História Love or Sin? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gilmore Girls, Os Instrumentos Mortais
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Luke Graymark, Madame Dorothea, Maia Roberts, Maryse Lightwood, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Clace, Gilmore Girls, Incesto, Romance, Shadowhuntes
Exibições 166
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom pessoal (ou fantasmas que me deram 16 visualizações) voltei, com capítulo novo!!
Espero que gostem!

Capítulo 2 - Nosso Momento


Fanfic / Fanfiction Love or Sin? - Capítulo 2 - Nosso Momento

CLARY

Depois de acordar, eu fui até o banheiro para fazer minhas higienes matinais, quando fui escovar os dentes, acidentalmente deixei cair um pouco de água, eu ia sair do banheiro para pegar um pano para secar o chão, mas, quando eu estava saindo da porta dei de cara com Jace, no susto, eu dei um passo para trás e acabei escorregando, estava perto de cair, mas, felizmente Jace me segurou, eu estava colada no corpo dele, sentia sua respiração e seus fortes e definidos músculos.

―Obrigada! ―falei, envergonhada pelo que tinha acontecido.

―De nada! ―ele falou, ainda me segurando. Não vou mentir, ficar sentindo o corpo dele estava bom.

―É… É… eu vou pegar um pano, para limpar  ―falei e em seguida, ele me soltou.

―OK.

JACE

A noite não foi nada fácil, minha mãe ficou chorando até de madrugada, quando eu finalmente consegui dormir. Eu entendo ela, deve ser muito difícil perder alguém que ama, mas fazer o que, se você ama um criminoso!

Levantei da cama, fui até o corredor, desci as escadas e me dirigi ao banheiro, quando eu cheguei lá, Clary estava virada de costas, ela se virou e se assustou comigo, acabou escorregando em alguma coisa que eu não vi o que era, para evitar que ela caísse eu a segurei, bem forte, pude sentir quase todas as partes do seu corpo, caralho, ela estava…. gostosa com aquela roupa. Eu continuei segurando ela, estávamos bem próximos, eu conseguia sentir sua respiração no meu pescoço.

―Obrigada!  ―ela falou, corada.

―De nada!  ―falei, ainda segurando ela, como se eu nunca quisesse soltar, talvez eu não quisesse mesmo, mas isso é um caso à parte.

―É… É… eu vou pegar um pano, para limpar  ―falou, gaguejando um pouco, ela estava com muita vergonha, dava para saber, só de olhar.

―OK  ―falei. Depois de algum tempo ela voltou com o pano, aquele shorts curto que ela estava usando realçava suas pernas, que não eram muito grandes  ―Deixa que eu limpo!  ―falei, ela jogou o pano para mim e saiu do banheiro, sorridente.

Depois de limpar o que Clary sujou eu fiz minhas higienes matinais e voltei para meu quarto, fiquei mexendo no meu celular, mas, seguido, a imagem de Clary grudada em mim me veio à cabeça. Ta! Eu realmente preciso parar de pensar nela assim, é minha irmã!

Depois que os pensamentos com Clary passaram, eu acabei dormindo, mas fui acordado por uma anjo ruivo batendo na porta do quarto.

―Jace!  ―chamou Clary  ―Acorda!  ―falou, balançando minhas pernas.

―Quê?  ―falei, me revirando na cama.

―Jace!  ―falou, dessa vez, elevando a voz.

―Fala!  ―resmunguei.

―Rory disse que os amigos dela vão dar uma festa, ela perguntou se a gente pode ir, para conhecer nossos novos colegas! Então, você vai..?  ―ela perguntou, parecia que estava com algum receio em perguntar aquilo.

―Sim! Vamos!  ―falei, levantando da cama.

―Não, eu não vou! Você sabe que eu não gosto de festas!  ―ela falou, abaixando a cabeça.

―Vai sim!  ―falei, como se fosse uma ordem.

―Não, Jace! Não quero ir!  ―falou mais uma vez.

―Ah você vai!  ―eu falei, indo para cima dela, fazendo cócegas.

―Pa… Para….  ―falou, rindo, descontroladamente.

Ela ficou se remexendo em baixo de mim, até que conseguiu se virar, ficamos nos olhando, parados por um tempo, os olhos dela eram lindos, desviei meus olhas para sua boca, era bem pequena, bem desenhada em seu rosto. Ela percebeu e ficou corada, ela se levantou.

―Clary, que horas vai ser a festa?  ―perguntei, antes dela sair do meu quarto.

―Às dez e meia  ―ela estava cabisbaixa, depois do nosso momento.

―Você vai, né?  ―perguntei.

―Não tenho certeza!  ―ela falou.

―Mas, por quê?  ―perguntei.

―Amanhã tem aula, a festa vai começar tarde, provavelmente também vai terminar muito tarde!  ―ela começou a se explicar.

―Tudo bem então!  ―falei, mesmo se ela não for nessa festa, eu vou.

❌❌❌

O tempo passou bem lento, eram dez horas, eu estava começando a me vestir para essa festa. Rory conseguiu convencer Clary a ir também, ela estava se arrumando.

Fui tomar meu banho, entrei no chuveiro, no andar de baixo  ―que também era o único chuveiro da casa ― ao entrar no banheiro automaticamente me lembrei de Clary nos meus braços e… Porra! Por que Diabos eu fico pensando na Clary, por quê? Deve ser pela recente mudança de Idris e tal.

Na hora da festa, Clary passou no meu quarto, me perguntando se eu já estava pronto, ela estava incrivelmente bela, usava um vestido preto apertado, suas belas  ―e curtas ― pernas estavam à mostra.

Descemos as escadas e nos dirigimos ao carro de Dean, o namorado de Rory. O caminho para a festa foi curto.

A festa estava incrivelmente agitada. Haviam muitas gatinhas, mas, uma em especial me chamou a atenção, ela era simples e muito bonita. Antes de qualquer coisa eu fui falar com ela, ela me viu chegando e abriu um sorriso grande.

―Olá!  ―falei, com o meu melhor sorriso galanteador.

―Oi!  ―ela falou, simples  ―Me chamo Maia, e você?

―Jace  ―pisquei.  ―O que uma garota linda como você faz sozinha?

―Pois então… Não estou sozinha!  ―ela falou.

―Que vergonha!  ―falei.

―Não se preocupa! Não é ninguém demais!

―Então, não é seu namorado?

―Não, tá tudo bem!

 

CLARY

Assim que chegamos na festa Jace foi falar com uma garota, aquilo mexeu comigo, me deu uma certa raiva, não vou mentir. Mas tudo bem, nãao vou ficar assim por causa do Jace, ele sempre foi assim, um mulherengo! E eu nem tenho motivo para ficar com raiva, ele é meu irmão.

―Rory!  ―me virei, vi uma garota morena, de pele clara, cabelos lisos e enormes, ela era espetacular  ―Que milagre que você veio! Oi Dean!

―Pois é, eu vim trazer meus primos para essa festa.  ―falou.  ―Essa é a Clary!

―Oi.  ―falei envergonhada.

―Oi, eu sou Isabelle, você é Clary!  ―Assim que ela falou isso começou a rir, descontroladamente.  ―Isabelle bebeu um pouco demais!  ―falou e continuou rindo., eu nem liguei, olhei para o lado e vi um garoto, ele era bonito, usava óculos, era moreno, ele sorriu para mim, eu retribui o sorriso. Ele veio caminhando até mim.

―Oi! Sou o Simon.


Notas Finais


Bom pessoal, é isso! Gostaram? Por favor comentem o que vocês acharam.....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...