História Love Sky-2 Season - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Alycia Debnam-Carey, Andrew Garfield, Ansel Elgort, Arden Cho, Ashton Kutcher, Dylan Sprayberry, Felicity Jones, Gabriella Wilde, Gage Golightly, Jennifer Lawrence, Mia Wasikowska, Sam Claflin, Sky Ferreira
Personagens Alycia Debnam-Carey, Andrew Garfield, Ansel Elgort, Arden Cho, Ashton Kutcher, Calum Hood, Dylan Sprayberry, Felicity Jones, Gabriella Wilde, Gage Golightly, Jennifer Lawrence, Luke Hemmings, Mia Wasikowska, Michael Clifford, Sam Claflin, Sky Ferreira
Tags 5 Seconds Of Summer, Alycia Debnam-carey, Andrew Garfield, Ansel Elgort, Arden Cho, Ashton Kutcher, Calum Hood, Dylan Sprayberry, Felicity Jones, Gabriella Wilde, Gage Golightly, Jennifer Lawrence, Luke Hemmings, Mia Wasikowska, Michael Clifford, Sam Claflin, Sky Ferreira
Exibições 7
Palavras 2.569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Survival
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Musica : Gone to soon- Daughter

Capítulo 4 - Gone too soon


Fanfic / Fanfiction Love Sky-2 Season - Capítulo 4 - Gone too soon

Christopher pov on~

O meu nome é Christopher, mas toda a gente me trata por Chris.Sou o melhor amigo do William, conhecemo-nos na primária e juntos somos aquele par cliché de amigos que seguem à risca o lema “ Sex, drugs and rock n’roll”.Sabem aqueles sunsets de verão?Estamos sempre lá.Mulheres e alcool? Podiam ter inventado melhor combinação? Se recebemos críticas? Claro que sim, mas isso nunca nos parou de aproveitar a vida, como ela realmente merece ser vivida.A minha mãe trabalha num conservatório de música de Londres e o meu pai trabalha num hotel.Estava numa boa a tocar guitarra, quando a minha mãe me liga.

Chamada on~

-Christopher, podes me vir trazer uns papéis que estão na minha secretária por favor?

- Tem que ser agora?

-Eu pago-te um cheeseburguer hoje à noite.

-Ok.Tou aí em 15 minutos.

-Até já.

Chamada of~

Arrumei a guitarra, fui à secretária da minha mãe, peguei nos papéis, na chave do carro e fui direto pro conversatório.

Christopher pov off~

Tinha chegado a casa depois de um dia horrível de trabalho e fui-me sentar no sofá ao lado de Sophia e Mike que estavam a ver um filme qualquer a passar na tv.

-Onde estiveste?

-Como assim onde estive?Na empresa

-Liguei-te e não me atendeste.E costumas atender sempre as minhas chamadas.

Fui à mala buscar o celular pra verificar, mas não o consegui encontrar.Sophia viu-me a começar a stressar e perguntou o que se passava.

-Não consigo encontrar o meu celular.

-Calma, pensa.Onde foi que o viste pela última vez?

Fechei os olhos a tentar lembrar-me do que tinha feito durante o dia.Cheguei à empresa, fui pousar as coisas no meu escritório.Mais tarde, peguei nelas pra ir almoçar.Felicity pediu-me o contacto de uma empresa, tirei o celular da mala, dei-lho e dps coloquei no bolso das calças.Mais tarde, fui ao escritório do William discutir sobre a sua atitude da baixa de salário da Felicity e....

-OMG!Eu não acredito!

-O quê?-perguntou Sophia preocupada

-Acho que o deixei cair no escritório do William...

-Então não é preciso te preocupares, ele irá devolver-te...

-Não, tu não estás a perceber.Ele é a pior pessoa à face da Terra!Ele  de certeza que vai ficar com o meu celular e ver as coisas que tenho nele.

-Mas não tens código?

-Não...

-Como assim não tens?!

-Simplesmente, nunca achei necessário.Prefiro ligar e não ter o trabalho de por um código...

-Ok, se ele for minimamente boa pessoa irá devolver o teu celular e não irá ver as tuas mensagens, que por acaso, são muito más?

-Ah se consideras mau “ Ele é um idiota mimado, que pensa que tem toda a gente a seus pés e pode transar com quem quiser no seu escritório e continuar numa boa” então sim.

-Fuck Sky...

-E eu tenho fotos do Ash no celular.

-Mas isso é mau?

-Ele vai ficar a saber da minha vida privada Soph, como é que isso não é mau!?

De repente, ouvimos a campainha a tocar.Fui abrir a porta e era William.

