História Love Traps - Capítulo 24


Escrita por: ~ e ~GicahLovato

Postado
Categorias Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Hailey Baldwin, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Barbara Palvin, Beliebers, Justin Bieber, Sexo
Exibições 196
Palavras 2.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Escolar, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Se eu to sumida?Demaissssssss
Mas hj eu trouxe um hot da Gicah para vcs shauhsuahsuahs
Boa leitura rogues!

Capítulo 24 - Don't let me down


Fanfic / Fanfiction Love Traps - Capítulo 24 - Don't let me down

Demorei um tempo para me convencer a ir ao encontro de Justin,mas depois do que ele havia me dito,ou melhor,mandado,eu não podia ignorá-lo , eu não queria o ignorar.A verdade é que a coisa que eu mais queria era ele,não importa as consequências,já gastei muito tempo pensando na felicidade dos outros antes da minha.

Já passavam das 3 da manhã e eu estava sentada em um banquinho do seu jardim,a noite estavam fria e eu podia sentir meus lábios tremerem enquanto o vento frio percorria por mim.

-Barbz.-Senti um sussurro quente em meu pescoço e involuntariamente sorri.

-Justin?-Me virei para o mesmo que ofereceu seu casaco,assim tampando meu babydoll.

-Eu não sei o que estamos prestes a fazer,mas eu quero que saiba que estar com você é o que eu mais quero fazer agora.-Justin veio ao meu encontro,só que dei um passo para trás.

-E se amanhã você se arrepender?-Ele passou sua mão por meu cabelo e deu um sorriso.

-Você vai se arrepender?-Perguntou  ainda sorrindo para mim e eu afirmei que não com a cabeça.-Então eu também não vou.

-Mas e Vitoria?-O encarei e não pude deixar de apreciar o quão lindo ele é,apenas a luz da lua iluminava,o ambiente era escuro mas mesmo assim eu conseguia ver seu rosto perfeitamente,inclusive seu sorriso.

-Eu sei que você me ama,eu também,vamos parar de nos preocupar com os outros,okay?-ele me deu um selinho e eu concordei com a cabeça.

-Meus pais estão em casa.- arquei as sobrancelhas e ele sorriu.

-Isso nunca nos impediu antes.-ele me pegou no colo e caminhou até minha casa.

