História Love You Goodbye - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Francesca Reale, One Direction, Originais
Personagens Louis Tomlinson
Tags Festa, Francesca Reale, Louis Tomlinson, Romance
Exibições 33
Palavras 2.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi babes! Tudo bom? Espero que sim😁
Então galerous to de volta com capitulo novo pra vocês, e bom espero que gostem.
A e eu também queria agradecer pelos comentários e favoritos que a fic ja tem, obrigada amorzinhos❤

Capítulo 3 - Quem é você?


Fanfic / Fanfiction Love You Goodbye - Capítulo 3 - Quem é você?

..."Você sabe, eu sei que você sabe Que eu vou lembrar de você"...

Mas é claro! Só podia ser a Alexia que me arrastaria para uma festa com uma boyband, sim ela tem esse poder tosco de manipulação, que eu não consigo dizer não.
Durante toda minha vida eu tentei seguir 3 regras simples, que garantiriam que minha vida fosse o mais normal possível.
1 - Ignorar as pessoas
2 - Não falar com as pessoas
3 - e nunca, em hipótese alguma gostar de boybands fenomeno adolescente
Mas aquela garota não concorda com meus métodos de sobrevivência, e está sempre tentando me fazer quebrar minhas regras.
Pra falar a verdade eu não sei como consigo conviver com ela, talvez seja minha falta de amigos que me obrigue a aguenta-la                                                                                                                          Alexia Taylor sempre foi o centro da nossa amizade, parece que ela faz com que as outras pessoas girem em torno do planeta gliterinado dela, o que é bom pelo menos não tenho que falar nada, apenas fingir que escuto as conversas idiotas sobre os ex namorados.
Não que eu me importe com ela mesmo...

Nesse momento estou deitada na minha cama, falta 30 minutos para ás nove, tenho consciência que devo começar a me arrumar, mas acho que vou fingir que estou doente, fecho os olhos e mudo de posição colocando meu celular no criado mudo, respiro fundo e finjo uma tosse.
Nada mal.
Estou decidida a adotar a ideia de uma gripe falsa, quanto meu celular toca, eu o pego e encaro o visor frustrada.
- Você já está pronta? Não está? - Escuto a voz melodiosa do outro lado da linha
Passo a mão no rosto e sento na cama.
- Err... acho que  *cof, *cof* estou doente, não posso *cof* ir...
- Eu não acredito nessas suas brincadeiras, a, e essa foi a mesma desculpa que você usou naquele dia do cinema - Respiro fundo
- Alexia... - Ela me corta
- Vai logo eu passo já ai, tchau! - Ela desliga
Por que meu Deus? Por que?
Ainda atordoada me arrasto até o banheiro, tomo meu banho, em seguida vou até meu armário e tiro de lá, minha comum "roupa de festa" que é basicamente uma blusa listrada, uma calça jeans rasgadinha e meu casaco xadrez (look 1), calço meu velho all star branco, que apesar de realmente estar velho eu não abro mão, paro em frente ao espelho e encaro meu reflexo, reviro os olhos, eu não podia fazer nada que melhorasse, então soltei meus cabelos e peguei uma bolsa média simples.