-1º Porque é que não me devolveste o celular? E 2º Como é que soubeste da minha morada?

-Hey calma princesa, vim em paz!

Estendi-lhe a minha mãe em pedido do meu celular.Ele retirou-o do bolso das calças e começou a ler as sms.

- “ Felicity, ele é um idiota mimado que pensa que tem toda a gente a seus pés e pode transar com quem quiser no seu escritório e continuar numa boa”

Tentei pegar o celular mas em vão, porque ele continuou a ler as sms.

- “ Eu nunca odiei tanto uma pessoa depois do Greg!”

-Podes parar!?

-Porque?Eu estou a divertir-me, tu não?

-Aproveita enquanto te estou a pedir com gentileza!

Vim que Sophia e Mike estavama ir-se embora.

-E voces não vão a lado nenhum!

-Sky eu tenho uma consulta do bebe e o Mike vem comigo.

-Ok, mas voltem rápido por favor.

-Ok,bye!

-Bye!

Eles fecharam a porta, deixando-me a mim e a William sozinhos.

-É impressão minha ou acabá-mos de ficar sozinhos?

-Cala  a boca e dá-me o celular agora!

-Senão o que fazes?Ah e estas fotos com este tal de...Ashton não é?Fez-me lembrar aquela vez que te conheci em Bali...

-Bali?

-Sim, não te lembras?

-Ah!Tu estavas com aquela italiana!

-Sim, ela voltou pra Itália.Fartei-me dela, já não me dava o que queria.

-Tu não vales mesmo nada...

-Ao menos digo as verdades.

-Podes parar de ser infantil por favor e dar-me a porra do celular?

Começámos a andar pela sala, comigo a tentar pegar-lhe o celular das mãos.

-Diz-me o que ganhar com isto?

-Ver-te assim não é suficiente?

-Argh eu odeio-te!

William começou-se a rir e continuámos pela sala comigo a tentar tirar-lhe o celular.De repente, escorreguei no tapete da sala e caí de costas pro sofá e ele claro que fingiu que lhe tinha acontecido o mesmo e fico em cima de mim, a segurar o celular atrás das costas.

- Sai de cima de mim!

-Oh mas porque?Eu até tou a gostar de estar aqui tão perto de ti....

-Mas eu não, por isso sai, dá-me a porcaria do celular e sai daqui!

- Admite que até estás a gostar...-disse ele com um sorriso cínico

- É a última vez que te vou dizer isto: Sai de cima de mim e dá-me o meu celular AGORA!

-Obriga-me!

Segurei os seus braços a tentar libertar-me, mas ele foi mais forte que eu e prendeu os meus braços atrás da minha cabeça, fixando o olhar nos meus olhos e a seguir nos meus lábios.Ele começou a contorná-los com o seu polegar, aproximou-se do meu pescoço e depositou lentamente leves beijos nele.Num impulso, pus os meus braços e pernas à sua volta, fechei os olhos e deixei-me sentir o toque dos seus lábios na minha pele.Ele segurou a minha cara com ambas as mãos e aproximou os seus lábios dos meus beijando-os.Começou a desabotoar a minha camisa e apalpou o meu peito fazendo-me gemer junto do seu ouvido.

-Quero-te agora.Quero fazer-te minha.Quero ouvir-te gritar o meu nome.

Ele tirou a sua gravata e de seguida desabotoei a sua camisa e senti o seu corpo  quente no meu.

-Queres ser minha Sky?-perguntou ele num sussurro

-Sim...-disse quase sem fôlego

Ele tirou o meu soutian e mais uma vez apalpou os meus seios e beijou-os.Tirei as minhas calças e ele as dele.Senti os seus dedos por cima do pano das minhas cuecas e gemi baixinho.

-Quero-te ouvir-te gritar, como sempre que te veijo no escritório te imagino a fazê-lo deitada por cima da minha secretária.

Ele tirou as minhas cuecas que deslizaram entre as minhas pernas e de seguida os boxers dele.Tirou do bolso do casaco que estava no chão, uma camisinha e colocou-a.Colocou-se entre mim e penetrou-me de uma vez, fazendo-me gemer e puxando-o pra mais perto de mim.Ele aos poucos foi começando a fazer movimentos mais rápidos.

-Grita Sky.Quero ouvir-te dizer o meu nome.

Ele foi investindo cada vez mais, fazendo com que eu arranhasse as suas costas de prazer.Quando me apercebi estava a gritar o seu nome.

-Isso princesa, não tenhas vergonha.Aproveita o momento.

Ele continuou e depois de mais algumas investidas abrandou e as nossas respirações foram lentamente voltando ao normal.