(...)
Justin entra no meu quarto, tentando fazer menos barulho possível, e logo me puxa pela cintura e começa a me beijar com desejo e carinho. Começamos a andar em direção a cama e acabamos esbarrando em algo o que nós faz rir durante o beijo, mas logo nós lembramos que não podemos fazer barulho e Justin me coloca com cuidado na cama me olhando com luxuria. 
Vejo Justin tirando sua camisa e faço o mesmo com meu Baby Doll ficando somente de sutiã e calcinha em sua frente. Justin da um sorriso e com cuidado sobe em cima da cama e começa a me beijar enquanto uma das suas mãos entra por de baixo da minha calcinha e começa a brincar com meus clitóris o que me faz acabar gemente e Justin para o beijo e me olhar sorrindo: 
-Que tal fazemos uma brincadeira, meu amor? – Ele diz sussurrando em me ouvido, acabo me arrepiando, mas não por sua voz esta totalmente rouca, mas sim por ele esta me chamando de amor – Você não pode gemer, e caso você deixe escapar um gemido eu para o que estou fazendo – O mesmo continua enquanto ainda faz movimentos circulares em meu clitóris, mordo meus lábios e acento com a cabeça, vendo o mesmo abrir outro sorriso – Que os jogos comecem. 
Bieber tirar seus dedos do meu clitóris e começa a brincar com meus peitos, ainda por cima do sutiã, enquanto com sua boca vai deixando diversos chupões pelo meu corpo. Justin coloca suas mãos em minhas costas e em alguns segundos tira meu sutiã logo jogando o mesmo no chão. Agora com meus seios livres, Justin começa a chupa-los e sinto um prazer inimaginável e me seguro para não gemer: 
-A brincadeira ainda esta muito fácil – Diz Justin e o olho com luxuria – Vamos melhorar isso – Dito isso ele para de estimular meus seios e tira minha calcinha e antes que eu possa raciocinar sinto sua língua me penetrando e seus dedos me estimulando. Seguro forte nos lençóis para não gemer e Justin aumenta intensidade de seus movimentos, me fazendo sentir um prazer maior ainda. 
Começo a sentir vibrações por todo meu corpo e sinto que vou gozar Bieber quando percebe que vou gozar diminui os movimentos logo os parando me fazendo repreende-lo pelo olhar. Porém, ele logo termina de tirar suas roupa e se senta em uma poltrona que tem em frente a cama, o olho sem entender nada e o mesmo começa a se masturbar em minha frente e por algum motivo aquilo me deu um tesão maior 
-Se masturbe para mim, meu amor – O mesmo manda e me ajeito na cama. 
Começo a me masturbar devagar, fazendo movimentos circulares por toda minha intimidade, fecho os meus olhos por um momento e me penetro com dois dedos me fazendo soltar um suspiro alto. Abro os olhos novamente e Bieber ainda esta se masturbando e apreciando cada movimento meus; sinto que vou gozar e aumento os movimentos, logo sinto meu gozo escorrendo por meus dedos e coloco os mesmo em minha boca provando do meu próprio gosto. 
Pov. Justin 
Ver Barbara se masturbando só para mim, me fez ter certeza que ela era somente minha e quando a vejo provando seu próprio gosto não resisto e me levanto indo em sua direção e a beijando, sentindo seu gosto em nosso beijo. E sem que ela percebesse coloco meu membro em sua entrada e a penetro de surpresa fazendo a mesma gemer: 
-Shiu! – Falo e coloco minha mão em sua boca para mais nenhum gemido sair de sua boca, começo a fazer movimentos de vai e vem rápidos e forte e logo vejo minha Barbz revirar os olhos, dou um sorriso – Fica de quatro – Mando e retiro meu membro de dentro dela e a mesma me obedece rapidamente. 
Começo a passar meu membro perto de sua entrada a provocando e a mesma vira seus rosto olhando para mim brava, dou uma risada abafada e a penetro com força e a mesma começa a rebolar aumentando ainda mais nosso prazer. Dou um tapa na bunda de Barbz e a mesma não reclama e olho para seu cu virgem e começo a massagea-lo com meu dedão e quando sinto que Barbara esta preparada a penetro e ela geme baixo. 
Vou intercalando meus movimentos de entra e sai do meu dedo e do meu membro em Barbara e logo sinto que eu e ela vamos gozar, dou mais algumas estocadas fortes e gozamos juntos, espero um tempo antes de tirar todo meu membro e logo deito ao seu lado. Barbara esta ofegante e seus cabelos bagunçados sua pele suada, mas mesmo assim continua linda e perfeita. Não faço ideia do que você fez comigo Barbara, mas eu estou gostando.

Me levantei e procurei minhas roupas,o dia já estava amanhecendo e eu precisava correr para casa.

-Aonde vai?Fica comigo.-Ela disse  com um enorme sorriso no rosto e eu pude encarar seu corpo nu na cama,minha vontade era continuar ali.

-Não posso,reze para Vitoria não ter acordado.-mordi meus lábios ainda olhando para seu corpo e ela o tampou com um lençol envergonhada.

-Ah sim.-ela se ajoelhou na cama.-Tudo bem.

-A gente se vê depois.-Me aproximei da mesma e dei um selinho demorado.

(...)

-Onde estava?-me assustei ao chegar em casa e ver Vitória sentada no sofá.Fechei os olhos e senti uma dor de cabeça pelo o fato de não ter dormido ainda.

-Ajudando um amigo.-falei subindo as escadas e ignorando totalmente o fato de ela estar me seguindo.

-Um amigo?Que amigo?E nem adiantar falar que é Ryan porque já liguei para ele.-Cai na cama .

-Você não conhece.-tirei minha camisa e minha bermuda ficando apenas com minha Box e indo ao banheiro escovar os dentes.

-Ah sim.Tudo bem.-ela falou com um ar desconfiado mas foda-se.

A mesma se aproximou de mim buscando por meus lábios,mas eu não a concedi um beijo,não depois do que havia acontecido.

-Você ta bem?-ela perguntou meio reocessa.

-Só estou com sono,algo de errado?-Encarei a mesma que arfou.

-Nada.Se me dá licença vou embora.-ela disse depositando um beijo em meu rosto.-Me liga depois.

