História Love or Hate? - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Barbara Palvin, Drama, Harry Styles, Romance
Exibições 8
Palavras 3.328
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Drinks.


Uma voz soava pelo carro deixando que o clima ficasse agradável, a voz da mulher que cantava era graciosa e mesmo eu achando que talvez conhecesse aquela música, eu não conseguia chegar a uma conclusão de qual era. A ponta de meus dedos dedilhavam o pingente do colocar delicado que usava, na minha cabeça ainda passava a curiosidade do por que Harry havia dado -me aquilo. Será que tinha algum motivo? Será que teria ao menos alguma explicação? Ele era tão confuso que chegava a ser um pouco agoniante.

O moreno estava sentado no banco do motorista ao meu lado, fazendo o trajeto de algum lugar que ate o momento eu ainda não sei onde é, meu olhar corria perdido pelas luzes da rua e nos faraós dos carros que seguiam naquela pista. Estávamos ali a longos minutos e o silêncio nos acompanhava, bom quase silêncio né. Vez ou outra eu espiava Styles pelo canto do olho, ele olhava o retrovisor preso no teto carro e voltava a olhar a pista com atenção, mesmo ele parecendo esta distraído, seus lábios estavam em uma linha reta e seus traços estavam duros, me deixando em alerta que não seria agradável começar uma conversa.

Quando minutos se passaram um suspiro escapou de meus lábios e meu olhar se desviou para minha mão que estava pousada em meu colo, o carro aos poucos foi sendo estacionado e eu franzi o cenho, um pouco confusa se tínhamos chegado. Ergui o olhar e corri pela rua quase vazia, não tinha nenhum sinal de algum lugar que estivesse recebendo gente para uma festa, voltei meu olhar confuso para Harry que tinha seu olhar em mim e antes que eu pudesse me pronunciar quando abri a boca, ele se pronunciou.

- Tenho uma regra essa noite Rebecca, mas de eu citar ela você tem que saber que essa não será uma festa que você frequentava antes. - disse secamente, suas íris escuras causando-me certos calafrios.

- Tudo bem. - soprei desconfortável diante de seu olhar.

- Você não falará com ninguém, há não que eu permita. - falou apertando o maxilar e apertando sua mão contra o volante. - Como eu disse antes de sair, não aja como uma vadia.

- Eu não ajo como uma. - falei firme usando o mesmo tom que ele, revirei os olhos sentindo um gosto amargo na boca devido a forma que ele estava me tratando. Mesmo sabendo como ele é, ele estava sendo pior comigo naquele momento.

Ele soltou uma risada irônica e voltou a se virar para frente, voltou a ligar o carro e seguiu em frente, em seguida fez a curva me dando a visão de alguns carros, carros bem luxuosos. Fiquei confusa ainda mais, mas logo assim que o carro estacionou e Harry saltou para fora, eu pude correr meu olhar e ver que aquilo era uma galeria. O que diabos estávamos fazendo em uma galeria de artes? Ele não vai me dizer que iria querer comprar alguma obra. Harry não fazia o tipo de pessoa que se interessava por coisa assim.

Saltei do carro e dei a volta nele, Harry me esperava com a mesma expressão de antes, o manobrista que havia pegado a chave do moreno entrou no carro e foi estacionar o carro. Caminhei com ele em direção a entrada enquanto segurava uma parte do vestido, o vento gélido batia contra minha pele me causando um leve arrepio de frio, mas eu ignorei, eu estava tentando não tropeçar. Sou desastrada demais e salto e vestido longo comigo não são uma combinação boa.

Uma vez dentro da galeria com Harry pude ter uma visão ótima do lugar, de fora parecia algo muito simples e que não era nada demais, mas as pinturas eram maravilhosas e pareciam valer muito dinheiro. As pessoas conversavam e bebiam uma taça de champanhe, outras apenas observavam as artes nas paredes e bebiam a mesma bebida. Era estranho esta ali, não parecia um lugar que eu costumava frequentar, na verdade não é nem de longe.

Avistei Niall junto a mulher cujo nome era Rachel, ele parecia bem descontraído e conversava com um homem que eu não sabia quem eram, meu olhar correu mais alguns centímetros pude reconhecer algumas outras pessoas que estavam na sala de Harry antes de sairmos.

- Até que fim você chegou, estamos aqui já algum tempo. - a voz da mulher soou me deixando saber quem era, cedi meu olhar para o lado e pude ver ela ao lado de Harry. - Estamos todos ansiosos. - ela esboçou um sorriso largo enquanto passava o braço envolta do de Harry o arrastando para longe dali.

Suspirei desviando meu olhar do dele e corri minhas iris azuis pelo local, encolhi um pouco os ombros e dei alguns passos me aproximando de uma das paredes que continha um quadro, em meio a esse pequeno caminho um garçom passou por mim e eu peguei uma taça, tomei um gole parando em frente a parede com o quadro. Fiquei apenas o olhando deixando que meus pensamentos fluíssem.

