História Love or Fun - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Romance
Visualizações 511
Palavras 5.429
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - The End.


POV Vanessa

O casamento era amanhã e eu estava mais nervosa do que nunca. Eu ligava várias e várias vezes para todos os lugares para confirmar se estava tudo pronto.

-Ei, fica calma -Justin chegou por trás de mim e riu-.

-Não tem como -ri e virei pra ele-. Eu nem estou acreditando que é amanhã!

-Nem eu. É tão surreal.

-Exatamente -sorri-.

-Agora, você vai pegar sua malinha e desce pro carro que tá te esperando.

-Ué, pra que?

-Dia de noiva.

-Eu não acredito! -sorri e fiquei boquiaberta-.

-Agora vá, senão você se atrasa.

Segurei em seu rosto e lancei um super selinho nele e ele sorriu. Fiz uma mala pequena e desci as escadas. Me despedi de Pattie, Jeremy, Jazzy e Jaxon e fui em direção ao carro que  já me esperava.

POV Justin

Amanhã eu iria me casar. E isso era tão surreal. Nunca pensei que algum dia, eu Justin Bieber, o cara mais popular da escola, iria se casar e ser pai de família. Eu estava feliz e ansioso.

Preparei um dia de noiva para Vanessa. Ela merecia isso. Para falar a verdade, eu não fazia a miníma o que ela faria lá, mas ela ficou tão animada ao saber que ri da cena.

[...]

-É amanhã em, bro -Ryan falou-.

-Pois é -sorri-.

-Quem diria que você iria ser casar -ele riu-.

-Eu também não estou acreditando nisso! -ri-.

-Mas e aí, vai ter despedida de solteiro? -Chaz falou entrando com um pote de sorvete na mão-.

-Como seria essa despedida?

-Bebidas, ué.

-Fecho então -eu disse concordando-. Apenas. Bebidas -disse pausadamente-.

-Claro né. Você acha que eu deixaria você se meter com mulheres ou drogas antes do casamento -Chaz falou-.

Assenti e peguei os controles do vídeo game.

-Quem topa perder pro rei? -falei provocando os dois-.

-Rei? Só se for de perder -Ryan falou pegando outro controle e rindo-.

Ri e dei um controle pro Chaz. Pelo visto, iria ficar jogando vídeo game a tarde inteira.

POV Lohran

Fazia alguns dias que o convite de casamento de Vanessa e Bieber havia chegado aqui. Realmente, era bem bonito. Branco e com uma faixa prateada, fazia o fechamento do mesmo. O abri e li os dizeres . Quando acabei de ler, tive vontade rasga-lo, mas não fiz isso. Pensei muito sobre ir ou não. Eu não queria ir para ver o amor da minha vida se casar com outro. Pelo outro lado, eu queria ir só para vê-la toda perfeita. Óbvio que pensei em estragar tudo, mas realmente, não iria fazer isso. Vanessa deve estar feliz pra caralho e eu não queria estragar esse momento. Não queria que ela me odiasse, queria que ela tivesse uma boa lembrança de mim.

E, depois de pensar muito, decidi ir. Agora, iria comprar uma roupa e um presente para ela, não para ele.

POV Vanessa

Justin havia me dado um dia de noiva. Eu estava completamente animada para isso. Quando cheguei no spa, todos me receberam muito bem. As moças que trabalhavam lá, me disseram que, Justin havia pagado o mais caro de todos os pacotes. Sorri e partimos para a primeira etapa do puxado e maravilhoso dia.

[...]

Já marcava 22:00 horas. Eu tinha feito tudo, e mais um pouco, naquele spa. Mesmo que algumas horas eu tivesse enjôos e tinha que parar com tudo, os desequilíbrios que tinha por conta da fraqueza, o dia foi perfeito. E bem, agora eu estava mais animada e ansiosa do que nunca. Cada minuto que passava, me aproximava mais do melhor dia da minha vida.

O mesmo carro que me levou pra cá, estava me levando pra casa agora.

Depois de alguns minutos, eu cheguei em casa. As luzes da sala estavam acesas e as dos quartos também. Logo imaginei que era Justin e os meninos. Entrei em casa e encontrei Ariana, Barbara, Pattie e minha mãe conversando e rindo.

-Até que fim você chegou -Ariana falou e eu ri-.

-Cade o Justin? -perguntei deixando a bolsa no sofá-.

-Não sabemos. Ele deixou esse bilhete pra você -Pattie me entrou e eu o abri-.

"Ei, hoje eu vou aproveitar meu último dia de "solteiro", tá bem? Não se preocupe, não vou fazer coisas erradas. Eu prometo. Espero que tenha gostado do dia de hoje. Ah, as meninas vão passar a noite com você aí e eu na casa do Ryan. Te encontro no altar da  igreja amanhã. Eu te amo. Com carinho, Justin Bieber"

Sorri quando acabei de ler e o guardei na minha bolsa. Eu confiava em Justin, só ele não percebia isso.

