História Love Or Kill - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Megan Fox
Personagens Justin Bieber, Megan Fox
Tags Justin, Megan, Romance
Exibições 64
Palavras 1.146
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem a demora meus anjos, boa leitura.

Capítulo 22 - Case


Megan Pov

-  Megan, você precisa saber a verdade, você não pode se deixar enganar.- Uma mulher coberta por um capuz preto dizia séria.

- Quem é você? Do que está falando?- Perguntei assustada, ela se aproximou com um revolver na mão, fiquei estática.

- Quando for a hora...atire.- Ela disse colocando o revolver em minha mão e então se livrou do capuz, revelando-se, Camilly.

...

- O que tá acontecendo com você?- Justin perguntou me acordando e eu me sentei na cama meio ofegante.

- Desculpe, pesadelo.- Falei me recompondo e ele assentiu.

- É a quarta vez nessa semana Megan. O que você tem de tão sombrio que está te aterrorizando?-  Perguntou curioso e eu engoli seco.

- Nada.- Respondi seca e ele se virou e voltou a dormir. Encostei minha cabeça no travesseiro macio e tentei pegar no sono mais uma vez mas era impossível. Sempre que eu fechava os olhos a imagem de Camilly vinha na minha cabeça e eu me recusava a sonhar com isto novamente.

...

- Tenho uma surpresa para você.- Justin disse beijando minha testa e eu olhei desconfiada.

- O que você aprontou?- Perguntei curiosa e ele me olhou sapeca.

- Vamos.- Ele disse me guiando para fora da cozinha e indo até a garagem. Entramos no carro e ele acelerou entre as ruas do bairro.

- Vai me sequestrar?- Perguntei rindo e ele jogou o carro na frente de uma enorme casa com um grande portão prata. Descemos do carro e alguns seguranças abriram o portão para nós e entramos. Havia um jardim extenso com varias arvores cheias de flores espalhadas pelo jardim, muito parecido com um bosque, alguns bancos de dois lugares e com estofado estavam posicionados em baixo das arvores maiores, na sombra. Na frente do grande portão havia uma guarita onde alguns seguranças revezavam seus turnos e ao lado uma garagem ao ar livre com lugar para dois carros. A casa tinha grandes janelas e era muito moderna por fora. Entramos pela porta da frente e demos em uma grande sala com moveis brancos de couro e uma grande televisão, haviam quadros e tapetes todos combinando com os moveis. Uma grande lareira estava posicionada do outro lado da sala em um ambiente muito aconchegante e elegante. Eu observava tudo com muita atenção.

- Gostou?- Justin perguntou sorrindo de canto a canto de seu rosto.

- O que você quer dizer com isso?- Perguntei olhando para ele, algumas lagrimas já escorriam em meu rosto.

- Vamos lotar essa casa de crianças Megan.- Justin disse me levantando do chão e me beijando.

- Eu não acredito, eu te amo.- Eu disse entre os beijos e ele riu.

- Vamos ver o restante.- Ele disse me puxando para mais um cômodo e eu fui correndo atrás dele. Entramos na cozinha, era toda de ladrilhos brancos com alguns detalhes dourados e os moveis também, havia um grande balcão com alguns bancos em volta e uma mesa redonda no centro da cozinha, ao lado da geladeira prata havia uma porta, segui até a mesma e a abri, arregalei os olhos. Lembro-me bem de parquinhos para crianças, mas esse tem muito mais brinquedos do que qualquer um que eu já tenha visto. Caixas de areia, escorregador, balança, gangorra, uma casa da arvore e cabanas, era um paraíso infantil. Justin me abraçou por trás e depositou um beijo em minha nuca.

- Isso...é demais.- Falei quase sem palavras e ele suspirou.

- Não quero que se sinta mal.- Ele disse meio culpado e eu me virei e selei nossos lábios em um beijo rápido.

- Eu estou bem.- Falei olhando para ele e depois saindo afim de ver o restantes dos cômodos. Atrás da cozinha havia um alojamento para os empregados, era como uma segunda casa, havia cozinha, banheiro, quartos e até uma sala de jogos. Subimos as grandes escadas e saímos em um extenso corredor cheio de portas, arrisquei-me e abri uma dando de cara com uma enorme cama de casal e espelhos espalhados pelo quarto, era tudo muito romântico e atraente neste cômodo, tudo no tom rose. Abri outra porta ao lado daquela e entrei em um quarto sofisticado mas simples, cogitei a ideia de ser o de hospedes, Justin me avisou que tínhamos três quartos de hospedes e me mostrou quais, todos muito bem mobiliados com televisão quadros, janelas extensas, tapetes e cortinas no dourado e branco. Por ultimo abri uma porta que estava decorada com uma plaquinha azul e rosa bebê, girei a maçaneta devagar e entrei. Um berço bege de renda com alguns brinquedos e animais de pelúcias estava no centro do quarto. Prateleiras de brinquedos e um enorme guarda roupa com um enxoval de bebê dentro, engoli seco e me virei para Justin.

- Ok, acho que agora você pegou pesado demais.- Falei receosa e ele deu um sorrisinho de lado.

- Desculpe, foi a Scar.- Falou segurando o riso e eu revirei os olhos.

- Você sabe que não vai ser fácil Justin. Não quero que se decepcione.- Falei com a voz triste e ele me abraçou.

- Você sabe que eu te amo, e vou fazer tudo o que puder e estiver ao meu alcance para que você consiga ter esse filho.- Ele disse beijando minha testa e eu o abracei.

- Nosso filho.- Eu disse o corrigindo e ele me abraçou forte.

...

- Está tão calor.- Scar disse sentada na cadeira em frente a piscina onde todos brincavam e bebiam. Sua pequena barriga já começava a marcar o crescimento de seu bebê.

- Meu Deus como você está barriguda.- Pattie disse passando a mão em sua barriga e Scar sorriu contente.

- Nem tanto, são só quatro meses.- Scar disse e Pattie arregalou os olhos.

- Você demorou muito para descobrir?- Pattie perguntou e Scar assentiu.

- Descobri quase no terceiro mês, quando comecei a ter enjoos. Na verdade quem sacou de primeira foi a Angela.- Scar disse contando e eu dei um gole em meu suco natural de maracujá.

- Se fosse pela Scar ela só saberia na hora do parto.- Falei rindo e todas riram. Minha mãe chegou e se sentou ao nosso lado.

- Com quanto tempo você descobriu que estava grávida da Megan?- Scar perguntou curiosa e minha mãe sorriu. Ela gostava de falar sobre isso.

- Eu soube desde o primeiro momento.- Minha mãe disse emocionada e Scar pigarreou.

- Eu sempre fui muito especial.- Eu disse me gabando e elas comaçaram a dar risada. Marcia apareceu segurando o telefone e chamou Justin educadamente. Justin atendeu e sumiu pela cozinha, me levantei e fui atrás dele, ele estava escorado na porta do escritório e seu semblante não era dos melhores, me aproximei e coloquei minha mão em seu ombro e ele se enrijeceu.

- Quando ia me contar que teve um caso com Stiller?- Gelei.


Notas Finais


Até o proximo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...