História Love you, until the end... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Personagens Originais
Tags Crime, Romance
Exibições 22
Palavras 1.218
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - The begginig


Fanfic / Fanfiction Love you, until the end... - Capítulo 1 - The begginig

Justin Bieber *

Acordei com uma baita dor de cabeça a noite de ontem tinha-me de rastos.. E hoje ainda seria pior, seria a inauguração da nova boate. Mas vocês sabem ne? Bizzle ta sempre pronto pra mais uma. O celular começou a tocar o que me fez estremecer por conta da dorque me atingiu fortemente a ccabeça. 

- Quem é? - atendi sem nem olharo visor. Seria um dos meninos com certeza.

- Já nem conhece a voz do seu amor? - tinha que ser Ryan tirando uma com a minha cara.

- Que é seu filho da puta? 

- Calma, que é isso? Somos brothers. - ele fez voz de ofendido. 

- Fala logo senao eu rebento com a sua cara. - levantei o meu tom de voz,e ele riu. 

- É serio cara, tu ta de TPM. Antes de passarmos na boate vou ai em casa acertar algumas coisas com você sobre a droga pra vender hoje tá? Só pra te avisar, 20h tou em tua casa. 

- Valeu. Hoje é pra gente beber, cair e levantar pra foder umas gatinha. - disse encarando o teto. 

- Que isso Bieber? Tenho mulher. - esqueci que agora Ryan tá boiola. Ainda nem conheci a criatura, mas deve ser uma puta de uma gostosa pra ele namorar com ela. Ryan nunca namorou. 

- Quando você vai apresentar a mal comida pro seu melhor amigo? - debochei. 

- Tchau moleque sem jeito. NÃo deu nem tempo pra eu despedir. Ryan tá muito boiola mesmo.

Fui tomar um banho e decidi chamar os meninos pra virem cá em casa pra gente ficar na piscina um tempo. 


Daniela Smith *

- Manheeeeeee. - gritei do quarto. 

- Fala meu amor lindo. - ela veio e me beijou a cara com força e me abracou. - Bom dia alegria. 

Fiquei a encarando e cai na gargalhada. Eita mulher louca. 

- Hoje vou dormir na casa da Márcia tá legal? O namorado não está cá.

- E voce é a reserva? - falou debochada. Mano, minha mãe era louca. 

- Mae, eu sou muito hetera. - ela riu na minha cara meapontando o dedo. 

-Você ta toda encalhada Dani. Quero um neto.

- Mae, você tem a certeza que quer um neto? - minha irmã Kaitlyn entrou no quarto com cara seria. Eu e minha mãe olhamos uma pra outra com uma expressão preocupada. - É que.. Eu não sei fingir - ela mudou de cara seria e começou rindo muito. Eu e minha mãe apenas balancamos a cabeça rindo muito. Meu celular ccomeçou a tocar, peguei e vi Vanessa no visor. 

- Fala bitch. - falei. 

- Daniiiii, vem passar o dia comigo no shopping? Hoje não vou estar com Ryan. - ela falou com voz triste. 

- Ah fala serio. Tu tem que me apresentar esse Ryan. Como é que minha amiga puta ta triste pelo namorado não estar com ela? Alias, como é que minha amiga puta namora??? - falei com deboche na voz. Kaitlin estava do meu lado e olhava pra mim negando com a cabeça. Fiz uma careta pra ela.

- Você fala assim porque você é encalhada. 

-Táa. Chama Patricia e faz ela desencalhar, beijo. Te amo. 

-Páraa Dani. Vem?

- Vem você aqui em casa e passa o dia com a gente. Só eu, voce, minha mãe e Kaitlin. 

- Tou indo. Faz algo bom proalmoço vagabunda. Beijo te amo. 

Folgada. Sentei no sofa falando com minha mãe e minha irma sobre vários assuntos. 

Justin Bieber *

O dia passou depressa e quando dei por mim ja estava na Range Rover indo pra um bar, Cool antes de irmos para a inauguração da boate. Ryan iria surpreender a namoradinha e iria-nos apresentar. 