Não gosto de maquiagem, acho uma coisa desnecessária e fútil então não passo nada no meu rosto.
Pego o celular, nove em ponto, abro a porta do quarto e desço a escada encontrando Jimmy e minha mãe na sala  assistindo um desenho qualquer na televisão, dei de ombros e passei por eles, a televisão logo fica muda, suspiro e escuto a voz da minha mãe
- Onde vai?
- Sair - respondo encarando meus pés
- Para onde e com quem?
- Uma festa com a Alexia - Ela sorriu fraco
Acho que ela deve está pensando  que estou começando a desenvolver uma vida social ou algo assim, isso explicaria a emoção em seu olhar.
- Muito bem, se cuide filha - reviro os olhos
- Tchau Fran! - Jim grita sem tirar os olhos da tv
- Tchau - Respondo num sussurro
Saio de casa e imediatamente sinto o típico ar gelado dessa época do ano se chocar contra meu rosto, Alexia ainda não havia chegado, cruzo o pequeno jardim que cerca nossa casa e paro em frente a caixa de correio, olho a rua vazia e silenciosa. Eu ainda tinha esperança dela me esquecer mas logo minhas esperanças morrem ao ver o carro vermelho nada discreto parar a minha frente.
- Hello festeira! - Ela grita diminuindo a música alta
Reviro os olhos e entro no banco de carona, encaro a loira por alguns segundos.
- Você colocou mesmo esse trapo ai? Por favor me diz que tem uma outra roupa e... - A corto
- Não, vai ser essa e ponto - Ela se calou e arrumou o vestido preto colado nas coxas
Encostei minha cabeça no banco e fechei os olhos.
Seguimos o caminho em silêncio, quando o carro estacionou analisei o local, uma boate, havia alguns carros estacionados e podia-se escutar a música alta, Alexia soltou um grito animada e desceu do carro, esfreguei os olhos e mais uma vez me perguntei por que eu deixava que aquela garota fizesse esse tipo de coisa comigo, contei até 3 e desci do carro.
Alexia olhou pra mim e sorriu sussurrando um "é agora!" apenas cruzei os braços a a segui até a entrada, ela entregou os convites para um cara de terno e ele liberou nossa entrada.
Assim que entrei senti minhas pernas ficarem bambas e a visão turva, segurei a mão de Alexia enquanto ela me guiava entusiasmada, a música estava irritantemente alta, e eu me perguntava como alguém conseguia escutar aquilo, as pessoas dançavam e consequentemente esbarravam em mim causando um extremo desconforto.
Sentamos em umas das mesas em frente ao bar.  a loira estava mais inquieta do que o normal
- Meu Deus, meu Deus, meu Deus, cade eles? Onde eles estão?
- E de quem você está falando exatamente? - Ela me encarou e bufou como se a pergunta fosse óbvia
- Hello os meninos! A one Direction - Revirei os olhos
- Ah - pronunciei desanimada
- Ai Francesca, eu não aguento, eu sei que você não curte dançar e tal, e que eu deveria ficar aqui com você mas eu preciso procurar eles, não posso vir a uma festa

