História Love without limits. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Criminal, Drama, Obsessão, Policial, Possessão
Exibições 38
Palavras 590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Quem tem medo, medo, medo?


Fanfic / Fanfiction Love without limits. - Capítulo 9 - Quem tem medo, medo, medo?

Pov Sofi.

Meu rosto estava banhado por lagrimas, ele era louco. Sentia-me imunda. Ouço a voz de meu pai e grito mais alto.

_Pai! –Berrei tentando me liberta, meus pulsos doíam. E ouvi a voz do meu pai dizendo adeus, ele não me ouviu.  A porta foi aberta e Cam me olhava com um sorriso sádico.

_Seu pai é tão idiota. –Anunciou ele, enquanto passava as mãos frias pelo meu rosto.  _Acreditou em cada palavra.

_O que você falou pra ele? –Indaguei o olhando com raiva.

_Que você foi para casa da sua amiga, e me pediu para avisa-lo. –Sorriu com malicia.

_Ele vai ligar para ela, tem que me deixar ir. _Implorei a ele.

_Claro que vou meu bem, porém vou te avisar apenas uma vez. _Sua voz estava fria e me causava calafrios. _VOCÊ É MINHA! , e toda vez que chegar da escola vira aqui, vamos nos divertir muito. E amanha vamos sair para nosso primeiro encontro.

_Eu não vou. _Respondi o olhando com nojo.

Ele me puxou pelo braço e apertou meu rosto com os dedos.

_Você faz o que eu mando. _Seu olhar era psicopata e senti muito medo. _Ouviu bem!

_Claro! –Respondo, e ele me desamarra. Visto minha blusa e pego minha bolsa.

_Tchau amor! – O seu cinismo me enoja.  Ele beija meus lábios trêmulos.

Saio de sua casa e me encaminho para a minha pronta para mentir. Abro a porta silenciosamente, rezando para ninguém me notar, foi perda de tempo. Minha mãe me vê e vem correndo me abraçar.

-Minha filha, eu estava tão preocupada. –Anuncia e eu a´olho como se ela tivesse fumado drogas. Atras dela estava meu pai e Taylor.

_Liguei para a sua amiga, disse que vocês passaram a tarde juntas. –Revela meu pai me fazendo sorrir minimamente, eu devia uma pra Joyce.

_Foi,  eu esqueci de avisa-los. –Falo olhando para Taylor que sorria abertamente para mim.

_Que susto eu passei amor. - Ele me abraça e me beija nos lábios. _Pensei que tivesse acontecido alguma coisa.

_Estou com dor de cabeça, vou dormir. –Anuncio me retirando. Subo as escadas e abro a porta do meu quarto, me atiro na cama e choro. Odeio essa vida. Eu queria morrer.

_Sofi? –Ouço a voz rouca de Taylor e o mando entrar.

_O que foi? –Pergunto olhando para o teto do quarto.

_Aconteceu alguma coisa sim, e você tem que me contar. –Anunciou me fazendo revirar os olhos.

_Não nada para contar. _Retruco com raiva.

Ele me puxa pelos braços e me prende a si.

_Ouça bem, quando casarmos você vai responder ao que eu perguntar sem revirar esses olhos. _Ele me fitava com raiva e desejo. _Ouviu bem?

_S-Sim. –Respondi simplesmente.

Ele me beijou com desejo e urgência, e seus lábios agora eram mais secos e devoradores.  Ele me apavorava, assim como Cam. Quando passou as mãos pelo meu corpo chorei e o empurrei.

_Me solta. _Gritei e corri para o banheiro tranquei a porta e o ouvi bater. As batidas aumentaram e logo vi que ele iria arrombar

Autora pov.

Na outra rua uma mulher alta de cabelos loiros encarava a mansão Miller. Seu semblante serio era apavorante, o passado sempre pode voltar. Não se pode se esconder ou fugir.  

_Temos contas a acertar Taylor. –Disse gargalhando. _Sua noivinha pode acabar com a garganta cortada nessa brincadeirinha.

Os saltas vermelhos Scarlets se destacavam e seus lábios vermelhos eram de puro veneno. Uma mulher vingativa é capaz de tudo. Cuidado com as pessoas com aparência de anjo, podem ser demônios disfarçados. 


Notas Finais


Comentários?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...