História Love Triangle | Dramione | - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Ronald Weasley
Tags Dramione
Visualizações 90
Palavras 1.997
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiii gente, preciso das humildes opiniões de vocês o que acham da fic? Tá ficando boa? planejo muitas coisas para ela e espero que gostem amoras lindas, nesse cap coloquei algumas surprises pra vocês e espero que lhes agradem byee e até o proximo potinhos de mel♥♥♥◑▽◐◑ω◐

Capítulo 5 - It can not be


Fanfic / Fanfiction Love Triangle | Dramione | - Capítulo 5 - It can not be

― shhh... Agora sou só eu e você... Não sei ao certo de quem é a voz, me parece muito com a de Draco, mais ao mesmo tempo igualzinha a de Harry

Suas mãos sobem de minha cintura até meu pescoço pegando meu queixo e o pressionando contra seu corpo, o fazendo assim ter total comando de mim...

»»»»»»»»»»

Permaneço imóvel, não sei o que fazer nesse momento, a bebida está aos poucos dando seus efeitos colaterais, o som alto e o mundo girando em torno de mim se torna um pesadelo.

― Draco, quero o beijo que não me deu! Digo fora de mim ― o seu irmão é muito gostoso também. De repente a pessoa me solta, e eu acabo caindo no chão, quando me viro pra ver, não há ninguém, corro até um dos vasos sanitários e vomito tudo o que bebi.

―meu Deus Hermione, ta tudo bem? Ouço a voz de Luna atrás de mim

― não eu acho que vou... Antes de terminar, desmaio sobre o chão

[...]

Abro meus olhos com dificuldades, meu estomago está revirando, e minha cabeça está explodindo, percebo que já é dia, e estou no meu quarto, vejo Luna me encarando me dando o maior susto.

― Luna o que faz aqui? Estou com uma ressaca horrível

― você bebeu muito, e desmaio na boate! Ela fez uma cara de desagrado.

Quando ela me disse isso, flashes se passaram na minha cabeça, a competição de quem bebe mais, as piadinhas de Draco, e aquele homem que me cercou no banheiro, lembro com muito detalhe inclusivo um comentário que fiz em relação aos dois irmãos Malfoy, ao me lembrar disso entrei em pânico total e Luna percebeu.

― ai meu Deus... Digo colocando a mão na boca

―o que foi?

― ontem quando eu fui ao banheiro da boate, eu me escorei um instante na parede, e de repente alguém me cercou por trás, beijando meu pescoço, e dizendo umas coisas.

― meu Deus e o que aconteceu ele fez alguma coisa pra você? Quem era? Luna se preocupa

― não se preocupe, não aconteceu nada, mais aconteceu algo terrível, eu acabei falando uma coisa dos irmãos Malfoy que não gostaria de ter comentado, eu falei que eu achava Harry gostoso e que queria um beijo do Draco sei lá, estou frita, a voz do cara parecia muito com a de Draco, mais era igualzinha a do Harry, e quando eu falei isso, ele me soltou e foi embora. Digo nervosa

― nossa amiga que doido, e se for um dos irmãos? Um deles já está sabendo muito sobre você. Ela me deixa mais agoniada ainda.

― droga! Espera o que aconteceu depois que eu desmaiei?

― nada, você só pagou mico na frente de todos ao ser carregada pro taxi comigo!

― O QUE??? Digo me cobrindo com minha coberta!

― e adivinha quem te carregou? Ela faz uma cara de suspense

― quem? Luna fala logo! Digo impaciente

― os irmãos mais gostosos da escola, os Malfoy!

Faço uma cara de espanto

― acho que não pode mais piorar esse dia, amanhã todos vão rir de mim, especialmente Draco!

― porque exatamente amanhã, vocês tem que terminar o trabalho hoje né?

Acabo de me lembrar dessa péssima noticia inacreditável como você pode se tornar em um dia tão azarada assim

― odeia a minha vida. Deito sobre a cama odiando esse dia torcendo pra que tudo isso não passe apenas de um sonho muito ruim.