 

Christopher pov on~

Tinha chegado ao conservatório e perguntei pela senhora Melinda Montogmery.Bati na porta onde ela estava a dar aula e entrei.

-Olá filho, obrigada.Agora estou  a dar uma aula, mas daqui a 10 minutos acabo.Se quiseres podes te sentar aqui e esperar.

-Não, não é preciso eu...

Reparei numa rapariga morena, com cabelos compridos, aspeto frágil  a tocar uma melodia bastante triste no violino.

-Se calhar, fico aqui à espera.

A minha mãe riu-se baixinho.

-Chama-se Alice e é a aluna mais dedicada do conservatório.Pratica todos os dias e sempre foi um sucesso nos concertos.

Fiquei a observá-la por uns instantes.Ela era dona de uma beleza única, ela era diferente, o seu olhar era um olhar triste e confuso, quase vazio.Naquele momento apenas apreciava a música e o som que saía do violino.

Depois de algum tempo, a minha mãe deu por terminada a aula.Aproximei-me dela que já estava a arrumar as coisas com muito cuidado.Acho que nunca vi uma pessoa tão cuidadosa como ela.

-Olá, chamo-me Christopher.Mas podes me tratar por Chris-disse sorrindo

Estendi-lhe a mão e ela retribuiu, mas por uns breves instantes hesitou, como se tivesse medo de mim.

-Sou a Alice.

-Prazer Alice, és muito bonita.

-Obrigada.Adeus, prazer em conhecer-te.

Ela ia a sair quando eu olhei rapidamente para a minha mãe a pedir ajuda.A minha mãe sabe das minhas aventuras com raparigas, mas ela sempre torce para que eu encontre a tal, então eu confesso que às vezes me aproveito disso.

-Alice,queres vir conosco ao Mc?

-Não, obrigada srªMontgomery.Fica para a próxima-disse ela com um sorriso sincero e meigo

-Por favor, deixa-me ao menos pagar um jantar à minha aluna preferida!

Alice ficou a pensar e acabou por aceitar.

Estacioná-mos o carro e segurei a porta pra ela que agradeceu timidamente o que me fez rir.

-Já escolheste filho?

-Sim.Um BigMac, batatas fritas large e uma coca cola.

-O que queres Alice?-perguntou a minha mãe

-Apenas um cheeseburguer.

-Sério?Não vais ficar com fome?Não te preocupes com o dinheiro.

-Sério srªMontgomery, obrigada pela simpatia.

-Ok.Vou fazer os pedidos.Podem se ir sentar.

Acompanhei Alice até a um lugar livre e sentei-me com ela que ficou a olhar pra todos os lados menos pra mim.

-Estás na universidade?

- Não, trabalho numa perfumaria aqui perto.

-Há muito tempo?

-Há quase 1 ano.

Voltou a desviar o olhar de mim e na tentativa de a acalmar do seu nervosismo, coloquei a minha mão por cima da sua, mas ela rapidamente tirou-a e notei o medo nos seus olhos.

-Desculpa, apenas queria acalmar-te.Parecias nervosa.

-Não é preciso, estou bem.Obrigada.Onde trabalhas?

-Estou desempregado.

-Ah...

Reparei que ela ficou pouco entusiasmada e rapidamente continuei.

-Mas estou a tentar arranjar trabalho.Sabes de algum?

-De momento não, desculpa.

-Talvez me possas dar o teu numero, caso saibas de algum?

-Não é preciso, eu digo à tua mãe.

Fiquei surpreendido.Era a primeira vez que uma rapariga recusava o meu numero.

A minha mãe veio com a comida e pousou na mesa.Alice ficou a olhar para a comida.

-Querida podes comer, deves estar esfomeada!-disse a minha mãe com um sorriso.

.Obrigada sr.Montgomery, mas acho que vou comer em casa.

-Porque?Fica aqui conosco Alice

-Não quero incomodar...

-Não incomodas asério-disse

Ela ficou a olhar pra mim, com um olhar que nunca ninguém me tinha dirigido.Um misto de medo e desconfiança.

-Eu preciso de ir.Desculpem.

Ela pousou o dinheiro da sua refeição na mesa, despediu-se e foi-se embora do Mc.

-Ela é sempre assim?

-Não, não sei o que se passou com ela...

Christopher pov off~

Michael pov on~

Eu e Sophia estavamos no consultório e a doutora estava  a fazer a ecografia.

-O vosso bebé já está grandinho.Está a crescer saudável.Parabéns-disse ela sorrindo.

Eu e Sophia olhá-mos um pra o outro emocionados.

-Aquele é o nosso bebé Mike, estás a ver?O nosso filho...ou filha...ai eu nem acredito que isto está a acontecer!-disse ela sorrindo com uma lágrima no canto do olho.