-O que ele falou? -minha mãe perguntou-.

-Ele disse que iria passar a noite na casa do Ryan e que me espera no altar da igreja amanhã.

-Awwwwwwwwww -Barbara falou e veio me abraçar. Lógico, comecei a chorar-.

-Ei, para de chorar -ela limpou meu rosto-. Estamos felizes por você -ela sorriu e me fez sorrir junto-.

-Agora nos conte, como vai chamar o bebe? -Pattie falou animada-.

-Bom, se for menina -disse me sentando no meio delas-, vai se chamar Ashley. E, se for menino, vai se chamar Nolan.

-Esperamos que seja menina -Ariana falou rindo-.

-Eu também! Justin quer um menino ou quer gêmeos! -disse rindo-.

-Justin exagerado -minha mãe riu-.

-Ele chamou Lohran pro casamento.

-Lohran!? Ele tá ficando louco?

-Eu também fiquei surpresa. Pedi para que ele mudasse de ideia e ele negou.

-Ele comentou o porque disso?

-Não. Ele só disse aquilo e depois mudou de assunto.

-Estranho.

-Bastante.

-Mas enfim, o que vocês querem fazer? -Ariana perguntou pegando o ceular-.

-Eu vou dormir -minha mãe falou levantando-. Amanhã é um grande dia -sorriu-.

-Eu vou fazer o mesmo -Pattie falou se levantando também-. Boa noite, meninas.

-Boa noite -falamos em coro-.

-Eu tô tão cansada -falei deitando no sofá-.

-Cansada de ficar sendo bem tratada? -Barbara falou nos causando risos-.

-Sério, meninas. Ficar grávida não é fácil.

-Imaginamos.

-E por falar nisso, estou com fome. Vamos fazer algo?

-Claro.

Levantamos e fomos até a cozinha preparar algo pra comer.

POV Justin

Chegamos na boate e, como sempre, estava cheia. Desde Las Vegas, eu tinha vindo pra cá poucas vezes.

Fechamos um camarote e área vip para nós e pedimos algumas bebidas e aperitivos. Ao mesmo tempo que eu curtia estar com meus amigos, eu estava pensando sobre amanhã. Acho que estou mais nervoso que Vanessa.

-Bieber! Quanto tempo que não o vejo -uma antiga garota de programa que eu pegava apareceu. Eu era cliente fiel dela. Alias, eu traía Vanessa com ela-.

-Pois é -sorri-.

-Mas e aí, vai querer um programa hoje? Você vai ser o primeiro cliente.

-Programa? Eu vou casar amanhã.

-Você vai casar!?

-Sim -sorri-.

-Ual! O mundo realmente dá voltas. E quem é a sortuda? -ela perguntou se sentando ao meu lado-.

-Ela -peguei o celular e mostrei uma, de milhares, de fotos que tinha de Vanessa-.

-Ela é linda! Tirou a sorte a grande.

-Eu que sei -sorri-.

-Bom, tô indo ganhar meu dinheiro -riu fraco-. Felicidades -abaixou e me deu um beijo no rosto-.

-Obrigado. O mesmo pra você -sorri e ela saiu-.

Chaz e Ryan estavam na pista de dança. Ryan não estava pegando ninguém, afinal, estava namorando com Ariana, ele estava apenas tomando conta do Chaz porque ele sempre faz besteira e passa mal quando bebe muito.

Bebi mais um copo de Vodka e parei por aí. Não queria ficar bêbedo justo um dia antes do casamento. Meu celular vibrou no bolso para avisar que era 00:00. Ou seja, hoje seria o grande dia. Mandei uma mensagem para Vanessa.

"00:00"

Eu sei que depois que ela entrou na minha vida, eu fiquei meio romântico. Mas cara, não tinha como isso não acontecer. Vanessa é perfeita em tudo que faz. Ela me fazia feliz como eu nunca fui em toda minha vida. Ela me acalma, ela é minha calma.

[...]

Fomos para casa de Ryan e, por incrível que pareça, Chaz só estava meio tonto.

-Porra, tô sem sono. Tô nervoso pra caralho!

-Relaxa, cara. O casamento de vocês é só ás 16:00 horas. Dá pra você dormir bastante -Ryan falou enquanto trancava a porta-.

-É, mano. Você tem que dormir porque vai chegar na hora e você vai desmaiar -Chaz falou todo enrolado e eu ri disso-. Eu vou dormir.

-Você vai tomar banho! -Ryan disse ajudando Chaz subir as escadas-.

