colocando no chão e ela pegou sua boneca indo para a sala.
-Até quando você acha que ela vai acreditar nesse papo?- Lily perguntou rindo.
-Para o bem do meu coração eu espero que até ter uns trinta anos.- Eu disse me aproximando de Lily e lhe dando um beijo, olhei seu pescoço roxo resultado da nossa noite de ontem, isso era o que eu mais amava no meu casamento com Lily, os anos se passaram e o sexo não caiu na rotina, fazíamos sempre, em qualquer lugar, e sempre era algo de pegar fogo, incrível como cada vez mais o corpo de Lily se encaixava ao meu, tínhamos uma sincronia incrível.
-Scorpius, daqui a alguns anos, ela vai entrar em Hogwarts, e bem, não vai ter como você continuar com esse discurso.- Lily falou debochando da minha cara.
-Não seja cruel senhora Malfoy- Eu disse lhe dando um beijo e olhando para aqueles olhos castanhos esverdeados que eu tanto amava.
-Sabe o que estava pensando outro dia, na profecia, em como ela fez sentido, foi preciso você e seus irmãos estarem juntos, a união de vocês possibilitou tudo, a coragem do James, a lealdade de Albus o seu amor, graças a coragem de James a árvore foi cortada, graças a lealdade de Albus, eu sobrevivi a uma maldição, ele poderia ter morrido na tentativa de me salvar, mas ele se sacrificou, ele me salvou, e graças ao seu amor, que não pensou em mais nada a não ser me ter vivo e me deu o maior presente de todos, a nossa filha, eu passaria por aquilo tudo um milhão de vezes, só para me deparar todos os dias, com os seus olhos lindos, e com o sorriso da Violeta, vocês são as melhores coisas da minha vida, graças a você, uma maldição me trouxe aquele ser loiro de olhos verdes lá na sala que eu amo com todo o meu coração, graças a você, seus irmãos, Helen e Rose, eu consegui passar por cima da maldição, o amor no final foi mais forte, mesmo com tudo, obrigado por ser minha mulher, obrigado por ter feito tudo por mim e obrigado por ter me tornado pai, eu sou um ótimo auror mas tenho certeza que sou bem melhor como pai.- Eu disse dando um beijo em Lily, que sorriu com lágrimas nos olhos.
-Que bom que gosta de ser pai, pois isso vai acontecer pela segunda vez.- Lily disse com as mãos na barriga, abri um sorriso imenso, sabia que tinha alguma coisa diferente com a minha mulher.
-Eu te amo ruiva- Eu disse acariciando sua barriga, e estava ali a nova aventura da minha vida, ser pai e marido, a melhor e mais deliciosa aventura da minha vida.

 


Notas Finais


Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...