-Nem eu Soph, ainda não acredito que vou ser pai.Falta apenas 2 meses para ele nascer, mas parece sempre como a primeira vez-disse retribuindo a alegria.

Beijei o topo da sua cabeça.

-Vão ter um lindo menino.Se quiserem podem já marcar a próxima consulta para o próximo sábado, porque esta sexta não vou estar presente.

-Obrigada doutora-disse Sophia

Michael pov off~

Estavamo-nos a vestir quando William chega por trás de mim e beija-me o pescoço.

-Talvez amanhã possamos repetir?

Virei-me para o encarar.

-Não vai haver uma próxima vez!Nem devia ter havido uma primeira vez!Tu tens noção do que acabou de acontecer!?

- Espera eu sei essa....ah....nós transamos??

-ARGH EU ODEIO-TE!!

-Ainda há uns minutos, estavas a gritar o meu nome e agora já me odeias.És bipolar por acaso?

-E a Bella?

-O que tem?

-O que tem!? Ela é a tua namorada!!Sabe por acaso o conceito do que é namorar!?

-Não, explica-me.

-É quando duas pessoas estão juntas e  estão sempre lá uma para a outra, sem traições, sem arrependimentos.Quando dão carinho e recebem de volta.Quando se apoiam uma à outra.É aquela pessoa que quando acordas, ela é a primeira coisa em que pensas e quando te deitas a última.É aquela pessoa que faz tudo por ti, que se sacrifica por ti.Que te compras donuts de chocolate branco com pepitas de morango mesmo que isso implique estar horas preso em transportes públicos.É aquela pessoa com a qual tens conversas de madrugada sobre qualquer coisa boba, mas não importa porque os dois atingiram um certo nível em que se sentem confortáveis um com o outro.São os beijos, abraços que te dão força para continuar, são aquelas palavras que são como um boost de energia para o teu corpo.É nunca desistir de ti e nunca te esquecer onde quer que estejas....

As lágrimas começaram-se a formar nos meus olhos.Mas decidi não mostrar parte fraca, pelos menos enquanto não estava sozinha.

-Não sei do que falas.Essas coisas são algo que nunca senti nem irei sentir por ninguém.As minhas relações apenas se baseiam em laços superficiais e interesses monetários.

-Esse é o teu problema.Nunca irás sentir o que é o verdadeiro amor.E por causa desses teus pensamentos, certas pessoas sofreram ou iram sofrer.Já pensaste no que a Bella irá pensar quando souber o que fizemos?

-Provavelmente não se irá importar.Ela também está comigo pelo mesmo.

-Será?Já paraste para pensar no número de raparigas com quem já transaste e te amaram?Nunca gostei de pessoas egocêntricas, que nunca pensam nos outros.

-Nunca te pedi que gostasses de mim.Pra mim és apenas a minha inferior na empresa e mais uma com quem transei.

-Sai

-Com todo o prazer.

Encaminhei-o até à porta e estava a fechar quando ele me impediu.

-Só mais uma coisa.Não penses que um dia irei sentir algo por ti, isto não é um daqueles filmes da Disney ok?Ah e não chegues atrasada amanhã.Tenho imensos trabalhos pra fazeres.E o teu celular está no sofá.

Fechei a porta e virei-me, deixando-me cair com as lágrimas a escorrer pelo meu rosto.Pus a cabeça entre as pernas e agarrei-as com força, ouvindo-se apenas o meu choro no silêncio da casa.

Fui até ao sofá e peguei no meu celular, onde estava a primeira foto com Ashton no dia em que começá-mos a namorar.E a dor tornou-se mais forte.Fui até à galeria de fotos e videos.Nós estavamos tão, mas tão felizes.Fui até ao meu insta e facebook.Sim eu nunca deletei as minhas fotos com ele.Apesar de toda a gente me perguntar coisas do género “ Porque ainda tens fotos dele nas redes sociais?Eu sei que é dificil, mas apaga-as.É melhor” ou “ Por favor, aceita o inevitável.Ele nunca mais vai voltar.”.A verdade, é que ele fez parte da minha história, desde os tempos de infância e eu nunca, mas nunca, mas nunca, irei apagá-lo da minha memória.Seja pública ou privada.Ele foi a pessoa que me demonstrou o que é realmente amar.Reparei num video na minha galeria e cliquei por curiosidade.O video era ele na cama a dizer com o sorriso mais puro e sincero do mundo “ Oh meu Deus, como começar? És linda e...és perfeita e eu apenas amo-te muito”.Sorri de lado e levei a mão à boca emocionada.Como posso esquecer alguém assim?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...