-Parecem dois namoradinhos -brinquei e comecei a rir-.

Ryan levantou a mão e mostrou o dedo. Ri mais ainda. Eles subiram e eu liguei pra Vanessa.

-Ligação on-

-Justin!

-Como você tá? Gostou de hoje?

-Estou ótima e você? Foi perfeito. Obrigada!

-Nervoso.

-Eu também -ela riu-.

-Vou desligar porque senão eu fico mais nervoso. Boa noite, até amanhã e eu te amo.

-Boa noite, eu também te amo.

-Ligação of-

Iria seguir o concelho de Ryan e tentar dormir. Subi pro quarto de hospedes e fui tomar banho. Quando acabei, coloquei a roupa de dormir que tinha trazido e fui dormir. Amanhã seria um grande dia.

POV Vanessa

Estava na cozinha com as meninas fazendo panquecas quando meu celular tocou. Olhei no visor e vi que era Justin.

-Ligação on-

-Justin!

-Como você tá? Gostou de hoje?

-Estou ótima e você? Foi perfeito. Obrigada!

-Nervoso.

-Eu também -ri-.

-Vou desligar porque senão eu fico mais nervoso. Boa noite, até amanhã e eu te amo.

-Boa noite, eu também te amo.

-Ligação of-

Justin estava totalmente nervoso. Pelo o que eu conhecia dele, e era bastante coisa, ele deve ter ido tentar dormir pra ver se o nervosismo diminuísse um pouco. Para a falar a verdade, ele não era o único que estava desse jeito.

Terminamos de comer e ficamos conversando por mais alguns minutos.

-Eu não sei como vou reagir ao ver Justin no altar -falei-.

-Espero que você não desmaie -Ariana riu-.

-Eu também espero! -ri também-.

-Pensa se o Justin desmaia! Desculpa, Vanessa, mas eu vou rir muito! -Barbara falou e nós rimos-.

-Bem, agora vou dormir. Amanhã vai ser o melhor dia da minha vida.

Elas assentiram e me desejaram boa noite.

Subi pro quarto, tomei banho e deitei na cama. Por alguns minutos, fiquei alisando minha barriga e pensando em tudo que aconteceu entre eu e Justin. As brigas, os momentos ruins, as dores, as lágrimas, sorrisos, momentos de felicidade e quando nós finalmente nos acertamos. Cheguei a conclusão que, se não fosse o Justin, não seria mais ninguém. Desde a primeira vez que eu o vi, eu sabia que iria ama-lo. E agora, olhe para nós, estamos á algumas horas de nossa casamento. O mundo dá voltas e por sorte, nossos mundos giraram no mesmo sentido, assim, ficando juntos.

Senti algumas lágrimas rolarem pelo meu rosto e logo as limpei. Fechei os olhos e peguei no sono.

POV Justin

Acordei 11:00 da manhã. Olhei na janela e o dia estava perfeito. Sorri e peguei meu celular. Havia várias ligações perdidas de minha mãe e eu me assustei. Antes que ela pudesse ligar novamente, eu liguei pra ela.

-Ligação on-

-Mãe?

-Oi, filho.

-Aconteceu alguma coisa? Como Vanessa está?

-Não. Está tudo bem. Está ótima, ainda dormindo.

-Deixa ela dormir. Vou pra igreja ás 15:00. Vocês vão com ela?

-Vou sair daqui com as meninas no mesmo horário. O pai dela vai ficar aqui e leva-lá pra lá

-Está tudo bem. Vejo vocês mais tarde.

-Até, filho.

-Ligação of-

Eu estava mais calma por saber que Vanessa estava bem. Desci e os meninos ainda não tinham acordado. Aprovei para tomar meu café e acertar os últimos detalhes. Estava chegando a hora.

[...]

Já eram 15:00. Eu, Chaz, Ryan e Christian, ele chegou um pouco antes desse horário, estávamos pronto. Peguei as alianças e coloquei no bolso. Quem iria leva-las até o altar, seria Jazzy e Jaxon que nessa hora, já deve estar lá correndo por todos os cantos daquela igreja.

-Vamos, Justin! -Chaz falou-.

-Partiu! -falei sorrindo-.

-UHUL! PARTIU CASAMENTO DO BIEBER! -Christian gritou e nós rimos-.

Peguei o carro e partimos em direção a igreja.

POV Vanessa

Acordei 11:30. Olhei para os lados e a ficha ainda não tinha caído.

-Hoje é o grande dia, filha -minha mãe entrou no quarto-.

-Sim! -sorri com lágrimas nos olhos-.

-Tá feliz, não é?

-Demais! Você não tem noção!

-Estou feliz por você -ela sorriu-. Bem, agora tome um banho bem demorado porque quando você sair, vai colocar seu vestido de noiva e se arrumar para o seu dia.

