História Love or revenge - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adelaide Kane, Ashley Benson, Ian Harding, Lucy Hale, Pretty Little Liars, Reign, Troian Bellisario, Tyler Blackburn
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Ella Montgomery, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Francis II of France, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Mary, Queen of Scots, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Exibições 20
Palavras 1.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi amores, desculpem pela demora e que tenho estudado muito estes dias.
Espero que gostem😍🐼💕

Capítulo 15 - A good son always goes home


Mary andava impaciente de um lado para o outro enquanto observava Ezra beber o seu 12° copo de uísque, seus olhos estavam inchados e seus cabelos bagunçados, ela sabia que hoje seria babá do seu irmão. Ele tinha idade suficiente para se virar sozinho. O pior de tudo e que ele vem pra sua casa, Mary não gostava que seu irmão fosse para sua casa se esconder e beber, Nicole era o motivo, ela lembrava dos olhos castanho afiados de Nicole direcionados à ela, era como se ela à culpasse por ser uma péssima irmã, Mary não se importava com isso, mais era bizarro quando Nicole estava furiosa. Ezra observava o nada-seu olhar estava distante, Mary pigarreou alto e Ezra olhou pra ela.

- é melhor parar por aqui Ezra...

Ezra fuzila Mary com o olhar só pelo simples comentário de tomar a bebida dela.

- eu só vou parar quando Aria voltar pra mim...

Mary sentiu pena do irmão, ela sabia que Aria estava grávida de Jason, e ela sabia que não será nada fácil pro irmão conviver com isso na cabeça. Mary se aproxima lentamente e faz um cafuné no cabelo do irmão, a lembrança da infância de quando ele fazia cafuné em Mary invadiu sua mente e pela primeira vez desde que chegou na casa da irmã, ele sorri.

- sinto muito pelo Louis...

Ezra beija o topo da cabeça da irmã e ela sorri triste.

...

Aria encarava o nada, Jason e Ali estavam na piscina. Eles pareciam tão felizes, Ali ria enquanto o pai fazia cosquinhas nela. Os cabelos claros de Jason pareciam dourados com o sol batendo neles, seus olhos verdes pareciam vivos, já Ali seus cabelos negros e olhos azuis parecia muito com Ezra.

Flashback

As compras de Aria estavam pesando, seus saltos altos não ajudavam com o peso das compras, fazia 3 anos que ela havia saído de Rosewood. Ali havia desaparecido, todas se sentiram mal por isso. Então em um belo dia ela resolveu chamar sua filha de Alisson em homenagem à sua amiga desaparecida.

- tô com sono mamãe...

Ali coçou seus olhos azuis.

- precisa de ajuda?

Uma voz familiar chamou a atenção de Aria, ela tirou os óculos escuros e olhou em direção a voz e acabou se deparando com quem ela menos esperava. Jason DiLaurentis parecia mais velho com seus cabelos compridos, ele parecia um surfista, sua pele estava bronzeada e seus olhos verdes eram marcantes, Aria ficou um tempo olhando Jason nos olhos, mais quando sentiu sua filha apertar sua mão, ela quebrou o contato visual. Jason olhou para Aria e depois para a menininha, ele parecia confuso.

- ela é sua filha?

Jason pergunta hesitante, ele não queria ser grosso ao perguntar isso.

- sim, essa é a Alisson...

Um brilho passou pelos olhos de Jason, ele encarou a menininha e tocou seu nariz, ela sorriu com o ato e Aria também.

- Ali...

Aria ficou encantada com a cena, Ali abraçou Jason e ele pareceu surpreso. Depois disso Jason se ofereceu para levar as compras e Aria permitiu, ele propôs uma carona e ela aceitou.

Flashback off

...

Caleb andava de um lado para o outro ele queria saber o que houve no passado, Hanna estava escondendo alguma coisa, ele tinha certeza a porta se abre e Francis entra havia uma mala enorme logo atrás dele e ele estava sorrindo.

- Caleb?!

Francis sorriu ao ver o amigo, Caleb encarou Francis que foi até ele e o abraçou.

- não sabia que você ia voltar hoje? Se soubesse tinha feito uma festa...

Francis riu com o comentário.

- francamente, nem eu sabia...

Francis voltou para assumir sua empresa. Seus pais voltaram à alguns dias antes dele. Henry e Katherine queriam que ele se casasse com Olivia D'Amencourt, ela era uma garota rica e legalzinha. Caleb manda Francis se sentar no sofá e contar as novidades, Caleb oferece bebida e Francis aceita um uísque. Francis fala sobre seu trabalho, sobre a paranóia de seus pais que querem que ele se casa com Olívia, então chega um momento em que Francis pensa em Mary, sera que ela ainda pensa nele? Sera que seus cabelos estão iguais? Eram tantas perguntas.