Não queria ter realmente vindo, tudo bem que eu precisava e queria respirar um pouco ar puro e sair daquela casa, mas vendo agora eu me sinto um pouco deslocada, lá ao menos ficaria fazendo algo e poderia ao menos conversando com Liv. Há como eu sentia falta daquela louca, assim como eu sentia falta de Liam e outras pessoas, agora que eu estou longe sinto como se eu não tivesse aproveitado o tempo necessário com eles, poderia ter feito mais.

- Existe outras telas para serem observadas. - a voz feminina doce soou ao meu lado me arrastando de meus devaneios. - Mas essa pintura é bonita também.

Olhei a ruiva e uni as sobrancelhas, comprimi os lábios e encolhi um pouco os ombros não dando muito importância ao que ela falava. Não sou o tipo de pessoa que é antipática, mas aquela garota não me instigava a querer conversar.

- O que, Harry cortou sua língua no caminho para cá? - perguntou soando em tom de brincadeira, cedendo seu olhar para mim para me analisar.

- Só não estou afim de conversa. - falei usando um tom de voz calmo, não querendo ser rude. Girei os calcanhares e caminhei dm direção a outra parede, bebendo outro gole da bebida, parei em frente a uma fotografia preta e branca.

- Niall disse que você achou que eu era namorada de Harry. - disse quando se posicionou ao meu lado. - Acho que você é a primeira pessoa a pensar isso. - riu baixo soltando em seguida um suspiro que atraiu meu olhar em seguida, mas

me mantive calada. - Cadê ele? Ele não costuma deixar as acompanhante dele sozinha assim, mesmo elas sendo fantasma perto dele.

Suspirei rolando os olhos para o quadro. - Ele foi levado por uma garota, então não faço a mínima ideia de onde ele esteja. E eu não sou sua acompanhante. - disse apertando a taça em minha mão. Até parecia que eu estava ali apenas para verem ele chegando com alguém, como se ele precisasse de mim para aquilo. - Olha, eu não quero ser grossa...

- Você já esta sendo grossa, mas tudo bem. - deu os ombros parecendo não ser importar com minha antipatia. - Eu só queria saber se você é o que eu soube, se me falam bem de você é porque você é... - deixou a frase no ar girando os calcanhares, mas antes que pudesse caminhar a segurei pelo braço.

- O que disseram que eu sou? - perguntei ao soltar ela, estava curiosa. Quem havia falado de mim para aquela mulher? Acho que conversar um pouco com ela não faria mal, sem contar que eu poderia descobrir algo que interessa-me.

- Venha, vamos tomar um drinque e conversamos um pouco Rebecca.

- Becca. Apenas... Becca. - soprei passando a mão em meus fios seguindo ela em seguida.

Ela assentiu e seguimos em direção ao bar do lugar, era algo bem pequeno apenas para que alguém pegasse uma bebida e saísse para caminhar pelo lugar, chegamos e eu terminei minha bebida e pedi outra para acompanhar ela, era fraca assim como a anterior. Eu olhei em volta para ver se via Harry, mas ele não estava por ali e nem vi mais Niall, as pessoas que eu havia reconhecido também ali não estavam.

- Quem falou de mim para você? - perguntei quando voltei minha atenção para a ruiva, ela soltou uma leve risada balançando a cabeça em negação.

- Oh Rebecca, é tão óbvio. - falou tomando um gole da bebida que estava na taça. - Você me parece uma garota calma. - falou com um leve sorriso nos lábios, o batom vermelho deixando seus lábios sobressaídos, ela fez menção com a cabeça para que eu a seguisse ela e assim eu fiz. - Soube que você já meio que morou aqui uma vez.

- Não exatamente. - dei os ombros tomando um gole da minha bebida enquanto acompanhava ela.

Ela murmurou algo e continuou andando ao meu lado, meu olhar corria sem curiosidade alguma pelas telas, o barulho dos saltos que eu usava ecoavam junto aos outros que as mulheres usavam, dedilhei a taça com a bebida que eu tomava e respirei fundo antes de voltar -me ruiva, mas antes que eu pudesse pronunciar-me ela já o fazia.

- Esta gostando de morar aqui? Pelo que eu soube você não tinha muito o que deixar para trás, então não é um problema. - falou, seu tom carregado de curiosidade.

- Eu não tinha o que deixa para trás, tudo que era meu foi tirado. - falei soando seca enquanto continuava a andar, agora um pouco a frente dela sabendo que a mesma me seguiria.