Assenti, a abracei e ela saiu. Fiz o que ela mandou e fui tomar banho.

Depois do banho, saí para o quarto e todas estavam lá. Ariana, Barbara, Pattie, minha mãe, costureira, maquiadora e cabelereíra

[...]

Coloquei meu vestido e a costureira terminou de dar os ajustes.

-Você está perfeita!

Sorri e me olhei no espelho por inteiro.

-Você parece uma princesa!

Todos os elogios me faziam sorrir. Olhei no relógio e marcavam 15:00 horas. Faltavam apenas 1 hora e eu ainda nem estava pronta.

-Querida, estamos indo pra lá, ok? Seu pai vai ficar aqui com você e vai te levar pra lá depois -Pattie falou e eu assenti-. Vejo você lá -ela sorriu e eu sorri também-.

[...]

15:40 e eu tinha acabado de ficar pronta. Meu vestido era feito de rendas delicadas e com babados na parte de baixo. Meu cabelo estava preso em um coque e com uma tiara prateadas, com alguns diamantes. A maquiagem leve e marcada. Me olhei no espelho pela última vez e meu pai entrou no quarto.

-Vamos, mocinha?

-Vamos -sorri-. Pai, você tá chorando? -ri fraco-.

-Eu estou feliz por você, meu amor. Você merece ser muito feliz.

Sorri e ele pegou em minha mão. Saímos do quarto e entrei em uma limousine. Meu pai entrou em seguida e o motorista deu partida para a igreja.

POV Justin

15:40 da tarde e todos estavam lá. Vanessa não havia chegado. Eu andava de um lado para o outro e meu nervosismo só aumentava. Olhei para frente e vi Lohran chegou. Fui até ele.

-Que bom que veio, Lohran Willians.

-Eu vim por ela.

-Eu que mandei chamar você. Ela não queria -ele engoliu em seco aquelas palavras-.

-Que seja. Espero que você faça ela feliz.

-Pode ter certeza, ela vai ser a mulher mais feliz do mundo.

Ele assentiu e foi sentar no lugar dele.

16:01 e finalmente a marcha nupcial começa a tocar. As grandes portas da igreja se abriram e Vanessa surgiu acompanhada pelo seu pai. Ela estava perfeita! Seu vestido era com rendas em cima e com babados em baixo. Meus olhos se encheram de lágrimas quando ela começou a caminhar pra mim.

POV Vanessa

Finalmente cheguei na igreja. Saí do carro e respirei fundo.

-Vamos, querida? -meu pai perguntou-.

Assenti. Ele me deu o braço e nós entramos. A marcha nupcial começou a tocar e a porta se abriu. Vi Justin no altar me esperando. Ariana, Barbara, Chaz, Ryan e Christian também estavam ali. Todos lindos. Justin estava perfeito e sorrindo. Nessa altura, eu já tinha começado a chorar. Comecei a andar com meu pai e não tirava meus olhos em Justin. Finalmente, cheguei perto dele.

-Você está perfeita -ele sussurrou em meu ouvido-.

-Digo o mesmo para você -sorri e ele me deu um beijo no bochecha-.

O padre deu suas primeiras palavras e chegou na parte mais esperada.

-Justin Drew Bieber, você aceita Vanessa Benson como sua legítima esposa? 

Ele se virou pra mim e olhou em meus olhos.

-Sim, eu aceito! -sorri e ele também-.

-Vanessa Benson, você aceita Justin Drew Bieber como seu legítimo esposo?

-Sim, eu aceito! -sorri e deixei que as lágrimas escorressem-.

Jazzy e Jaxon vieram até nós com a aliança e Justin pegou primeiro

-Eu, Justin Drew Bieber, te recebo como minha esposa, te prometo ser fiel, amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, por todos os dias da nossa vida, até que a morte nos separe -ele colocou a aliança em meu dedo e a beijou-.

-Eu, Vanessa Benson, te recebo como minha esposa, te prometo ser fiel, amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, por todos os dias da nossa vida, até que a morte nos separe -peguei a aliança e coloquei em seu dedo. Gaguejei ao falar algumas palavras porque a emoção estava tomando conta de mim-.

-E assim, eu os declaro marido e mulher. O noivo pode beijar a noiva!

Justin segurou em minha mão e eu me aproximei dele. Antes de selarmos nossos lábios, nós sorrimos e, só aí, nós nos beijamos. Todos que estavam lá nos aplaudiram até desgrudarmos nossos lábios.

-Eu te amo muito -eu falei o abraçando-.

-Eu também te amo muito, senhora Bieber.

Sorri.

POV Justin

Na hora que ela falou que aceitava, meu coração disparou. Depois de nossas juras, nós nos beijamos e oficializamos nosso casamento. Vanessa sorria o tempo todo e também chorava.

