História Love, Sex & Drugs - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila G!p, Camren, Camren G!p
Visualizações 816
Palavras 1.299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Orange, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


300 anos depois... Eu apareci.
Não há uma desculpa, apenas me desinteressei pela história, sei lá, não tinha nada em mente, não conseguia escrever.. me dediquei a uma outra que não será postada, enfim...

Capítulo 28 - Capítulo 28


É engraçado o quanto sua vida muda a partir do momento em que você conhece alguém. Desde que Lauren havia entrado em sua vida, Camila sentia-se uma pessoa melhor, mesmo com o uso de drogas se sentia bem. Havia se entregado à Lauren, confidenciado coisas, mostrado à ela tudo sobre sua vida. Sempre teve medo de errar com a morena, de fazer algo que a magoasse e destruísse o relacionamento das duas, no entanto, quem saiu ferida foi ela.

Lauren havia escondido um relacionamento que, até então, não estava acabado. A morena havia beijado o garoto e, agora, ele havia a pedido em casamento.

Retirou o cigarro dos lábios soprando a fumaça no ar e olhando para a sua frente, o mar estava calmo e luz da lua refletia naquela imensidão, desviou os olhos para o seu celular que estava jogado ao seu lado vendo a ligação de Lauren ser encerrada automaticamente. Deu uma tragada no cigarro e voltou o olhar para o horizonte.

- Camila? - escutou a voz de Lauren atrás de si, mas não atreveu se mexer. - Camz... - chamou novamente ao se aproximar. - Estou tentando te ligar desde que saiu lá de casa.

- Acho que você está no lugar errado. - disse fria sem olhar para a morena.

- Cam...

- Você deveria estar com o seu noivo. - riu irônica.

- Não faz isso. - pediu.

- Isso o que? - olhou para a morena apagando o cigarro e soltando a fumaça - Quem fez algo aqui não fui eu. - acusou.

- Camila, eu posso...

- Chega, Lauren. - gritou - Eu não aguento isso. - negou com a cabeça soltando uma risada irônica - Sabe o quão engraçado isso é? - apontou para as duas - Eu sempre me via na posição que você está agora. Sempre me vi arruinando tudo, então eu imaginava que eu poderia estragar tudo com você, que quem iria fazer as merdas era eu e.... Olha como estamos. Quem saiu ferida nessa história fui eu.

- Eu não aceitei o pedido de casamento. - Lauren disse com a voz baixa.

Camila assentiu pegando seu maço de cigarros e seu isqueiro voltando seu olhar para o horizonte.

- E o que isso muda, Lauren? Você pode até não ter aceito o pedido, mas ele vai continuar no seu pé e seus pais ainda irão continuar te apoiando e te jogando para ele. - suspirou - Isso não muda nada. Além disso, você ainda vai continuar tendo sentimentos por ele.

- Eu não tenho sentimentos pelo Keaton. - defendeu-se - Eu fiquei confusa no início, tinha muito tempo que eu não o via, mas...

- Eu não quero estar com alguém que não tem certeza dos seus sentimentos.

- Mas eu quero estar com você. - falou olhando para a latina - Eu não me importo com o que os meus pais falam ou com quem eles acham que eu devo estar, eu te amo, Camila. É com você que eu quero estar. - disse decidida - Não faz isso conosco, eu te amo.

- Lauren.... - suspirou ao sentir um beijo em seu pescoço - Não vamos resolver as coisas com sexo. - segurou a cintura da menor - Eu te amo, Lauren. Muito. Mas isso não está fazendo bem para nenhuma de nós.

- Camila...

- Eu quero ficar com você. - declarou olhando nos olhos da morena - Mas não podemos fazer isso com todas as suas incertezas ou vamos acabar nos magoando mais. - suspirou vendo Lauren negar - Eu preciso ir à Tampa, tenho coisas para resolver com Lucy, aproveite este tempo e resolva a sua vida também.

- Não faz isso, por favor.... - pediu.