― ah e mais uma coisa, seus pais viajaram de novo ta! Ela diz levantando

Novidade meus pais viajarem!

― você vai onde?

―tenho que ir pra casa agora cuidar da mana. Ela diz isso achando ruim a idéia ― te vejo depois! Ela sai me deixando.  Levanto rápido e procuro tomar um bom banho pra tirar essa cara péssima, e ficar pronta, não sei quando Draco chegará.

Depois de tomar um banho, desci e liguei a TV não tenho vontade de comer nada, ai que dia péssimo esse. De repente alguém bate na porta. Quando abro percebo meu querido colega de trabalho, carregando suas tralhas novamente, e com um olhar sexy

― muito bem pode rir de mim, sei que veio pra isso também! Ele me encara parecendo serio agora!

― não se preocupe terei todo tempo do mundo pra isso, mais agora, vim para terminar essa droga de trabalho. Ele entra por um instante notei sua cara de ressaca parece que não fui a única a exagerar ontem!

Decidimos assim pra não brigar os dois ia fazer os planetas.

Minha mão e a dele se tocam, fazendo o mesmo gesto pra pegar a cola, nos olhamos e separamos as mãos rápido.

Eu estou muito envergonhada dele, não sei exatamente o que aconteceu no banheiro da boate, e se for Draco que tenha me agarrado daquele jeito? Certamente deve estar rindo por dentro, fora que seu olhar mudou de deboche para safadeza, posso perceber que ele me olha com desejo mais também com certo afastamento.

― porque não confessa que foi você? Jogo uma indireta nele

― do que está falando? Ele pergunta confuso e nervoso

― que fez aquela pegadinha no banheiro. Não entro com muitos detalhes se for ele, saberá do que estou falando!

― beber sem ter experiência dá nisso! Ele diz concertando plutão

― como se você não tivesse exagerado também. De repente batem a porta levanto pra ir abrir, e dou de cara com Harry

― Ha-Harry o que faz aqui?

― vim ver como estão se saindo com o trabalho. Ele sorri entrando

― está indo bem, só a senhorita ai que ainda continua tendo alucinações por causa de ontem. Minhas bochechas ficam vermelha, Harry olha pra mim, sei o que acha.

Quando terminamos o nosso trabalho, os dois se despediram de mim, e eu só queria que eles sumissem da minha frente. Estranho Draco não ter me zoado com certeza ele está reservando tudo isso pra amanhã. O dia inteiro passei trancada em meu quarto dormindo ignorando toda mensagem e toda ligação, eu só quero me afundar nessa cama e não sair mais...

[...]

Quando chegou o outro dia eu estava já na escola, sentada em meu lugar, Luna não apareceu e Rony entra sentando proximo a mim, ele parecia estranho!

― oi Hermione. Ele me dá um beijo na bochecha.

― acho que a Luna não vem. Falo sentindo a falta dela

― você não lembra do que aconteceu? Rony me olha querendo  uma resposta

Olho pra ele sem entender ― me lembrar do que?

Antes que ele me explique melhor, senhorita Minerva entra e aula começa. Harry entra na sala mais Draco não.

Ele senta na minha frente e se vira pondo um sorriso pra mim.

― oi colega.

― oi Harry ue cadê seu irmão chat...? engulo as palavras

― ele se atrasou um pouco, mais ta vindo trazendo o trabalho de vocês!

De repente Draco chega, e Minerva o olha estressada ela não gosta muito de atrasos

O loiro senta do meu lado, e coloca o trabalho entre nos dois

― pensei que não vinha. Comento

― lógico que eu viria.

Todos estavam prontos para entregar os trabalhos. Luna eu vou esganar Ela por perder nota. Minerva recebeu todos.

O trabalho de Draco e o meu foi o que mais agradou Minerva lógico já era de se esperar.

― graças a mim você tirou o primeiro lugar. Ele diz sorridente e orgulhoso

― você quer dizer graças a mim não é? Ele revira os olhos

― parabéns, da próxima vez vou pedi pra ser seu colega Mione. Harry me elogia e Draco faz uma cara feia

― Mione? Ele faz careta

Quando o sinal tocou saímos pra relaxar um pouco até a segunda aula

― fui pro jardim da escola e sentei sobre a grama, ficar sem a Luna é tão chato.