Descemos do altar e fomos comprimentar os convidados. Ela ficou do lado esquerdo e eu do direito. Agora seria a hora da festa e depois iríamos para París, onde passáramos nossa lua de mel.

POV Vanessa

-Parabéns, Vanessa -Lohran falou-.

-Obrigada -sorri e o abracei-.

-Espero que você seja feliz.

-Pode ter certeza que eu vou ser bem feliz. E eu também espero que você seja feliz e encontre alguém que te complete.

-Você é o amor da minha vida -engoli em seco aquelas palavras e Justin chegou me abraçando de lado-.

-Acabaram? -ele falou olhando pra Lohran-.

-Acabamos sim -falei-.

-Então vamos -Justin me puxou-.

E eu saí sem me despedi de Lohran.

POV  Lohran

O casamento acabou e meu coração estava destruído. Doí ver o jeito que Vanessa olhava e sorria para Justin. Dói ver que ela o amava da forma mais verdadeira e pura que existia. Doí saber que ela é totalmente dele. Dói saber que não era eu ali.

Estava conversando com Vanessa até Bieber chegar. Ele a puxou sem ao menos deixa-la dizer um 'tchau' pra mim. Olhei pro lado que eles foram e eles estavam se beijando. Respirei fundo e decide sair de lá. Não estava mais suportando ver que, o amor da minha vida, me tirou de sua vida.

POV Justin

Já eram 20:00 da noite e a festa teria que começar. Saí com Vanessa e fomos até a limousine, que iria nos levar para o local que iria acontecer a grande festa.

-Agora somos oficialmente casados -falei enquanto segurava sua mão-.

-Eu ainda não acredito nisso! -ela falou olhando pra mim e sorrindo-.

Sorri. Segurei seu rosto e aproximei nossos rostos. Ela sorriu novamente e nós nos beijamos. Fechei o vidro que separava o motorista de nós e continuamos com o beijo. Segurei em sua nuca e ela afundou seus dedos em meu cabelos. Vanessa terminou o beijo mordendo meu lábio inferior.

-Eu te amo muito. Obrigada por tudo -ela sussurrou em meu ouvido-.

-Eu te amo demais, pequena -ela sorriu ao ouvir aquilo-. Acho que chegamos -olhei na janela e confirmei nossa chegada. Desci do carro e logo em seguida, ajudei Vanessa a descer-.

-Aqui é muito lindo! -ela falou olhando tudo em volta-.

Sorri e segurei em sua mão. Caminhamos até a porta e quando surgimos ali, todos bateram palmas para nós. Sorrimos e entramos.

As luzes apagaram e apenas um ficou acesa no meio da pista de dança.

-Eu não sei dançar! -ela falou e riu-.

Mesmo assim, a puxei e ela encostou o rosto em meu ombro. Nossa música começou a tocar e nós começamos a dançar. Na verdade, eu conduzi a dança inteira porque Vanessa era uma negação com dança.

POV Vanessa

A festa estava quase acabando e Justin me avisou que teríamos que ir. Nossos familiares e amigos mais próximos foram conosco até o jardim e nós nos despedimos.

[...]

-Adivinha para onde iremos -Justin falou-.

-Onde? -respondi sorrindo-.

-Paris!

-Sério? Oh meu Deus, Justin... eu te amo! -o abracei e ele riu-.

Agora estamos indo pra casa, onde iremos pegar nossas malas e trocar de roupa. Logo em seguida, iremos rumo a Paris!

[...]

-Ual! -falei ao entrar no quarto que iríamos ficar-. É perfeito!

-Nós merecemos -ele falou trancando a porta-.

-A vista daqui é linda! -fui até a janela-. Venha ver.

Justin chegou por trás de mim e colocou a mão em minha barriga.

-Linda mesmo -ele sussurrou em meu ouvido. Virei-me para ele o beijei. Justin segurou em minha cintura e eu em sua nuca. Sua língua pediu passagem e eu cedi-. Hoje vai ser a melhor transa de nossa vida. A primeira transa depois de casados.

Sorri e ele me levou até a cama.

POV Justin

Deitei Vanessa na cama e tirei sua roupa. Logo em seguida, tirei seu sutiã e chupei o bico de seus seios. Ela arfou. Segurei o esquerdo quanto chupava o direito, logo depois, fiz ao contrário. Vanessa arfou pesado. Beijei seu pescoço e desci até sua barriga que, por sinal, está linda. Ali, depositei vários beijos. Tirei sua calcinha e joguei para um canto qualquer. Abri um pouco suas pernas e passei a língua de leve ali. Vanessa gritou. Olhei em seus olhos e comecei chupar sua parte intima. Ela gritava e se contorcia na cama.

