História Love Prism - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~LoveSecrets

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 14
Palavras 720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura❤

Capítulo 6 - ▪The Night▪


Fanfic / Fanfiction Love Prism - Capítulo 6 - ▪The Night▪

Eu tentei consolar Kim Namjoon, mas pareceu não adiantar muito, ele deve estar se sentindo muito mal, deve ser uma sensação horrivel ver a pessoa que você ama praticamente nos braços de outra pessoa.

Pov's Lee Ri Young
Na hora do almoço fiquei sozinha, pois Jung Nii disse que iria ao banheiro e sumiu, e quando Aki estava passando com seu almoço JungKook esbarrou-se com ela, que acabou derrubando a comida nos dois.

Eu não me importei de almoçar sozinha, mas oque eu não gosto é que quando estou sozinha costumo pensar até demais, e eu não conseguia tirar Kim SeokJin dos meus pensamentos, oh céus, eu não posso.Quanto mais rápido eu tirar esses pensamentos idiotas de minha cabeça melhor será!Ele é mais velho que eu e...eu não posso!

Termino de almoçar e vou para casa, no meio do caminho começa a chover e pelo oque vejo aquela chuva não esta com cara de que vai acabar tão cedo, para minha sorte lembro que estou perto da casa de Kim Akimi, então me direciono para lá.Em poucos minutos já estava em frente a casa dela, a chuva só aumentou e eu estava toda ensopada, eu acabo tropeçando, mas pelo fato de eu ter me desequilibrado acabei encostando eu flor que tem espinho e entrou um espinho bem no corte.

Eu ando até a porta sentindo muita dor, mas por algum motivo me falta fôlego e minha visão começa a ficar mais escura ate que desmaio.

Kim SeokJin

Eu estou em casa, relaxando, Aki foi na casa de Nii, só irá voltar amanhã de tarde.Preparo uma comida saudável para tomar com um chá.O microondas apita, mas quando vou pegar meu chá, um som, quebra aquela pausa de silêncio, um grito.Parece que está vindo da frente da casa, eu corro, abro a porta e vejo um corpo caído no chão, pálido, cheguei mais perto, afastei o cabelo do rosto e reconheci, como poderia esquecer...Lee Ri Young.

Ela está desmaiada, muito pálida e seu pé está sangrando muito, seguro-a em meus braços e a levei para dentro, seu corpo gelado, deitei-a em minha cama e cobri seu corpo com lençóis.Pego minha maleta de médico e examinei seu pé, retiro o espinho, é de uma planta venenosa, inclusive conhecida por fazer aqueles que se furam desmaiar.Uso um pano com água morna pra aquecer-la um pouco.Ela já está sem o espinho, mas creio que não acordará tão cedo.Pego uma cadeira e me sento ao lado da cama, observando-a, tão linda, sei que sou mais velho, mas...não consigo evitar, aquela inocência a deixava tão inofensiva, a ponto de eu querer proteger-la, é a segunda vez que cuido dela, mas dessa vez é diferente.

Me aproximo mais para vê-la, ela tem um doce cheiro de flores, viciante, fui na cozinha beber água, o chá já esfriou.Quando aquela água gelada, desce fria como o corpo de Lee pela minha garganta, bate o desespero(bato forte a mão na mesa).

-Ah!Eu não aguento! -grito, olho para o quarto, Lee se mexe um pouco, mas ainda está desacordada.Eu não posso fazer isso, não posso, mas como evitar?Percebi que já estou enlouquecendo, ela está dormindo, como um anjo, se eu fizer, ela não vai se lembrar...

Fui até o quarto novamente me aproximo,  porém dessa vez, é pra mais do que observar-la, me sinto um bandido roubando um beijo, mas decido não ir muito longe demais, eu beijo o canto de seus lábios, com delicadeza, mas...ela se mexeu, virou o rosto e nossos lábios se tocam, em um beijo de verdade, um acidente, que despertou meu coração, me afasto, ela está acordando...Será que vai lembrar?Não sei, mas eu...não vou esquecer.

~Lee Ri Young

Acordo e me sinto estranha, noto que eu estou em um local diferente, porém familiar.Sinto algo quente em meus lábios, sem perceber alguém me toca.

-Lee? -era Jin, meu Deus eu...estou no quarto dele?Por quê?Então me vem na memória que havia desmaiado a sua casa.

-Lee...você...vai...dormir aqui? -ele pergunta olhando para o chão.

-Bem...já está tarde...eu acho -me sinto insegura -acho melhor ir pra casa.-falo me levantando, mas ele me interrompe: -Não - ele segura meu braço.

-Eu não quero ser incômodo. -estou com tanta vergonha.

-Você jamais será um incômodo pra mim. -ele cora e eu viro um tomate, assenti com a cabeça e ele dá um sorriso.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...