Fiz a volta na parede passando por algumas pessoas, segui o corredor pequeno que dividia uma coluna da outra e virei o copo, bebendo todo o líquido e em seguida o deixei sobre a bandeja do garçom que passava, virei a minha esquerda parando no instante em que meu olhar pousou na figura do moreno de olhos verdes. Ele estava acompanhado com a loira que havia o puxado assim que chegamos, a mesma loira que estava sentada no colo dele antes de saímos, seus lábios estavam esticados em um belo sorriso que deixava suas covinhas aparecerem, mas seus olhos ainda eram frios, ele parecia distraído enquanto conversava com as pessoas a sua volta, sua mão no final das costas da loira e eu senti uma pontada de inveja, não sabendo o por quê daquilo.

- Como é saber que ele trata todos de uma forma amigável enquanto a você trata como um lixo? - perguntou ao meu lado me arrastando de meus devaneios. - Todos enfrentam ele, você é a única que serve de boneca para ele Jones. - falou, mas seu tom não soando como deboche era mais como se ela estivesse me encorajando a algo, o que me deixou surpresa. - Ele mostra a você um monstro, enquanto para os outros não.

- O que tá fazendo? - perguntei unindo as sobrancelhas, minha voz soando como um murmuro. - Até parece fácil enfrentar ele, como se não houvesse alguma punição. - não a olhava, mantinha meu olhar na cena, suspirei fechando meu olhos por um breve momento.

- Antes de qualquer coisa você precisa ser notada querida. - desviei de imediato meu olhar para ela, arqueei uma de minhas sobrancelhas segurando meus braços a frente do meu corpo. - Você carrega uma inocência que deixa claro que você abaixara a cabeça a cada momento que Harry mandar, ele eleva a voz você encolhe parecendo um cão assustado, ele fará de você uma verdadeira boneca e tenho certeza que certa trouxa também... - fez uma pausa, puxando o ar e correndo suas iris claras por mim, seus lábios se esticaram em um sorriso enquanto tocava meu ombro. - Confie em mim, conheço Harry melhor que ninguém.

Estava na dúvida se ela queria me ajudar de alguma forma ou me ferrar, mas ela parecia alguém legal e eu precisava realmente mudar o fato de ser controlada por Harry. Talvez se isso acontecesse eu poderia voltar para Los Angeles, rever meus amigos e voltar uma vida normal.

- Se me der licença, vou ir pegar outra bebida. Aproveite a exposição.

E lá se foi ela, enquanto eu me mantive ali parada ao lado da parede enquanto pensava em algo para fazer, algo para me distrair, mas era difícil se distrair em algum lugar quando você sabe que não se encaixa, se eu pudesse eu sairia fora dali e não voltaria mais.

Balancei a cabeça em negação e dei uma última olhada na direção em que Harry estava, suspirei e girei meu calcanhares indo em direção a saída, quando cruzei a porta me senti mais aliviada de respirar ar puro, sabendo que para mim pensar sobre algo eu precisava daquilo. Fechei os olhos e puxei todo o ar para os pulmões, meu fios se elevaram quando o vento fresco pairou, abri os olhos e franzi o cenho quando o estrondo soou indicando que o tempo mudaria, se não fosse por minha cabeça esta longe eu já estaria com medo.

Corri o olhar e reprimi os lábios, franzi o cenho e girei os calcanhares esbarrando sem querer em alguém que estava para entrar na galeria.

Rebecca desastrada esta de volta...

- Me desculpe. - falei abaixando-me quando vi que havia derrubado algo no chão, pus-me de pé em seguida recebendo um toque pelo cotovelo como ajuda para levantar. - Não foi minha... Intenção. - minha voz falhou assim que meu olhar pousou na figura do loiro. Ele estava com um sorriso doce nos lábios, demonstrando que não estava incomodado com o meu esbarro.

- Esta tudo bem. - falou, sua voz soando em um tom de voz agradável. - Meu celular esta intacto. - falou soltando uma risada baixa enquanto eu o entregava seu celular.

Senti-me aliviada, primeiro que eu não havia estragado o celular de alguém, segundo que ele não era um ignorante que ia vir com sete pedra nas mãos por conta de um esbarro.

- A senhorita ia entrar? - perguntei olhando na direção da entrada enquanto colocava seu celular dentro do bolso.

- Ia... Ham... Mas preciso de um pouco mais de ar, então ficarei aqui fora. - disse encolhendo um pouco meus ombros enquanto olhava na direção da entrada.

- Okay. - falou balançando a cabeça e dando-me um breve sorriso antes de se virar e caminhar para dentro da galeria.

Seria tão bom se eu fosse tratada assim a todo momento.

As palavras de Rachel voltaram a rondar em minga cabeça, será que eu deveria acreditar nela? Ela parecia - me uma pessoa legal, mas só de saber que ela era bem próxima a Harry me causava arrepios. Tinha que confessar que ela tinha razão, Styles tratava as pessoas as volta dela diferente que tratava a mim, e eu me pergunto o por quê disso, por que comigo tem que ser tão diferente, tão rude e tão agressivo. Ele só prova que a pessoa que mostrou ser a meses atrás não existe.