-Justin.... -ela falou baixo-.

Antes que pudesse terminar a frase, ela gozou. Limpei tudo aquilo e ela sorriu pra mim.

Inverti as posições e Vanessa ficou ajoelha no meio de minhas pernas. Como ela estava grávida, eu não iria obriga-la a fazer aquilo.

-Não precisa, amor.

-Cala a boca -ela disse com o tom de voz sexy-.

POV Vanessa

Tirei a cueca box branca de Justin e seu membro saltou pra fora. Ri fraco. O segurei e girei meus dedos em volta. Justin já estava revirando os olhos. O puxei um pouco e coloquei tudo que podia, e aguentava, na boca. Comecei a chupa-lo sem parar e Justin gemia meu nome. Fiquei fazendo aquilo até ele gozar.

-Você é maravilhosa -ele falou fraco e eu sorri-.

Justin me deitou na cama e ficou por cima de mim. Abri as pernas e ele penetrou. Na primeira vez, gritei e depois aquela sensação ficou prazerosa. Justin aumentava a força e a velocidade por cada gemido que eu dava. Chegamos em nosso limite juntos e Justin saiu de cima de mim.

-Eu disse que iria ser perfeita -ele falou fraco por conta da respiração ofegante-.

Sorri.

-Obrigada por tudo. Tudo mesmo -falei e acariciei sua mão-.

-Eu que tenho que te agradecer, pequena.

Sorri e fechei os olhos. Quando dei por mim, eu estava dormindo.

POV Justin

Na manhã seguinte, acordamos tarde e fomos para Torre Eiffel.

-Ela é tão linda! -Vanessa falou enquanto tirava fotos-.

-Não como você -falei enquanto comprava um buque de rosas vermelhas pra ela-. Pra você, amor -a entreguei e ela sorriu-.

-Rosas vermelhas -ela sorriu-. Eu te amo, Justin.

-Eu também te amo, amor.

Vanessa segurou em meu pescoço e me beijou.

-Pra onde quer ir agora? -perguntei enquanto caminhavámos por lá-.

-Em qualquer lugar..

-Vamos almoçar, tá bem?

Ela assentiu e nós fomos.

POV Vanessa

Alguns dias se passaram e nós chegamos da lua de mel. Chegamos em casa e todos esperavam por nós. Contamos tudo que aconteceu lá e todos ficaram apaixonados por Paris. Ryan e Ariana pretendia ir lá em breve. Eu torcia por eles.

-Temos uma surpresa pra vocês -Pattie falou-.

-Que tipo de surpresa? -Justin perguntou-.

-Vamos subir.

Assentimos e subimos.

-Aqui está -ela abriu a porta de um quarto e nós vimos um quarto para o nosso bebe-.

-Pattie! Está perfeito! -entrei com lágrimas nos olhos vendo tudo aquilo-.

-Obrigado, mãe! -Justin falou admirado com tudo aquilo-.

-Por nada, meus amores -ela saiu do quarto-.

-Olha isso! -peguei um quadro com nossa primeira foto-.

-Quem é esse gato do seu lado? -Justin perguntou rindo-.

-O amor da minha vida. Conhece?

-Acho que sou eu -ri-.

Senti minhas pernas fraquejarem e eu me segurei em Justin.

-Vanessa? -ele perguntou preocupado-. Amor, calma.

Soltei dele e saí correndo pro banheiro. Porra de enjôo. Justin chegou por atrás de mim e segurou meu cabelo. Quando acabei, lavei a boca e ele me colocou deitada na cama do nosso quarto.

-Fique aqui, tá bem?

Assenti e ele saiu do quarto.

POV Justin

Alguns meses se passaram e Vanessa estava no sétimo mês de gestação. Eu tinha voltado a escola e ela estava estudando em casa. Mas, nessas últimas semanas, nós estávamos discutindo demais e toda vez que isso acontecia, Vanessa desmaiava e ficava minutos sem dar sinal de vida. Isso estava me deixando cada vez mais preocupado.

-Você tem que entender o lado dela -meu pai falou-.

-Eu entendo. Só odeio quando ela fica mal e não quer me contar.

-Nunca tem um motivo certo, filho. Grávidas são assim mesmo.

Ri fraco pelo modo que ele falou e ouço os passos de Vanessa descendo as escadas.

-Justin? -ela falou me procurando-.

-Aqui na cozinha -respondi e meu pai saiu de lá-.

Vanessa entrou e se sentou em uma cadeira.

-Desculpa, ta? Eu não sei o que tá acontecendo comigo nessas últimas semanas -ela falou segurando minha mão-.

-Tá tudo bem, ta? Só quero que você fique bem.

Ela assentiu.

