História Love Song - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, CNBlue
Personagens Cl, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Jisoo, Kang Min Hyuk, Personagens Originais, Rap Monster, Seungri, T.O.P, Taeyang
Visualizações 30
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei mas voltei com mais um capítulo.
Espero que gostem. E dêem a sua opinião.
Pois para mim é importante saber o que vocês estão achando da Fic. Isso é o que me motiva a continuar escrevendo a Fic.
Boa leitura 💕 E não esqueçam de favoritar a história.

Capítulo 6 - If You


Fanfic / Fanfiction Love Song - Capítulo 6 - If You

"Eu não aguento as consequências, é um romance sem lágrimas de sangue. Um jogo sem vantagens ou desvantagens. Você vem e se vai, como um alto e um soprano, em melodias diferentes."
BigBang - FXXK IT





- Pode parar por aí!- me livrei de seus braços.

- Não se faça de difícil S/n.- se aproximou novamente.- Seu corpo ta pedindo.

- Não ta pedindo coisa nenhuma! Agora por favor me deixe em paz, eu quero dormir.

Sim, eu queria ele mais que tudo, mas eu não sou idiota de ficar com ele sabendo que ele está com outras.

Me deitei na cama e logo dormi. Eu estava morta de sono.

(...)


Já pela manhã resolvi ficar assistindo TV e comer alguma coisa. Seung tinha saído com Youngbae e eu estava sozinha em casa.

A campanhia toca e eu me levanto do sofá. Quando eu abro a porta me deparo com uma figura loira, logo sorrio para a mesma.

- Oiee! Eu vim te visitar. Espero não estar atrapalhando nada.

- Não, magina! sinta- se à vontade.- dou espaço para ela entrar.

- Sua casa continua elegante e confortável.- ela comenta após dar uma breve olhada pela sala e ao redor.

A convidei para sentar no estofado.

- Se eu deixar, Seung transforma ela em museo- ela sorriu minimamente.- Então Cl, como tens passado?

- Ah eu estou indo muito bem, e você e o Top-Oppa, como estão?- ela me encarou.

- Estamos bem.- respondi de forma simples.

A garota revirou os olhos.

- Fale a verdade S/n, não parece que vocês dois estão bem, o que está acontecendo? 

- Eu não quero falar sobre isso Cl, se veio pra cá pra saber sobre isso, sinto muito mas eu não vou te contar nada, isso é algo que só cabe à mim e o próprio Seunghyun.

A loira parecia não acreditar no que eu tinha acabado de falar e se levantou do estofado e me olhou brava.

- Eu estou tentando te ajudar S/n.

- Me ajudar?- também me levanto e fico cara a cara com ela- Você já está ajudando, transando com o meu marido. Eu deveria agradecer?

- Do que você está falando S/n?- diz nervosa.

- Você pensa que eu sou tão burra assim? Hã? Você pensou que eu não sabia que a pessoa com quem o Seunghyun me trai era você?

- Você está ficando louca S/n. Eu sou sua amiga, eu nunca faria isso S/n!

- E o que você fez então? VOCÊ SE DEITOU COM O MEU MARIDO CL, VOCÊ FINGIU SER MINHA AMIGA PRA PODER VIM AQUI EM CASA PRA VER O " SEU TOP-OPPA"!

- Eu não fiz...- a interrompi

- Ohh você não fez ?! Até quando você vai negar? 

- S/n eu... Por favor me escuta...

- Vá embora! Nunca mais apareça na minha frente.- me sentei novamente.

- S/n por favor me deixe eu explicar!- ela implorou.

- Você é surda ou o quê?! Some daqui!

- Você vai se arrepender S/n, você não pode fazer isso comigo.- Ela passa a mão no rosto.

Apenas fiquei calada e ela logo foi embora. Eu sempre desconfiei dela, sempre que tinha uma festa com os Bang's ela estava junto ao Choi, o perfume feminino nas camisetas do Choi era o mesmo que o dela.

Até então eu só tinha dúvidas, mas um certo dia eu ouvi Choi falando ao celular com ela. E lá eu tive a certeza que era ela.



* Flashback On*

Tinha acabado de chegar em casa depois de um longo dia de trabalho, entrei em meu quarto e não avistei Seung, talvez ele não chegou ainda.

Coloquei minha bolsa em cima da cama e tirei os saltos, me deitei na cama e suspirei cansada.

Depois de uns segundos eu ouvi um voz de longe, me levantei e fui em direção ao banheiro, era de lá que a voz vinha. E era Choi.

Fiquei atrás da porta e coloquei meu ouvido bem próximo à porta, a fim de ouvir alguma coisa. Tentei e tentei prestar atenção na conversa mas não consegui ouvir nada, já que o mesmo falava em sussurro.

Já estava quase desistindo mas a voz de Seung se estendeu um pouco mais alta.

- Não Cl, eu não posso deixá-la e tão pouco falar isso pra ela, você também não irá dizer nada. O que aconteceu entre nós vai ficar apenas entre nós, ninguém precisa saber. É melhor evitarmos nossos encontros, S/n já está desconfiada das minhas saídas noturnas. Eu digo que se trata de uma reunião mas eu não acho que ela acredita, Vamos apenas esquecer o que aconteceu entre nós dois. Sim, eu mudei de opinião, portanto não vamos mais nos encontrar, então não venha mais em minha casa quando ela não estiver, os empregados dessa casa têm olhos e ouvidos e eles podem muito bem dizer à S/n que você está vindo aqui em casa em sua ausência. Então vamos parar, vamos evitar que isso se agrave mais. Eu tenho que desligar, já está na hora dela está chegando em casa. Tchau Cl.



* Flashback Off*


As lágrimas já estavam prresentes em meu rosto e antes que meu choro se agravasse mais eu resolvi subir para o meu quarto.

Com um pouco de dificuldade eu cheguei em meu quarto e me joguei na cama, me permiti chorar.

Passei um bom tempo chorando até que peguei no sono. Quando acordei senti o lado da cama abaixar. Já sabendo de quem se tratava eu levantei da cama e fui para o banheiro.

Lavei meu rosto e escovei os dentes, saí do banheiro e Seung estava deitado na cama lendo alguns papéis.

Ao me ver ele sorri e faz sinal com a mão para que eu me deite ao seu lado.

Assim o faço, me deito em meu lugar um pouco longe dele, ele larga os papéis que estavam em suas mãos e me puxa para perto dele, deito minha cabeça em seu peito e contra a minha vontade novamente começo a chorar. Não era um choro baixo, era um choro alto com soluços evidentes.

Ao perceber que eu estava chorando, Seung levantou minha cabeça com as duas mãos e eu me sentei na cama tentando parar com o choro. O mesmo também ele fez, se sentou na cama e me abraçou.

- O que aconteceu?- ele passava as mãos pelo meu cabelo.

- Eu não aguento mais Seung, dói tanto continuar assim.- falei com a cabeça apoiada em seu ombro.

Ele pareceu entender do que eu estava falando.

- Eu sinto muito S/n. 




"Não, eu não quero ir rápido demais, porque nada realmente dura, é,  eu acho que preciso de um pouco de tempo, mas eu não consigo te tirar da minha cabeça.
Não, não, não, não."
BigBang- FXXK IT









Notas Finais


Hmmm...
Até o próximo 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...