-Como desejar.-vi a mesma sair e olhei para janela encarando Barbz vestida apenas por suas roupas intimas e o lençol tampando metade do corpo.Sorri e dei uma piscadela para a mesma que fez o mesmo e fechou sua janela.

Caí na cama ainda sorrindo ao lembrar da noite passada.

P.O.V Barbara

(...)

Acordei umas duas da tarde e me surpreendi por conseguir dormir tanto tempo.Sorri a olhar pela janela e ver o quarto de Justin.Caminhei até o banheiro e fiz minha higiene e coloquei um moletom bem desajeitado e desci para sala na esperança de encontrar alguma sobra de almoço para mim.
-Bom dia filha!-Minha mãe me recebeu com um sorriso no rosto.
-Qual o motivo dessa felicidade toda?-abracei a mesma.
-Hoje eu e seu pai fazemos 25 anos de casados e vamos viajar para comemorar!-Como eu havia esquecido?Minha mãe alava disso há dias.
-Sei!Eu vou ficar aqui com Vitória ?-Perguntei tentando disfarçar a felicidade em meu rosto.
-Vai,mas ela vai ficar praticamente fora o dia todo.-Não podia ser melhor.
-Porque?-perguntei extremamente interessada.
-Ela não te contou que conseguiu um emprego?-Minha mãe bateu de leve nas minhas costas após ouvir o barulho de meu pai chegar na sala.
-Não - sussurei.
(...)
-Alunos atenção .-A diretora entrou subiu ao palanque .-Tenho um aviso extremamente importante.Como sabemos a formatura de vocês é daqui duas semanas.E com muito esforço todos da turma irão se formar!Contamos com a ajuda financeira e precisamos de voluntários para ajudar no baile que haverá um dia antes da nossa esperada formatura, quem puder se candidatar é só procurar a mim ou algum dos professores.Obrigada.-Gritos de todas as meninas inundavam o local todas sorrindo e procurando por seus pares.
Percorri Meus olhares pelo local em busca de Justin , já havia dois dias desde a nossa "reconciliação" e depois daquilo não tivemos oportunidade de ficar sozinhos.Parei quando vi Vitória ao lado dele depositando beijos em seus lábios aparentemente feliz em ir ao baile com ele.É claro ela é namorada dele.
Justin viu minha presença e sorriu para mim e deu uma piscadinha que me fez rir.
"Lá em casa hoje" percebi seus lábios se moverem e formarem essa frase que me arrepiou toda.
"Aguardo ansiosamente" falei inaudível e ele sorriu .
-Combinando a foda depois?-Kylie disse me dando um susto.
-Xiuuu.ninguém sabe disso,só você.Fala baixo!Entendeu?-ela deu 
uma gargalhada.
-Claro que sim minha Piriga!-Ele me deu um beijo na bochecha. -Agora vamos gostosa.-ela disse batendo na minha bunda como sempre.
-Vamos onde?
-Comprar uma lingerie maravilhosa para Justin delirar. -ela fez uma dancinha empolgada.
-Não precisa.-fiz ela parar.
-Se eu disse que precisa é porque precisa.Agora vamos logo.-ela disse me puxando para seu carro.
(...)
-Que bom que veio.-Justin disse ao abrir a porta de sua casa para mim.
-Que bom que me chamou.-falei entrando.
-Bom é o que vamos fazer.-ele disse me empresando na parede.
-Será mesmo?- sussurrei em sua boca .
-Isso é um desafio?-Ele disse mordendo a minha orelha.
-Só se você quiser que seja.-deixei um chupão em seu pescoço e ele me pegou no colo me levando até a cozinha.
-Ah meu bem.-ele disse me sentando no balcão.-Péssima decisão a sua.-ele começou a beijar minha barriga a medida em que tirava a minha roupa.
-Sexo na cozinha?-Sorri ao sentir ele abrir meu sutiã.-Você me surpreende cada dia mais Justin.-puxei sua cabeça até Meus seios e ele sorriu.
-Você irá se surpreender mais.-ele disse tornado meu short.
-Não.-coloquei meu short novamente.-Hoje eu quem fico no controle.-falei descendo do balcão e puxando uma cadeira da mesa que havia ali.-Senta.-ele ia protestar mas acabou cedendo.-Bom garoto.-falei em seu ouvido.