Pego  meu livro das crônicas de narnia e quando abro, algo cai de dentro dele parece um bilhete. Quando abro tem algo escrito.

“Me desculpe ter a assustado ontem, mais depois que senti seu cheiro não consegui mais esquecer sua pele delicada e cheirosa, me deixou todo excitado,.

Fico tremula com essa mensagem, olho pra todos os lados e não vejo ninguém rindo ou algo do tipo, mais o que significa isso? Agora é oficial, alguém sabe!!! E é a mesma pessoa que me armou aquela ceninha. Fico pálida e meu coração fica acelerado, olho para todos o tempo parece que para pra mim, tenho a impressão que cada risada que dão, é de mim. Vou até o banheiro e me olho por um instante, minhas mãos estão geladas e um nó na garganta se formou.

De repente alguém entra no banheiro, olho e noto Gina, a garota da classe vizinha, ela sempre teve a cara fechada, bom, pelo menos pra mim.

Ela lava suas mãos, sempre sem olhar e com um jeito sério

― novos garotos, novo hábitos e novas encrencas! Ela fala baixo mais eu escuto com clareza

― desculpe disse algo comigo? Ela me olha seria e me olha dos pés a cabeça e sai sem dizer nada.

― uau, a educação mandou lembrança! Digo em bom som pra ela ouvir. Gina é uma aluna que chegou pouco tempo na escola, ela nunca falou comigo sempre me olhou com indiferença, na verdade eu nunca vi ela de conversinha com ninguém. Saio do banheiro e vou em direção ao meu armário guardar meu livro antes de voltar pra aula. Quando cheguei no meu armário, percebi que não havia trancado ele quando fui pegar o livro, cheguei com uma certa pressa, nada está faltando, percebo um papelzinho no cantinho do armário olho para todos os lados e não há ninguém o retiro de dentro e quando o abro me assusto com o que está escrito

“não quero dividi-la com ninguém nem mesmo com...”

Rasgo o papel em pedacinhos, fico desesperada, quem será que está fazendo isso? Só pode ser o Draco, claro que é, ele é o único a querer me fazer de trouxa, mais escrever coisinhas românticas não tem nada haver com ele definitivamente não. Quando o sinal tocou voltei pra sala, e olhou para todo mundo realmente a pessoa que estava me acariciando na boate é o engraçadinho que está fazendo isso. A aula terminou cedo, e eu fui caminhando devagar pelas calçadas me afastando da escola quando senti uma mão pesar sobre meu ombro. Quando viro-me percebo Harry sorridente pra mim

― hey, já ta indo embora? Ele pergunta caminhando comigo

― é vou sim.

― bom, eu é... Ele parece meio sem jeito coloca as mãos no bolso enquanto caminha

― quer me dizer alguma coisa? Sorrio

― bom eu queria saber se você vai fazer algo hoje a noite sei lá

Aperto as minhas mãos e agora? Continuo caminhando olhando para baixo pensando na desculpa que vou dar

― bom é que hoje eu marquei de me encontrar com a Luna.

― tudo bem então, é, e amanhã algum programa?

― é, não! Não posso mentir assim vai ficar obvio que não quero sair com ele apesar de ser tentador o pedido

― quer ir ao cinema comigo, não mordo ta? Ele ri

Paro um instante e sorrio pra ele ― tudo bem vai ser ótimo.

― então ta, nos vemos hoje a tarde...

― mais não é amanhã?

― não, estou falando na academia gata! Ele beija minha bochecha e sai

Acabo de me lembrar da péssima noticia, essa festinha de ontem não me rendeu boa sorte não.

A caminhada está boa, de repente me lembro que esqueci de pegar minha medalha da feira de ciências de melhor trabalho...Volto rápido entro no portão principal e quando vou cruzando com a porta meu olhar se desvia no corredor que vai pra quadra esportiva observando um casal se beijando sem querer deixo cair meus materiais no chão chamando a atenção daquele casal...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...