-Álias, tá na hora de irmos pro médico. Hoje é dia do ultrasom -sorri-.

-Vou me arrumar e já desço.

Assenti e ela me deu um selinho demorado.

[...]

-Vamos lá? -o médico perguntou e nós assentimos-.

Vanessa se deitou na maca e médico começou passar um treco em sua barriga.

-Estão vendo? Aqui está a cabecinha -ele apontou na tela do computador-. E aqui, os bracinhos.

Sorri e meus olhos se encheram de lágrimas. Os de Vanessa também.

-Querem saber o sexo do bebe?

-Claro!

-Se for menina vai se chamar como?

-Ashley -Vanessa respondeu-.

-E se for menino?

-Nolan -respondi-.

-Então, daqui á 3 meses, Nolan chega ao mundo!

-É UM MENINO! -gritei sem querer e pela primeira vez, deixei as lágrimas de emoção escorrerem-.

Vanessa sorriu e chorou também.

[...]

-É UM MENINO, PAI! -cheguei gritando em casa-.

-Parabéns, filhão! -meu pai ficou sorrindo-.

-Nosso menino, amor -abracei Vanessa-.

-Pequeno Justin -ela respondeu-.

Eu realmente estava realizado. Estava casado com a mulher da minha vida e meu primeiro filho era um menino. Eu era o cara mais sortudo e feliz do mundo inteiro!

POV Vanessa

Estava no oitavo mês de gestação e eu estava me sentindo muito mal. Meus enjôos estavam horríveis. E para piorar, Justin estava chegando tarde em casa todos os dias. Ele não estava comigo quando eu precisava ir urgente pro hospital, eu estava sentindo falta dele.

A porta do quarto se abriu e ele entrou. Revirei os olhos.

-Fiquei sabendo que foi para o hospital. O que aconteceu?

-Você se importa?

-Não começa, Vanessa -revirei os olhos-.

-Não estou começando com nada, Justin.

-Não. Eu que estou.

-Deve ser, não é? Afinal, esqueceu que estou grávida e vive chegando tarde. Isso realmente não é nada. Quem sabe, quando seu filho estiver prestes a nascer, você lembra de mim.

-Para de drama.

-Tá bom, Justin -respirei fundo e pesado. Levantei da cama e ele me puxou-.

-Desculpa.

Assenti e comecei a chorar. Era uma orária.

-Não. Não chore -ele passou a mão em meu cabelo-. Eu te amo, eu te amo muito.

-Não me deixe sozinha de novo.

-Eu não vou deixar. Eu prometo.

Assenti.

1 mês depois

-SABE O QUE EU ACHO? ACHO QUE VOCÊ É UM BABACA! TALVEZ EU TENHA ME CASADO COM O CARA ERRADO! -eu gritava e chorava ao mesmo tempo. Justin havia se drogado novamente e isso tava doendo-. VOCÊ É UM MENTIROSO, JUSTIN!

-MENTIROSO? VOCÊ TÁ FAZENDO DRAMA, VANESSA! VOCÊ VAI SER MÃE E AINDA AGE COMO UMA CRIANÇA! CASOU COM O CARA ERRADO? E QUEM SERIA O CERTO, ENTÃO? LOHRAN? DEVE SER.

-O QUE VOCÊ FARIA SE EU TIVESSE QUEBRADO UMA PROMESSA? LOHRAN? PELO JEITO VOCÊ ME TEM COMO UM PRÊMIO, AFINAL, SEMPRE TEM QUE LEMBRAR DELE.

-EU QUE FUMEI E VOCÊ QUE TÁ FALANDO MERDA! EU CASEI COM VOCÊ PORQUE EU TE AMO E VOCÊ SABE DISSO.

-VOCÊ FUMOU, JUSTIN! VOCÊ PROMETEU QUE NUNCA MAIS IRIA FAZER ISSO.

-ACONTECEU, UÉ. E QUER SABER? NÃO FOI A PRIMEIRA VEZ DESDE A PROMESSA. DEVE TER SIDO A QUARTA.

-QUARTA VEZ!? -respirei fundo e coloquei a mão na cabeça-. EU NÃO ACREDITO NISSO -meu choro ficou mais forte e comecei a sentir dores fortes na barriga. Me encostei na parede e fechei os olhos-.

-VOCÊ QUERIA A VERDADE, NÃO QUERIA?

-Justin.... -falei com a voz falhada-. Me ajuda.

-Vanessa? C-calma. MÃE! A VANESSA TÁ PASSANDO MAL! -Justin estava gaguejando-. CALMA, VANESSA! POR FAVOR -ele me pegou no colo-.

-A BOLSA ESTOROU! -gritei com um tom de dor-.

