História Love or Fun - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Romance
Visualizações 969
Palavras 1.627
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Kiss.


Dois dias haviam se passado. Eu não ia para o colégio e eu também não sabia notícias do Justin. Aquilo estava me matando. Lohran vinha aqui todos os dias, e eu já estava começando a levar minhas coisas para sua casa, pois meus pais iriam amanhã mesmo.

Eu estava no jardim, da minha casa, com Lohran, quando vejo alguém vindo correndo. Lohran e eu fomos correndo até lá e quando vimos era Justin. Sim, era ele mesmo! Justin estava com as roupas rasgadas, sujo e totalmente soado.

-Oh meu Deus, Justin! O que aconteceu com você? Lohran, me ajuda -o pegamos e colocamos ele sentado-.

-Vanessa, você está bem, não é?

-Tô sim, mas o que aconteceu com você? Onde você estava?

-Eles me pegaram. Eu consegui fugir.

-Bom, tô indo, pequena. Depois você termina de levar suas coisas, ok? -Lohran me deu um beijo na testa e saiu andando para seu carro-.

-Levar as coisas? Hã? Como assim? -Justin perguntou-.

-Depois eu te explico. Vem, você precisa de um banho e de comida.

Ele levantou e nós entramos pra dentro da minha casa. Por sorte, meus pais não estavam lá pois estavam arrumando os documentos no centro.

Subimos para meu quarto e lá, e por sorte, tinhas algumas roupas dele. Ele entrou no banheiro e foi tomar banho.

POV Justin

Eu tinha que dar um jeito de aparecer, não poderia ficar me escondendo o tempo todo. Pensei, pensei em várias coisas, até achar um jeito: iria fingir que eu estava sequestrado e consegui fugir. Ótima, ideia Bieber -pensei comigo-.

Pedi ajuda para Ryan, e mesmo parecendo tosco, pedi para ele me dar uns socos para ficar a marca. Me sujei com a maquiagem de minha mãe, tá eu sei que isso é coisa de viado, e rasguei minha camiseta. Pronto, tudo estava excelente.

Ryan pegou o carro e me levou até metade do caminho e, assim que estava próximo á casa de Vanessa, eu desci do carro e saí correndo até lá. Até a ver no jardim com Lohran. Claro.

[...]

Ela me levou até seu quarto, tomei banho e me vesti.

-Tá, agora me explica essa história de levar suas coisas na casa do Lohran.

-Bom, meus pais me deixaram morar com Lohran e...

-COMO ASSIM MORAR COM ELE? QUEM É SEU NAMORADO, VANESSA? -gritei a interrompendo-.

-Calma, Justin! Ele se ofereceu e como ele me ajudou, meus pais confiam nele.

-Você sabe que ele vai quer acabar com tudo, não é? Vanessa, ele não gosta do nosso namoro, dá para entender isso? Vem morar comigo.

Ela se levantou e arrumou o cabelo. Caralho, Vanessa estava mais gostava do que o normal.

-Não depende só de mim, Justin. Eu sou menor de idade e tenho que ficar onde meus pais falaram. Entende? -se sentou perto de mim-.

-Tá, tá, tá -falei ficando irritado-, mas olha, se ele tentar atrapalhar, eu não peço pra voltar de novo e não adianta fazer draminha.

-Ok, Justin -ameaçou de se levantar mas eu a puxei de volta-.

Passei a mão em sua perna e subi até seus seios. Coloquei a mão por baixo de sua camiseta  e apertei seu seio esquerdo. Vanessa fechou os olhos e mordeu o lábio, mas, não se movia. Me aproximei dela e beijei seu pescoço, ela se arrepiou e levantou minha cabeça me beijando. Minha língua pediu passagem e ela cedeu. Eu não iria partir para selvageria ou grosseria, eu iria ser calmo e, acho que, até um pouco romântico.

A deitei na cama e levantei para fechar a porta. Assim que a tranquei, tirei a camiseta e bermuda, ficando apenas de cueca. Vanessa deu uma uma risadinha de canto, e eu deitei na cama beijando seu corpo inteiro, até chegar, novamente, em seus seios. Apertei o direito enquanto chupava o esquerdo. Vanessa arfava e segurava em meu cabelo. Desci por todo seu corpo até chegar em sua cintura. Tirei sua calça e sua calcinha ao mesmo tempo. Abri um pouco sua perna, olhei para ela e encostei minha boca em sua intimidade. Vanessa se segurou no lençol e eu comecei a chupa-la. Passava a língua lentamente enquanto ela gemia. Tirei minha boca e com dois dedos, penetrei. Fiz movimentos de "ir e vir" e os gemidos de Vanessa só aumentavam, ela tentou avisar mas acabou gozando. Passei a língua, novamente, e engoli tudo com vontade.

POV Vanessa

Puxei o Justin pra mim e o beijei. Eu sabia que, beijo no pescoço era o ponto fraco do Justin então, eu depositei vários beijos e mordidas ali. Inverti as posições e fiquei por cima dele. Beijei seu peitoral até chegar em seu membro. Tirei a cueca dele e joguei em qualquer lugar, alias, seu membro estava extremamente grande. Dei um sorriso safado para o Justin e abocanhei sem membro. O larguei e rodei a mão em volta de seu membro e comecei a fazer movimentos lentos com as mãos. Justin se encostou nos travesseiros e me olhou, entendi aquele olhar e coloquei seu membro de volta a minha boca. Comei a chupa-lo enquanto Justin gemia abafado e segurava meu cabelo, controlando os movimentos. Assim que ele se sentiu satisfeito, gozou em minha boca.