-Sentei sobre seu colide frente para ele colocando Meus seios na altura de sua face.-Gosta do que vê?-Pergunto com um sorriso malicioso.
-Adoro.-ele beija os mesmo.
-Não.-recuo a cabeça dele.-Eu não disse que podia.-Coloquei minha intimidade próxima à dele e pude sentir o volume em sua bermuda.-Estou em desvantagem aqui.-Falei tirando sua camisa e sorrindo com a visão.-Isso é tentador.-falei arranhando o tórax do mesmo.
-Você não sabe o quanto.-Ele se remexeu na cadeira.
-Quer que eu tirei isso?-apontei para o meu short.
-Com todas as forças.-Fiquei em pé e tirei meu short e minha calcinha fazendo o mesmo levantar.
-Não não .-falei sentando o mesmo novamente.-Peguei sua bermuda e a tirei deixando o mesmo apenas de cueca.sentei pro cima dele novamente.
-Você está abusando.-ele disse após eu pegar seu membro.-Eu preciso de você.-Ouvir aquilo foi extremamente prazeroso.
-Que bom,porque eu também preciso de você.-Nesse momento ouvimos a porta ser aberta.-Quem é?
-Não sei vai para o banheiro vai vai!-Ele disse correndo junto a mim e pegando nossas roupas.-Liga o chuveiro e a banheira.
-Tá.-falei fazendo o mesmo rápido.
-Justin?-ouvi a voz de Vitória se aproximar.
-Oi!Estou no banho!-Justin disse entrando na banheira ao meu lado.
-Quer companhia?- Vitória disse do outro lado da porta.
-Mal sabe ela que você já tem.- falei baixo no ouvido de Justin sentando sobre seu corpo nu.
-Justin?-Vitoria começou a bater mais na porta.
-Não ,é já To acabando.-Justin disse enquanto sorria e penetrava em mim.
-Tem certeza?-ela gritou novamente.
-Er er sim.-Justin disse gemendo e eu sorri.
-Justin que isso?Voce tá bem ?-Vitoria começou a tentar abrir a maçaneta loucamente.
-To ótimo!-Justin sorriu colocando suas mãos por minha cintura me ajudando nos movimentos.
-Coloca ótimo nisso.-falei baixinho beijando o mesmo.
-Tem certeza que não quer ajuda?-Vitoria parou de bater.
-Sim!Melhor você ir embora!-Justin disse tampando minha boca pois eu estava começando a gemer.
-Me liga depois?-Sorri para Justin e ele fez o mesmo para mim.
-Ligo Vitória!Pode ir!-Revirei os olhos de prazer.-Adoro quando você revira os olhos quando eu te fodo.-Justin beijou meu pescoço percorrendo pelo o mesmo.-Vou gozar.-Ele disse gargalhando.
-Eu também.-sorri.Ele me tirou de
cima dele e ficamos nos encarando .
-Isso foi loucura.-Falei ainda ofegante.
-Tudo ao seu lado é uma loucura.-Ele me abraçou e pude sentir várias emoções se juntarem naquele abraço.
Eu não disse nada e nem ele,só ficamos sentindo aquele momento só com nos dois ali.Aquilo era errado,mas quem disse que o amor é certo?
Aquilo me fez sorrir.Mas será que é verdade?Ele ainda está com Vitória.
E eu sei que não serei feliz com ele se ele não for meu.
Mas agora isso não importa.Ele me faz sentir bem e foda-se as outras pessoas.

Só espero que ele não me decepcione.

“Então, querido me acenda e talvez eu deixe você por cima

Um pouco de perigo, mas querido, é assim que eu quero

Menos conversa e um pouco mais de toques ao meu corpo

Pois estou muito a fim de você, a fim de você, a fim de você

Todo mundo está olhando para nós, vamos guardar segredo

Um pouco de escândalo, mas querido, não deixe-os ver

Menos conversa e um pouco mais de toques ao meu corpo

Pois estou muito a fim de você, a fim de você, a fim de você


Notas Finais


Entãoooooo
Tenho várias tarefas aindaaaaaa
Tenho que terminar minha série(ainda falta 3 temps)
Não faço ideia de quando vou terminar isso aqui mais é nois assim mesmo!Bjãooooo
O que acgaram do cap?To com sdds de vcssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...