-A BOLSA ESTOROU! MÃE, PAI, ALGUÉM ME AJUDA! -ele começou a gritar e Pattie apareceu com a mala que, já estava pronta a um tempo-.

Pattie colocou a mala no carro e Justin me colocou deitada no banco dos passageiros. Ele deu partida e dirigiu extremamente rápido. Ele me olhava e dava pra perceber que ele estava totalmente nervoso e soando.

POV Justin

A bolsa da Vanessa estorou e eu não sabia o que fazer. Eu estava nervoso e perdido. Minha mãe me ajudou com as coisas e eu dirigi o mais rápido que podia pro hospital. Quando cheguei lá, colocaram Vanessa na maca e eu a acompanhei até a porta.

-Eu te amo -ela disse fraco-.

-Eu também te amo -eu disse segurando sua mão-.

-O senhor não pode entrar. Desculpe -a enfermeira falou e eu bufei-.

Me sentei em um banco da sala de espera e fiquei ali.

[...]

2 horas se passaram e todo mundo estava lá. Ninguém me dava notícias de Vanessa ou de nosso filho. Eu estava preocupado porque antes de tudo isso acontecer, nós tivemos uma discussão feia. Ouvi choro de criança vindo da sala de parto que Vanessa estava e a enfermeira veio logo em seguida.

-Justin Bieber? Seu filho nasceu!

-NASCEU? CARALHO, MEU FILHO NASCEU -comecei a gritar e abraçar todos que estavam ali-. A VANESSA TÁ BEM? POSSO VÊ-LOS?

A enfermeira riu e assentiu me levando até Vanessa. Bati na porta do quarto e entrei. Eu nunca tinha visto uma cena tão linda como aquela. Vanessa com nosso filho no colo.

-Olha o papai -ela falou com Nolan com voz meiga-.

Não conseguia falar nada por conta das lágrimas.

-Quer segurar? -ela perguntou sorrindo e eu assenti-.

Com todo o cuidado, Vanessa o colocou em meus braços.

-E aí, Nolan -falei enquanto o admirava-. Você é lindo como a mamãe.

-E como o papai também -ela respondeu sorrindo-.

-Me desculpe por aquilo-.

-Esquece, tá bem? -ela falou-.

Assenti e nós ficamos ali por um bom tempo.

POV Vanessa

Nolan nasceu. Ele era lindo, como Justin. Eu estava totalmente realizada com tudo aquilo. Eu era a mulher mais feliz de todo o mundo.

Nossos familiares e amigos, foram até lá e viram nosso filho.

[...]

4 anos depois

4 anos havia se passado. Nolan estava com quatro aninhos e cada dia que passava, estava mais parecido com Justin. E por falar em Justin, ele, assim como eu, terminou os estudos e agora estava fazendo faculdade de engenharia. Nossa relação era a melhor. Pattie, Jazzy, Jaxon e Jeremy haviam se mudado para outra casa. Meus pais vieram morar por aqui também. Ariana e Ryan estavam noivos. Chaz, por incrível que pareça, estava namorando. Christin e Barbara estavam namorando e foram ser modelos em Los Angeles. No final, todos encontram seu caminho.

POV Justin

4 anos depois e tudo estava como sempre sonhei. Estou casado, com meu filho, cursando minha faculdade e em breve, Vanessa iria começar a faculdade também.

Estava brincando com Nolan quando Vanessa chega gritando.

-Justin! Eu tô grávida! -ela disse chorando-.

-GRÁVIDA?

Ela assentiu sorrindo.

-Vou ter um irmãozinho, papai? -Nolan perguntou enrolando as palavras-.

-SIM!

Ele sorriu. O peguei no colo e levantei. Nós três, quer dizer, nós quatro porque agora Vanessa está grávida, nos abraçamos.

Depois de tudo que passei com Vanessa, cheguei a conclusão que nosso destino já estava trassado. Ela era a formula certa de me fazer feliz e, eu sinto que, também a faço feliz. Estamos vivendo bem, criando nosso filho e seguindo nossas vidas. Nosso amor sobreviveu e hoje estamos aqui, sendo o melhor casal do mundo.

No começo, eu estava divido entre o amor e a diversão. E então, eu escolhi pelo amor.

Afinal, quem não escolheria o amor?

THE END.


Notas Finais


ÚLTIMO CAPÍTULO! SOCORRO, EU CHOREI ESCREVENDO WEDHEUFDJEWHUF VOU SENTIR SAUDADES DE ESCREVER AS AVENTURAS DE JANESSA, BRIGAS COM LOHRAN, TUDO! OBRIGADA POR TUDO, MENINAS. VOCÊS SÃO AS MELHORE! EU AMO VOCÊS E EM BREVE IREI POSTAR UM "AGRADECIMENTO". ESPERO QUE GOSTEM, XO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...