História Love the way you lie - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber
Tags Bad Boy, Faculdade, Romance, Vizinho
Exibições 39
Palavras 851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, bom, eu decidi colocar a nova história aqui, pois já tem bastante gente vendo e aí fica melhor do que começar em outro, lembrando a história é nova, então voltem para o começo para olhar tudo direitinho, beijos boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


        23 de novembro de 2014
    
   POV Hailey Baldwiner 
Minha casa, estava cheia de pessoas que eu mal conhecia, mas, meu pai fez questão de convidar todos do condomínio, para parabenizar sua filha, como ele havia digo. 
- essa é uma nova fase da sua vida, onde o seu futuro está em jogo, se dedique muito Hailey meus parabéns- o amigo do meu pai dizia. 
- Obrigada - sorri como agradecimento. 


Estavam, todos lá curtindo a maravilhosa festa que meu pai decidiu dar, mesmo eu não sabendo o nome e quem era a maioria das pessoas que se encontrava em minha casa, eu agradecia por terem vindo me parabenizar, mesmo tendo gente ali que nem ao menos  sabia  meu nome.


- queria venha cá - meu pai me chamou dando fazendo um aceno com a mão, para que eu pudesse me aproximar. -Hailey, esses aqui são Pattie Bieber e jeremy Bieber, nossos vizinhos. - 


Como se eu não soubesse pai, jeremy e Pattie são pais do garoto mais odiado por esse condomínio todo, e mesmo com seus pais aqui meu pai não o permitiria que ele entrasse aqui. Meu pai não deixa eu chegar perto daquela casa nem um pouco, meu pai dizia que ele era má influência. 


- olá - eu disse os comprimentando. 
- meus parabéns Hailey faculdade de? - A mulher, que tal deduzi como ser Pattie me perguntou. 
- Arquitetura- respondi 
- Uau! Haverá dias em que sairá  sem rumo,  vai ter dias que vai parecer constantemente fora de alcance, mas se você se dedicar concordo que teria um futuro brilhante pela frente, muito sucesso querida!- 
- muito obrigada - sorri agradecendo, logo me retirando dali e indo atrás da minha irmã. 
- Yasmin?- chamei, andando por aqueles grandes corredores que separava a Sala da cozinha. 
- Oi! Estou aqui! - Yasmim disse, logo eu a avistei sentada num pequeno sofá que havia em uma das grandes varandas com a vista para nosso quintal. 
- O que faz aí sozinha? - eu perguntei - quando vi ela sentada olhando pro céu. 
- papai está lá comemorando sua vitória, e eu estou aqui. - ela disse com um olhar meio triste - logo entendi o que estava se passando com minha irmã. 
- Yasmim, vai ter um dia que será você e não eu, e posso confirmar que você vai gostar muito mais do que eu. 
- Não é isso Hailey, você é maravilhosa só com 18 anos, você acabou de ganhar uma bolsa para uma das maiores e melhores faculdade de arquitetura de Nova York, foi considerada a melhor aula da escola, e o papai te admira muito por isso, já percebeu que você é a favorita dele? E eu... Eu não sou nada, não sou bonita, tenho 15 anos e nunca fui considerada a melhor da escola, nunca terei essa festa que papai fez só pra você, porque afinal eu não posso falar que você não merece, porque você merece muito! - ela soltou tudo o que estava incomodando- meu coração, doeu muito de ouvir aquilo, ainda mais de sua irmã mais nova, eu não sabia que ela se sentia excluída e agora que eu sei eu me sinto culpada, por viver com ela e não ter reparado nisso. 
- Yasmim, você é maravilhosa, seu pequeno jeito que encanta todos, não precisa se forçar, para ser perfeita, você não tira as melhores notas, mas que disse que com o tempo não pode mudar? Eu tenho 18 anos e só comecei a me dar bem ano passado, você sabe muito bem disso, eu era antigamente a cabeçuda- pude ouvir, o pequeno som da risada de Yasmim.-  Logo continuei...- e você não precisa disso tudo, pra conquistar basta ser você tudo bem?- ela assentiu concordando- Sentei em um espaço do sofá que ainda tinha de sobra onde ela está sentada, a puxei para perto e a abracei. 
Desde que minha mãe morreu, eu me sinto muito sozinha, eu não posso contar mais meus segredos de meninas pra ninguém, não tenho mais com quem bater um papo de menina, e eu não quero que Yasmin passe por isso que eu passei, por isso tento mostrar pra ela que ela pode confiar em mim e que sempre vou estar aqui pra ela, tanto como amiga quanto como irmã.


Voltei, para a sala onde se encontrava todas aquelas mesmas pessoas, que eu tinha visto a um minuto atrás. 


- Querida, temos uma surpresa pra você.- meu pai disse em voz alta enquanto vinha em minha direção, todos os olhares da festa estavam sobre mim e senti minha bochecha corar.- a muito tempo atrás, você disse pra mim, que adoraria aprender a dirigir, e eu queria que fosse uma coisa só sua, e te comprei isso- meu pai me puxou para o lado de fora da casa, e avistei uma Ferrari prata a qual eu sempre sonhei. - foi então que todos começaram a aplaudir - olhei para o meu pai ainda sem acreditar que isso realmente estava acontecendo. 


- Parabéns, querida você merece! - meu pai disse me puxando para um abraço. 



 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, tá perquenos, mas, é só o começo mesmo um beijo no coração!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...