pós show da one direction, e não encontrar a one direction!
- Mas...
- Por favor - Ela fez uma carinha dramática
- Vai logo, sai da minha frente - Ela sorriu
- Já volto
- Não pode ficar por lá mesmo - Me limitei a dizer isso e baixar a cabeça
Uma hora, é o tempo que eu vou aguentar aqui, nem um minuto a mais, ou vou acabar enlouquecendo, começo a cronometra um tempo imaginário na mente apesar de ser extremamente complicado com toda aquela bagunça ao meu redor.
Pego meu celular e meu fone da bolsa, coloco um remix de alguns álbuns do The 1975.
Eu tento me concentrar na letra de If I Believe You, que por acaso é uma das minhas preferidas, acho que me identifico com a letra

É engraçado me ver nessa situação, eu estou com a cabeça apoiada nos braços, meus olhos fechados, e  tentando ignorar o fato daqui esta uma bagunça, minha mente parece que explodirá a qualquer momento na medida que a próxima faixa começa a tocar no meu celular e eu já nem sei distinguir mais o que é, até que alguém tira o fone do meu ouvido, abro os olhos atordoada  e vejo um homem sentado a minha frente, ele me encarava curioso e um tanto preocupado, enquanto eu estava assustada e tentando arrumar um jeito de fugir, mas ele apenas fala com um breve sorriso no rosto.
- Hey você está bem? - Sua voz era suave apesar dele ter necessidade de gritar por causa da musica alta
Não consigo falar nada, ele recua um pouco.
- Sou Louis - Continuo imóvel - Acho que já deve me conhecer
-Não, nunca te vi nada vida - falo apesar de ter a leve sensação de já tê-lo visto
-Nossa - Ele faz uma pausa e passa a mão na cabeça - espera um pouco! - ele afasta o cabelo da testa e aponta para mim - Você é a garota!
O encaro, tentando entender o que estava acontecendo, ele franziu o cenho e continuou me encarando.
- Foi você que comprou o último disco! Você levou o meu Abbey Road! - Ele bateu na mesa - sabia que já tinha te visto
Me limitei a balançar a cabeça e discretamente levar a mão até minha bolsa tirando um spray de pimenta que eu tinha para emergências, mas ai eu consegui lembrar dele.
Era o homem da loja de discos, o que esbarrou em mim! Eu sabia que já tinha o visto em algum lugar, mesmo que no dia ele estivesse de óculos escuros.
- Olha em primeiro lugar não tinha seu nome então não era seu, e em segundo você é um desconhecido e está me assustando - Ele pareceu achar engraçado o que eu acabará de falar
- Você não é fã da banda que está aqui, não é? - Ele falou encarando meu celular que ainda estava na página do spotify passando alguma coisa
- Não
Ele se encostou na cadeira
- Por acaso me conhece? - O encarei confusa
- Você é surdo? Ja falei que não, so lembro que é o cara da loja de discos... Você é algum maníaco? Me seguiu até aqui? - Ele franziu o cenho e sorriu
- Não! Você me seguiu? -revirei os olhos levantando da mesa depressa
Sai de perto do garoto ainda frustrada,as pessoas esbarravam em mim, e eu só queria ir embora, estava cansada de tudo, foi quando senti uma mão agarrar meu pulso, senti meu coração acelerar, girei em um semi circulo e bufei ao ver que era o esquisito que estava me segurando.
- Quer me soltar?
- quem é você? - ele falou me puxando pra perto dele
- sabia que eu sou muito boa em gritar? E é exatamente o que eu vou fazer se nao me soltar - ele riu
- Gostei da sua roupa
- qual o seu problema?
- Serio, o que esta fazendo aqui? Você nem conhece a banda - olhei em volta e percebi que umas garotas nos encaravam
-Me solta!
- Veio com alguma amiga? -me preparei para gritar mas fui pega de surpresa quando  ele colou nossos corpos
Fiquei sem reação por um instante, ele chegou bem perto do meu ouvido e eu senti meu corpo se arrepiar
- você que parar por um momento e escutar o que eu tenho pra dizer?
Nao consegui falar nada
- Eu vou cantar daqui a pouco... -ele sussurrou no meu ouvido
- Eu não tenho nada haver com isso
- Eu sei, isso é engraçado
- O que é engraçado maluco?
- Você nao esta gritando, nem chorando, ou desmaiado
- Por que eu faria isso?
- Deixa pra lá - ele suspirou
Respirei fundo e consegui nao sei de onde, arrumar forças para empurrar o garoto e sair correndo
No momento que eu avistei a saída agradeci aos céus, corri até lá, e quando finalmente estava fora me permiti ficar furiosa com Alexia  por ela ter me largado naquele lugar, e de mim mesma por não conseguir falar com as pessoas,  e de nao ter conseguido me livrar daquele babaca antes.
Ele podia ser um assassino, ou sei lá, garoto problemático, eu deveria ter chutado ele mas já é bom o bastante eu ter saído viva daquele lugar.
De uma coisa eu sei, nunca mais venho a um lugar desses, nunca.
Passo a mão na cabeça e respiro fundo tentando normalizar minha respiração, e quando consigo me acalmar, logo me dou conta de que estou parada no meio de um bairro deserto a noite, e aquele garoto pode muito bem vir atrás de mim.
Aperto a bolsa contra meu corpo e começo a caminhar, ate conseguir chegar em uma rua mais movimentada, chamo um taxi e passo o endereço da minha casa.
Em alguns minutos eu estava em casa, tomei um banho quente demorado, vesti meu pijama e me joguei na cama, eu tentei, juro que tentei,e eu queria dizer que consegui dormir tranquilamente, mas o rosto daquele garoto não saía da minha cabeça, o que me deixou mais atordoada, so de lembrar daquele olhos azuis ja podia sentir um leve arrepio e ao mesmo tempo a raiva crescendo em meu corpo.
Mas agora já nao importava, eu estava segura e isso já bastava.


Notas Finais


Look 1: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/cd/bb/d0/cdbbd0d643fda5c5ff58b9af437a69db.jpg

O que acharam?
Me desculpem os erros ortográficos.
Prometo que logo to de volta com capítulo novo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...