POV Justin

Puxei Vanessa pelas pernas, a encaixando em minha cintura. Dei uma mordida, um pouco forte, em cada um de seus seios e inverti as posições. Vanessa me olhou com um olhar, um tanto pervetido, e eu comecei penetrar. Ela cravou suas unhas em minhas costas e eu aumentei a velocidade e os movimentos. Nossos gemidos abafados eram os únicos sons daquele quarto. Um tempo depois de ficar naquele movimento, cheguei ao cansaço e caí para o lado. Mas não, aquilo não significa que não queria mais foder. Vanessa se sentou em meu colo e começou a cavalgar. Minha visão era de seus seios balançando e seu gemido era música para meus ouvidos. Segurei em sua cintura para ajuda-la nos movimentos e quando cansou, caiu para o lado.

POV Vanessa

Me deitei na curva do pescoço de Justin e agora, os únicos sons naquele quarto era de nossas ofegantes respirações.

-Você ficou preocupado comigo? -perguntei esperando uma resposta doce mesmo sabendo que não ia ter-.

-Eu também estava sendo sequestrado, como iria pensar em você?

-Ah, é porque eu só sabia pensar em como você estava enquanto estava naquele cativeiro.

-Eles te machucaram?

-Só um pouco.

-Eu sinto muito.

-Você não teve culpa, amor.

-Eu sei.

-Acho melhor você ir, meus pais já vão chegar.

-Já tô indo.

Não falei mais nada e o Justin se levantou e se vestiu.

-Quando eu te vejo? -disse encostando na cama-.

-Não sei, quando der ou quando voltarmos para a escola.

-Ah, ok. Eu amo você.

-Até mais.

Ele saiu fechando a porta e como sempre, eu deixei as lágrimas cair por saber que ele não se importava ou me amava.

[...]

No dia seguinte acordei com meus pais chamando, eles iriam embora. Tomei banho e me arrumei. Peguei o resto de coisa que estavam no meu quarto, alias, ex quarto e desci. Lohran estava me esperando.

-Cuide bem de nossa menina, você está com a coisa mais preciosa do mundo em suas mãos -meu pai disse para Lohran-.

-Pode deixar -sorriu-.

-Se cuida filha, eu te amo -meus pais falaram-.

-Eu também amo vocês.

O taxi chegou e eles partiram. Quer saber? Vou sentir falta deles.

-Vamos, pequena? -Lohran falou pegando minha última mala-.

-Claro -sorri-.

Saímos de casa, eu tranquei a porta e demos partida até a casa dele.

POV Lohran

Pronto, Vanessa estava literalmente comigo. E nesse tempo que ela ia ficar comigo, ou melhor, na minha casa, eu iria tentar dizer tudo que sinto a ela e quem sabe, faze-la se apaixonar por mim. Eu nunca iria deixa-la triste, mas eu iria evitar o Bieber em minha casa.

[...]

Quando chegamos, eu a levei até seu novo quarto.

-Wow! É lindo!

-Não mais que você.

Ela sorriu e tapou o rosto com as mãos. Vanessa era uma mistura de gostosa com fofa. Rebeldia com meiguisse. Ela era única, uma princesa.

-Não é por que você está aqui, morando com um cara maneiro e legal -fiz ela rir e ri com ela-, que você vai ter mole. Vai ter que acordar cedo, ir para escola, fazer os deveres -ela fazia sinal de negativo com a cabeça enquanto ria-. Eu sou seu irmão mais velho.

Ela veio até mim e me abraçou.

-Eu te amo.

-Eu também te amo.

[...]

A noite caiu e nós estávamos jogando vídeo game no meu quarto.

-Não, não e não! Você roubou, Lohran! -Vanessa falou rindo-.

-Eu? Você que não sabe jogar -ri-.

-Idiota, idiota!

Nós estávamos parecendo duas crianças brincando e rindo. Larguei o controle em cima na cama e saí correndo. Vanessa veio logo atrás.

Ficamos correndo pelo todos os comodos da casa, até eu cair no chão e Vanessa cair em cima de mim. Ela ficou com as pernas encaixadas na minhas e com as mãos em meu peitoral. Por um momento, nós paramos de rir e ficamos nos olhando. Nossos rostos se aproximaram e outra vez, nossos lábios se tocaram. Quando minha língua pediu passagem, ela negou.

-E-eu não posso, desculpa -saiu em cima de mim-.

-Ei, ei! Tá tudo bem, pequena.

-Melhor eu ir dormir, né?

-Também acho -sorri-. Boa noite, eu te amo.

-Boa noite, eu te amo também.

Ela seguiu para seu quarto e eu pro meu.

POV Vanessa

Nós nos beijamos de novo. E eu não parei o beijo por causa e Justin, afinal, eu sabia que ele fazia coisa pior comigo, mas, eu parei o beijo por medo de me apaixonar por Lohran e ficar confusa. Eu não poderia me apaixonar pelo meu melhor amigo, não mesmo.


Notas Finais


Boa noite! Acho que esse capítulo ficou pequeno Acho https://www.facebook.com/groups/362039920585130/ <


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...