- e Mary?

Caleb sabia que Francis tinha um interesse em especial por Mary.

- ela está quase igual, ela fica mais bela à cada dia...

Francis sorriu, mais essa informação não era o suficiente, ele precisava saber mais.

- e a vida dela?

Caleb sorriu malicioso para Francis e ele revirou os olhos.

- depois que ela saiu da Pensilvânia, ela veio para cá e acabou casando com Louis...

Francis sentiu um gosto amargo em sua boca, só de pensar que sua Mary estava casada com Louis, o deixou irritado.

- mais ele morreu há alguns meses atrás... E ela tá viúva e grávida...

Francis sentiu um aperto ao saber que Mary estava sozinha e desprotegida, ele era um idiota no tempo em que morava na Pensilvânia. Mais ele mudou durante esses anos.

- você sabe o que aconteceu com sua irmã Hanna quando ela se mudou pra cá?

Francis dá de ombros.

- ela veio e teve um bebê, mais ele morreu... Minha mana ficou arrasada. Ela nunca me disse quem era o pai, eu desconfiei que fosse você, mais vocês nunca fizeram...

Caleb encarou o amigo, ele sabia que Francis estava enganado ele e Hanna já havia feito amor. Mais preferia não comentar, ele sentiu uma pontada enorme no estômago, ele não sabia bem o que era, mais sabia. Era luto. Ele sentia tristeza por ter perdido um filho e se sentia mal por ter deixado Hanna.

- pra onde você vai?

Caleb pergunta quando vê Francis sair pela porta.

- vou ver minha garota...

Francis fala e sai deixando Caleb preso em sua culpa.

...

Spencer encarava a comida sem vontade, ato que não passou despercebido por Toby, ele havia à convidado para um jantar entre amigos, Spencer parecia distante. Ela estava na verdade, ela estava pensando em que ponto ela havia chegado, estava noiva de um psicopata que batia nela. Os olhos azuis de Toby analisavam Spencer detalhadamente, seus cabelos séculos estavam mais curtos e ela parecia mais magra que o normal, abaixo de seus olhos haviam grandes olheiras.

- há quanto tempo você não come?

A pergunta paira no ar por alguns segundos até que desperta Spencer que olha pra Toby e sorri, não era um sorriso de uma pessoa feliz de verdade, era um sorriso fingido, ela estava escondendo sua dor.

- hã?

Toby encara Spencer preocupado, ele sabia que ela não estava bem. Marco havia a ameaçado, ele disse se ela continuasse o ignorando, ele iria matar todos que ela amava, seus olhos queimavam de lágrimas, mais ela não iria chorar, não na frente de Toby.

- você está estranha...

Toby percebeu que Spencer estava com seus olhos lacrimejantes mais nada comentou sobre.

- eu tô ótima.

Spencer fala sorrindo, agora convincente. Ela sabia que não iria pôr Toby em risco.

...

Amélie observava sua "amiga" Mary Stuart, ela nunca gostou de Mary, ela jurou se vingar dela. Na faculdade elas eram colegas, ela tinha algo com Francis e ela estragou, agora é o dever dela destruí-la, seria perfeito já que ela está vulnerável. Mary estava sentada chorando, ela odiava chorar, mais no momento era inevitável, ela sentia um pouco de raiva de ter engravidado, esse era o sonho de Louis e dela, mais sem Louis seria sem sentido ter esse bebê. Amélie se aproxima e senta ao lado de Mary, a vilã põe sua mão sobre a de Mary e ela sorri.

- você está bem Mary?

A assistente de Mary pergunta sorrindo falsamente.

- não... Eu sinto como se esse bebê fosse culpado pela morte de Louis...

Amélie sentiu sua chance de destruí-la chegar. Mary só precisava de alguém para aumentar a dor dela. Ela não aguentaria.

- eu concordo com você, se você fosse livre sem esse bebê... Você estaria fazendo seu trabalho de cirurgiã na Alemanha.

Mary sentiu um forte peso na sua barriga, ela sabia que ser mãe não era e nunca foi seu sonho. Um sentimento de rejeição passou pela cabeça de Mary. Ela odiava esse bebê.

...

Aria e Jason se entreolhavam sem assunto.

- eu me sinto mal em esconder da Ali...

Alisson que estava passando pela cozinha pra pegar um suco, parou atrás da porta pra ouvir a conversa.

- Jason eu sempre pedi pra você nunca contar pra ela.

Ali se sentiu interessada pela conversar o que seus pais estavam escondendo.

- não posso esconder que o professor dela e o pai verdadeiro dela...

Ali sente uma pontada de decepção.

- o quê?!

... Continua


Notas Finais


Então o que acharam? Se gostou comenta e favorita.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...