Passei a mão na testa no instante em que senti uma gota molhada cair sobre minha testa, franzino cenho e ergui a cabeça a tombando para trás percebendo que eu não estava embaixo do sobrado da entrada, suspirei e girei os calcanhares indo em direção a entrada da galeria e assim que cheguei a chuva começou a cair. Balancei a cabeça e junto as pessoas adentrei, sobressaltei quando um estrondo veio da parte de trás onde estava, quando olhei vi que as portas estavam se fechando, dei de ombro não dando tanto importância e voltei a andar para mais dentro da galeria.

Corri o olhar a procura de alguém conhecido, mas tinha gente o bastante para que eu não conseguisse encontrar ninguém, passei por entre as pessoas abrindo caminho ate que meu corpo se chocasse com o de alguém e eu sentisse o líquido que havia derramado sobre mim. Era gelado.

- Oh.. Desculpe.. - a voz soou atraindo de imediato minha atenção. Era o rapaz que eu havia topado minutos atrás. - olha só, duas vezes na mesma noite.

- É... Mas agora eu quem me dei mal. - falei sem graça abaixando o olhar para o vestido. Não estava tão molhado, mas estava visível a mancha escura do vinho branco.

- Não pense que estou querendo revidar sobre o esbarro de antes.

- Isso não passou pela minha cabeça, esbarros acontecem.

- Verdade. Bom, como pedido de desculpas... Gostaria de me acompanhar em uma bebida?

Balancei a cabeça em negação tendo o pensamento de que aquilo não seria uma boa ideia, Harry mesmo havia dito que eu não deveria conversar com ninguém sem a permissão dele, mas eu já tinha trocado algumas palavras e ele não estava no campo de visão, então... Não teria problema.

- Claro, uma bebida.

Ele assentiu e se virou indo atrás de uma bebida, mordi o canto do lábio inferior e corri meu olhar envolta, apenas me certificando que Harry não estava por perto. Poucos minutos depois o loiro estava de volta com duas taças cheias, me entregou uma e ficou com a outra, beberiquei um gole desviando meu olhar dele.

- Você não disse seu nome.

- Nem você disse o seu.

Ele soltou uma risada baixa estendendo a mão em minha direção.

- Não seja por isso. - disse enquanto pegava em minha mão e a levava em direção ao seus lábios. - Sou Connor.

- Rebecca. - disse em um sopro unindo as sobrancelhas após ele beijar as costas de minhas mãos. Sorri de leve voltando a desviar o olhar dele e a beber a bebida.

- Presumo que esteja sozinha aqui. - perguntou inclinando um pouco a cabeça para o lado.

- Não estou. Estou com um..

- Namorado?

- Não. Ham.. Amigo.

- Sei. Bom, para mim esta sozinha, não o vejo por perto. - riu tomando um grande gole da sua bebida.

Sorri sem mostrar os dentes enquanto cedia meu olhar para ele, arqueei uma das sobrancelhas e me pus em uma postura mais ereta, engoli a saliva quando meu olhar se encontrou com o dele e uma pontada surgiu no pé da minha barriga, em forma de alerta.

- Eu preciso... Eu. Com licença. - o entreguei a taça e fui caminhando por entre as pessoas em direção a um corredor.

Não sabia onde ele me levaria, mas torcia que fosse para um banheiro.

Me perguntava onde estaria Harry que havia sumido dali, Rachel também e principalmente Niall que eu havia visto apenas quando havia chegado

Eu deveria esta entrando em pânico por só pensar em ter ficado para trás sozinha, eu deveria é esta comemorando, pois se eles tivessem ido e deixado -me para trás eu iria estar livre, poderia voltar para casa e não seria mais uma prisioneira.

O problema, era que lá no fundo, bem lá no fundo algo estava querendo ficar, mesmo sendo presa dentro de uma casa com outras pessoas que me causavam calafrios, dentro da casa de uma pessoa que me tratava como um lixo, não estava conseguindo entender.

Meu corpo foi puxado para o lado me fazendo tropeçar.

- Achei você. - a voz soou me livrando dos meus devaneios me fazendo sobressaltar assustada. Mas meu corpo ficou relaxado quando meu olhar cruzou com as iris verdes do moreno.

Ele estava ali.

- Onde você estava? Estou te procurando a um tempão Rebecca. - falou, sua voz soando fria e rude.

Abri a boca para falar, mas as palavras faltaram. Meu corpo estremeceu enquanto Harry me segurava pelos braços, fechei a boca e balancei a cabeça em negação enquanto desviava o olhar dele.

- Achei que havia ido embora.

- Vamos. - apenas ordenou enquanto me arrastava pelo corredor.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...