Assim que chegamos fomos sentar numa mesa qualquer, e veio uma moça branquela, cabelo aos caracóis comprido e de óculos nos atender. 

- Boa noite, o que desejam? 

- Você. - Chaz disse comendo a menina de alto a baixo. Todos nos esforcamos para não cair na gargalhada menos Ryan. Esse se pudesse matava Chaz nesse exato momento só com o olhar. 

Pedimos as bebidas e vimos a moca se aproximando ao balcão e uma outra moça saindo e olhando pra mesa. Assim que ela olhou para Ryan colocou as mãos na boca toda feliz. Ryan parecia igual, com os olhos brilhantes na sua donzela. Mano aquilo me deu ânsia, eu juro. Ela saiu do balcão e veio correndo na nossa mesa sem sequer nos ver. 

- Meu amor. - saltou para o colo de Ryan que a rodopiou no colo. Mano que é isso? Algum filme de amor? Tá metendo nojo já. Eu e os meninos ficamos nos encarando enquanto eles se beijavam. Mais um pouco e fodiam ali. Quando se lembraram de nós, Ryan apresentou a moca pra nos, ela era simpatica, não era tão gostosa assim, mas era muito engraçada. 

Ela foi buscar as bebidas e veio com um sorriso de um lado ao outro. Serviu e acabou por se sentar do nosso lado. Bateu um papo connosco, era muito animada. Meu Ryan tava crescendo. Mano, quem diria? 

- Vocês são bem legais, gostei de vocês. - o bar estava pouco movimentado e a tal Tara estava com a gente também, dando vários foras ao Chaz o que fazia a gente rir. Até que saiu uma moça.. Ela não era uma qualquer, ela era linda demais. Seu corpo era escultural, uma autentica Beyoncé porem baixinha. Seu cabelo preto liso comprido, seus olhos castanhos, aqueles lábios com cor de vermelho. Eu fiquei deslumbrado. Ela estava com outro rapaz. Mas ele parecia afeminado. 

-e Babou? - Nolan me perguntou

- Que nada. - desviei o olhar mas era impossível. Ela tinha umas calcas de ganga justas, um top com decote, um casaco de couro preto. Super linda. Ela estava falando com o tal amigo e olhou pra todas as mesas e parou na nossa. Fez uma cara bem chateada e veio na nossa direção. Gente, mas o que é? 

- Vanessa! Tara! Importam-se? - falou com os bracos cruzados. 

- Dani! Pera!!! Não pira. Deixe-me apresentar. Esse é Ryan, meu namorado, essa é Dani, uma de minhas melhores amigas.

- Prazer em te conhecer Ryan. -  Ela abriu um sorriso amigável e ele retribuiu.

- Esses são os amigos. Justin, Chaz, Chris e Nolan. 

Ela deu um aceno de cabeça simpatica e todos a cumprimentaram. Menos eu. Eu não consegui falar. 

- Eu sei que tá significando muito pra você. Mas é hora de ir. 

Vanessa olhou pra Ryan e fez bico. 

- Amanhã te vejo? - ela perguntou pra Ryan. 

- À noite. - ele falou a encarando. Eles se beijaram, as meninas deram tchau pra gente e foram em direção ao balcão. Essa Dani tinha algo que me intrigava, ela era diferente. 

- Ei Vanessa. - chamei alto E ela voltou pra trás. Os meninos me olhavam sem saber o que eu estava fazendo. - A que horas vocês saem? 

-i Hoje é as 2h. 

-Tão afim de sair connosco? Vamos visitar um sitio que vai abrir hoje. Só ver como é. 

Ryan me olhou com reprovação. Os olhos de Vanessa brilharam. 

- Eu vou ver com as meninas!! 

E foi toda sorridente ter com as amigas. Os meninos me olhavam de um jeito que, se eu não fosse amigo deles, estaria morto. 


Notas Finais


E aí?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...