- É para o nosso próprio bem.

Camila se aproximou de Lauren depositando um beijo em sua testa e se levantou recolhendo suas coisas. Deu uma última olhada para a morena e saiu dali em direção ao seu carro. Assim que a porta do automóvel foi fechada a latina deixou-se chorar. Doía. Doía muito. Amava Lauren, mas sabia que continuar com aquilo da forma que estava seria pior para as duas e uma delas poderia sair muito mais magoada.

Respirou fundo ligando o veículo e saiu dali indo até sua casa, subiu as escadas indo diretamente para o seu quarto e entrou no closet puxando uma mala e colocando algumas roupas, ligou para a sua secretária pedindo para que ela solicitasse que o helicóptero da empresa a levasse até Tampa e, pouco tempo depois, a latina estava à caminho da cidade.

- Onde você quer que eu te deixe? - perguntou o piloto.

- Pode me deixar na casa da minha mãe. - suspirou - De lá eu pego meu carro e vou para casa da Lucy.

- Ok.

O piloto pressionou alguns botões no painel e preparou o helicópitero para pouso. Assim que estavam em terra, Camila o agradeceu e desceu correndo para se distanciar. Viu a luz da casa ser acesa e sua mãe sair de lá sendo acompanhada por Derek.

- Hija, que bom que veio nos visitar. - Sinu disse se aproximando.

- Só vim aqui porque não tinha como o Albert pousar em outro lugar. - falou vendo o helicóptero subir novamente - Vou só pegar o meu carro e estou de saída.

- FIlhinha que bom que veio nos ver.

- Já avisei para não me chamar assim. - disse entre dentes.

- Veio pedir desculpas pela burrada que fez? - Derek continuou.

- Vou te pedir só uma coisa, não fale comigo. - passou pelos dois indo direto para a casa.

Camila foi em direção ao seu antigo quarto onde pegou algumas coisas suas que ainda havia ali e abriu o criado mudo que ficava ao lado da cama pegando a chave do seu carro. Desceu as escadas vendo sua mãe e Derek parados na sala e saiu sem sequer se despedir.

- Kaki... - escutou sua mãe lhe chamar fazendo-a parar - Vou me casar no início do outono.

- Espero realmente que seja feliz, mama. - declarou indo em direção à garagem.

Camila dirgia em direção à cidade enquanto escutava radio ao fundo. Ainda não tinha ligado ou mandado mensagem para Lucy, mas sabia que teria que fazer.

"Pode me passar o seu endereço?"

A resposta da prima foi rápida fazendo-a ir direto para o endereço indicado na mensagem. Estacionou o carro observando o prédio e desceu do mesmo pegando sua mochila.

- Camila... - Lucy disse ao ver a mais nova em sua porta.

- Hey... - sorriu sem mostrar os dentes.

- Entre. - abriu mais a porta dando espaço para que a latina entrasse e foi para a cozinha servindo-se de uma xícara de café. - O que aconteceu?

- Onde estão Verônica e Sarah? - desviou do assunto.

- Foram até a casa dos pais da Vê, eu não pude ir. - disse sentando-se em frente a maior - Me diz...

- Lauren e eu terminamos. - suspirou.

- Como assim?

- Estava nos fazendo mal. - mordeu o lábio - O namorado dela apareceu, ela o beijou e ele a pediu em casamento essa noite.

- Kaki... - bebeu um pouco do líquido fumegante olhando para o relógio em cima da bancada da cozinha, 4:37AM - Você...

- Estou limpa, juro. - falou - Fumei, mas nada demais.

- Como você está?

- Magoada? Não sei. - passou as mãos pelo rosto. - Eu a amo.

- Tudo vai se resolver. - informou segurando uma das mãos de Camila. - Toma um banho e descansa um pouco. Quando você acordar conversaremos, estou de folga amanhã.

- Obrigada, Lu. - disse agradecida - Você nunca desistiu e ainda continua aqui sempre que eu preciso.

- Sempre vou estar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...